Páginas

domingo, 15 de maio de 2022

Lute pelos seus sonhos!


Salmo 23.1: “O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará”.

Estamos correndo atrás da realização dos nossos sonhos. Só que, no meio do caminho, aparecem aquelas situações da nossa realidade que nos deixam desesperados. A questão é: Como lidar com elas?

“Ah, meu Deus, que muralha é essa na minha frente bem agora?”; “Que notícia doida é essa que me aparece assim, do nada, sem motivo?”; “Como vou perdoar esta traição?”; Como faço para orar, se a minha cabeça não para?”.

Queridos, seja qual for a situação, não entregue os pontos! Não desista, não retroceda. Seja forte! Não pare de andar, mesmo quebrado, mesmo machucado! Busque a Deus e renove-se na força de Seu poder, revestindo-se de toda a armadura do Senhor, para poder ficar firme contra as ciladas do diabo (Efésios 6: 10 e 11).

Tomar posição e invocar as promessas de Deus, que estão em Sua Palavra, é a espada que irá acabar com o inimigo! Acredite! A certeza da promessa e da vitória vai te alimentar. Está na hora de você entender certas coisas. Está na cara que Deus vai te dar um emprego, um ministério, uma família...

Claro que vai! Está na cara que Deus vai te dar roupa. Está na cara que Deus vai te prosperar. Está na cara que você vai casar, só você mesmo não enxerga! Não tem espelho espiritual na sua casa? Você não tem Bíblia, não? Não tem o Salmo 23 na tua Bíblia para você enxergar que o Senhor é o teu pastor, e nada te faltará? 

Agora, vai ter que passar pelo desafio, derrubar a muralha, vencer o gigante, destruir o ‘cananeu canibal’, antes que ele te devore. Quer um conselho? Eu passaria por isso em jejum, orando, porque, em situações como estas, o melhor é deixar a carne para lá e deixar que o Espírito te conduza. 

Por isso é que o Senhor fala para não olharmos nem para a direita e nem para a esquerda. Ele também disse: “Escreva a minha Palavra no meio da testa. Deixe-a na tua boca, guarde-a no teu braço, coloque-a na tua mão, amarre-a com uns cordõezinhos na tua roupa para, quando for andando, lembrar!”.

Quando você esticar a mão, vai lembrar que o Senhor é o teu pastor, e que nada te faltará, entendeu? Quando for para o trabalho, você vai lembrar de novo: “O Senhor é meu pastor, e nada me faltará!”. Quando ouvir um desaforo…. “O Senhor é meu pastor, e nada me faltará!”. Isso é andar pela fé!

Andar pela fé é ter experiências com Deus. A fé traz experiências, sabe por quê? Porque ela desafia os teus limites e faz você realizar o que não conseguiria normalmente. Ela faz você enfrentar o que você morre de medo. “Mas, Senhor… logo isso o Senhor foi me pedir para fazer? Senhor, eu sou mulher.”. E o Senhor vai falar: “Ah, é? E, desde quando, eu faço acepção de pessoas? Você acha mesmo que só porque é mulher, não vai acontecer nada? Ah, você se enganou, viu?”.

Está na hora de você entender que vai precisar batalhar pela tua fé, batalhar por aquilo que você crê, batalhar por aquilo que você sonha. Este entendimento te liberta das frustrações e medos que você tem em relação a Deus, por causa de todas as orações, votos e jejuns que você fez, e Ele não atendeu do jeito que você queria.

Batalhar pela fé quer dizer, em suma, não se arruinar ou se esconder atrás de desculpas antes de olhar para o sacrifício de Jesus na cruz feito por amor a nós e se animar, acreditando na Palavra de Romanos 8.32: “Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas O entregou por todos nós, como não dará juntamente com Ele, e de graça, todas as coisas?”.

Não tire conclusões precipitadas! O fato de você passar um tempo de perdas não significa que Deus não te ama mais ou não se importa com você. Antes, neste tempo, comece a semear seu futuro com atitudes de fé.


Pense nisso!

quinta-feira, 12 de maio de 2022

Como esperar e o que esperar?


O Pensamento do Dia de hoje está na passagem bíblica de Gênesis 45. Hoje, eu quero falar com vocês sobre como esperar e o que esperar.

Jacó (Israel) passou 30 anos achando que seu filho amado, José, estava morto. Como ele havia recebido aquela notícia? Vou explicar!

Certo dia, Jacó mandou José ir atrás de seus irmãos. Eles estavam apascentando o rebanho. Mas o tempo passou, e nenhum sinal de José.

De repente, os outros filhos de Jacó aparecem com a capa de José toda ensanguentada e uma notícia devastadora: “Seu filho está morto!”.

Aqueles rapazes fizeram o próprio pai cair em uma teia de mentiras e em uma tristeza profunda.

Ao ler este trecho, eu estive pensando... Jacó cometeu um grande erro! Ele havia esquecido que José teve sonhos proféticos. “Sonhei que estávamos no campo amarrando feixes de trigo. De repente, o meu feixe ficou de pé, e os feixes de vocês se colocaram em volta do meu e se curvavam diante dele”, relatou ele quando era jovem em Gênesis 37. Depois de um tempo, Jacó sonhou que o sol, a lua e onze estrelas de curvavam diante dele. Obviamente, estes sonhos despertaram a inveja dos irmãos de José.

Jacó, como um homem de Deus que também recebeu revelações através de sonhos, tinha que ter questionado os outros filhos sobre a suposta morte de José. Mas ele preferiu acreditar nas evidências, em vez de crer nas promessas.

Ao receber aquela notícia, ele, simplesmente, a assumiu como verdade. Como ele não desconfiou daquelas evidências, se ele mesmo, quando era moço, havia enganado o próprio pai, que estava cego, para receber a bênção da primogenitura no lugar do irmão?

Por que, como homem experiente, ele não desconfiou que os filhos também podiam tê-lo enganado? Por que Jacó não acreditou que a palavra que José recebera de Deus era mais poderosa que uma notícia ruim?

Sabe, talvez, ao ler este post, você tenha se identificado com essa história. Você, simplesmente, abriu mão de um sonho e de uma promessa de Deus, por causa de uma evidência manipulada.

Voltando à história...

Na realidade, José não estava morto, mas foi vítima de um plano mirabolante dos próprios irmãos, que o venderam como escravo e forjaram sua morte.

Jacó chorou por 30 anos, até que a promessa de Deus se cumpriu! Os sonhos de José realmente foram realizados. E os irmãos? Como já era esperado, tiveram que revelar para o pai toda a verdade:

Gênesis 45.21 a 28: “E os filhos de Israel fizeram assim. José lhes deu carros, conforme o mandado de Faraó; também lhes deu provisão para o caminho. A cada um de todos eles deu vestes festivais, mas a Benjamim deu trezentas moedas de prata e cinco vestes festivais.

Também enviou a seu pai dez jumentos carregados do melhor do Egito, e dez jumentos carregados de cereais e pão, e provisão para o seu pai, para o caminho.
E despediu os seus irmãos. Ao partirem, disse-lhes: Não contendais pelo caminho. Então, subiram do Egito, e vieram à terra de Canaã, a Jacó, seu pai, e lhe disseram: José ainda vive e é governador de toda a terra do Egito. Com isto, o coração lhe ficou como sem palpitar, porque não lhes deu crédito.

Porém, havendo-lhe eles contado todas as palavras que José lhes falara, e vendo Jacó, seu pai, os carros que José enviara para levá-lo, reviveu-se-lhe o espírito. E disse Israel: Basta; ainda vive meu filho José; irei e o verei antes que eu morra!”

Jacó, desnecessariamente, passou mais de 30 anos atormentado, porque não soube esperar, porque achou que uma notícia ruim era mais poderosa que a promessa do Senhor, porque ele achou que uma evidência manipulada era mais forte do que o poder de Deus de trazer à existência o que não existe!

Ele passou este “tempo de espera”, deixando que o inimigo destruísse sua alegria – porque, depois que ele recebeu aquela notícia, ele nunca mais voltou a sorrir –.

Jacó poderia ter passado estes 30 anos cheio de esperança! Antes de aceitar aquela notícia, ele poderia ter confrontado os próprios filhos, dizendo: “Não interessa o que vocês dizem, e o que esta capa aparenta. Enquanto, eu não ver o corpo, eu não vou acreditar que José está morto, porque ele teve sonhos, e eu sei que Deus realiza sonhos e Suas promessas!”.

Se você, algum dia, questionou: “O quanto eu devo esperar?” Agora, você já tem a resposta! Você vai esperar até que Deus cumpra sua promessa.

E como esperar? Como Ana, a profetisa, esperou Jesus, em Lucas 2:26 a 38! Mesmo com mais de 80 anos, ela creu na promessa de que seguraria, em seus braços, o Messias!

Sabe o que ela fez? Ela esperou no templo onde Ele seria apresentado, junto com aqueles que também acreditaram na promessa. Desta forma, ela foi renovava, restaurada e muito abençoada.

Eu quero encerrar este Pensamento do Dia, com Hebreus 10.23 a 25: “Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel. Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.”.

Guarde firme a confissão da sua esperança e vá para o lugar que reúne as pessoas que também acreditam no milagre!

Venha renascer em Cristo. Creia que, mesmo que tudo esteja indicando que não vai acinteces, a promessa vai se cumprir, porque, para Deus, não há impossíveis!


Pense nisso!

quarta-feira, 11 de maio de 2022

Por que eu?


Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo em 1 Samuel! Vamos falar um pouquinho sobre Ana, mãe do profeta Samuel! 

Ana era uma mulher estéril, que, apesar de muito amada e honrada pelo seu marido, sofria constantes afrontas e humilhações!

Para vocês entenderem a dimensão das dificuldades que ela enfrentava, vou explicar como funcionava naquela época. Quando o homem se casava com uma mulher estéril, para poder dar continuidade à família, ele poderia ter outra mulher... Nem preciso dizer que foi assim com Ana, não é mesmo?

Ana ia para a Casa do Senhor e sempre chorava, por causa das humilhações que sofria e por ver a outra oferecer a seu marido tudo o que ela não podia...

Em vez de se alegrar com o carinho que recebia do marido, afundou em suas próprias amarguras. 

Ficar se comparando aos outros não resolve seu problema! Cada um tem uma missão na terra. Mesmo a outra podendo ter filhos, Ana era a favorita! Era mais honrada e amada!

Posso falar uma coisa? Talvez, vocês fiquem chocados, mas Ana sofria porque não tinha fé. Essa era a fonte dos problemas! 

Na verdade, ela nunca enxergou que, na Casa de Deus, ela poderia encontrar um caminho da transformação. Ela achava que não adiantava orar. Sabe quando você só frequenta, mas não ouve a palavra? Entra e sai do culto do mesmo jeito? Só bate cartão na igreja?

Quantas vezes, Ana não orou para que Deus desse a ela um filho? Quantas vezes ela não orou para que seu marido não precisasse casar com outra? Quantas vezes ela não orou para engravidar primeiro?

Mas sabe o que aconteceu? A outra teve mais de um filho, e Ana não teve nenhum. O maior erro dela foi não enxergar o lugar da bênção! Apesar de ir à igreja, ela não enxergava que, por meio da boca do profeta, ou por meio de uma comunhão profunda com Deus, ela poderia achar o caminho da vitória. Em vez disso, ela se sentia a pessoa mais injustiçada do mundo.

Quantas vezes você vai à igreja, tem uma religião, mas carrega, dentro de si, uma dor, uma mágoa e uma frustração? Parece que Deus ouve a oração de todos, mas não presta atenção na sua. Isso é mentira!!!

Posso ser sincera? Você se chateou porque Deus não te atendeu na hora que você achou que Ele tinha que atender! Por causa disso, você deixou de orar, perdeu a fé. Você deixou o inimigo roubar uma arma poderosa de vitória para a sua vida. Quem desiste, no meio do caminho, é perdedor! 

Você parou de louvar, de fazer votos no altar, porque Deus não atendeu as suas expectativas. Mas sabe de uma coisa? Nós somos aqueles que, pela perseverança, alcançamos a promessa!

Em Hebreus 10, está escrito que Deus não se agrada daqueles que retrocedem. O inimigo quer que nada seja completo na sua vida. Ele quer você vá à igreja, mas sem fé. Ele quer que você vá para a igreja e não se abra para receber a palavra profética.

Quer entender melhor? Leia comigo Hebreus 10.35 a 39: “Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.”.

Em nome de Jesus, você vai ficar firme. Você vai voltar para a Casa do Senhor, mas vai para sair, verdadeiramente, transformado. Comece este mês de uma forma diferente!

Creia no Senhor e estará seguro, creia nos profetas e prosperareis! Não dá mais para ficar do jeito que você está! Em vez de se lamentar, louve. Em vez de reclamar, clame ao Senhor. A oração do justo muito pode em seus efeitos. Uma palavra pode mudar o rumo da tua vida. Em vez de questionar, aceite a missão que o Senhor te deu! 

Ana viveu um grande milagre, quando entendeu isso. Ela não teve somente um filho, teve um grande profeta de Deus! 

Lembre-se de que os pensamentos que o Senhor tem ao nosso respeito são mais altos que os nossos!

Pense nisso!

terça-feira, 10 de maio de 2022

Caminhando em retidão...


Salmos 84.11: “Porque o SENHOR Deus é Sol e escudo; o SENHOR dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente.”

Preste bem atenção neste versículo. Principalmente, na parte que está escrito: “Não negará bem algum aos que andam em retidão.”. Por isso que o inferno quer que você ande em caminhos tortos! Sabe qual é o caminho torto? A murmuração! Quando você reclama e murmura sabe o que acontece? Você entra na escuridão! Você perde a bênção do Sol que ilumina e aquece o coração com a presença do Espírito Santo!

Quando você murmura, você traz o exterminador e não a vida, sabe por quê? Porque você acaba dando vazão a sentimentos malignos e adota atitudes destrutivas. Você acaba andando na loucura, na rebeldia, na maledicência, na fofoca, na prostituição, no vicio, nas drogas…

Mas Bispa, eu não consigo sair dessa! Não consegue? É para isso que Deus enviou Jesus Cristo! Para todo aquele que não consegue mais crer não se perca e tenha a vida eterna! Você gostaria de mudar? Você tem vergonha da sua situação? Creia, levante-se e venha Renascer em Cristo!

Comece a fazer para você um caminho reto! Sabe qual é o caminho reto? Jesus Cristo! “Ah mas aconteceu isso…. Eu vi aquilo…. Fizeram tal coisa…”. Pare de arranjar desculpas! Pare de acusar! Busque solução para sua vida! Em nome de Jesus, pare de chorar, de ficar nessa amargura e nessa loucura! Você acha mesmo que isso vai resolver?

O Senhor é o Sol e o escudo! Quando você busca a Deus e entrega seus caminhos nas mãos d’Ele, você deixa de andar em confusão, em loucuras, indecisões, depressões e na escuridão dos seus sentimentos.

Ele é o teu escudo e vai te proteger do mal ordenado. Aquilo que veio para te destruir não terá ocasião. Sabe para que serve o escudo? Para deter os dardos que são lançados contra a nossa vida! Você pode até sentir o tranco, mas não vai se ferir.

Mesmo que hoje você esteja enfrentando uma ameaça do inimigo e esteja desesperado, levante-se e busque ao Senhor! Porque andando em fé, você vai conhecer o Sol que iluminará seus caminhos, te dando estratégias e te conduzindo.

Você não será pego de surpresa. Vai enxergar o que vem pela frente e terá condições de se defender!


Pense nisso!

segunda-feira, 9 de maio de 2022

O valor que a vida merece!


Salmo 103.1 e 2: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga ao teu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só dos seus benefícios”.

Eu não sei por que eu fui escolhida para ter o privilégio de valorizar cada dia de vida! Há anos, de uma forma especial, eu sei o que é ter um dia de vida com quem amo! Eu sei o que é, nesse dia, escutar a voz, abraçar e poder ser melhor para quem eu amo!

Pra vocês entenderem essa sensação, vou dividir um fato que aconteceu comigo! Certo dia, minha filha, Bispa Fernanda, me chamou para assistir um filme. Ela sabia que eu ia amar! Nele, o personagem principal entrava em um guarda-roupa e poderia voltar no tempo, para viver de forma diferente os dias que ele errou. Este era um privilégio que só os homens da família tinham.

No final do filme, o garoto viu que o pai estava para morrer de câncer e, então, entendeu por que ele tinha parado de trabalhar, quando completou 50 anos. Na verdade, no fim da vida dele, ele tinha entrado armário, para voltar no tempo e, desde então, aproveitar cada simplicidade que a vida oferecia e desfrutar, ao máximo, a companhia de quem ele amava!

É claro que a nossa realidade é outra! Não temos como voltar no tempo, mas temos a oportunidade de criar um ponto de partida! Você pode, a partir de hoje, tomar um rumo totalmente diferente! Você não precisa voltar no tempo para acertar, porque você tem um Deus de amor, que pode mostrar o caminho certo!

No meu caso, o Senhor me deu uma experiência que me faz, todos os dias, comemorar e agradecer pela família que Ele me deu, pela saúde, pelo ministério e pelo suprimento de cada dia. Eu vivo na certeza de que mesmo que eu mude, o Senhor permanece o mesmo, e, desta forma, eu posso estar segura! Eu não tenho medo do amanhã, pelo contrário, eu me alegro, porque todos os dias da minha vida, eu fui sustentada e renovada por Ele!

Se eu pudesse dividir um grande segredo com cada um de vocês, eu diria: Alegre-se no Senhor todos os dias! Alegre-se nas coisas boas que Ele te deu! Ame a Deus profundamente! Comece o dia falando com Ele, essa é a garantia de que tudo lhe irá bem, você não caminhará errante!

Há dias que nós teremos mais desafios, mas isso é sinal de que nós teremos muitas vitórias! Há dias que nós teremos mais descanso, mas, sinceramente, pode ser que não brote nenhum louvor deles!

Não ache que os dias de desafio são ruins, porque Eles sempre vão te fazer conhecer a parte que o Senhor já transformou na sua vida e aquilo que você precisa melhorar! Nos momentos de guerra, nós descobrimos nosso poder de resistência e os nossos recursos naturais.

Em dias de diversidade, você vai descobrir o quão ungido e forte você é. Você vai perceber que mesmo em momentos de loucura, você pode ter o controle da situação... que mesmo em momentos de perda, você pode ser uma pessoa completamente realizada... que mesmo em dias de choro, você pode ser feliz e, ainda, consolar as pessoas que precisam!

Você vai descobrir que este é só começo! Deus tem lugares altos e te dará condições para você levar quem você ama!

Comece o dia louvando e termine agradecendo a Deus! Dessa forma, o Espírito Santo sempre vai te guiar, te orientar e te sustentar com braço forte! Sempre haverá uma resposta certa, uma porta aberta e livramentos! Ele sempre vai te conduzir em trinfo!

Pense nisso e lembre-se: ser feliz é uma escolha! Você pode viver cada dia da melhor maneira possível!

domingo, 8 de maio de 2022

Você não está só!


Jeremias 20.11: “Mas o Senhor está comigo como um poderoso guerreiro, por isso, tropeçarão os meus perseguidores e não prevalecerão; serão sobremodo envergonhados.

E, porque não se houveram sabiamente sofrerão afronta perpétua, que jamais esquecerá”.

Quantas vezes, nós não nos sentimos perseguidos por uma enfermidade? Aquela que vem e fala, às vezes até pela boca dos médicos – afinal de contas, eles precisam falar o que estão vendo : “Olha, ele não vai acordar!”, “Não vai passar deste mês” ou “É melhor se conformar”. Mas o Senhor está ao seu lado, e Ele é o poderoso guerreiro! Essa sentença, essa enfermidade e esses perseguidores tropeçarão, porque o Senhor se levantará para te defender.

Quem sabe, sua saúde esteja perfeita, mas sua vida financeira... É tanta humilhação, que você se sente a pessoa mais miserável da face da terra! Vive entristecido, sem condições de ter o básico na sua casa e vive cercado de pensamentos depressivos: “Será que Deus se esqueceu de mim? Todos são abençoados, menos eu! Comigo, tudo é mais difícil, penoso e doloroso!”.

Olha! O Senhor está contigo, e Ele é o poderoso guerreiro! Este é o tempo de você derrubar gigantes. Em nome de Jesus, Deus tem preparado para você o melhor lugar nesta terra. Tenha consciência de que dinheiro não traz paz! Alegre-se nas coisas que o Senhor já te entregou: família, amigos, igreja, saúde...

Jesus veio, morreu na cruz e ressuscitou para nos mostrar que não há impossíveis para Ele.

Precisamos entender que, para vencermos o impossível, precisamos ser perseverantes. Não será por força e nem por poder, mas será pelo Espírito Santo de Deus!

Em primeiro lugar, peça sabedoria! Em vez de ficar se sentindo magoado: “Ah! Meu Deus! Por quê? Eu não quero mais saber de nada! Não quero nem ouvir mais...”. Pare com isso! Isso não resolve! Chega de dar chilique! Chega de manha! Deus não te criou para ser um filho mimado, mas para ser um guerreiro e um conquistador! Em vez de reclamar, clame!

Em Jeremias 33.3, está escrito: "Clame a mim, te responderei e te anunciarei coisas grandes e firmes que ainda não sabes!".

Estamos no Ano de Israel, ano das maiores conquistas das nossas vidas, ano de termos experiências transformadoras e decisivas. 

O último conselho que eu quero deixar hoje é: persevere! Não deixe o tempo da espera corroer os seus sonhos e te trazer desgaste emocional. Jacó ficou 20 anos sem poder voltar para a casa de seus pais. Mas o Senhor o supriu em tudo!

Lembre-se de que nunca é tarde para ser feliz! Lance sobre o Senhor a tua ansiedade e deixe-o cuidar de você! Lembre-se de que Ele é fiel, justo e um guerreiro poderoso!


Pense nisso!

sábado, 7 de maio de 2022

Uma mãe que aprendeu a confiar em Deus!


Êxodo 2.1 a 10: “Foi-se um homem da casa de Levi e casou com uma descendente de Levi. E a mulher concebeu e deu à luz um filho; e, vendo que era formoso, escondeu-o por três meses.

Não podendo, porém, escondê-lo por mais tempo, tomou um cesto de junco, calafetou-o com betume e piche e, pondo nele o menino, largou-o no carriçal à beira do rio. A irmã do menino ficou de longe, para observar o que lhe haveria de suceder. Desceu a filha de Faraó para se banhar no rio, e as suas donzelas passeavam pela beira do rio; vendo ela o cesto no carriçal, enviou a sua criada e o tomou.

Abrindo-o, viu a criança; e eis que o menino chorava. Teve compaixão dele e disse: Este é menino dos hebreus. Então, disse sua irmã à filha de Faraó: Queres que eu vá chamar uma das hebréias que sirva de ama e te crie a criança? Respondeu-lhe a filha de Faraó: Vai. Saiu, pois, a moça e chamou a mãe do menino.

Então, lhe disse a filha de Faraó: Leva este menino e cria-mo; pagar-te-ei o teu salário. A mulher tomou o menino e o criou. Sendo o menino já grande, ela o trouxe à filha de Faraó, da qual passou ele a ser filho. Esta lhe chamou Moisés e disse: Porque das águas o tirei.”

Ter filhos é indiscutivelmente uma grande bênção, mas educá-los e, principalmente, ensiná-los no caminho em que devem andar é um grande desafio! Uma das mulheres da Bíblia que eu tenho como referencial nesta área é Joquebede, a mãe não só de Moisés, mas também de Miriã e Arão.

Joquebede viveu no Egito em um período muito crítico para o povo hebreu. Um período de escravidão e morte! Todos os filhos dos hebreus – do sexo masculino –, logo após o nascimento, eram afogados no Rio Nilo.

Aquela escravidão do povo judeu no Egito já durava mais de 400 anos e, mesmo assim, a fé de Joquebede não foi abalada. Quando o decreto, no mínimo sanguinário, do Faraó entrou em vigor, ela estava grávida de um menino. Ao contrário de todas as mães, ela não o entregou à morte, antes o consagrou a Deus, como uma oferta, crendo no livramento do Todo-Poderoso, que honrou sua fé e lhe deu sabedoria e estratégia para preservar seu filho.

A fé e confiança de Joquebede não consistiam em palavras e nem em broncas. Ela não era do tipo de mãe que obrigava os filhos a irem à igreja, mas sua fé mostrava o caminho e levou seus filhos a terem experiências com Deus, como foi o caso de Miriã, a quem ela enviou para acompanhar o trajeto, no Rio Nilo, do cestinho onde estava o bebê Moisés. Foi assim que Miriã percebeu que a filha do Faraó veria o menino e se compadeceria dele.

Eu até consigo imaginar o que Joquebede havia dito à Miriã: “Vá, querida! Não tenha medo. Ninguém vai te pegar no meio do caminho! O mesmo Deus que me deu este filho e, que nos tem ajudado a mantê-lo vivo, é contigo! Este Deus te dará bom êxito  para alcançar graça, diante da filha de Faraó!”.

E foi assim: Joquebede profetizou e aconteceu! Não só Moisés alcançou graça diante da filha de Faraó, mas também Miriã, que voltou com seu irmão para casa, mas, desta vez, escoltada. Por causa da oferta de Joquebede, toda a família foi preservada e abençoada! A obediência de Miriã também foi essencial.

O mais lindo desta história é que ela sugeriu para a filha de Faraó – que adotara Moisés – que sua própria mãe fosse a babá do menino. No final das contas, Joquebede acompanhou o crescimento de todos os seus filhos, com a proteção egípcia!

Sabe, querido leitor, nossa entrega a Deus transforma maldição em bênção!

Precisamos aprender que nossos filhos seguem mais o nosso exemplo do que nossas palavras! Nossas atitudes ensinam de tal forma que, mesmo quando eles forem adultos, não se esquecerão jamais!

Tiago 2.18: “Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé.”

Provérbios 22.6: “Ensina a criança no Caminho em que deve andar, e mesmo quando for idoso não se desviará dele.”

O que sua postura e atitude têm ensinado aos seus filhos? As suas atitudes os têm afastado ou os têm aproximado do Senhor?

Pense nisso!

quinta-feira, 5 de maio de 2022

Haverá bom futuro!


Rute 1.19 e 20: "Então, ambas se foram, até chegarem a Belém; sucedeu que, ao chegarem ali, toda a cidade se comoveu por causa delas, e as mulheres diziam: Não é esta a Noemi? Porém ela lhes dizia: Não me chameis de Noemi; chamai-me de Mara, porque grande amargura me tem dado o Todo-Poderoso."

Noemi, em uma época de fome e de muitas dificuldades, saiu de Belém com seu marido e ambos foram para Moabe. Na terra dos moabitas, ela, subitamente, perdeu os filhos, o marido e tudo o que mais amava.

Eu creio que Noemi, nessa situação, deveria ter se irado contra Deus e questionado: “Por que não me levou junto? Assim, o Senhor me poupava de tanto sofrimento! Não sobrou mais nada, somente as minhas noras! Nem netos, eu tive!”.

Querido, quantas vezes, o inimigo vem com esse discurso: “Olha, você não tem mais futuro! Não tem mais perspectiva”. Talvez, você tenha 40 ou 50 anos e acha que Deus não pode trazer nada de novo para a sua vida.

De repente, seu marido te deixou, ou sua esposa faleceu, ou você foi traído, perdeu seu emprego, foi abandonado e acha que, por causa disso, não há mais caminho, não há direção. Mas esta sentença está quebrada, em nome de Jesus.

Noemi, pra quem não sabe, significa “graça e favor de Deus”, mas o sofrimento foi tanto, que ela decidiu mudar seu nome para Mara, que quer dizer “águas amargas”.

O inimigo quer mudar o seu nome, quer que você seja conhecido como problemático, falido, endividado, bandido, desonesto e depressivo. Sabe de uma coisa? Uma situação difícil não define quem você é.

Jesus veio para nos dar um novo nome. O nome de Jesus vence a morte. Você não vai se acomodar nessa situação de calamidade. O fato de você não enxergar solução, não significa que Deus não está ao seu lado, que você não tem um povo, ou que você não tem um lugar para habitar.

Noemi não se enxergava vitoriosa, mas sua nora disse: “Eu não vou te deixar, seu povo é o meu povo e o Seu Deus é o meu Deus”. Noemi não enxergava que tinha um povo, mas Rute enxergava.

Querido, não caia na mentira de Satanás de que você não tem futuro. Os dias de alegria e de vitória virão. Nenhuma calamidade dura para sempre, mas a bênção de Deus é eterna.

Hoje, você vai buscar o poder de Deus. Mesmo que você tenha errado, não deixe a acusação te afastar do Senhor, Ele tem um caminho de transformação para você. Levante-se, porque Deus vai te sustentar com Sua destra fiel. Você nunca será provado além do que você pode suportar. Lembre-se de que, com a luta, o Senhor sempre te dará um escape.

Sabe qual foi o final da história que acabamos de ler? Noemi teve dias de riso. Rute deu-lhe um neto. O resgatador se levantou.

Ela se casou com Boaz ,e ambos foram progenitores da linhagem de Davi. O filho deles, Obede, era avô do grande rei de Israel.

Eu quero finalizar o estudo de hoje deixando o versículo de Zacarias 9.12: “Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também, hoje, vos anuncio que tudo vos restituirei em dobro.”.

Pense nisso e creia, porque haverá bom futuro e será muito melhor do que você pensou! 

quarta-feira, 4 de maio de 2022

Quatro motivos para esperar em Deus


Romanos 15.13: “E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito Santo.”

Quando sua esperança está firmada em uma promessa que vem do Senhor e você tem consciência de que o ciclo d’Ele será concluído, você passa a habitar em moradas de paz.

Talvez, você esteja achando que não dá mais tempo de viver o milagre, que, para você, tudo acabou, que o Senhor te esqueceu... Talvez, você esteja magoado, porque o Senhor não fez as coisas do seu jeito, ou no seu tempo. Mas, quando sua esperança está no Senhor, ela, de maneira nenhuma, será frustrada. Não aconteceu do seu jeito, porque o Senhor tem caminhos e pensamentos mais altos.

Não abra mão dos seus sonhos, mas procure, através de uma vida de oração, encher o seu coração de fé.

Muitas pessoas acabam se frustrando, pois, inconscientemente, respondem suas próprias orações. Elas acham que seus sentimentos, na verdade, são uma resposta de Deus. A resultante deste engano é o fracasso. Você acha que Deus errou, mas, na verdade, você criou expectativas sem fundamentos.

Queridos, a melhor opção é confiar no Senhor, independente do que aconteça. Ele vai encher seu coração de paz e de alegra, para que você tenha forças.

Sabe, eu aprendi que os maiores milagres acontecem no período da espera, mas isso quando a gente sabe esperar.

Quando você sabe esperar, você se alegra com aquilo que você sabe que você vai viver. Você olha para aquela cura, mesmo estando enfermo, e já se alegra, porque a fé enxerga. A esperança em Deus nos faz enxergar a manifestação do milagre. Vai ser tão forte e tão sério, que você vai esquecer todos os momentos de choro!

Vale a pena esperar

Certo dia, no final do culto, o Apóstolo Estevam e eu fomos procurados por uma mãe querida. O filho dela, infelizmente, perdeu parte de sua vida no vício das drogas. Ele chegou a ficar um ano sem consumir nada, mas, com o tempo, começou a dar algumas derrapadas. Ele ficou desesperado porque já não conseguia mais resistir. Por esse motivo, ele e a mãe nos procuraram.

Depois de orar por ele, o Apóstolo disse: “Vamos te encaminhar para o centro de recuperação da nossa igreja. Você vai ficar lá até se fortalecer. Em nome de Jesus, você já está liberto, mas precisa sair dos ambientes que te deixam mais vulnerável. Você precisa se fortalecer para conseguir resistir às tentações!”. Ele e a família teriam que passar por um período de espera. Espera que os levaria para um novo tempo.

Queridos, em todos estes anos de ministério, eu aprendi que:

Em primeiro lugar, a espera nos fortalece.

Quanto mais esperamos, mais resistentes ficamos.

Em segundo lugar, a espera nos prepara.

Existem muitas pessoas que querem casar, mas não estão preparadas para isso. Não estão preparadas para assumir uma casa, uma família, as responsabilidades do lar... Sabe o que acontece quando você não está preparado para receber algo? Você acaba abortando e matando a promessa de Deus.

Se você está esperando no Senhor, aproveite este tempo para se preparar. Desta forma, quando a promessa vier, você poderá aproveitá-la 100%.

Em terceiro lugar, a espera mostra a glória de Deus.

Ao verem suas atitudes de fé, as pessoas que estão ao seu redor vão reconhecer que Deus habita em você: “Como é que, mesmo passando por isso, ele não deixou de crer?”, “Que fé é essa?”, “Como ele consegue passar por isso sem perder a paz e a alegria?”. Isso, no final, será uma linda pregação, porque ela vai transmitir o amor de Deus. Nossas lutas acabam pregando muito mais do que nossos períodos de calmaria.

Deus quer te usar para que você seja luz do mundo e sal da terra.

Em quarto lugar, a espera prova a nossa fé.

Queridos, depois de provada, a nossa fé traz aprovação, derruba todas as barreiras do inferno e te leva a viver além do que você pensou ou imaginou. É isso o que Deus tem para a sua vida!


Receba esta palavra, renove suas forças, porque aquele que vem virá e não tardará. Que o teu crer seja cheio de paz e de alegria, em nome de Jesus. Pense nisso!

terça-feira, 3 de maio de 2022

Quando estamos sem forças para continuar...


Hoje, quero te convidar a meditar comigo em 1 Samuel 21.

Queridos leitores, muitas vezes, quando a gente menos espera, nos encontramos no meio de uma guerra. Davi estava enfrentando sua segunda guerra, foi uma verdadeira loucura.

 A primeira guerra, para quem não sabe, foi contra os filisteus, quando Davi enfrentou um gigante imenso! A segunda foi a guerra da inveja e da perseguição. Detalhe: foi uma batalha sem motivos.

Sabe qual é o motivo das suas guerras? É a manifestação de um espírito de loucura. Às vezes, se levanta na sua casa, usando pessoas que você ama. Sabe aquelas pessoas que você nunca imaginaria que poderiam se levantar contra você e, de um dia para o outro, ficam com inveja? É uma coisa doida mesmo!

Inveja não é só a vontade de ter algo igual, é não aceitar que a outra pessoa tenha e querer sua destruição. Foi dessa forma que Saul, o “poderoso da terra”, se levantou contra Davi. Sabe o que Davi fez? Saiu correndo, fugiu!

No meio da fuga, Davi enfrentou dificuldades e passou fome! Ele não tinha nem forças para enfrentar o que viria pela frente! Mas o Senhor o justificou!

Aprenda uma coisa: contra a inveja, quem faz a justiça é o Senhor! Ele advogou a causa de Davi e o livrou daquela perseguição e do espirito de inveja... Sabe o mesmo espírito que se levantou contra Jesus Cristo e o levou para a cruz?

Talvez, hoje, lendo essa mensagem, você esteja passando por isso e esteja sem forças. Talvez, hoje, você esteja pensando: “Deus, eu não aguento mais lutar! Eu não tenho mais esperança! Eu não consigo enfrentar, não consigo enxergar um futuro!”.

Quem sabe você até esteja com vontade de morrer! Não que você esteja com um espirito de suicídio. Mas, você ora: “Por que o Senhor não me leva logo? Eu já fiz tanta coisa mesmo. Eu não vejo mais sentido na minha vida!”.

Olha, se você não tem forças e armas para lutar, vá para a Casa do Senhor. Sabia que foi isso que Davi fez? Na Casa de Deus, ele comeu o Pão Sagrado, o Pão da Proposição! O que é Pão da Proposição? É o pão com propósito! Davi estava com o propósito de se alimentar, renovar suas forças e de aprender, que na Casa do Senhor, sempre há alimento!

Da mesma forma, há pão com propósito na Casa de Deus para a tua vida. Propósito de restaurar suas forças, teu ministério, de te dar uma família, de te curar emocionalmente, de restituir sua profissão…

Na Casa do Senhor, há armas que te ajudam a derrubar gigantes. Uma delas é a espada, que é a Palavra de Deus. Hoje, você vai sair com essa palavra, vai intimidar e derrotar seus inimigos, trazendo honra para sua vida. Isso não vai ficar assim!

Não se deixe abater! Não se deixe derrotar! Não se deixe dominar pelos seus sentimentos! Aprende uma coisa: vida espiritual não é sentimento, é espírito. Às vezes, você não está sentindo nada e acha que Deus não está se movendo na sua vida. O coração do homem é enganoso! Cuidado para não ser enganado por você mesmo!

Você está se enganando com essa compaixão, com essa desilusão, com esse desânimo, com essa falta de vontade! Isso está quebrado, em nome de Jesus!

Levante-se, porque na Casa do Senhor tem uma palavra, que te dará uma direção; o Pão, que te dará força e a arma, que de dará a vitória! Venha Renascer em Cristo!

Pense nisso!

segunda-feira, 2 de maio de 2022

As palavras certas despertam os melhores sentimentos e atitudes!


Provérbios 18.21: “A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”

Você prestou atenção nesta mensagem? É exatamente sobre isso que eu quero falar hoje através deste post.

Quantas vezes a gente escolhe a pior maneira de se comunicar com os outros? Quantas vezes a gente escolhe expressar os nossos sentimentos da pior forma possível? Quantas vezes suas palavras destruíram pessoas e acabaram com relacionamentos?

Sabe, querido leitor, eu tenho o costume de ensinar para os líderes das igrejas que nós podemos exortar, corrigir, alertar... Mas não podemos, de maneira nenhuma, destruir!

Se as pessoas tem se afastado de você por causa do seu jeito e do seu trato, está na hora de rever seus conceitos!

Veja bem... Você gostaria que falassem do seu filho como você fala do filho dos outros? Você gostaria de receber os mesmos apelidos que você tem colocado nos seus colegas de trabalho? Você gostaria de ser vítima dos mesmos comentários que você faz? Você gostaria de ser tratado da mesma forma que você tem tratado os outros? Se você gostaria, então, está tudo bem. Está tudo ótimo.

Agora, se sua resposta for “não”, então, está na hora de mudar e aprender a construir relacionamentos através da palavra! Você sabia que o universo inteiro foi criado através de palavras? É verdade! As palavras têm poder. 

Sabe, em minha caminhada ministerial, eu aprendi que a gente ganha muito mais elogiando do que criticando.

A cada elogio, você reafirma uma atitude boa. Mas, quando você critica de forma voraz, cheio de ódio, raiva, como se fosse o dono da verdade, sabe o que acontece? Você acaba criando uma barreira em seus relacionamentos. Barreiras, muitas vezes, intransponíveis. Mesmo que você esteja certo, aquela pessoa não vai mais te ouvir, e, ainda, vai fazer de tudo para ficar distante de você! 

Você, infelizmente, assumiu a condição de chato. Sabe aquela pessoa que começa a dar sermão e não para mais? Sabe aquelas pessoas que não sabem dar um “bom dia”?

Se você não consegue ao menos cumprimentar as pessoas, seu caso é realmente grave! O que custa falar um “muito obrigado”? Falar um “boa tarde” custa tanto assim? Vai cair sua língua se você falar isso? Pois era bom que caísse mesmo.

Custa mesmo falar um “eu te amo”, falar um “Deus te abençoe”? 

Sabe o que mais eu aprendi? Que as nossas palavras são sementes. Você já pensou se você se alimentasse de tudo o que você fala? Você ficaria mais saudável ou morreria envenenado?

Uma palavra pode mudar tudo!

Recentemente, me mandaram um vídeo que confirma exatamente a mensagem que eu quero passar para vocês. Era de um senhor cego que ficava sentado em uma praça. Naquele local, havia uma placa com os dizeres: “Sou cego! Ajude-me!”. Foi a estratégia que ele encontrou para pedir esmolas. O dinheiro era colocado em uma latinha de refrigerante que ficava perto dele.

Os dias passaram, e a maioria das pessoas, simplesmente, o ignorava. Ele só conseguiu algumas moedinhas. Uma moça percebeu a situação daquele senhor e resolveu ajudá-lo. Ela pegou aquele cartaz e escreveu nele: “Hoje, o dia está tão lindo! Pena que eu não posso vê-lo!”. De repente, todas as pessoas começaram a colocar suas moedas naquelas latinhas.

Ele, surpreso com aquela mudança radical, perguntou para a moça: “O que você escreveu?”. E ela respondeu: “O mesmo que o Senhor, mas com outras palavras!”.

Isso realmente nos deixa uma grande lição. Sabe, muitas vez, você não tem alcançados seus objetivos, porque tem escolhido as piores palavras para se expressar.

 Mas, se você conseguir, com novas palavras, chamar atenção e despertar nos outros os melhores sentimentos, com certeza, você construirá relacionamos bem-sucedidos e felizes em todas as áreas da sua vida.


Pense nisso! 

domingo, 1 de maio de 2022

Maior do que este problema é o Deus que habita em você


Neemias 8.10b: “... Portanto não vos entristeceis, porque a alegria do Senhor é a nossa força.”

O caminho é árduo e difícil, mas, com a alegria do Senhor e muita fé, venceremos e destruiremos as muralhas. 

Se o mar não se abrir, andaremos sobre as águas, porque servimos a um Deus vivo, o Todo-Poderoso, amável, admirável, bondoso, justo, maravilhoso, o Pai Eterno.

Em Isaías 54.14, está escrito que nenhuma arma poderá nos derrotar, e que toda a boca que se levantar contra nós em juízo será condenada. Esta é a herança dos servos do Senhor e a nossa justiça vem d´Ele. Ele promete nos amar eternamente. Somo suas ovelhas amadas e queridas.

Quando aceitamos Jesus Cristo como nosso único Senhor e Salvador, adquirimos uma linda marca que nos distingue do restante da multidão. Ele diz para cada um de nós: “Tu és meu servo, e a ti escolhi e não te rejeitarei. Não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus. Eu te esforço, te ajudo, te sustento com a minha forte mão!”.

Isto quer dizer que iremos passar por situações em que vamos ter medo, muito medo, que podemos até ficar em estado de choque – que é, mais ou menos, o que quer dizer o termo “pasmado”. Mas a promessa é: “Não se deixe levar por esta situação! Eu estou com você.”.

Nos momentos de fraqueza, Jesus Cristo nos faz fortes e renova a nossa disposição. Este é o segredo da nossa vitória.

Não há nada mais frustrante do que você machucar, ferir, falar mal de alguém, e vê-lo em pé, alegre, como se nada tivesse acontecido!

Só que, agora, isto tem que ser verdadeiro!

"Mas, Bispa, como eu vou me alegrar numa situação dessas?". Alegre-se na esperança de que o teu Deus é fiel, e que isto não vai ficar deste jeito.

Deve ter algum propósito para essa situação, que você nem consegue explicar, pela dor e sofrimento que está sentindo. Entretanto, ao pensar na vitória e na honra que virá através de tudo isso, é possível se alegrar! Portanto, alegre-se no Senhor!

Levante-se! Tire essa “cara de choro”, porque maior do que o problema é aquele que habita em você!

Quero finalizar o Pensamento de hoje com 2 Coríntios 4.17: “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz, para nós, eterno peso de glória, acima de toda comparação.”.


Pense nisso!