Páginas

quarta-feira, 12 de maio de 2021

A ansiedade é inimiga da fé


Mateus 6.25 a 34 “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?

Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?

Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam.

Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?

Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”

Não tem como ter uma fé perseverante sendo ansioso! A ansiedade traz inquietação. Quando uma pessoa está inquieta, nada é bom, nada a satisfaz. Ela chega até a ficar agressiva, descontrolada, ou seja, torna-se uma presa fácil nas mãos do inimigo.

Uma das leis de guerra mais conhecidas, entre os leões, nos deixa uma verdadeira lição. Vou explicar como funciona! No período da noite, o leão dá um rugido tão forte, que chega a causar um ataque do coração em outros animais. Os animaizinhos menores ficam assustados, com aquele barulho, que chega até a trepidar o chão. Eles saem de suas tocas, mas mal imaginam que as leoas estão à sua espera, em uma posição estratégica, para devorá-los.

Aquele desespero, aquele medo e aquela ansiedade os fazem perder a noção do ataque. O desejo de fugir os levou para a morte! Da mesma forma acontece conosco! Em Provérbios 19. 2, está escrito: "Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado.”.

Existem pessoas que preferem se entregar à depressão, a tomarem um passo de fé. Preferem mergulhar no próprio choro, a mergulharem nas águas curadoras de Jesus Cristo.

Existem pessoas que perdem oportunidades de emprego por causa da ansiedade. Já começam a se desesperar na entrevista, principalmente quando ficam sabendo da jornada de trabalho e das exigências. Em vez de ficarem felizes, já estão pensando no estresse e no cansaço que vão sentir! Calma, você nem começou ainda! O mesmo Deus que abriu essa porta vai renovar suas forças.

A ansiedade impede que a gente viva o hoje e não nos ajuda a viver o amanhã.

Quem é ansioso não consegue perseverar, não consegue manter-se estável e em paz, é inconstante, em todas as coisas. Dá um passo pra frente e dois para trás!

A ansiedade é um espirito demoníaco que nos impede de crer em Deus. É um espírito aprisionador e paralisador.

Algumas pessoas, por ansiedade, comem tudo o que veem pela frente, e acabam com a aparência e a saúde prejudicadas. E o problema? Continua onde está. Só que, agora, em vez de um, você acumula vários outros problemas: baixa autoestima, hipertensão, problemas de pele, indisposição, problemas respiratórios, problemas de articulação...

Já outras, por ansiedade, estouram o cartão de crédito, com roupas e sapatos que nunca vão usar.

Existem muitas que, pela ansiedade, não comem nada! Essa obsessão de ficar magra, da noite para o dia, está prejudicando o seu desempenho, o seu humor e sua saúde. O que adianta ser magra e não ter saúde?

Se você sofre de ansiedade, eu quero te deixar um conselho: Descanse no Senhor!

Salmo 37.5: “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.”

Quando a ansiedade vier, como uma onda para te afogar, como aqueles caldos que a gente leva na praia que nos deixa atordoados, sem ar, você vai lançá-la ao Senhor!

Todas as situações que têm te abatido e te preocupado, você vai colocar diante de Deus, em oração, e vai pedir sabedoria, forças e paz para lidar com todas elas.

Lembre-se: Se você quer viver promessas, é necessário perseverar! Cheio de ansiedade, você não chegará a lugar algum! Lance sobre Ele toda a ansiedade, peça para o Senhor renovar suas forças e siga em frente, sem medo de ser feliz!

Não abra mão da sua família, do seu ministério, do seu trabalho e, muito menos, dos seus sonhos! Deus é por você!


Pense nisso!

terça-feira, 11 de maio de 2021

Chega de fugir!



Êxodo 2.11: “Naqueles dias, sendo Moisés já homem, saiu a seus irmãos e viu os seus labores penosos; e viu que certo egípcio espancava um hebreu, um do seu povo. Olhou de um e de outro lado, e, vendo que não havia ali ninguém, matou o egípcio, e o escondeu na areia.

Saiu no dia seguinte, e eis que dois hebreus estavam brigando; e disse ao culpado: Por que espancas o teu próximo? O qual respondeu: Quem te pôs por príncipe e juiz sobre nós? Pensas matar-me, como mataste o egípcio? Temeu, pois, Moisés e disse: Com certeza o descobriram. Informado desse caso, procurou Faraó matar a Moisés; porém Moisés fugiu da presença de Faraó e se deteve na terra de Midiã; e assentou-se junto a um poço.”

Moisés foi o único homem hebreu de sua geração que sobreviveu. Os outros, logo após o nascimento, por uma determinação de Faraó, foram afogados no rio Nilo.

Deus tinha um propósito para a vida dele. Moisés foi levantado para ser libertador, mas aquele momento de fúria o afastou de sua missão. Por que ele precisou esconder as provas do assassinato? Porque, no fundo, ele sabia que não havia agido da forma correta.

Quando algo dá errado em nossas vidas, é muito difícil reconhecermos nossa responsabilidade e encararmos as consequências. Em vez disso, agimos como Moisés: fugimos!

Quando nos justificamos ou abandonamos nossa posição, deixamos de dar espaço para o Senhor trabalhar em nossas vidas, nos perdoar, nos justificar e nos restaurar.

Em vez de assumirmos nossas escolhas, terceirizamos a responsabilidade: “Por que Deus permitiu?”. Mas, antes de agir daquela maneira, você pediu para o Senhor uma orientação?

Precisamos ter consciência de que:

1- Para superarmos nossos fracassos, precisamos assumir nossos erros e decidir mudar!

Deus não precisa mudar, quem precisa mudar somos nós. Não podemos mais pensar, sentir e reagir da mesma maneira!

2- Não somos fracassados quando algo dá errado, mas quando desistimos!

É quando chegamos à conclusão de que nunca seremos felizes em determinadas áreas!

Moisés se deixou levar por suas emoções e deduções. Na tentativa de defender alguém do seu povo, afastou-se de sua missão que era superior.

Moisés não foi levantado para defender apenas um hebreu e fazer justiça com as próprias mãos, mas para libertar todos!

Quando ele entendeu isso, voltou ao Egito e assumiu as rédeas da situação.

3- Precisamos nos abrir para o Senhor moldar o nosso caráter

Caráter é um conjunto de características. No decorrer do nosso desenvolvimento, acabamos deixando que os ambientes que frequentamos, que nossa criação e que nossos traumas definam nossa personalidade e qual será o nosso destino!

Moisés não era egípcio e também não era reconhecido como hebreu. Ele era o filho adotivo da filha do Faraó. Sua identidade não estava bem definida. Como ele poderia, diante daquela dura realidade, assumir uma posição de liderança? Porque o propósito de Deus é soberano!

O nosso histórico só pode interromper a história que o Senhor tem para nós se permitirmos! O fracasso e o sucesso dependem de nossas escolhas!

Gálatas 6: 7 a 9: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia para a sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna. E não nos canse de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.”

Jesus morreu? Morreu! Foi injustiçado? Foi! Foi humilhado? Foi! Mas, ao terceiro dia, Ele venceu e ressuscitou!

Só é vencido pela morte quem não quer sair da sepultura! A situação pela qual você está passando não define quem você é, mas suas reações, sim!

Êxodo 3.10: Vem, agora, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito. Então, disse Moisés a Deus: Quem sou eu para ir a Faraó e tirar do Egito os filhos de Israel? Deus lhe respondeu: Eu serei contigo; e este será o sinal de que eu te enviei: depois de haveres tirado o povo do Egito, servireis a Deus neste monte.”

Quem tem respondido por você? Sua fé ou seu fracasso? Seu histórico de derrota ou sua história com Deus?

Não desista dos planos que Ele tem para a sua vida! Retome sua posição e vá à luta, porque maior do que este gigante que se levantou é aquele que habita em você!

Salmos 46.10: “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus...”

Isaías 1.19: “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.”

Lucas 1.9 e 10: “E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á.”

Não importa o que você pode, mas o que Ele pode através de você! Supere seus fracassos, levante, assuma sua posição e ande de acordo com os propósitos de Deus!

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Como romper limites?



2 Coríntios 6.11 a 13: “Para vós outros, ó coríntios, abrem-se os nossos lábios, e alarga-se o nosso coração. Não tendes limites em nós; mas estais limitados em vossos próprios afetos. Ora, como justa retribuição (falo-vos como a filhos), dilatai-vos também vós.”

Nós nascemos dependendo de cuidados. Enquanto crescemos, aprendemos a caminhar, a nos alimentar, a trabalhar... O problema é quando, mesmo depois de adultos, continuamos dependendo emocionalmente de pessoas e de situações.

João 5.1 a 9: “Passadas estas coisas, havia uma festa dos judeus, e Jesus subiu para Jerusalém. Ora, existe ali, junto à Porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco pavilhões.Nestes, jazia uma multidão de enfermos, cegos, coxos, paralíticos esperando que se movesse a água. Porquanto um anjo descia em certo tempo, agitando-a; e o primeiro que entrava no tanque, uma vez agitada a água, sarava de qualquer doença que tivesse.

Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos. Jesus, vendo-o deitado e sabendo que estava assim há muito tempo, perguntou-lhe: Queres ser curado? Respondeu-lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; pois, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. Então, lhe disse Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar. E aquele dia era sábado.”

Para aquele paralítico, não eram somente 38 anos de enfermidade, mas 38 anos de abandono, porque ele não tinha ninguém para colocá-lo no tanque.

Aquele rapaz havia assumido sua condição de enfermo de tal forma, que não chegou a identificar em Jesus Cristo a solução dos seus problemas. Diante da possibilidade de ser curado, em vez de dizer “eu quero”, ele apresentou seus fatores limitantes: “Eu não tenho ninguém para me ajudar!”.

Quando você espera em homens, você não consegue enxergar solução em Jesus Cristo, o único que pode te libertar e te salvar de tudo isso!

Não podemos mais permitir que o que nos falta seja um fator limitante em nossas vidas! “Eu não sou feliz porque não casei!”, “Eu não sou feliz porque não sou rico!”, “Eu não sou feliz porque não tenho filhos!”, “Eu não sou feliz porque não tenho determinado salário!”.... Não! Você não é feliz porque não quer ser! Os limites quem coloca somos nós!

Suas guerras só podem tirar sua alegria de viver se você permitir! Sofrer ou superar é uma questão de escolha, não de condição!

Você pode estar limitado na carne, mas, no espírito, você é livre! Pior do que cair é ficar prostrado! Não se curve mais aos seus problemas! Ande pela fé!

Em vez de se entregar ao desespero, entregue sua vida nas mãos do Senhor! Todas as mudanças requerem: decisão, posicionamento e determinação! Ou seja, dependem de você!

Não deixe que as situações de dificuldade que você enfrentou serem as justificativas da sua desistência, da sua amargura, da sua mágoa ou da sua destruição! Renove-se no Senhor, porque Ele tem planos superiores!

Nos momentos de perda, Ele tem restituição! Nos momentos de tristeza, uma alegria sem explicação! Nos momentos de incompreensão, a paz que excede todo o entendimento! Nos dias de luto, um consolo inexplicável! Nos dias de solidão, a presença d’Ele!

Peça para que o Senhor abra seus olhos, para que você enxergue nestas situações de crise oportunidades para realizar o que nunca foi realizado e vencer o que nunca foi vencido!

Renascer em Cristo é despertar para uma nova vida é destruir as pontes que nos ligam ao passado! É buscar ser o seu melhor a cada dia! É ser livre para crer e alçar voos altos!

domingo, 9 de maio de 2021

Pronta para o que der e vier!


Marcos 25.1 a 13: “Então, o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram a encontrar-se com o noivo. Cinco dentre elas eram néscias, e cinco, prudentes. As néscias, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo; no entanto, as prudentes, além das lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas. E, tardando o noivo, foram todas tomadas de sono e adormeceram.

Mas, à meia-noite, ouviu-se um grito: Eis o noivo! Saí ao seu encontro! Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. E as néscias disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão-se apagando. Mas as prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outras! Ide, antes, aos que o vendem e comprai-o. E, saindo elas para comprar, chegou o noivo, e as que estavam apercebidas entraram com ele para as bodas; e fechou-se a porta.

Mais tarde, chegaram as virgens néscias, clamando: Senhor, senhor, abre-nos a porta. Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora.”

Eu tenho uma nécessaire em casa com tudo o que eu preciso. Como a gente sempre faz viagens curtas por conta das ministrações, conferências e simpósios, eu preciso sempre estar pronta.

A minha nécessaire sempre está organizada, com shampoo, sabonete, desodorante... Quando terminamos os eventos, eu chego em casa, faço uma lista do que eu preciso repor e providencio tudo.

Se você chegar agora e falar: "Bispa, vamos viajar!". Em 10 minutos, eu estou pronta! Eu estou sempre preparada para onde Deus quiser me levar.

O quanto você está preparada para viver as promessas de Deus?

Nós acabamos de ler a Parábola das 10 Virgens. Todas queriam muito a festa de casamento. Os preparativos começaram, mas cinco delas acabaram relaxando com o tempo.

Quando o noivo apareceu, elas não estavam prontas. Não tinham azeite para acender suas lâmpadas.

Sabe, além de levar azeite para colocar nas lâmpadas, elas tinham de levar azeite extra em outra . Dessa forma, elas tinham uma reserva para enxergar o dia em que o novo as visitaria.

Qual dessas virgens é você? Você está no grupo das sábias ou das néscias? Você tem objetivos? Você desenvolveu alguma estratégia para alcançá-los?

Em 2014, nós vimos o Brasil perder a Copa do Mundo, porque nossos atletas não estavam preparados. Nós, torcedores, amargamos e choramos a derrota. Uma grande oportunidade foi perdida! Imagina que lindo seria se o Brasil levasse o hexa no ano em que nós sediamos a Copa?

Como dizia minha avó: Não adianta chorar pelo leite derramado, mas adianta ficar atento enquanto o leite esquenta para que ele não se derrame! Pior do que perder o leite é ter de limpar a sujeira do fogão!

Como você esta se preparando para viver os últimos meses deste abo? Como você esta se preparando para passar essa semana?


Se você buscar ao Senhor, orar, jejuar e meditar na palavra, serão os melhores da sua vida! 

O preparo espiritual é fundamental para todas as áreas da nossa vida!

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Uma mãe de fé



1 Samuel 1.11: “E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao SENHOR o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.”

Ana tinha tudo para viver um sonho de amor... Mas se deixou levar pela frustração de não poder ter filhos. Seu marido, Elcana, acabou se casando com outra mulher – o que era permitido por lei, quando a primeira esposa não podia engravidar.

Esta segunda esposa, Penina, teve vários filhos e, por conta disso, acabava humilhando e provocando Ana, que, mesmo sendo amada incondicionalmente pelo marido, mergulhou em um mar de depressão.

Certo dia, Ana foi ao tabernáculo e orou a Deus de uma maneira diferente, não mais pedindo um filho para si, mas para entregá-lo ao Senhor.

Depois daquele voto, Deus lhe concedeu seu sonho, e ela se tornou mãe, não só de um, mas de outros filhos. Sendo que o primeiro de seus sete filhos, o qual ela realmente entregou para que servisse no templo, em cumprimento ao voto que fizera. Samuel foi um grande profeta e sacerdote. Foi ele quem ungiu Davi rei de Israel.

O que fez tudo mudar?

Ana se sentia frustrada, infeliz e sem perspectivas de futuro. Suas expectativas em relação à maternidade não se cumpriram no tempo que ela esperava, nem do jeito que ela queria. Ela passou a ter pensamentos terríveis sobre si e sobre o Senhor.

Ela precisava vencer tudo isso, inclusive as provocações pelo fato de ser estéril. Tinha que vencer a si mesma e derrotar a esterilidade de uma maneira definitiva. Tinha que vencer a depressão e a amargura. Ela precisava parar de servir aos seus problemas e passar a servir a Deus.

Ana deu a volta por cima quando:

1- Experimentou o poder da oração

Ela chegou à presença de Deus humilhada, deprimida e desiludida. Ela se sentia tão sozinha e sem valor, que mais do que um filho, naquele momento, ela precisava sentir que tinha um Deus. Um Deus que a acolhesse, a amasse, a ouvisse, que enxugasse suas lágrimas, que a fizesse sentir que sua vida, apesar das sentenças contrárias, tinha um propósito.

Ela precisava crer que, acima de todos os seus fracassos, existia um Deus que não se enganou ao criá-la. Talvez, naquele momento, ela já nem acreditasse mais que o Senhor a ouviria, depois de tanto tempo sem resposta, mas seria sua última tentativa.

Ao se derramar em oração na presença de Deus, com sinceridade, o Senhor tirou o peso de seus ombros e lhe encheu de esperança. Ela não saiu gravida de um filho, mas gravida da promessa. Uma promessa que nunca poderia falhar.

2- Aprendeu a desejar para Deus e experimentou o poder de um voto

Durante a oração, Ana percebeu que, até então, desejava ter um filho para não ser mais chamada de estéril, para que seu marido não se casasse com outra, para não ser humilhada, para se sentir completa, para esfregar na cara de todos que falaram mal dela, para ser valorizada... Entretanto, nenhuma dessas razões abriu os céus e o foi chave para o milagre.

Conduzida pelo Espírito Santo – ciente da necessidade que a Casa do Senhor tinha de ter um sacerdote que sucedesse Eli – ela desejou um filho para entregar a Deus, para esta obra.

Quando fez este voto na presença do Senhor, sua sorte mudou. Por meio do seu voto, Ana entrou em aliança com Deus, ou seja, tudo que era d´Ele passou a ser dela também, gerando vida, bênção e graça.

Onde Deus está, não há aridez ou esterilidade, mas há vida abundante.

3- Cumpriu o voto e, por esse motivo, recebeu além do que pediu, pensou ou imaginou

Mais tarde, ao cumprir seu voto e levar Samuel, ainda criança, para ser criado pelo sacerdote Eli, Ana adora ao Senhor em oração.

O voto que supre a Casa de Deus, em primeiro lugar, quebra as palavras contrárias sobre nossas vidas, traz uma fertilidade não conhecida; assim como nos faz viver maravilhas, ou seja, o que não poderia existir em nossas vidas de manifesta.

1 Samuel 2.1 e 2: “Então, orou Ana e disse: O meu coração se regozija no SENHOR, a minha força está exaltada no SENHOR; a minha boca se ri dos meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. Não há santo como o SENHOR; porque não há outro além de ti; e Rocha não há, nenhuma, como o nosso Deus.”

1 Samuel 2.21: “Abençoou, pois, o SENHOR a Ana, e ela concebeu e teve três filhos e duas filhas; e o jovem Samuel crescia diante do SENHOR.”

O voto traz à existência o que não existe e nos faz mais que vencedoras.

Seja uma mulher-chave como Ana e libere bênçãos do céu com atitudes espirituais, como o voto!

Pense nisso!

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Quando os maus se dão bem


Salmo 73.2 a 25: “Quanto a mim, porém, quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem os meus passos. Pois eu invejava os arrogantes, ao ver a prosperidade dos perversos. Para eles não há preocupações, o seu corpo é sadio e nédio. 

Não partilham das canseiras dos mortais, nem são afligidos como os outros homens. Daí, a soberba que os cinge como um colar, e a violência que os envolve como manto. Os olhos saltam-lhes da gordura; do coração brotam-lhes fantasias. Motejam e falam maliciosamente; da opressão falam com altivez.

Contra os céus desandam a boca, e a sua língua percorre a terra. Por isso, o seu povo se volta para eles e os tem por fonte de que bebe a largos sorvos. E diz: Como sabe Deus? Acaso, há conhecimento no Altíssimo? Eis que são estes os ímpios; e, sempre tranqüilos, aumentam suas riquezas. Com efeito, inutilmente conservei puro o coração e lavei as mãos na inocência. Pois de contínuo sou afligido e cada manhã, castigado. Se eu pensara em falar tais palavras, já aí teria traído a geração de teus filhos. Em só refletir para compreender isso, achei mui pesada tarefa para mim; até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles.

Tu certamente os pões em lugares escorregadios e os fazes cair na destruição. Como ficam de súbito assolados, totalmente aniquilados de terror! Como ao sonho, quando se acorda, assim, ó Senhor, ao despertares, desprezarás a imagem deles. Quando o coração se me amargou e as entranhas se me comoveram, eu estava embrutecido e ignorante; era como um irracional à tua presença. Todavia, estou sempre contigo, tu me seguras pela minha mão direita. Tu me guias com o teu conselho e depois me recebes na glória. Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em quem eu me compraza na terra.”

Esse Salmo parece até uma oração sua, não é mesmo? É como se sua missão na terra fosse viver fracasso atrás de fracasso.

E o que você faz? Começa a se comparar com os outros. Você olha para o lado e vê gente ruim, gente mentirosa, gente corrupta, gente que trai e gente que não se importa com Deus se dando muito bem! São felizes, cheios de amigos e, aparentemente, bem-sucedidos!

Agora, se existe alguém que deu errado, esse alguém é você! Logo, vêm aqueles pensamentos que te deixam ainda mais para baixo: “Olha sua situação financeira!”, “Você tem 40 anos e ainda não casou!”, “Seu chefe te trata como lixo!”, “Você é horrível, por isso, ninguém te quer!”...

E, para piorar ainda mais a situação, vem aquele parente que nunca fala com você, mas faz questão de tocar na ferida e ainda tirar sarro da sua fé: “Pelo jeito, ir para a igreja não está dando muito certo para você, não é mesmo? Acho que seu Deus está de férias, e férias prolongadas!”.

Talvez, você até esteja dependendo de pessoas assim. “Já que seu Deus não te ajudou, eu vou te ajudar!”.

Eu sei que você está desgastado, confuso, indignado... mas não se deixe abater. Tudo isso acontece para você se afastar de Deus.

O diabo não quer o seu dinheiro, ele quer seu coração, quer sua adoração, quer sua vida! A guerra espiritual também é uma guerra por territórios. E, caso você ainda não tenha percebido, o território que Satanás e seus demônios querem ocupar é você mesmo. Por quê? Porque eles são espíritos. Eles precisam de um corpo para se manifestarem aqui na terra.

Eles pressionam, rodeiam e querem te fazer acreditar que seu trabalho Senhor é em vão.

Sabe, o ouro só tem valor quando ele é purificado. A prata e as pedras preciosas, quando são lapidadas. Os valores das pessoas estão em superar, em vencer e em não se abandonarem. Toda essa situação vem para que você se convença de que você é um derrotado, que você não tem jeito e que nada, absolutamente nada, vai dar certo. Esses espíritos malignos querem que você acredite que estar com Deus só piora sua vida!

Hoje, eu quero deixar um conselho: Não procure em Deus a culpa pelas suas calamidades, busque a solução!

Davi estava todo atrapalhado! Ele olhou para os lados viu reis, príncipes e servos maus felizes e com seus trabalhos prosperando.

Sabe, ficar olhando para o lado não te ajuda! Olhe para cima, o seu socorro vem de lá! Olhar para o Senhor nos traz paz e descanso. Essas pessoas que estão se “dando bem”, na verdade, estão em um local escorregadio.

Se você não consegue acreditar nisso, olhe para a situação do Brasil. Meu Deus do céu! Pessoas que foram consideradas milionárias e poderosas estão presas ou falidas.

Não viva mais em função dos outros. Viva para o Senhor! Faça d’Ele o Seu foco, o Seu apoio, a Sua vida! Assim como fez com Davi, Ele vai renovar suas forças!

Não se contamine com falatórios. Sabe, o que as pessoas falam mal de você tem a ver mais com elas do que com você! Deus não te criou para ser um derrotado, porque Ele não é derrotado. Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus.

Busque ao Senhor, faça um voto, vá à igreja e clame para que Ele Te tire dessa morte, dessa cova, dessa fornalha de pensamentos, desse furacão de opiniões e desse clima pesado.

Na Casa do Senhor, você vai receber o poder libertador de Cristo. Ele veio para trazer um alívio aos corações e anunciar um tempo de justiça.

Se você entregar sua vida para Jesus, você vai encontrar forças para passar pelo dia mau, sem perder a alegria, a fé, a saúde e a esperança.


 Pense nisso!

terça-feira, 4 de maio de 2021

Sete bons motivos para você não desistir!


Sabe, tem dias que parece que todo o amor do mundo desapareceu. Você fica triste, desconectado dos outros, de si mesmo e até de Deus. Parece que tudo o que você viveu foi uma grande mentira, que nunca ninguém ligou para você e, agora, a fonte do amor, que existia dentro de você, secou.

É como se tivessem te colocado no fundo de um poço, um lugar onde nada faz sentido e a única saída é a morte!

Mas, espere um pouco! Você não vai cair nessa, não é mesmo? Você está entrando em uma “pegadinha” do inferno. Pare agora e comece a clamar pelo amor de Jesus! Faça como aquele cego no caminho de Jericó. Mesmo que haja uma multidão de sentimentos e situações que queiram te separar do amor de Deus, não deixe de clamar para que Ele te cure, para que abra os seus olhos e você consiga enxergar o que realmente Ele tem para você.

Em Oseias 4.6, o Senhor fala que seu povo perece por falta de conhecimento – conhecimento de Deus e de Sua Palavra. Quem realmente conhece Deus e Sua Palavra sabe que não está largado no mundo, tem consciência do valor que possui.

Agora, eu vou mostrar para você, na Palavra de Deus, como Ele nos ama. E, se Ele nos ama, só pode vir do inimigo essa sensação de solidão. São sentimentos malignos que vêm para nos roubar e nos destruir.

Você sabia que desmerecer o que Deus valoriza também é pecado? Se você abrir seu coração para que esta palavra frutifique, em nome de Jesus, você vai viver uma grande libertação.

Nas passagens bíblicas a seguir, vou te mostrar o que Deus pensa sobre você. São sete bons motivos para você seguir em frente:

1- Deus te criou à sua imagem e semelhança (Gênesis 1.27)

Você acha pouco? Ele não fez isso nem com os anjos.

2- Jesus te ama e deu a vida por você (João 3.16 e Gálatas 1.4)

Não existe prova maior de amor. Com esta atitude, Ele mostrou que sua vida vale mais do que qualquer frustração.

3- Deus te criou para que você domine e reine (Gênesis 1.28)

Então, peça para o Espírito Santo visão e força para que, em nome de Jesus, você domine e não seja dominado por nenhuma situação. Deus te dará condições para que você administre todas as situações e que você possa usufruir de suas conquistas, ao lado de quem você ama.

4- Jesus nos deixou seu Espírito Santo para que, do nosso interior, fluíssem rios de água viva. (João 7.38)

O Espírito Santo ficou conosco para que aprendêssemos a nos amar, amar a Deus e amar a todos.

5- Deus trabalha em nós, pois deseja que sejamos embaixadoras do Céu na Terra (2 Coríntios 5.20)

6- Se Deus já entregou seu próprio filho, nos dará todo o resto (Romanos 8.32)

7- Deus nos garantiu proteção:

O Senhor dá ordem aos anjos ao nosso respeito (Salmo 91). Quando fazemos d´Ele a nossa segurança, mil cairão ao nosso lado, 10 mil à nossa direita, e nada nos atingirá (Salmo 91.7).

Ele nos entregou também: vestes da verdade, a couraça da justiça, os sapatos que nos levam a Cristo, o escudo da fé, o capacete da salvação, e a espada do Espírito (Efésios 6).

Esta é a verdade ao nosso respeito! Será que não está na hora de fazer uma reavaliação? Em Jesus Cristo, a despeito de todas as dificuldades que se levantam na nossa caminhada, somos mais que vencedores.


Pense nisso!

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Até quando?


Hoje, eu quero deixar uma mensagem especial para vocês com base na história de Ana, mãe do profeta Samuel.

Ana era uma mulher estéril, que, apesar de muito amada e honrada pelo marido, sofria muitas afrontas e humilhações.

Para vocês entenderem a dimensão das dificuldades que ela enfrentava, vou explicar como funcionava naquela época. Quando o homem se casava com uma mulher estéril, para poder dar continuidade à família, ele poderia ter outra mulher... Nem preciso dizer que foi assim com Ana, não é mesmo?

Ana ia para à Casa do Senhor e sempre chorava, por causa das humilhações que sofria... De ver a outra oferecer a seu marido tudo o que ela não podia... Em vez de se alegrar com o  amor incondicional que tinha por parte do marido.

Sabe, queridos, é muito complicado você passar por uma situação de solidão, ou de miséria, ou de tristeza, e, ainda, ter que conviver com pessoas que estão vivendo o oposto: estão com o carro do ano, casadas e sempre com um sorriso no rosto. Parece que Deus, literalmente, se esqueceu de você! 

Isso é uma grande mentira. Você está tendo uma visão muito superficial das coisas. Tem gente que trocaria todo o dinheiro que possui para ser como você! Para ter o que você tem, sabia disso? Para ter a mãe que você tem, o pai que você, o filho que você tem, a saúde que você tem...

Ficar se comparando aos outros não resolve seu problema! Cada um tem uma missão na terra. Mesmo a outra podendo ter filhos, Ana era a favorita! Era mais honrada e amada!

Posso falar uma coisa? Talvez, vocês fiquem chocados, mas Ana sofria, porque não tinha fé. Essa era a fonte dos problemas!

Na verdade, ela nunca enxergou que, na Casa de Deus, ela poderia encontrar o caminho do milagre. Ela achava que não adiantava orar. Sabe quando você só frequenta, mas não ouve a palavra? Entra e sai do culto, do mesmo jeito? Só bate cartão na igreja?

Quantas vezes, Ana orou para que Deus desse a ela um filho? Quantas vezes, ela não orou para que seu marido não precisasse casar com outra? Quantas vezes, ela não orou para engravidar primeiro? Mas sabe o que aconteceu? A outra teve mais de um filho, e Ana? Nada!

O maior erro dela foi não enxergar o lugar da bênção! Apesar de ir à igreja, ela não enxergava que, por meio da boca do profeta, ou por meio de uma comunhão profunda com Deus, ela poderia achar o caminho da vitória.

Quantas vezes você vai à igreja, tem uma religião, mas carrega dor, mágoa e frustração, porque Deus não te atende? Parece que Deus ouve a oração de todos, mas não presta atenção na sua. Isso é mentira!!!

Posso ser sincera? Você se chateou, porque Deus não te atendeu na hora que você achou que Ele tinha que atender! Por causa disso, você deixou de orar, e perdeu a fé. Você deixou o inimigo roubar uma arma poderosa de vitória para a sua vida. Quem desiste, no meio do caminho, é perdedor!

Você parou de louvar, de fazer votos no altar, porque Deus não atendeu as suas expectativas. Mas sabe de uma coisa? Nós somos aqueles que, pela perseverança, alcançamos a promessa!

Em Hebreus 10, está escrito que Deus não se agrada daqueles que retrocedem. O inimigo quer que nada seja completo na sua vida. Ele quer você vá à igreja, mas sem fé. Ele quer que você vá à igreja, e não se abra para receber a palavra profética.

Quer entender melhor? Leia comigo Hebreus 10.35 a 39: “Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.”.

Em nome de Jesus, você vai ficar firme. Você vai voltar para a Casa do Senhor, mas vai para sair, verdadeiramente, transformado. Comece este mês de uma forma diferente!

Creia no Senhor e estará seguro, creia nos profetas e prosperareis! Não dá mais para ficar do jeito que você está! Em vez de se lamentar, louve. Em vez de reclamar, clame ao Senhor. A oração do justo muito pode em seus efeitos. Uma palavra pode mudar o rumo da tua vida.

Ana viveu um grande milagre, quando entendeu isso. Ela não teve somente um filho, teve Samuel, um dos maiores profetas da história da Bíblia.

Pense nisso!

domingo, 2 de maio de 2021

O que eu faço com toda essa inquietação?


Mateus 6.25 a 34: “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?

Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?

Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam.

Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?

Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”

Não tem como ter uma fé perseverante sendo ansioso! A ansiedade traz inquietação. Quando uma pessoa está inquieta, nada está bom, nada a satisfaz. Ela chega até a ficar agressiva, descontrolada, ou seja, torna-se uma presa fácil, nas mãos do inimigo.

Uma das leis de guerra mais conhecidas entre os leões nos deixa uma verdadeira lição. Vou explicar como funciona! No período da noite, o leão dá um rugido tão forte, que chega a causar ataque do coração nos outros animais. Os animaizinhos menores ficam assustados, com aquele barulho, que chega até a trepidar o chão. Eles saem de suas tocas, mas mal imaginam que as leoas estão à sua espera, em uma posição estratégica para devorá-los.

Aquele desespero, aquele medo e aquela ansiedade os fazem perder a noção do ataque. O desejo de fugir os levou para a morte! Da mesma forma acontece conosco! Em Provérbios 19.2, está escrito: Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado”.

Existem pessoas que preferem se entregar à depressão, em vez de dar um passo de fé. Preferem mergulhar no próprio choro, a mergulhar nas águas curadoras de Jesus Cristo.

Existem pessoas que perdem oportunidades de emprego por causa da ansiedade. Já começam a se desesperar, na entrevista, principalmente, quando ficam sabendo da jornada de trabalho e das exigências. Em vez de ficarem felizes, já estão pensando no estresse e no cansaço que vão sentir! Calma, você nem começou ainda! O mesmo Deus que abriu essa porta vai renovar suas forças.

A ansiedade impede que a gente viva o hoje e não nos ajuda a viver o amanhã.

Quem é ansioso não consegue perseverar, não consegue ter paz e é inconstante em todas as coisas. Dá um passo pra frente e dois para traz!

A ansiedade é uma opressão que nos impede de crer em Deus. É um espírito aprisionador e paralisador.

Algumas pessoas, por ansiedade, comem tudo o que veem pela frente, e acabam com a aparência e a saúde prejudicadas. E o problema? Continua onde está. Só que, agora, em vez de um, você acumula vários outros problemas: baixa autoestima, hipertensão, problemas de pele, indisposição...

Já outras, por ansiedade, estouram o cartão de crédito, com roupas e sapatos que nunca vão usar.

Existem muitas que, pela ansiedade, não comem nada! Essa obsessão de ficar magra, da noite para o dia, está prejudicando o seu desempenho, o seu humor e sua saúde. O que adianta ser magra, sem saúde?

Se você sofre de ansiedade, eu quero te deixar um conselho: Descanse no Senhor!

Salmo 37: 5 “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.”

Quando a ansiedade vier, como uma onda para te afogar – como aqueles caldos que a gente leva na praia que nos deixa atordoados, sem ar – você vai lançá-la ao Senhor!

Todas as situações que têm te abatido e te preocupado, você vai colocar diante de Deus, em oração, e vai pedir sabedoria, forças e paz, para lidar com todas elas.

Lembre-se: se você quer viver promessas, é necessário perseverar! Cheio de ansiedade, você não chegará a lugar algum!

 Lance sobre Ele toda a ansiedade, peça para o Senhor renovar suas forças e siga em frente, sem medo de ser feliz!



Pense nisso!