Páginas

domingo, 31 de outubro de 2021

Não deixe que a ingratidão destrua o bem que você já fez!


Gênesis 13.14 a 18 “Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente;  porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre. Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência.

Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei.  E Abrão, mudando as suas tendas, foi habitar nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e levantou ali um altar ao SENHOR.”

Nós deveríamos estar mais preparados para a ingratidão. Já fomos advertidos, através da Palavra de Deus, que seria assim. 1 Timóteo 4 é um bom exemplo disso. Neste texto, está escrito que, nos últimos dias, os homens seriam egoístas, amantes de si mesmos e ingratos.

Abraão sofreu isso. Ló viveu tantas coisas boas ao lado dele. Casou, prosperou e recebeu ensinamentos de um homem que tinha uma relação verdadeira com Deus. Mas, de repente, a convivência se tornou insuportável. Ló, então, escolhe o lugar mais bonito e decidiu ir para lá!

É muito difícil passar por isso. Às vezes, vemos aquelas pessoas que ajudamos, que ensinamos, que investimos nosso templo, simplesmente, virarem as costas como se fossemos as piores pessoas do mundo.

Quem sabe você não está agindo da mesma forma ou, quem sabe, sentindo da mesma forma. Você amou aquela vida, orou, visitou, deu o seu melhor; e ela, simplesmente, diz que você não significou nada!

Parece que ela viveu tão bem sem você, mas você, por outro lado, não consegue viver sem ela.

Depois da separação, em princípio, parecia que Ló estava muito melhor que Abraão, mas o tempo mostrou quem fez a melhor escolha.

Sabe, querido, Deus é contigo! Ele vai curar todas as feridas do seu coração!

Hoje, eu quero deixar três conselhos para você vencer, de uma ver por todas, a ingratidão:

1º Não acumule mágoas no seu coração

Libere perdão. Se possível, fale para pessoa que, apesar de tudo, você a perdoa, porque todo o bem que você plantou, no tempo certo, você colherá do Senhor.

Faça o bem, esperando o bem do Senhor! Não crie expectativas no ser humano!

Gálatas 6.9: “E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.”

2º Erga os olhos para o céu e veja a grandeza do teu Deus

Não pense mais de forma limitada. Deus tem muito mais que este relacionamento.

Olha, eu perdi a conta de quantas vezes Deus já me abençoou! A graça do Senhor é infinitamente maior e mais poderosa do que a ingratidão do ser humano.

3º Saia desta angústia e erga um altar de louvores a Deus.

Tem um louvor do Renascer Praise que diz assim:

Dos Choros que chorei
Das pedras que atiraram em mim
Edifiquei a Ti
Um altar para oferecer louvor...

Toda maldição benção se tornou
E viram o Seu poder...

Deus tem muito mais para sua vida. Quanto aos ingratos, talvez, eles estejam achando que escolheram o melhor lugar, mas, na verdade, optaram por Sodoma e Gomorra – lugares de destruição!

Não viva mais em função deles! Viva de acordo com as promessas que o Senhor tem para a sua vida!

Eles irem mal não faz de você o melhor. Mas, por outro lado, você ficar bem vai te restituir e te colocar no rumo certo.


Pense nisso!

quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Quando perdemos o rumo...


Atos 16.16 a 26: “Aconteceu que, indo nós para o lugar de oração, nos saiu ao encontro uma jovem possessa de espírito adivinhador, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens são servos do Deus Altíssimo e vos anunciam o caminho da salvação. 

Isto se repetia por muitos dias. Então, Paulo, já indignado, voltando-se, disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, eu te mando: retira-te dela. E ele, na mesma hora, saiu.

Vendo os seus senhores que se lhes desfizera a esperança do lucro, agarrando em Paulo e Silas, os arrastaram para a praça, à presença das autoridades; e, levando-os aos pretores, disseram: Estes homens, sendo judeus, perturbam a nossa cidade, propagando costumes que não podemos receber, nem praticar, porque somos romanos.

Levantou-se a multidão, unida contra eles, e os pretores, rasgando-lhes as vestes, mandaram açoitá-los com varas. E, depois de lhes darem muitos açoites, os lançaram no cárcere, ordenando ao carcereiro que os guardasse com toda a segurança. 

Este, recebendo tal ordem, levou-os para o cárcere interior e lhes prendeu os pés no tronco. Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. De repente, sobreveio tamanho terremoto, que sacudiu os alicerces da prisão; abriram-se todas as portas, e soltaram-se as cadeias de todos.”

Há momentos em que parece que a gente perdeu o controle da vida. Parece que tudo está ladeira abaixo. E a gente vai se arrastando junto. 

Aqueles homens simplesmente estavam indo orar, e aquela mulher possessa por um espírito de adivinhação começou a atormentá-los. Paulo, então, expulsou aquele demônio, deixando aqueles homens, que lucravam com aquela malignidade, furiosos.

Por causa disso, Paulo e Silas foram açoitados e lançados em um cárcere. Parecia que a vida deles estava desgovernada.

Se sua vida está desgovernada e as dores, as aflições, as loucuras te machucam e te colocam em uma condição de humilhação, de indignidade, há um caminho para você.

Através de Paulo e Silas, podemos aprender como recuperar o controle da nossa vida.

O primeiro passo é tirar o inimigo, este problema, esta perda, este cansaço, esta dor e esta enfermidade do controle da sua vida.

O segundo passo é entregar esta situação nas mãos de Jesus Cristo. Como? Use o louvor! Eu costumo dizer que o louvor é a bussola do cristão. O som do louvor devolve sua vida no controle das mãos de Deus.

No cárcere, Paulo e Silas começaram a louvar. Mesmo machucados, sangrando e sofrendo uma injustiça, eles não deixaram de crer que suas vidas estavam no controle do Senhor. Eles resolveram não dar importância para a dor, mas buscaram a cura. Em nenhum momento, eles questionaram ao Senhor, pelo contrário, clamaram por Ele, pela justiça d’Ele.

Sabe o que aconteceu depois? A fé deles não foi envergonhada! Aquele louvor subiu aos céus, e todas as portas se abriram.

Quando você resolve dar um basta nesta loucura e clamar pelo Senhor, o sobrenatural acontece.

Aquela situação foi uma loucura tão grande, que o carcereiro pensou em se matar, mas Paulo o ministrou e explicou que ninguém havia escapado. Aquele homem, então, liberou Paulo e Silas e tratou de suas feridas. Eu imagino que aquele carcereiro deveria ter pensado: “Que som é este que quebra as cadeias?”.

Hoje, eu quero te perguntar: Qual é o som que tem saído da sua boca? É um som que te deixa mais amarrado ainda ao ódio, à inveja, à magoa, ou é o som que liberta e traz o milagre para a terra?

Paulo falou do amor de Cristo para o carcereiro e para a família dele. Todos aceitaram Jesus e foram batizados.

No outro dia, a história mudou, porque descobriram que Paulo era um cidadão romano. Ele jamais poderia ter passado por aquela situação.

Aqueles homens que prenderam Paulo e Silas se humilharam diante deles e pediram perdão.

Deus vai virar o jogo ao teu favor, assim como aconteceu com Paulo e Silas. Quando? Quando você decidir tirar o controle da tua vida das mãos do inimigo, quando este problema deixar de ser o teu deus, quando esta enfermidade não for mais o teu deus, quando a inveja não for mais o teu deus, quando o ódio não for mais o teu deus.

Quando você clamar pela presença de Deus, as portas dos impossíveis se abrirão, a cura vai brotar na sua vida, e aqueles que te ofenderam vão pedir o teu favor.  

Pense nisso!

quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Deus não mudou!



João 16.33: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

Hebreus 10.37 a 39: “Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.

Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.”

Quando estamos cansados, impotentes, desgastados ou com a “paciência cheia”, para não usar aquele termo chulo, a tendência é misturarmos conflitos, enfermidades, desafios e calamidades com a promessa de Deus.

Tome cuidado para você não cair nessa armadilha, porque é uma das mais eficazes do inimigo.

Por maiores que sejam suas lutas, elas não podem impedir a manifestação das promessas de Deus!

Eu costumo dizer que lutas e promessas são duas paralelas, ou seja, elas não vão se encontrar nunca!

O fato de você estar passando por dificuldades, do seu status de relacionamento ter mudado, da sua situação familiar ter mudado, dos seus amigos terem mudado... não quer dizer que o Senhor mudou!

Malaquias 3.6 “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.”

Em momentos de desgaste, de loucura, de dor... invoque ao Senhor, porque Ele é contigo!

O Senhor nos preveniu de que no mundo teríamos aflições, mas Ele veio justamente para nos dar essa vitória.

Tudo está no controle do Senhor

Hoje, eu quero usar, como exemplo, a história de Daniel.

Querido leitor, você acha mesmo que foi Deus quem preparou a cova dos leões para ele? Não! Foram homens perversos!

Muitas pessoas questionam: “Como é que Deus permitiu uma coisa dessas?”. Porque Ele tinha poder e autoridade para derramar sobre a vida de Daniel. Ele tinha também um grande livramento!

A cova dos leões não foi o fim da história. Daniel foi jogado por aqueles homens invejosos, mas nada aconteceu com ele. Daniel saiu ileso! Deus interferiu naquela situação e o livrou!

Esse mesmo Deus também está ao seu lado! Se você buscá-lo, se você invocá-lo e se você clamar pelo Seu nome, Ele vai interferir na sua causa!

Jesus é chamado de Salvador, porque Ele veio para isso mesmo! Ele veio para nos salvar dessas injustiças, desse desgaste, desse desânimo, desse engano...

Não importa o que as pessoas dizem, Jesus te ama, Ele se importa, e o melhor: Ele não muda!

Hebreus 13.8: “Jesus Cristo é o mesmo hoje, ontem e eternamente!”

Tanto os bons quanto os ruins passam por momentos de dificuldades. A diferença é que aqueles que se apagam passam pela tempestade sem sofrer dano algum.

Salmos 34.19: “Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas!”

Pense nisso!

terça-feira, 26 de outubro de 2021

Não aguento mais estar sozinha!


Gênesis 1.18: “disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só, far-lhe-ei uma auxiliadora.”.

Só quem realmente conhece e convive com a solidão sabe o que é isso! Tudo é com você. E, quando falo tudo, é tudo mesmo!

Às vezes, não é nem o caso de não se ter uma família ou amigos. Para ser bem direta: a situação, o grande problema é dormir e acordar sozinho, não ter ninguém para formar uma família, para fazer planos para o futuro, para dividir alegrias e choros... Ter “alguém” mesmo, sabe?

Um grande amor que preenche nossos dias, que se preocupe com a gente nos detalhes, e que a gente também se preocupe com ela (e), nas pequenas coisas... Alguém que tenha tudo a ver com você!

De repente, nesta solidão, todas as suas amigas ou amigos decidiram casar! É nestes momentos que vem aquele gemido, aquele clamor, ou, até mesmo, um grito carregado de raiva e tristeza: “Deus, o Senhor não está vendo o meu sofrimento? Eu simplesmente não aguento mais estar sozinho!”.

Para você que se sente assim, posso te dizer que, antes mesmo de você sofrer esta solidão, Deus, no principio de tudo, quando fez o homem, viu que a solidão poderia trazer danos, traumas e dificuldades, até mesmo de desfrutar de todo aquele paraíso.

Diante disso, só nos resta concluir que problema não está em Deus. Por incrível que pareça, está em nós! É claro que, para falar sobre isso direito, eu precisaria escrever um livro, mas vou só enumerar algumas das coisas que podem estar te impedindo de viver este sonho de amor e de família:

1-Você tem medo de sofrer ou reviver situações da sua infância!

Então, você só se associa com pessoas que você tem certeza que não correrá o risco de amar, a ponta de casar... Neste caso, você precisa procurar uma igreja e ser ministrado, em cura interior.

2- Na realidade, você não quer, porque esta muito bem assim!

Está trabalhando, estudando, viajando... a mil por hora! Na verdade, você nem tem tempo para pensar nisso! O duro é a cobrança da família e os programas que você gostaria de fazer que só teria graça com mais um. Busque em Jesus a sua verdade! Assim você se reconciliará consigo mesma!

3-Você teve alguém e, simplesmente, não deu certo!

Existem dois grandes problemas: manter um namoro, sabendo que não dará certo, pois você não consegue se desligar emocionalmente do relacionamento anterior ou não acreditar em mais ninguém. Você precisa de libertação!

4- Você está procurando alguém no lugar errado!

Lembro-me de uma moça que aconselhei, que posso chamar de “sedentária feliz”. Por conta disso, era “gordinha”, não fazia ginástica, dieta, caminhadas, ou coisa parecida... Mas só entrava em sites de relacionamentos de homens que tinham, como suas prioridades, a aparência, a prática de esportes, exercícios, suplementos alimentares... Resultado: não passava do primeiro encontro! E, ainda, voltava frustrada e decepcionada com Deus.

Tem pessoas que procuram relacionamentos duradouros em lugares de relacionamentos superficiais, como baladas e bares!

Você precisa entregar sua vida para Jesus, porque, até agora, o que tem dirigido sua vida é uma carência e um modismo!

5- Você está no lugar errado!

Também baseada em minhas experiências de gabinete ministerial: havia uma moça que tinha um chamado, uma missão de Deus para pregar o evangelho, mas ela não queria, achava que não conseguiria, em fim... Sempre se escondia atrás da desculpa do trabalho e por aí vai...

Mas a pessoa que Deus tinha preparado para ela, porém, tinha em seu coração que encontraria sua esposa no altar da igreja pregando, louvando, ministrando...

Às vezes, quem aumenta o tempo da solidão somos nós mesmos. Cada um de nós, além de uma profissão, temos uma missão na Terra. Ao nos dispormos a cumpri-la, trabalhando para Deus, fazendo a vontade d´Ele, encentramos o que só Ele pode nos dar: o bom, perfeito e agradável!

Em suma, esta é uma área da sua vida estéril, simplesmente improdutiva e te faz sofrer a carência do “fruto” que ela deveria dar? Para vencer a esterilidade, seja em que área for, há algumas atitudes que você deve tomar:

1- Entregar sua vida para Jesus!

Deixe que Ele seja realmente o teu Senhor, frequentando uma igreja, a prendendo e praticando a Palavra de Deus. Foi assim que Isaque venceu a esterilidade na terra que ele habitava!

2-Campanhas de jejum e oração!

Foi assim que Isaque venceu a esterilidade de sua mulher, que acabou não só engravidando, mas gerando gêmeos, em uma época em que nem de longe se sonhava com inseminação artificial ou coisa parecida.


Pense nisso!

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Palavras: Veneno ou remédio para a alma?


Provérbios 18.20 e 21 “Do fruto da boca o coração se farta, do que produzem os lábios se satisfaz. A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”

As nossas palavras nos alimentam. Quando mais você fala: “Não vai dar certo!”, “Acho que não vou conseguir!”, “Não nasci para isso!”, “Estou com medo”... Quanto mais você exterioriza o que o inimigo quer, mais você invoca o mal para a sua vida!

Salomão compara as palavras ao alimento! Então, se você só professa coisas ruins, do que você se alimentará? De um fruto podre! Será algo que, com certeza, vai prejudicar sua saúde. Não sei... De repente, sua pressão pode subir, pode dar palpitação, tremedeira, problemas intestinais, dificuldades respiratórias... Sem contar o abalo emocional!

Vou dar um exemplo cientifico desta afirmação. Para os arqueólogos descobrirem a idade de um fóssil, sabe qual exame eles fazem? Ultrassonografia! Esse exame mede a quantidade de som acumulado! O que isso quer dizer? Que as palavras ficam acumuladas! Por isso que o inimigo quer que você declare: “Não vou conseguir!”, “Acho que Deus não me ama!”, “Acho que Deus se esqueceu de mim!”, “Não adianta orar!”, “Não adianta ir à igreja”... Ele quer que você fique intoxicado! Quer que você produza o seu próprio veneno!

A vida e a morte estão no poder da língua. Aquele que bem a utiliza vai se alimentar do seu fruto! Então, você vai mudar sua dieta! Só vai se alimentar de coisas saudáveis! Vai alinhar, a partir de hoje, as suas palavras com os ensinamentos que o Senhor deixou! Você vai fazer da Bíblia o seu manual!

O que está escrito? Que o Senhor é o Seu pastor, e nada te faltará! Então, você vai declarar: Eu vou fazer o Salmo 23 a minha oração e a minha verdade. Senhor, vem ser o meu pastor, vem ser a minha verdade, vem ser o meu suprimento! Mostre-me o caminho que eu devo andar!

Quando você deixa Jesus ser o seu pastor, não te falta nada! Isso é uma verdade absoluta! A palavra é viva e eficaz. Nenhuma promessa deixará de ser cumprida!

O fato de muitos não terem sido curados dessa enfermidade não quer dizer que você não será curado! O fato de muitos não terem passado no processo seletivo para essa vaga de emprego não quer dizer que você não vai passar! Lembre-se do que está escrito em Salmo 91.7: “Mil cairão ao seu lado, dez mil a sua direita, mas você, servo amado, não será atingido!”.

O fato de já ter passado muitos anos não quer dizer que o seu milagre não será liberado. Quem disse que Deus só resolve problema novo? Em qual Bíblia está escrito isso?

O feijão nasce da noite para o dia, já o ser humano leva nove meses! O fato de demorar mais não quer dizer que não vai nascer! A perseverança e a fé nos fazem viver a promessa de Deus.

Então, elimine todo o discurso negativo do script da sua vida! Comece a declarar as promessas de Deus: Tudo o que eu fizer eu vou prosperar, porque eu faço do Salmo 1 a minha verdade!

O Salmo 1 é uma das passagens mais conhecidas entre os cristãos, mas poucos a praticam! É um capítulo carregado de conselhos precisos. Vamos pontuar alguns?

Bem aventurado é aquele que não anda segundo o conselho dos ímpios, ou seja, daqueles que não conhecem a Deus, nem se detém no caminho dos pecadores!

Sabe, existem muitas pessoas inconsequentes. Fazem coisas erradas na sua frente, desafiam o teu Deus e, ainda, fazem questão de mostrar que estão melhores do que você!

Olha, nada como um dia após o outro! O tempo mostra quem fez a melhor escolha! De Deus ninguém zomba! O que o homem plantar, isso também ceifará!

Vamos continuar com o Salmo 1: Bem aventurado é aquele que não se assenta na roda dos escarnecedores, ou seja, daqueles que zombam das coisas espirituais, mas, antes, tem seu prazer na Palavra de Deus e, nela, medita de dia e de noite. Este será como uma árvore plantada junto ao ribeiro de águas e, na estação certa, dará frutos! Tudo o que ele fizer prosperará!

Faça desta palavra a sua palavra! Faça desta palavra o seu caminho! Faça desta palavra o seu alimento diário!


Pense nisso!

domingo, 24 de outubro de 2021

Alegria de viver!


Mateus 10. 28 a 32: “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma quanto o corpo. 

Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra, sem o consentimento do vosso Pai. E, quanto a vós outros, até os cabelos todos da cabeça estão contados. 

Não temais, pois! Bem mais valeis vós do que muitos pardais. Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também ei o confessarei diante do meu Pai, que está nos céus.”.

Sabe, o peso da tristeza e das ameaças é uma das formas que o inimigo usa para levar as pessoas ao desespero. Quando eu falo desespero, eu falo sobre perder o controle emocional e ser controlado pelos problemas! Parece que as situações ao nosso redor são como “deuses” em nossas vidas! São capazes de mudar nosso comportamento, nossas atitudes, dominam nossos pensamentos, moldam o nosso humor e abalam nossa fé!

É como se nós estivéssemos em uma guerra sem fronteiras, sem vencedores e sem fim! Uma vida sem paz e sem equilíbrio, porque quando uma área vai bem a outra está despencando. Perdemos sono, dinheiro, tempo e, em casos mais extremos, quem mais amamos.

Pode ser uma humilhação na família, uma ordem de despejo, uma ameaça de demissão, um diagnóstico desastroso... em fim, aquelas situações que nos deixam desnorteados, sem esperanças e sem perspectivas de futuro!

Mas, hoje, eu tenho uma boa notícia para você: se o inferno tem suas armas, seus enviados e suas estratégias, nós temos, ao nosso lado, Jesus Cristo. Ele veio para salvar a humanidade, através do seu sacrifício na cruz e deixou o Espírito Santo em nós, para nos consolar, nos direcionar e nos convencer do pecado, da justiça e do juízo!

Por mais incrível que pareça, a arma que Deus nos dá para vencer o desespero é consequência do Espírito Santo em nós, a alegria!

A alegria que vem da fé em Jesus, de saber que até os fios de nossa cabeça estão contados e que só vai acontecer o que o Senhor permitir.

A alegria de ter um Deus que é socorro bem presente na hora da angústia, como está em Salmo 46.1 “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações.”.

A alegria de ter a convicção, a certeza que é fruto da fé na Palavra de Deus, assim como está em 1 João 4.4: “Maior é aquele que está em nós do que aquele que está no mundo.”.

A alegria que vem com a certeza que a Palavra de Deus nos dá através de Salmo 37.5 “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n´Ele e o mais Ele fará.”.

Agora, mude sua disposição interior! Você não está “largado” no mundo! Refugie-se em Deus, na sua Palavra, busque-o em oração, abrindo seu coração, procure estar o maior tempo possível na igreja, ouvindo a Palavra de Deus.

Quero finalizar o estudo de hoje, com dois versículos:

Lucas 1.37: “Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas!”

Salmo 34.6: “Clamou este aflito e o Senhor o ouviu e o livrou de todas as suas tribulações.”


Só é possível ter paz, em dias de guerra, quando entendemos que o nosso general é Cristo! Maior do que as dívidas, do que as confusões na sua casa, do que uma perseguição no trabalho, do que uma enfermidade, do que a morte... é aquele que está em você! 

Pense nisso!

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Tudo depende do ponto de vista!


Mateus 6.22 e 23: “São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. 

Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!”. 

A maneira como você enxerga cada situação pode te trazer vida, luz e alegria ou morte, escuridão e tristeza. 

Talvez, você esteja enxergando sua família com as “lentes” do ódio, da raiva, do medo ou, quem sabe, de um trauma. 

Talvez, você esteja enxergando seu emprego da perspectiva do medo, da insegurança ou da falta de reconhecimento. 

Cuidado para não cometer injustiças!

Eu adoro ler. Mas existe um livro, em especial, que, para mim, deixou uma mensagem muito forte. Eu vou tentar repartir um pouco da história com vocês:

O autor estava dentro de um metrô colocando suas leituras em dia quando, de repente, entra um pai com seus dois filhos dentro do vagão que ele estava. Os meninos, simplesmente, começaram a tropeçar nas pessoas e a bagunçar; foi uma verdadeira loucura!  

O pai, ao ver os filhos se batendo e destruindo tudo, simplesmente ficou anestesiado, e agiu como se nada tivesse acontecendo. 

Como paciência tem limite, o autor desse livro decidiu dar um basta naquela falta de respeito e, em tom de bronca, disse para o pai da crianças: “Que tipo de pai é você? Você não está vendo o que seus filhos estão aprontando? Você, simplesmente, vai ficar aí parado só olhando? Que absurdo!”.

O pai, em um tom sereno, respondeu: “O senhor me desculpe. O senhor está certo!”. Na sequência, ele chamou os filhos para perto e disse: “Sabe o que é? Nós acabamos de sair do enterro da minha esposa. Eles perderam a mãe. E eu, sinceramente, não estou sabendo lidar com esta situação. Eu acho que eles também não!”.

O autor do livro ficou totalmente desconcertado e pensou consigo mesmo: “Nossa! Meu Deus! O que eu fiz? Na minha cabeça, antes mesmo de falar com aquele homem, eu o havia xingado de tudo quanto é nome, achando que era um desqualificado. Que vergonha! Todo mundo viu o quanto eu fui precipitado.”. 

Quantas vezes nós agimos da mesma forma? Talvez, você esteja julgando seus pais, seus filhos, sua esposa, seu marido de uma maneira totalmente equivocada. Para cada atitude tomada, existe um motivo e uma motivação! Por trás de uma atitude, pode existir um trauma, um complexo ou o reflexo de uma perda. 

Por trás de uma atitude, pode existir uma memória de dor. Você sabia que existem situações que ativam as nossas memórias de dor?

Eu conheço uma moça que não pode chegar perto de fósforo porque ela morava perto de um cemitério. Aquele cheiro remetia a ela morte, choro e lamento. 

Sabe, aquela colega de trabalho insuportável? Talvez, ela tenha essas atitudes inadequadas porque existe uma área na vida dela que ainda não foi tratada. Talvez, o ambiente ative nela muitas memórias de dor. 

Crueldade

Eu estive pensando e cheguei à conclusão de que a gente costuma ser muito mais cruel com aqueles que, se a gente perder, vai doer demais. O problema é acharmos que, por termos afeto garantido, podemos, simplesmente, agir de qualquer jeito. 

Ser mais cruel com os de casa, com os da nossa família, é muito comum. Mas é um grande erro! Devemos valorizar mais as pessoas que fazem parte da nossa vida, antes que seja tarde. 

Enxergue com as lentes do amor!

Os olhos são a lâmpada do corpo. Em vez de brigar, julgar, despejar as suas frustrações, procure enxergar as pessoas a sua volta como Deus as enxergaria. Enxergue com amor e misericórdia! Peça sabedoria para você ser justo nas suas atitudes, sentimentos e pensamentos. 

Antes de falar que não tem mais jeito, peça revelação do Espírito Santo. Peça para que Jesus dirija sua vida, seus relacionamentos. Ele será o caminho para que você encontre uma saída para esta situação.

Elimine da sua vida todo o ponto de atrito. Eu sempre costumo dizer que quem foi viciado em álcool não deve nem experimentar um bombom de licor. Para que sentir o gosto daquilo que te aprisionou? Fuja da aparência do mal! 

Se você tem enxergado através da escuridão, se você tem só enxergado destruição, ódio, medo e incapacidade, entregue sua vida para Jesus Cristo. Ele é a luz, o caminho, a verdade e a vida!

Pense nisso! 

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

12 dicas para uma vida melhor


Hoje, eu gostaria de compartilhar com vocês alguns ensinamentos que eu recebi do Espírito Santo. Tenho certeza de que eles vão edificar sua vida:

1- Seja sempre verdadeiro com Deus, mesmo que suas verdades sejam horrorosas. Faça d’Ele o seu melhor amigo e a sua solução.



2- Seja uma bênção para você. Não seja seu pior inimigo! Cante o louvor que te faz bem. Ame-se mais. Assim, você será uma bênção também para outras pessoas.



3- Tenha sempre um louvor nos seus lábios, mesmo que seja com gemido de dor, porque Deus habita no meio dos louvores.



4- Confie que o jeito de Deus é o melhor, ainda que você não o entenda! Medite todos os dias em Sua palavra e coloque-a em prática, porque vai dar certo!



5- Nunca compare sua luta com a de ninguém. Cada pessoa tem uma missão aqui na terra.



6- Na guerra, não chore! Ninguém respeita fraqueza!



7- Não seja nem precipitado, nem ansioso, para deixar cair ou recair. Viva intensamente cada dia, mas viva um dia de cada vez.



8- Mantenha sempre seu coração limpo. Desta forma, suas palavras e atitudes sempre vão edificar e abençoar aqueles que estão em sua volta.



9- Seja membro do corpo de Cristo, não seja um assessório. Tua resposta e tua cura estão no altar. Contra a igreja, as portas do inferno não prevalecem.



10- Encha-se do Espírito Santo, porque, n’Ele, há liberdade!



11- Sempre coloque uma pitada de humor em cada coisa. O Espírito Santo nos torna leves.



12- Persevere! Nunca desista das promessas de Deus, mesmo que elas contrariem seus planos.


Pense nisso! 

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Cansei de esperar!


Gênesis 18.9 a 15: “Então, lhe perguntaram: Sara, tua mulher, onde está? Ele respondeu: Está aí na tenda. Disse um deles: Certamente voltarei a ti, daqui a um ano; e Sara, tua mulher, dará à luz um filho. Sara o estava escutando, à porta da tenda, atrás dele. Abraão e Sara eram já velhos, avançados em idade; e a Sara já lhe havia cessado o costume das mulheres. Riu-se, pois, Sara no seu íntimo, dizendo consigo mesma: Depois de velha, e velho também o meu senhor, terei ainda prazer?

Disse o Senhor a Abraão: Por que se riu Sara, dizendo: Será verdade que darei ainda à luz, sendo velha? Acaso, para o Senhor há coisa demasiadamente difícil? Daqui a um ano, neste mesmo tempo, voltarei a ti, e Sara terá um filho. Então, Sara, receosa, o negou, dizendo: Não me ri. Ele, porém, disse: Não é assim, é certo que riste.”

Sara estava desgastada e esgotada. Depois de 30 anos, andando atrás de uma promessa, ela continuou estéril. Sabe, queridos, o caso dela era bastante delicado. É diferente daquelas mulheres que chegaram a engravidar, mas tiveram um aborto espontâneo. É diferente do caso daquelas mulheres que não conseguem segurar uma gravidez por causa de problemas de saúde! Sara não chegou nem perto. Não tinha um pingo de esperança!

Naquela época, Abraão não era íntimo de Deus. Ele ouviu apenas uma vez a voz do Senhor e se dispôs a ter uma relação profunda com Ele. E, depois de tantos anos, aparecem dois anjos – dois homens cheios de autoridade que foram reconhecidos como anjos – para deixarem uma mensagem que mudaria a história daquele casal: “Daqui um ano, nós voltaremos! Neste tempo, sua mulher terá um filho!”.

Sara, ouvindo aquela profecia, começou a rir. Aquela risada tinha um tom de desabafo, revolta, rejeição... Eu até imagino que pode ter passado pela cabeça dela: “Não, não, não! Eu estou até vendo. Eu estou com 90 anos, e ele com 100. Temos idade para sermos bisavós. Não somos aptos fisicamente para isso! Eu sempre fui estéril e já passei pela menopausa. Só pode ser brincadeira! Sinceramente, eu acho que já sofri demais acreditando nessa promessa! Já me conformei, sabe? Na minha caminhada, eu presenciei muitos milagres! O Senhor me protegeu. Mas eu preciso aceitar que não nasci para ser mãe”.

Sabe, Sara era muito bonita. Os reis a cobiçaram e, por duas vezes, a levaram para se casarem com ela... Abraão, com medo, disse que era apenas irmão de Sara. Sabe o que aconteceu? Deus a livrou, a preservou e a defendeu nas duas vezes. Nenhum rei a tocou!

Sara teve experiências com Deus, mas, no momento da profecia, ela riu no seu esgotamento, no seu estado de “eterna espera”: “Pra mim, já deu! Agora, eu estou procurando um lugar onde eu possa ir daqui para melhor!”

Sabe o que Deus fez? A repreendeu, dizendo: “Por que você riu? Acaso, haverá alguma coisa demasiadamente difícil para mim?”.

Deus queria livrá-la do peso dos 30 anos de espera! Depois daquele dia, o ânimo de Sara mudou!

Talvez, você tenha perdido todas as esperanças! Mas, posso falar uma coisa? Não é por acaso que você está lendo esse post!

Talvez você nem queira mais ouvir falar nada sobre Deus! Parece que até te ofende! Mas você está vivo! E, enquanto há vida, há uma esperança!

Deus quer te curar dessa dor! Quer te aliviar desta carga de decepção, de frustração e da falta de fé!

Então, receba o poder curador, aliviador e transformador da voz de Deus! O que o Senhor disse para Sara, Ele te diz hoje: “Acaso, haverá alguma coisa demasiada difícil para mim?”.

Comece a praticar o que está em Isaías 35.3: “Fortalecei as mãos frouxas e firmai os joelhos vacilantes.”.

Ande de acordo com o que Deus te falou, não de acordo com as circunstâncias! Restaure seu relacionamento com o Senhor. Sabe, nesses momentos, ter uma aliança com Ele faz toda a diferença. Levante-se e faça como Gideão: “Olha, essa é a última chance que eu estou me dando de viver milagres! Não é uma chance que eu estou dando para o Senhor, porque quem sou eu para dar uma chance para Deus? Mas é a minha! Eu vou acreditar mais uma vez! Vou me permitir viver esse milagre!”.

Não entregue os pontos! Venha para a igreja! Deixe a gente orar por você! Deixe a gente te ajudar, e se dê mais uma chance! Permita-se experimentar a restauração que está em Jesus Cristo!

Permita-se ter a alegria de ter se disposto e de andar pela fé!

Pense nisso!

domingo, 17 de outubro de 2021

Cansei de errar!


Olá, tudo bem? Hoje, eu tenho uma palavra que, com certeza, vai mudar os seus conceitos.

Quero te convidar a meditar comigo em Salmo 19.14: “As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu.”.

Você está cansado de errar? Está cansado de cometer as mesmas loucuras? De sempre ficar nervoso pelo mesmo motivo? De sempre chorar pelo mesmo problema? Chegou a hora de mudar, né? Deus nos chamou para andarmos em novidade de vida!

Eu conheço pessoas que têm uma capacidade indescritível de se meter em confusão! O motivo? Falar dos outros e “cuidar” de problemas que não são seus.

O que eu mais me impressiona são os argumentos de pessoas assim: “Mas, Bispa, ele falou mesmo!”.

Sabe qual é a minha resposta: "Se falou ou não, você não precisa repassar! Se você não pode ajudar, não atrapalhe!".

Muitas vezes, as pessoas não te procuram para contar seus problemas, por mais que você seja inteligente e domine a Bíblia, porque elas sabem que você é um ‘boca mole’.

Você, mesmo sabendo disso, não se contem, vai lá e fala mesmo! Sabe o que acontece? Mesmo que as suas intenções sejam as melhores, você leva a fama de fofoqueiro, e não importa se foi o outro que falou. No final, sobra pra você!

Você abre a boca, cria polêmica, mas, depois, não aguentas as consequências.

Pare e reflita nisso!

Outra característica que prejudica muito é a inconstância. Ela te deixa cheio de projetos inacabados. Ou seja, você não evolui em nada!

Por exemplo, existem pessoas que toda hora estão mudando de emprego, porque não aguentam isso, não aguentam aquilo.... E ainda reclamam na frente de todo mundo. O máximo que você vai conseguir, agindo desta forma, é manchar sua carteira de trabalho.

Sabe por que você passa pela mesma luta? Porque você sempre tropeça na sua língua e, ainda por cima, vem com aquele papo: “Não sei por que Deus permite!”.

Antes de Deus te ajudar, você precisa se ajudar! Você já imaginou se Ele prosperasse tudo o que você fala? Existem mães, que ao olharem para a prova do filho, em vez de conversar e procurar saber o que aconteceu, fazem um terrorismo com a criança: “Olha essa nota! Moleque burro! Sua única obrigação na vida é estudar. Você não serve pra nada mesmo!”.

Imagine se Deus levar isso em consideração? O que seria do seu filho? Em vez de julgar e amaldiçoar, incentive-o, ajude-o! Tenho certeza de que o resultado da próxima prova será melhor! Procure saber o que está tirando a concentração dele e tome uma atitude.

Imagine, então, se Deus prosperasse aqueles seus lamentos em dias de depressão: “Por que Deus não me mata de uma vez?”, “Ninguém me ama!”, “Sou a pessoa mais infeliz da terra”....?

Chegou a hora de mudar de discurso e de atitude

Comece fazendo com que as palavras que saem dos seus lábios sejam agradáveis a Deus! Se o seu filho não está indo bem na escola, ore por ele: “Senhor, meu filho tem dificuldades para aprender, mas eu creio que o dom da sabedoria vem de Ti! Deus, abençoe-o com este dom!”.

Em vez de pedir que Deus te mate, ore: “Senhor, me dá a vitória que o Senhor deu a Davi!”.

Você pensa que vencer aquele gigante era fácil? O exército inteiro tinha medo de Golias! Ninguém tinha coragem de enfrentá-lo!

Mas Davi foi ousado e teve o discurso que agradou a Deus: “Quem é esse monstro, incircunciso filisteu? Quem é ele pra afrontar o exército de Deus?”.

O segredo é fazer com que os teus pensamentos e as tuas palavras vençam aquilo que veio te destruir!

Pode fazer um comparativo. Você já reparou que as pessoas que só falam mal dos outros, reclamam e amaldiçoam são mais infelizes?

Já as pessoas que falam do amor Deus, dos seus milagres e das bênçãos que Ele tem pra derramar são mais leves.

Quando seu pensamento e o seu discurso mudam, o ambiente muda também! Com este posicionamento, Deus também te dá criatividade e estratégias. Você passará a enxergar as coisas de uma forma diferente. Você será como Davi, que conseguiu enxergar naquela pedra uma arma devastadora.

Eu quero finalizar o pensamento de hoje com dois versículos:

Provérbios 15.4: “A língua serena é a árvore da vida, mas a perversa quebranta o espírito.”

Provérbios 16.24: “Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo.”


Pense nisso!

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Tempo da espera x Tempo da perseverança


Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável vontade de Deus.”.

Sabe, eu estava conversando com um pastor da nossa igreja da Flórida, nos Estados Unidos, e ele estava falando sobre seus filhos: “Eu tentei, eu tentei...”. E eu respondi: “Filhinho, tente mais uma vez!”. Ele insistiu: “Mas, bispa, eu já fui atrás, e nada!”. E eu rebati: “Vai mais uma vez, em nome de Jesus, porque, agora, você foi enviado debaixo desta palavra profética que eu coloco sobre você, com autoridade espiritual”.

Depois disso, ele acabou perdendo os planos de saúde, e a esposa engravidou. Ele veio até mim e disse: “E agora?”. Novamente, nós oramos e clamamos pela cobertura do sangue de Cristo. E eu o enviei: “Filhinho, tente outra vez!”. Os responsáveis pelo hospital teimavam em não liberar, mas eu insisti: “Você não vai desistir do seu milagre!”. O pastor respirou fundo e concordou comigo: “Esta bem, bispa. Eu vou perseverar!”.

Sabe o que aconteceu? Tudo foi liberado. A esposa deste pastor teve o bebê na melhor maternidade. Depois de alguns dias, veio mais uma bomba: a conta do hospital. Mais de 10 mil dólares! O desespero dele chegou ao extremo: “Meu Deus do céu! O que eu faço agora?”. Eu respondi, serenamente: “Deus vai dar uma saída, confie!”. E ele retrucou: “Não tem mais jeito... Fui ameaçado... gritaram, berraram comigo... Estou perdido!”.

No meio dessa loucura toda, eu insisti no livramento que o Senhor daria. Eu conheço o Deus a quem eu sirvo. Ele é fiel e justo para cumprir Sua obra em nossas vidas. Junto com a provação, vem o escape! Sabe o que aconteceu? Nossa esperança não foi envergonhada. Além de não precisar pagar a conta, ele recebeu uma ajuda mensal do governo.

Quantas vezes, o inimigo te mostrou milhares de motivos para você se conformar? O tempo é um dos maiores argumentos. Mas sabe de uma coisa? Desde quando, Deus só cura doença nova? Será que Deus só dá livramentos financeiros para quem se enfiou no buraco agora? 

Olha só o que está escrito em Hebreus 11.6: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”.

O tempo da espera é diferente do tempo da perseverança! Se você duvidou em algum momento da caminhada, perdeu! Tem que começar, novamente, o trabalho espiritual.

Existem pessoas que agem de forma engraçada... Ao me pedir conselho ou uma oração, algumas mulheres começam a reclamar: “Mas Bispa, faz dez anos que eu estou esperando para casar”. Mas elas estão orando por isso há apenas seis meses! Então, espera aí... Faz seis meses que você começou a orar e já está começando a reclamar? É muito pra cabeça, não é mesmo?

No período da espera, existem algumas atitudes que você precisa tomar:

Em primeiro lugar, não se conforme!

Eu não sei se sua enfermidade é genética, hereditária, se tudo mundo na sua casa é assim! Eu só sei que para Deus não há impossíveis. Eu não sei se este problema existe há 20, 30, 40 anos... Para Deus, não há impossíveis! Quem procura solução encontra Jesus! Quem procura culpado encontra mais problemas!

Em segundo lugar, creia!

A última palavra não é a do médico, é de Deus!

Em terceiro lugar, persevere!

Tiago 1.2 a 4:  “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem que falte a vocês coisa alguma”.

Em quarto lugar, transforme-se pela renovação da sua mente.

Sabe o que está escrito em Provérbios 23.7? Que como imagina o homem em sua alma, assim ele é! Você acha que se imaginava morto debaixo do pé do gigante? Não! Ele imagina o gigante debaixo dos seus pés! Ele se enxergava capaz de vencer aquela batalha e venceu!

Comece a se enxergar entrando na igreja com aquela grinalda maravilhosa, comece a se enxergar trabalhando, comece a se enxergar curado, como aquele homem que estava preso a uma cama há 38 anos. “Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar” - João 5. 9.

Transforme sua mente, praticando a palavra, perseverando e resistindo ao diabo.

E, em quinto lugar, louve a Deus!

Deus habita nos louvores! Comece a encher todos os ambientes que você frequenta com a Glória do Senhor!

Pense nisso!