Páginas

terça-feira, 31 de agosto de 2021

Você é mais forte do que pensa!



Daniel 1.6 a 8: “Entre eles, se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias. O chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel, o de Beltessazar; a Hananias, o de Sadraque; a Misael, o de Mesaque; e a Azarias, o de Abede-Nego.

Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se.”

Veio o grande cativeiro, e os príncipes foram arrastados até a Babilônia.  Sabe, queridos, as lutas vêm para desorganizar nossa vida, para nos tirar do eixo. 

Vou citar um exemplo bem simples! O que acontece quando você vai ao mercado sem saber o que tem na despensa da sua casa? Você acaba comprando o que está sobrando e deixa de levar o que você realmente precisava.

Por causa da desorganização, gastamos nossos recursos e nossa energia desnecessariamente. E, ainda por cima, ficamos com um grande prejuízo.

As lutas vêm para que você também deixe de enxergar o Senhor. Do que você mais precisa no meio da luta? De Deus, é claro! A última coisa que você precisa é ficar confuso. A última coisa que você precisa é ficar incrédulo, porque o que vence o mundo é a nossa fé. Só se aproxima de Deus quem tem fé!

Mantenha sua fé, porque as lutas vêm para mudar o seu nome, assim como mudaram o nome de Daniel (para Beltessazar), Hananias (para Sadraque), Misael (para Mesaque) e de Azarias (para Abednego), na Babilônia. 

O inimigo quer mudar o seu nome. Quer que você seja conhecido como endividado, abandonado, azarado, estéril, doente, incapaz...

Em nome de Jesus, você não é nada isso. Você vai se levantar e buscar ao Senhor. Você não vai deixar que esta luta de contamine. Não permita mais que estas lutas te deixarem sem chão.

O que vai prevalecer é o nome que Deus te deu. Você é amado! Tão amado, que Ele entregou Seu único filho para te salvar, te livrar e te fazer viver a diferença!

Sabe, quiseram mudar o nome de Daniel, mas não conseguiram. Ele se manteve firme no propósito de ser aquilo que Deus determinou. Sabe o que quer dizer Daniel? "O Senhor é o meu juiz".

Todos os reis da Babilônia caíram, e Daniel permaneceu. Da mesma forma, esta enfermidade não vai permanecer, esta perseguição não vai permanecer, essa crise financeira não vai permanecer, essa loucura não vai permanecer...

Deus é o seu juiz. Ele vai julgar em seu favor!

Pense nisso!

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Deus não é o problema, é a solução


Provérbios 3: 5 a 8 “Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal; será isto saúde para o teu corpo e refrigério, para os teus ossos.”

Daniel era um homem que tinha todos os motivos para não caminhar mais com Deus! Ele era um príncipe e, de repente, foi reduzido à condição de escravo. Foi tirado de sua casa e, durante dois meses, foi arrastado até a Babilônia.

Chegando lá, para servir no palácio do rei, foi mutilado em seu corpo! Todos seus sonhos e projetos de vida desmoronaram diante dos seus olhos. Que futuro teria um escravo estrangeiro? Que futuro teria um homem cujo órgão reprodutor foi decepado?

Mas Daniel, em nenhum momento, considerou Deus o causador do seu mal! Pelo contrário, ele viu no Senhor a solução de todos os problemas.

Sabe, meu pai é advogado, e ele me ensinou que cada um interpreta a lei de uma forma diferente, ou seja, uma lei pode, ao mesmo tempo, absolver e condenar alguém!

Na passagem que nós acabamos de ler, está escrito: Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento!. O que isso quer dizer? Que, muitas vezes, somos enganados por nossas próprias deduções. Às vezes, caminhar de acordo com o que você interpreta pode ser um péssimo negócio, porque você pode estar entendendo tudo errado!

Você acaba interpretando as situações da maneira que o inferno quer que você interprete! Por isso, existem tantas pessoas machucadas e assoladas fora da igreja e culpando a Deus! Chegou a hora de dar um basta nesta situação!

Chega de fazer de Deus o culpado! Comece a fazer d’Ele sua solução! Foi isso que Daniel fez! Ele não culpou Deus, porque teve que deixar sua casa, porque sua família foi destruída, porque seu povo foi assolado...

Ele não culpou Deus por ter sido arrastado até a Babilônia! Ou você acha que ele foi a cavalo? Não! Foi acorrentado como um prisioneiro!

No versículo 6, do terceiro capítulo de Provérbios, está escrito: Reconheça a Deus em todos os seus caminhos.

Esse, justamente, foi o segredo de Daniel!

Hoje, você vai começar a se posicionar como ele. Comece orando: “Deus, eu acho que o Senhor não está comigo, mas, se o Senhor estiver, ajude-me a enxergá-Lo!”.

Você vai ver que, apesar das dificuldades da vida, Deus tem te acompanhado! Se você não enxerga nada, pelo menos, enxergue Deus! Ele está, através deste texto, falando: “Você pode estar machucado, abandonado, com a saúde comprometida, mas Eu estou contigo! Se você Me invocar, Eu te responderei!”.

Daniel pensou dessa forma e ainda jejuou! Entregou uma oferta! O que ele tinha para entregar? Os banquetes do rei! Deus deu graça a ele. Em dez dias, ele já estava melhor que os outros príncipes.

Faça o mesmo! Não se conforme em estar nessa situação que você está! Não se conforme em ser essa pessoa cheia de ódio! Mas levante-se e busque ao Senhor! Volte! Deus é a solução! Ele enviou Jesus para nos salvar! Salvar de quê? Dos nossos sentimentos, pensamentos e deduções!

No versículo 7, das passagem que eu citei acima, está escrito: Não seja sábio aos seus próprios olhos!  Você está distante de Deus e ainda acha que está certo? Para onde este caminho está te levando? Volte!

Deus te dará o mesmo que deu para Daniel: luz, inteligência e excelente sabedoria!

Seja o tempo bom ou ruim, favorável ou desfavorável, Deus vai te honrar, porque Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente!

Pense nisso!

domingo, 22 de agosto de 2021

Uma nova história!


Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo no livro de Josué 2.

Sabe, estive pensando... Quantas vezes nós já não desejamos uma mudança radical? Simplesmente, pegar tudo o que já vivemos, amassarmos, como se faz com uma folha de papel, e jogar fora... Assim, quem sabe, ele levaria todas as dores, perdas, lembranças ruins e só permaneceria o que é bom! Aí, então, escolher um belo papel de carta para escrever uma nova história, para fazer escolhas novas e acertar desta vez!

Foi isso o que aconteceu com Raabe, a prostituta que morava sobre os muros de Jericó e onde os dois espiões enviados por Josué ficaram escondidos e libertos da morte!

Raabe ouviu, como nós temos ouvido, os milagres que Deus estava fazendo com o povo de Israel. De como o Senhor os livrou da escravidão do Egito e ainda venceram o que ninguém tinha coragem de desafiar. Ela ouviu e se enxergou liberta da escravidão, da prostituição, vencendo preconceitos, barreiras sociais, culturais, religiosas e até de autoridades que a oprimiam, já que ela era obrigada a ser uma prostituta cultual. Ou seja, seu “deus” fez dela uma prostituta.

Quantas mulheres, atualmente, ainda não conseguem vencer as barreiras sociais, culturais e até mesmo de uma religiosidade que prega um evangelho superficial, porque a igreja é mais parecida com um clube social, do que com o local em que adoramos a Deus? Pois é! Quantas não foram vencidas por “reis e reinos” deste tempo: traumas, abusos, violência, humilhações... e foram morar “em cima do muro”, já descaracterizadas, sem personalidade, levadas por qualquer um que entrasse em sua casas, sendo moedas de troca, vendendo seu corpo, por carência ou por necessidade?

Sabe, vivemos em um mundo de muitas “Raabes”, em que o “príncipe deste século”, ao saber que acolhemos alguém ou algo que possa nos trazer o Reino de Deus, não pensa duas vezes em entrar em nossas vidas, a fim de matar tudo que possa nos transportar para um Novo Reino, que nos tornar participantes do povo de Deus.

Se você realmente quer ou precisa virar a pagina e escrever uma nova história, é necessário:

1) Faça as pazes com o seu passado

Você não pode mudar as situações que aconteceram em sua vida, mas pode escolher o que fará com cada uma delas! 

Em vez de ser conhecido pelo sofrimento, busque ser conhecido pela superação. Lembre-se de que as adversidades não vem "contra nós", mas "para nós". Como assim? Para a nossa evolução e fortalecimento. É um treinamento para você receber coisas melhores! 

Faça deste limão uma limonada!

2)Tenha a Palavra de Deus como verdade absoluta e pratique-a, sem se importar com a opinião dos outros!

Não se conforme em só ouvir milagres! Lute para vivê-los (Tiago 1: 22 a 25).

Só vive transformação quem muda de atitude e encara o que o escraviza, agindo pela fé em Deus e em seus profetas (2 Crônicas 20: 20 e 2 Crônicas 24: 1 a 25)

3) Faça um compromisso com o seu futuro e abra-se para ser transformado pelo Senhor!

Muitas vezes, não queremos uma mudança radical, porque estamos ligadas, emocionalmente, ao passado. Agimos como a mulher de Ló que, apesar de livre, literalmente, não conseguia se desligar de Sodoma e Gomorra.

Sabe, há perdas necessárias para que o novo de Deus se manifeste. Isso dói, pois, às vezes, nos coloca em situações de perda total... mas é só questão de tempo, para que o plano do Senhor se manifeste! Raabe foi completamente transformada, constituiu uma família e entrou para a genealogia de Jesus!


Pense nisso!

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Vencendo o medo


Salmo 56.3, 4 e 9: “Em me vindo o temor, hei de confiar em Ti. Em Deus, cuja palavra eu exalto, neste Deus ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim.”

Sabe, muitas vezes, você já começa o dia apavorado. Realmente, estamos vivendo tempos difíceis. O medo se faz presente, não só da violência, mas das loucuras que pairam a sociedade. Pode ser o medo de perder o emprego, medo de ser mal compreendido, medo de ficar sozinho...

O medo foi o primeiro sentimento que veio do inferno para atacar o homem. É isso mesmo! O medo tem origem espiritual. Em 2 Timóteo 1.7, está escrito que Deus não nos dá espírito de medo, mas de amor, moderação e poder.

Se o medo é um espírito maligno, temos que lidar com ele espiritualmente.

Quando vier aquela angustia, aquela insegurança, aquela incerteza, dobre o seus joelhos e pratique o que está escrito no Salmo que acabamos de ler: “E, vindo o temor, eu ei de confiar em Ti!”.

Invoque ao Senhor, abra o seu coração e fale do que você tem medo. Coloque esta situação diante daquele que está acima de tudo: “Senhor, eu sei que Tu és maior do que esta situação. Eu sei que Tu és poderoso para mudar isso. Tire este medo do meu coração! Ensina-me a enfrentar esta luta”.

Não se entregue mais ao medo. Não deixe que ele seja seu deus. O medo é um sentimento que veio para escravizar o homem, não para protegê-lo.

Quando nos deixamos tomar pelo medo, ficamos cada dia mais enfermos do corpo, alma e espírito.

No Renascer Praise 19, que é o CD que nós vamos gravar no dia 2 de novembro, no Citibank Hall, há um louvor que o Espírito Santo me deu. O coro é assim: “Espírito, me toma e não devolva. Tua vontade eu quero ser!”.

Peça para que Espírito Santo te tome e não te devolva mais para o medo. Clame: “Senhor Jesus, eu quero sentir a Tua presença. Eu quero sentir o Teu amor!”.

É assim que a gente enfrenta o dia mau, o dia da ameaça. Quando você clama a Deus, vem uma segurança no seu coração e uma ousadia, que só Deus pode te dar. 

A certeza de que o Senhor está com você está acima de tudo. Só vai acontecer o que Ele permitir. E Ele sempre tem o melhor.

Deus é por você!


Pense nisso!

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Faça do Salmo 23 a sua verdade!


Salmo 23.1: “O Senhor é o meu pastor, e nada me faltará!”.

Faça desta palavra o seu caminho!

Entre na presença do Senhor e ore: “Senhor, guia-me! Eu não quero mais que os problemas me guiem. Eu não quero que os meus traumas me guiem. Eu não quero que as dificuldades me guiem. Eu não quero que a opinião dos outros me guiem. Eu não quero que o meu cansaço me guie. Eu não quero que o meu entusiasmo me guie. Deus, conduza os meus caminhos!”

Depois de orar, espere um pouco, para que Deus te responda e te agasalhe. Eu tenho certeza de que você vai sentir a presença do Espírito Santo. Você terá paz, terá refrigério. Haverá um renovo para a tua vida.

Faça o que está na Palavra de Deus, sem olhar as circunstâncias, e nada te faltará!


Pense nisso! 

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

A perseverança nos leva à vitória!


Tiago 1: 12 a 14 e 2 a 4 “Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam. Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta. Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz.

Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações,
sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.”

As pessoas não querem mais perseverar. Vivemos um tempo em que o imediatismo impera. Mas precisamos entender que, para vivermos o milagre, é necessário o cumprimento um ciclo.

Às vezes, nós questionamos: “Por que será que isso está acontecendo comigo? Eu não mereço passar por isso!”. Isso está acontecendo, porque houve um levante do inimigo.

A origem das provações e das tentações que você tem passado está no inimigo, não de Deus. O diabo veio para roubar, matar e destruir.

Nestes momentos de luta, em vez de entrar em crise, você deve se aproximar mais do Senhor. 

Mas esta não é a nossa tendência. Ficamos decepcionados com Deus e nos afastamos d’Ele. Desta forma, acabamos potencializando ainda mais o nosso inimigo.

Se você está em crise, com um cansaço na alma, com uma tristeza profunda, levante-se e venha renascer em Cristo!

Só o Senhor pode te levantar! Através d’Ele, você recebe forças para lutar e fé para perseverar!

Nós não vencemos as lutas só com uma atitude de fé, mas com uma maneira de viver! Esta maneira de viver é tendo consciência de que as situações adversas não podem controlar sua vida.

Nós vemos, todos os dias, o Senhor derramar Seu amor sobre nossas vidas e uma força que nos dá alegria e a paz, que excede todo o entendimento.

Persevere em crer! Essa esperança vai te renovar!

Saia desta prostração, desta loucura, deste ódio e desta raiva! Como? Venha renascer em Cristo! Deixe Jesus Cristo fazer uma morada dentro de você!

Depois de ser provado, você será aprovado! Isso não veio para arrebentar com você, mas para manifestar a glória de Deus!


Pense nisso!

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

O que mais precisa acontecer?


Romanos 8.17: “Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.”

Como você tem passado os dias maus? Como você tem enfrentado as injustiças e as calamidades?

Existem situações na nossa vida que somente uma intervenção divina pode solucioná-las. Mas nós, muitas vezes, não ajudamos. Pelo contrário, só sabemos reclamar!

“Por que comigo, Senhor?”. Você acha mesmo que adianta fazer este tipo de pergunta?

Enquanto você estiver neste questionamento, você ficará distante de Deus e, consequentemente, da solução.

“Como assim, Bispa? Eu me apegar a Deus? Como é que Ele permite que essas coisas aconteçam comigo? Ele pode aliviar minha situação, mas, pelo jeito, quer me ver sofrendo!”.

Desta forma, você acaba brigando com o único que pode resolver este problema e transformar a sua história. No final, você ficou com quem? Ficou só com o problema.

Hoje, eu quero te fazer uma pergunta: “O que mais precisa acontecer para você se aproximar de Deus? Qual outra perda você precisa sofrer para se apegar ao Senhor? Qual desgraça ainda precisa acontecer para você entregar sua vida para Jesus Cristo?”.

Então, em nome de Jesus, hoje mesmo, você vai se reconciliar com o Senhor. Venha renascer em Cristo. Se com Ele sofremos, com Ele, nós também seremos glorificados. 

Não sabe por onde começar? Eu sugiro que seja com uma oração sincera: “Senhor , eu não sei se o outro não merece estar bem; essa é a vida dele. Eu não quero mais ficar me comparando aos outros. Mas eu sei que eu preciso de um milagre na minha vida. Ensina-me a enfrentar esta adversidade. Ensina-me a ser uma pessoa melhor.”.

Humilhe-se na presença de Deus; Ele vai se compadecer e mudar a sua sorte. Não seja mais arrogante. Você precisa e depende, sim, do Senhor! Não brigue mais com a solução. 

Tenha consciência de que aquele que enviou o seu único filho para salvar a humanidade está contigo. Se você buscá-lo em espírito e em verdade, você O encontrará!

Romanos 8.32: “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?”

Deus, de maneira nenhuma, despreza um coração contrito e honesto.

Quando a gente passa por um sofrimento, junto com Jesus, somos consolados, somos iluminados e recebemos um entendimento do céu sobre o porquê deste sofrimento. Este sofrimento se transforma em uma grande experiência com Deus. 

A experiência marca a gente de tal forma, que, mesmo na tempestade, a gente é conduzido pelo Senhor de forma abençoada. A gente sai do dia do sofrimento com uma nova vida, com novas perspectivas. Ficamos mais sensíveis, mais tolerantes, mais humanos...

Entregue este sofrimento nas mãos de Deus, e peça para Ele te ensinar, te transformar, para que a glória do Senhor e o milagre possam se manifestar na tua vida!

Você tem um milagre para viver? Então, não se “embarace” mais nos problemas, nos questionamentos e nas incertezas. Entregue os seus caminhos ao Senhor. Assim, você viverá além do que você sonhou ou imaginou.

terça-feira, 10 de agosto de 2021

Quais foram os diferenciais de Ester?


O Pensamento do Dia de hoje está no livro de Ester 2. Uma dica! Medite no livro todo. É um manual de sabedoria! Faça um propósito de ler pelo menos um capítulo por dia!

Vamos falar hoje sobre duas mulheres totalmente diferentes, mas que tiveram a mesma oportunidade! Qual delas é você?

O rei Assuero, também conhecido como Artaxerxes, era extremamente rico e muito poderoso. Na época, ele "dominava" o mundo.

Como era de costume, ele deu um banquete para todos os príncipes e nobres. A festa real durou dias, porque, além dos quitutes, o rei mostrava aos representantes dos outros reinos todas as suas conquistas e seus exércitos.

Para o final do banquete, Assuero quis mostrar o que ele tinha de mais valioso, sua esposa Vasti, que além de linda, era com certeza filha de algum rei porque, naquela época, os casamentos eram constituídos por alianças entre reinados, com a finalidade de fortalecê-los. Apesar da boa intenção, Vasti simplesmente recusou o convite de seu marido. 

A rebeldia tem um preço

Não sei o que Vasti pensou antes de tomar aquela atitude, mas foi algo que arrebentou, literalmente, com sua vida. Muitas vezes, você precisa discernir se é a hora certa de empinar essa carroça, sabe por quê? Porque ela pode voltar e passar por cima da sua cabeça.

Com os seus chiliques, com as suas loucuras, com o seu orgulho e com sua rebeldia, você está plantando sua própria destruição. Em meio aquela situação, no mínimo vexatória, os nobres e os príncipes vieram ao rei e disseram: “Um homem poderoso como o senhor não pode passar por esse tipo de situação. Se deixarmos assim, isso vai se espalhar, de tal forma que todas as mulheres se sentirão no direito de ter a mesma postura de rebelião. É o seguinte: que ela nunca mais entre na sua presença. Nem que ela fique o resto da vida trancada. O reinado para ela acabou.” O rei, obviamente, concordou com a proposta e instituiu uma lei.

Não existe lógica humana nos propósitos do Senhor

O tempo passou e o rei Assuero estava extremamente carente de uma esposa. Apesar de ter diversas mulheres à sua disposição, faltou a oficial, a rainha. Para solucionar a crise sentimental do rei, os conselheiros decidiram criar uma espécie de concurso de beleza entre as mulheres virgens dos reinados.

Neste concurso, todas se apresentavam ao rei. Mas tem um detalhe, se Assuero não se agradece, ela estava perdida. Como ela tinha passado uma noite com o rei, ela teria que ficar jogada na casa das mulheres para o resto de sua vida. Ester, nossa personagem principal de hoje, não foi a esse concurso por opção, ela era uma das virgens, ou seja, foi praticamente obrigada. Ela era escrava, órfã... Sabe, humanamente falando, como ela poderia competir com a filha de um rei, linda e nobre como Vasti?

Ester poderia ter sua vida acabada, assim como outras mulheres. Mas seu tio, um homem muito sábio, que a havia adotado, orou por ela e a enviou, porque ele sabia que maior do que toda beleza, toda fortuna, toda educação, toda etiqueta, todo o dote do mundo, era a graça de Deus sobre a vida de Ester.

Sabe o que é graça? É favor imerecido! Debaixo daquela palavra, Ester se preparou durante um ano, na casa das mulheres, para se apresentar diante do rei. Ela alcançou favor de todos os organizadores daquela casa, não porque era “a famosa”, “a rica”, “a educada”, “a formada”, aquela que falava dez línguas, a que tinha PHD... não... porque ela tinha a presença de Deus.

Humildade traz honra e justiça

No dia em que ela foi sorteada para passar a noite com Assuero, ela pediu conselhos sobre a roupa e a postura que deveria ter. Ester, com muita humildade, aceitou todos eles. Quem respeita as autoridades que estão sobre si e as obedece com humildade, Deus a abençoa.

Deus exalta o humilde, mas resiste aos soberbos. Isso é tão verdadeiro, que na Bíblia está escrito que, quando Ester apresentou ao Rei, ele a amou mais do que todas as mulheres. Ela alcançou, perante ele, favor e benevolência. Dá para explicar o amor?

O amor faz com que a pessoa tenha uma beleza, um favor e uma graça de Deus insuperáveis. Faz com que a pessoa seja desejada. Tem gente que, ao estabelecer uma aliança com Deus, fica mais linda ainda.

Você não precisa de artifícios para ser reconhecida

Muitas vezes, você acha que não consegue as coisas, por não possuir determinados artifícios. Em nome de Jesus, busque a Deus, peça para que Ele te dê graça e favor para que você trabalhe naquela empresa que você deseja, para que você desperte desejo nas pessoas de estar com você, de andar com você.

Quando a gente tem o Espírito Santo de Deus, a gente se torna agradável, amada e insubstituível. Dizem que não existe ninguém insubstituível. Quem é esse mentiroso? As suas funções, muita gente pode até substituir, mas o espaço no coração de quem te ama, não.

Virtudes são mais importantes do que a beleza

O rei Assuero conheceu a verdadeira esposa. Ester foi uma grande bênção para a vida dele, o livrou de pessoas mal intencionadas e fez dele um rei, que até hoje, é conhecido e estimado. Isso ficou registrado na história do povo de Deus.

Ester foi amada, honrada, ela não tinha somente um titulo de rainha, ela, de fato, reinou em vida, porque a graça e o favor de Deus superabundaram, capacitando, ajudando e a abençoando. Sabe qual era o segredo dela? Ester buscava a Deus e honrava suas autoridades.

Você pode até ter pouco, humanamente falando, mas nas mãos de Deus, haverá uma multiplicação abundante, e você viverá muito além dos teus sonhos.

Não desista de você, não se conforme, levante-se, busque ao Senhor, e você saberá o que é ter sua vida transformada, como foi com Ester, que de escrava se tornou rainha e uma mulher mais que vencedora!

Pense nisso!

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Como ficar mais perto de Deus?


Eu tenho o hábito de tirar dúvidas dos ouvintes e telespectadores do “De Bem com a Vida”. E eu percebi que a maioria está buscando ter um relacionamento mais profundo com Deus, mas não sabe como. Então, eu decidi falar sobre isso neste post. Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo no livro de Atos.

Jesus morreu e depois ressuscitou, mas nem todos acreditaram. Os discípulos estavam inconsoláveis. Afinal de contas, Jesus era pastor, mestre e amigo deles. Eles testemunharam tantos milagres! Imagine andar com o Filho de Deus 24 horas por dia! Sentir aquela presença, sempre ter uma palavra de vida, viver aquelas experiências e, depois, simplesmente, não ter mais nada!?

Eu imagino que eles tenham ficando perdidos: O que eu faço agora? Para onde eu vou? Eu sei que Deus existe, mas eu preciso de algo tangível, preciso de uma resposta imediata.

Talvez, você esteja nesta situação! Obviamente, você não teve o privilégio de caminhar com Jesus Cristo, como os discípulos tiveram, para sentir esse vazio. Mas, muitas vezes, parece que você está clamando em um deserto escuro, pois não vê nada nem ninguém.

Você ora, ora, ora... mas não acontece nada! Busca, busca, busca... mas não encontra nada!

Mas, será que é isso mesmo? Jesus não estava mais entre eles, mas Deus é onipresente, ou seja, eles não estavam desamparados. Já parou para pensar que, muitas vezes, os seus sentimentos estão te impedindo de se relacionar com Senhor?

Vou te explicar melhor!

Em primeiro lugar, a sua vida de oração precisa ser despida de toda a ansiedade!

Em Hebreus 11, está escrito que é necessário que aqueles que se acheguem a Deus creiam que Ele existe, e que Ele é galardoador daqueles que o amam.

Com essa ansiedade e esse desespero, você não vai alcançar nada! Pelo contrário, só vai arrumar mais tormento para a sua alma!

Vamos combinar uma coisa? Chega de estresse! Busque ao Senhor na certeza de que você será ouvido. Peça a Ele capacidade para você conseguir enxergá-lo.

A ansiedade bloqueia a nossa mente, nos paralisa e faz com que a gente perca a percepção das coisas que estão ao nosso redor!

Você já viu alguém desesperado, porque perdeu os óculos, mas não percebeu que eles estavam o tempo todo em cima da cabeça? É até cômico, mas isso é muito comum!

Eu conheci uma pessoa que estava viajando com um grupo muito grande e, de repente, um dos participantes da caravana começou a dar chilique, porque havia perdido uma sacola. Todo mundo que estava perto dele começou a procurar! Foi quase um dia inteiro de viagem perdido! Sabe onde a bendita sacola estava? Na mão de uma amiga dele, que havia pegado por engano!

Sabe o que é isso? Ansiedade! A moça estava tão empolgada com a viagem, que nem prestou atenção na bagagem!

Será que você não está agindo da mesma maneira? Está procurando algo que está bem na sua frente!

Sabe, só de você sentir falta da presença do Senhor já é um sinal que o Espírito Santo está agindo na sua vida! O próximo passo é buscar o altar!  Jejuar, louvar, orar, clamar, ouvir um louvor...

Em segundo lugar, é necessário permanecer! A fé precisa ser uma constante, não uma variável!

Como os discípulos, que se sentiram abandonados, desorientados, sem saber o que fazer, conseguiram resolver aquela situação?

O próprio Jesus, ressurreto, disse a eles em Atos 1.4 e 5: “E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes. Porque João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.”.

Jesus, depois que ressuscitou, ficou 40 dias reunindo os discípulos e explicando a importância deles permanecerem firmes! O Senhor tinha para eles um revestimento de poder e autoridade para que eles fossem consolados da perda física de Jesus.

Eles receberam o Espírito Santo, que é a presença de Jesus em nossas vidas

Em Atos 1 e 2, está escrito que eles buscaram presença de Deus, incessantemente, até que veio do céu um vento impetuoso, e todos foram cheios do Espírito Santo. Foi algo tão forte que todos começaram a falar em línguas espirituais.

Deus tem este revestimento espiritual para as nossas vidas! Essa herança também nos alcançou!

No próprio livro de João, Jesus falou: Se eu não for, não poderei enviar o Espírito. E a única maneira de vocês terem vitória contra as obras do inferno é sendo cheios do Espírito Santo!

Este é o caminho para chegar mais perto de Deus!


Pense nisso!

domingo, 8 de agosto de 2021

Os olhos são a lâmpada da alma


Mateus 6.22 e 23: “São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. 

Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!”.

A maneira como você enxerga cada situação pode te trazer vida, luz e alegria ou morte, escuridão e tristeza.

Talvez, você esteja enxergando sua família com as “lentes” do ódio, da raiva, do medo ou, quem sabe, de um trauma. Talvez, você esteja enxergando seu emprego da perspectiva do medo, da insegurança ou da falta de reconhecimento.

Cuidado para não cometer injustiças!

Eu adoro ler. Mas existe um livro, em especial, que, para mim, deixou uma mensagem muito forte. Eu vou tentar repartir um pouco da história com vocês:

O autor estava dentro de um metrô colocando suas leituras em dia quando, de repente, entra um pai com seus dois filhos dentro do vagão que ele estava. Os meninos, simplesmente, começaram a tropeçar nas pessoas e a bagunçar, uma verdadeira loucura! 

O pai, ao ver os filhos se batendo e destruindo tudo, simplesmente, ficou anestesiado, e agiu como se nada estivesse acontecendo.

Como paciência tem limite, o autor desse livro decidiu dar um basta naquela falta de respeito e, em tom de bronca, disse para o pai da crianças: “Que tipo de pai é você? Você não está vendo o que seus filhos estão aprontando? Você, simplesmente, vai ficar aí parado só olhando? Que absurdo!”.

O pai, em um tom sereno, respondeu: “O senhor me desculpe. O senhor está certo!”. Na sequência, ele chamou os filhos para perto e disse: “Sabe o que é? Nós acabamos de sair do enterro da minha esposa. Eles perderam a mãe. E eu, sinceramente, não estou sabendo lidar com esta situação. Eu acho que eles também não!”.

O autor do livro ficou totalmente desconcertado e pensou consigo mesmo: “Nossa! Meu Deus! O que eu fiz? Na minha cabeça, antes mesmo de falar com aquele homem, eu o havia xingado de tudo quanto é nome, achando que era um desqualificado. Que vergonha! Todo mundo viu o quanto eu fui precipitado.”.

Quantas vezes não agimos da mesma forma? Talvez, você esteja julgando seus pais, seus filhos, sua esposa, seu marido de maneira equivocada. Para cada atitude tomada, existe um motivo e uma motivação! Por trás de uma atitude, pode existir um trauma, um complexo ou o reflexo de uma perda.

Por trás de uma atitude, pode existir uma memória de dor. Você sabia que existem situações que ativam as nossas memórias de dor?

Eu conheço uma moça que não pode chegar perto de fósforo porque ela morava perto de um cemitério. Aquele cheiro remetia a ela morte, choro e desespero.

Sabe, aquela colega de trabalho insuportável? Talvez, ela tenha essas atitudes inadequadas porque existe uma área na vida dela que ainda não foi tratada. Talvez, o ambiente ative nela muitas memórias de dor.

Crueldade

Eu estive pensando e cheguei à conclusão de que a gente costuma ser muito mais cruel com aqueles que, se a gente perder, vai doer demais. O problema é acharmos que, por termos afeto garantido, podemos, simplesmente, agir de qualquer jeito.

Ser mais cruel com os de casa, com os da nossa família, é muito comum. Mas é um grande erro! Devemos valorizar mais as pessoas que fazem parte da nossa vida, antes que seja tarde. E, claro, devemos tratar todos ao nosso redor com respeito e como gostaríamos de ser tratados.

Enxergue com as lentes do amor!

Os olhos são a lâmpada do corpo. Em vez de brigar, julgar, despejar as suas frustrações, procure enxergar as pessoas a sua volta como Deus as enxergaria. Enxergue com amor e misericórdia! Peça sabedoria para você ser justo nas suas atitudes, sentimentos e pensamentos.

Antes de falar que não tem mais jeito, peça revelação do Espírito Santo. Peça para que Jesus dirija sua vida, seus relacionamentos. Ele será o caminho para que você encontre uma saída para esta situação. 

Se você tem enxergado através da escuridão, se você tem só enxergado destruição, ódio, medo e incapacidade, entregue sua vida para Jesus Cristo. Ele é a luz, o caminho, a verdade e a vida!


Pense nisso! 

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Resista porque essa luta tem dia e hora para acabar!


Mateus 4.3 e 4: “Chegando, então, o tentador, disse-lhe: Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães. Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.”.

Jesus jejuou durante 40 dias porque ele tinha inimigos para vencer. Em Mateus 17, está escrito que há castas de demônios que só saem com jejum e oração.

Quando Ele estava próximo de terminar aquele tempo de consagração, Satanás aparece para atormentá-lo e tentá-lo: “Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães!”.

Jesus estava com fome, mas Ele tinha, como arma, a Palavra de Deus. Ele não permitiu que a necessidade momentânea matasse sua vontade de vencer.

Com sabedoria, ele resistiu às investidas do seu adversário: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus!’”.

Chegou o momento de você fazer o mesmo! Chegou o momento de você não ceder mais às suas carências!

Não permite que uma necessidade momentânea mate o futuro de bênçãos que o Senhor tem para você!

O fato de uma porta ter fechado não significa que Deus não possa abrir uma maior e melhor.

Você não vai mais viver só de força humana, mas da graça do Senhor.

Quantas vezes, neste ano, você acordou sem motivações? Mas o que você fez? Levantou-se e foi à luta! Isso significa que, das suas fraquezas, você tirou forças e começou a andar pela fé.

Resista até o fim, e este mal sairá do seu caminho.


Pense nisso!

domingo, 1 de agosto de 2021

Como vencer o medo?


Salmo 56.3, 4 e 9: “Em me vindo o temor, hei de confiar em Ti. Em Deus, cuja palavra eu exalto, neste Deus ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim.”

Sabe, muitas vezes, você já começa o dia apavorado. Realmente, estamos vivendo tempos difíceis. O medo se faz presente, não só da violência, mas das loucuras que pairam na sociedade. Pode ser o medo de perder o emprego, medo de ser mal compreendido, medo de ficar sozinho, medo de enfermar...

O medo foi o primeiro sentimento que veio do inferno para atacar o homem. É isso mesmo! O medo tem origem espiritual. Em 2 Timóteo, está escrito que Deus não nos dá espírito de medo, mas de amor, moderação e poder.

Se o medo é um espírito maligno, temos de lidar com ele espiritualmente.

Quando vier aquela angustia, aquela insegurança, aquela incerteza, dobre o seus joelhos e pratique o que está escrito no Salmo que acabamos de ler: “E, vindo o temor, eu ei de confiar em Ti!”.

Invoque ao Senhor, abra o seu coração e fale do que você tem medo. Coloque esta situação diante daquele que está acima de tudo: “Senhor, eu sei que Tu és maior do que esta situação. Eu sei que Tu és poderoso para mudar isso. Tire este medo do meu coração! Ensina-me a enfrentar esta luta”.

Não se entregue mais ao medo. Não deixe que ele seja seu deus. O medo é um sentimento que veio para escravizar o homem, e não para protegê-lo.

Quando nos deixamos tomar pelo medo, ficamos cada dia mais enfermos do corpo, alma e espírito.

No Renascer Praise 19, há um louvor que o Espírito Santo me deu. O coro é assim: “Espírito, me toma e não devolva. Tua vontade eu quero ser!”.

Peça para que Espírito Santo te tome e não te devolva mais para o medo. Clame: “Senhor Jesus, eu quero sentir a Tua presença. Eu quero sentir o Teu amor!”.

É assim que a gente enfrenta o dia mau, o dia da ameaça. Quando você clama a Deus, vem uma segurança no seu coração e uma ousadia, que só Deus pode te dar. 

A certeza de que o Senhor está com você está acima de tudo. Só vai acontecer o que Ele permitir. E Ele sempre tem o melhor.

Deus é por você!


Pense nisso!