Páginas

quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

Será do jeito e no tempo d'Ele!


João 11.34 a 42: “E perguntou: Onde o sepultastes? Eles lhe responderam: Senhor, vem e vê! Jesus chorou. Então, disseram os judeus: Vede quanto o amava.

Mas alguns objetaram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer que este não morresse? Jesus, agitando-se novamente em si mesmo, encaminhou-se para o túmulo; era este uma gruta a cuja entrada tinham posto uma pedra.

Então, ordenou Jesus: Tirai a pedra. Disse-lhe Marta, irmã do morto: Senhor, já cheira mal, porque já é de quatro dias. Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se creres, verás a glória de Deus? Tiraram, então, a pedra.

E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou porque me ouviste.  Aliás, eu sabia que sempre me ouves, mas assim falei por causa da multidão presente, para que creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isto, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora!

Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir.”

Para que o milagre aconteça em sua vida, você precisa entender que, mesmo que não seja na sua hora, mesmo que não seja do seu jeito, mesmo que você tenha sofrido, mesmo que você tenha sentido dores, o Senhor cumprirá os Seus propósitos.

Depois que Lázaro morreu, Jesus levou quatro dias para chegar ao local. Fazia quatro dias que aquela casa estava de luto e em prantos.

As duas irmãs daquele homem, Marta e Maria, tinham o mesmo questionamento: “Se o Senhor tivesse chegado antes, Lázaro não teria morrido. Se o Senhor tivesse chegado antes, nós não estaríamos aqui com esta tristeza profunda!”. 

Eu fico imaginando que elas também pensaram que Jesus poderia ter pelo menos chegado no momento da morte de Lázaro para, pelo menos, consolar toda a família.

Naquele momento, o que restava para elas? Colocar uma pedra naquele túmulo. Mas Jesus veio com uma palavra surpreendente: “Remova a pedra!”. É exatamente isso o que Ele te fala hoje: “Tire a pedra daquilo que tem te amargurado!”, “Tire a pedra desta mágoa!”, “Tire a pedra deste sofrimento!”, “Tire esta pedra da falta de perdão!”.

Talvez, você esteja pensando: “Não é uma boa ideia! Eu vou ter que expor tudo o que está podre dentro de mim!”.

Marta e Maria não queriam que aquela pedra fosse removida, mas Jesus insistiu: “Tire-a!”.

O sobrenome que o inferno quer te dar

Marta era conhecida como a irmã do defunto. Como você é conhecido? Qual é a referência que as pessoas têm ao seu respeito. Talvez seja: a fulana que perdeu o filho, a sicrana que foi abandonada pelo marido, a beltrana que vive doente...  Marta escolheu assumir o sobrenome “irmã do defunto”.

Sabe, querido, enquanto você tiver liga com a morte, de tal forma que ela passe a fazer parte do seu nome,você, automaticamente, ignora a voz de Deus. Você deixa de cadastrar e registrar vontade d'Ele.

Jesus havia falado: “Se você crer, você verá a glória de Deus.”. Mas ela questionava: “Vou crer como? Meu irmão está morto! Já era. O que está feito está feito!”.

Eu imagino que ela deveria ter pensado: “Esta palavra não é para mim. Deve ser para alguém que tem algum tipo de esperança! Eu não tenho nenhuma!”.

Ela tinha que tirar a pedra do coração e entender que Jesus estava por perto, e que estava tudo o sob o controle d'Ele. 

Tire a pedra!

Sabe, a minha oração é para que os olhos do seu entendimento sejam abertos e que você sinta a presença do Senhor.  Mesmo que você não veja, existem anjos ao seu redor.

Se você remover essa pedra, se você se abrir para ser limpo de toda essa podridão que está te matando por dentro, você verá a glória de Deus.

Maria e Marta não presenciaram o milagre da cura, mas um milagre de ressurreição. E elas ressuscitaram também.

A minha oração é para que você viva  esta ressurreição e a palavra de Isaías 61.3. Que você tenha uma coroa, em vez de cinzas; óleo de alegria, em vez de pranto e veste de louvor, em vez de um espírito angustiado. Que você seja plantado para a glória do Senhor.

1 Coríntios 6.14: “Por seu poder, Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará.”

Eu quero finalizar este post com o louvor "Plano Melhor", do Renascer Praise 5. Essa canção sempre me ministra e tem tudo a ver com a mensagem que eu quero passar para vocês hoje: 


Pense nisso! 

terça-feira, 28 de dezembro de 2021

Vencendo o mal com o bem


1 Samuel 24.1 a 10: “Tendo Saul voltado de perseguir os filisteus, foi-lhe dito: Eis que Davi está no deserto de En-Gedi. Tomou, então, Saul três mil homens, escolhidos dentre todo o Israel, e foi ao encalço de Davi e dos seus homens, nas faldas das penhas das cabras monteses. Chegou a uns currais de ovelhas no caminho, onde havia uma caverna; entrou nela Saul, a aliviar o ventre. Ora, Davi e os seus homens estavam assentados no mais interior da mesma.

Então, os homens de Davi lhe disseram: Hoje é o dia do qual o SENHOR te disse: Eis que te entrego nas mãos o teu inimigo, e far-lhe-ás o que bem te parecer. Levantou-se Davi e, furtivamente, cortou a orla do manto de Saul. Sucedeu, porém, que, depois, sentiu Davi bater-lhe o coração, por ter cortado a orla do manto de Saul; e disse aos seus homens: O SENHOR me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, isto é, que eu estenda a mão contra ele, pois é o ungido do SENHOR.

Com estas palavras, Davi conteve os seus homens e não lhes permitiu que se levantassem contra Saul; retirando-se Saul da caverna, prosseguiu o seu caminho. Depois, também Davi se levantou e, saindo da caverna, gritou a Saul, dizendo: Ó rei, meu senhor! Olhando Saul para trás, inclinou-se Davi e fez-lhe reverência, com o rosto em terra. Disse Davi a Saul: Por que dás tu ouvidos às palavras dos homens que dizem: Davi procura fazer-te mal? Os teus próprios olhos viram, hoje, que o SENHOR te pôs em minhas mãos nesta caverna, e alguns disseram que eu te matasse; porém a minha mão te poupou; porque disse: Não estenderei a mão contra o meu senhor, pois é o ungido de Deus.”

Saul era um rei rico, poderoso e que tinha à disposição um exército vencedor. Ele estava perseguindo Davi, que, na época, contava apenas com o apoio de homens endividados, angustiados e que corriam perigo.

Quem era Davi perto do grande rei Saul? O que Davi tinha que justificasse tanto ódio?

Saul sabia que Davi tinha algo que ele não tinha; alias, que tinha, mas acabou perdendo. Eu estou falando da bênção de Deus. Isso foi o suficiente para despertar uma inveja mortal.

Sabe, você pode ter o casamento perfeito aos olhos humanos. Sua esposa e você podem ser saudáveis e ter o emprego dos sonhos. Seus filhos podem ser os mais inteligentes e os mais lindos, mas, se sua família não tiver a bênção de Deus, o destino de vocês será a ruína.

Apesar de todos os aspectos humanos, nada garantiria que o reinado de Saul seria inabalável. Ele, então, foi tomando por aquele espírito de inveja e dedicou sua vida a destruir Davi.

O jogo virou...

Depois de tantos anos fugindo da ira do rei, o jogo, simplesmente, virou! Certo dia, Saul entrou exatamente na caverna em que Davi e seus homens estavam, para aliviar o ventre. Era a oportunidade perfeita de Davi acabar, de uma vez por todas, com aquela perseguição. Até torcida ele tinha: “Finalmente, Davi! Você será livre! Mate-o! Aproveite a oportunidade!”.

Sabe, pior do que sofrer na mão de um invejoso é ter a mesma atitude que ele teria. Matando Saul, Davi se igualaria a ele.

Quando agimos como os invejosos, abrimos um espaço espiritual para que aquele mesmo espírito que está agindo neles entre nas nossas vidas.

Ao fazer a justiça com as próprias mãos, nos machucamos duas vezes, porque, além de sermos agredidos pelas atitudes dos outros, acabamos traindo os valores que nós tanto defendemos. É o mesmo que se auto-sabotar.

Ao se igualar a eles, você se degrada de tal forma, que acaba matando todas as promessas de Deus, porque quem é tomado por um espírito maligno não tem limites para o mal!

Davi tinha consciência de que matar Saul não o colocaria na rota do reinado: “Não vou matar Saul porque ele é ungido de Deus. O Senhor tinha um propósito para ele. Se eu matá-lo assim como ele quer me matar, eu nunca chegarei ao reinado. Matá-lo seria o mesmo que abrir as portas para aquela malignidade que o encheu de ódio entrar na minha vida. Se eu matá-lo, vou perder a bênção de Deus e o lugar que Ele tem para mim!”.

Sabe qual foi a escolha de Davi? Vencer o mal com o bem e não ceder às pressões!

Quando vencemos o mal com o mal, nos traímos: “O que eu virei? Não aguentei a pressão da perseguição! Não aguentei a pressão daqueles que estavam ao meu redor! E agora? O que vai sobrar pra mim?”.

Davi confiou naquele que o ungiu. Sabe o que você vai fazer no meio desta perseguição? O que está em Salmos 37.5: “Entrega o Teu caminho ao Senhor; confia n’Ele, e o mais, Ele fará!”.

Quem disse que Davi não saiu daquela situação vitorioso? Ele mostrou, na frente de todos, o pedaço do manto de Saul e disse: “Olha! Eu poderia tê-lo matado, mas não o fiz!”. Todos viram que Davi era mais nobre do que o rei Saul!

Este era o caminho da soberania que Deus tinha preparado para Davi. Sua nobreza e fé sempre vão te colocar em honra! A tua escolha de agradar ao Senhor e não ceder às pressões é o que vai garantir a tua vitória. A tua escolha de vencer o mal com o bem não te frustrará!

No tempo certo, Davi assumiu o reinado, e Saul teve o fim que ele mesmo semeou.


Pense nisso! 

segunda-feira, 27 de dezembro de 2021

Quando perdemos quem amamos...


Hoje, eu quero te convidar a meditar no livro de Rute. É um verdadeiro exemplo de restauração e restituição familiar!

Um dos maiores desafios que temos de enfrentar é a morte ou a separação! Acontece de repente... De manhã, você tem por perto e, à noite, não tem mais! É perder e perder para sempre... Nunca mais!

É, de repente, amanhecer cheio de saúde e anoitecer cego, paraplégico, sem família, sem marido, sem esposa, sem pai, sem mãe, sem o filho, que morreu em um acidente, sem a filha, que decidiu tirar a própria vida!

A Bíblia não nos mostra quanto tempo duraram as perdas de Noemi e muito menos como elas aconteceram. Diz somente que, primeiro, morreu o marido e que, depois de 10 anos, morreram também os seus filhos, sem lhes terem dado nenhum neto. Ela, então, ficou ela sozinha, desamparada, sem filhos e sem marido!

Talvez, você não tenha perdido seu marido, sua esposa, seus filhos... mas está se sentido desamparado (a), sozinho (a), cheio (a) de amargura, assim como Noemi se sentiu...

Deus me ensinou que, neste tempo de dor, nós:

1- Não podemos nos entregar à depressão

Se não mudarmos de atitude, nada de novo virá. Precisamos nos dispor a voltar para o lugar que nos alimentava! Aquele lugar em que somos restaurados, resgatados da dor que sentimos e que podemos aprender a viver! Este lugar é a Casa do Senhor. É lá que nos alimentamos do pão da vida, que é Jesus (Jó 6.35). 

Sabe, eu aprendi que, não podemos controlar o que aconteceu com a gente, mas podemos escolher o que vamos fazer com tudo o que vivemos. 

Você pode escolher sofrer ou superar! Você pode escolher trilhar o caminho da dor ou o caminho do aprendizado! Você pode escolher ser a vítima ou o vencedor! 

2- Expor as feridas e nos abrir para a cura.

Em Efésios 4.31, o Apóstolo Paulo fala sobre a raiz de amargura; diz que se não a arrancarmos, ela vai crescer, tomar espaço dentro de nós e frutificar ódio, incredulidade, depressão, síndrome do pânico e outras enfermidades da alma!

Não passe por isso sozinho (a)! Busque ajuda, queira ser consolado (a) e abra o seu coração para o novo tempo. Foi isso que Noemi fez: levantou-se para ajudar sua nora a viver uma nova vida (Rute 3.1 a 5).

3- Precisamos ser uma bênção para os outros e para nós mesmos! (Gênesis 12.1 e 2)

Quando você se dispõe a ser um instrumento de Deus para abençoar a vida dos outros, para ensinar o caminho do Senhor, você para de procurar culpados, de se culpar, de se achar a pessoa mais injustiçada do mundo, de se comparar com os outros e passa a cumprir o seu chamado.

O Senhor, no Seu tempo, te honrará, quebrando todo o poder da morte e da perda. Ele mudará sua sorte na frente de seus olhos, trazendo à existência o que não existe e, ainda, te fará conhecida por todos como bendita do Deus vivo.

Quero finalizar este Pensamento com uma dica! Leia o livro de Rute. Não alimente mais o que pode matar seus sonhos e sua vontade de viver! 

Alimente-se da Palavra de Deus. Ela é carregada de verdades, de conselhos, de direcionamentos e de exemplos de superação!



Pense nisso!

domingo, 26 de dezembro de 2021

Eu perdoei, mas não consigo esquecer!


Falar sobre perdão é algo muito complexo. Mexe com feridas que ainda não cicatrizaram, traz dor e traz à memória situações mal resolvidas... Quem nunca passou por uma decepção? Quem nunca foi traído?

Até Jesus, um homem santo e irrepreensível, o Filho de Deus, o nosso resgatador... foi vítima da maldade e da injustiça humana.

Ser traído e enganado não são méritos de ninguém, mas o que diferencia uma pessoa de outra é a capacidade de perdoar!

As reações

Para muitos, o perdão é uma barreira intransponível. É como se fosse uma nódoa que fica impregnada em nós! É exatamente a partir desta nódoa que podem surgir muitas enfermidades, principalmente o câncer! “Que exagero, Bispa!”. Não é exagero! Isso é cientificamente comprovado.

Sentimentos reprimidos podem trazer outras doenças também, como alergias, asma, úlcera, hipertensão...

Talvez, você ache que a pessoa que te fez mal não mereça perdão, mas você merece ser liberto deste tormento! Você merece viver melhor! Você não merece ficar doente emocional e fisicamente por causa de alguém que só te fez mal! E é sobre isso que eu quero falar com vocês através deste post.

Eu quero provar que é possível dar a volta por cima e viver um novo tempo!

Para isso, vou usar como exemplo a história de José!

Sentindo na pele

José era o filho preferido de Jacó. Por isso, era tão odiado por seus irmãos.

Por que ele era tão amado? Vou explicar!

Jacó teve duas esposas, Lia e Raquel. Raquel era a esposa que ele mais amou. Com ela, Jacó teve dois filhos, José e Benjamim.

Por ser filho de sua esposa amada, Jacó tinha uma ligação muito forte com José. E Benjamim? Benjamim era o mais novo. Em seu parto, Raquel acabou falecendo.

Bom, voltando à história...

Por conta dessa predileção, os irmãos de José tinham muito ódio dele. Além dessa forte ligação com o pai, José tinha muitos sonhos. Em dois deles, inclusive, ele chegou a governar sobre os irmãos, que ao saberem do sonho, passaram a odiá-lo ainda mais!

José também era o “informante” de Jacó. Tudo o que os irmãos faziam de errado, ele contava para o pai. Como se já não bastasse, Jacó deu a José uma linda túnica de linho, deixando os outros filhos mais revoltados!

Cheios de inveja e ódio, eles planejaram a morte de José.

No dia em que o plano seria colocado em ação, eles levaram o rebanho do pai para muito longe. Preocupado, Jacó pediu para José ir atrás dos irmãos e trazer notícias.

Ao ver José de longe, a vontade de matá-lo aumentou. Os irmãos, então, o pegaram, arrancaram e rasgaram a túnica que ele havia ganhado do pai e o espancaram.

Sabe o que eles fizeram depois?  Lançaram José em um poço e fizeram um banquete!

A crueldade não acabou por aí...

Eles ainda queriam matá-lo, mas Judá convenceu a todos de que vendê-lo seria melhor. E assim o fizeram! José foi vendido para uma caravana de Ismaelitas que levava escravos para o Egito.

Mesmo passando por tudo isso, José nunca se esqueceu de Deus! Isso é muito forte! Sabe, existem tantas pessoas que se afastam de Deus por causa da maldade humana, por causa de erros humanos! Não podemos misturar as coisas... O fato de você ter sido traído não quer dizer que Deus te abandonou.

A hora da virada!

No Egito, o Senhor mudou a história de José! Ele passou por mais loucuras, enganações e acabou na prisão do Faraó, ou seja, sem perspectiva nenhum de futuro.

Como é bom saber que o nosso futuro pertence a Deus e que Ele está no controle da nossa vida!

Depois de um tempo, porque ele interpretou um sonho do Faraó, José foi levantado como Governador do Egito. Ele, simplesmente, foi o segundo homem mais poderoso da terra.

O primeiro filho!

Deus restituiu José de tal forma, que lhe deu dois filhos, Manassés e Efraim

Sabe o que quer dizer Manassés? Deus me fez esquecer de todos os meus trabalhos e de toda a casa do meu pai (Gênesis 41: 51)

Quem fez José esquecer? Deus!!!

A maior vingança é ser feliz sem precisar prejudicar os outros

Então, se você foi traído por pessoas que você amou, por pessoas que deviam te ajudar, por pessoas próximas que arrebentaram com sua vida – quando eu falo “próximas”, eu me refiro à família e melhores amigos mesmo –, clame a Deus: “Senhor, ajuda-me a esquecer tudo o que eu passei! Eu não quero achar que essa pessoa está feliz com a minha dor e que eu não posso ser feliz! Consola-me, derrame o Teu bálsamo sobre minha vida e me faça uma pessoa feliz! Senhor, como vingança, dê-me uma alegria tão grande, a ponto de eu achar que, assim como aconteceu com José, essa traição me levará para um lugar melhor!”.

Se você buscar ao Senhor, Ele vai derramar essa capacidade de perdoar!

Você, então, vai se reconciliar, primeiramente, consigo mesmo, porque sua sorte e sua alegria não vão depender mais daquele que te fez mal!

Se ele está bem, se ele está mal, não importa, porque você estará tão bem que é o seguinte: águas passadas mesmo!!!!!

Vai ser uma transformação tão grande que você vai achar que a história que você viveu é de outra pessoa!

O segundo filho!

Ao alcançar esse perdão, você dará à luz a Efraim. Sabe o que quer dizer Efraim? Deus me fez próspero na terra da minha aflição (Gênesis 41:52)

Você vai esquecer esse passado de dor, e Deus vai te honrar na terra da sua aflição!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

Jesus, o verdadeiro sentido do Natal


Isaías 9.1 a 7: “Mas para a terra que estava aflita não continuará a obscuridade. Deus, nos primeiros tempos, tornou desprezível a terra de Zebulom e a terra de Naftali; mas, nos últimos, tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, Galiléia dos gentios.

O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz. Tens multiplicado este povo, a alegria lhe aumentaste; alegram-se eles diante de ti, como se alegram na ceifa e como exultam quando repartem os despojos.

Porque tu quebraste o jugo que pesava sobre eles, a vara que lhes feria os ombros e o cetro do seu opressor, como no dia dos midianitas; porque toda bota com que anda o guerreiro no tumulto da batalha e toda veste revolvida em sangue serão queimadas, servirão de pasto ao fogo.

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.”

No capítulo 9, Isaías – um dos maiores profetas messiânicos – fala sobre uma situação de obscuridade. Os habitantes da região da Galileia, além do Jordão, foram oprimidos pelos midianitas. Eles estavam em uma situação deplorável, de escassez e sem esperança.

Assim, muitas vezes, é o nosso estado, não físico, mas espiritual. Muitas vezes, nos encontramos em um estado de dor, de tristeza, de destruição e de instabilidade interior. Estado em que nos sentimos desprezados, assim como Jesus Cristo na cruz do Calvário, onde Ele foi humilhado e agredido.

Os moradores daquela região estavam passando por uma situação, humanamente, irreversível, mas uma palavra profética foi liberada: “Haverá solução!”.

Por isso, hoje, você receberá luz! Uma luz transformadora! Uma luz que vai brilhar na sua vida, na sua casa, no seu trabalho... Uma luz que dará fim às trevas.

O abandono não existirá mais, porque o Messias te agasalhará e te levará para um novo tempo.

O jugo opressor, o que tem te massacrado, o que tem te colocado em uma cama de depressão, as palavras que te desestabilizaram e a rejeição não farão mais parte da sua vida. Não passarão de meras lembranças. Existe uma palavra liberada: “A luz vai ofuscar estas trevas!”.

Isso significa que, neste Natal, Jesus Cristo quebrará da sua vida tudo o que te impedia de ir além e vai iluminar os seus caminhos.

Isaías anunciou: “Um menino nos nasceu, um filho se vos deu!”. É o menino Jesus! Aquele que, no Natal, traz um significado para nossas vidas maior do que presentes e ceias fartas! O Natal é o nascimento de Jesus Cristo dentro de nós, porque, em Mateus 28, Ele disse: “Eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.”.

E o profeta messiânico continua: “E o Seu nome é Conselheiro!”. Ele vai te aconselhar e te conduzir ao caminho do amor e da vida!

“O nome d´Ele é Deus forte!”. É o Deus forte que está em 1 João 4.4: “...maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. ”. É o Deus forte que está em Hebreus 13.8: “Jesus Cristo, ontem e hoje, é o mesmo e o será para sempre.”. É o Deus forte que está em 2 Crônicas 32.8: “Com ele está o braço de carne, mas conosco, o Senhor, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear nossas guerras...”.

Ele é indestrutível, inabalável e imutável. É o nosso fundamento e a nossa sustentação. Aquele que n´Ele crê jamais será abalado.

“O nome d´Ele é Pai da Eternidade!”. O Natal é a esperança da salvação eterna. É saber que o morrer é ganho, e que o viver é Cristo. Natal é saber que Ele nasceu, morreu e, ao terceiro dia, ressuscitou. Hoje, o nome d´Ele está acima de todo o nome. Ele virá com poder e grande glória. Quando este dia chegar, todos os olhos verão e todas as línguas confessarão que Ele é o Senhor.

“Ele é o Príncipe da Paz!”. Ele tem para nós a paz que excede todo o entendimento. Ele tem paz em dias de angústia,  paz em dia de escassez, paz em dias de enfermidade, paz em dias de crise, paz em dias de guerra, paz em todo o tempo...

Este e todos os Natais são de Cristo! Que o aniversariante possa nascer e habitar dentro do seu coração.

Que a luz de Jesus Cristo brilhe na sua casa e te conduza em todos os seus caminhos! Ele é o plano perfeito! Pense nisso!

Feliz Natal!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Opiniões, conceitos e verdades!


Josué 1.5: “Ninguém te poderá resistir todos os dias da sua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei.”.

Se tinha alguém que sabia a dimensão da comunhão que Moisés tinha com Deus, esse alguém era Josué. Além disso, Josué sabia o que Moisés enfrentou de oposições. Oposições que não vieram de fora; ocorreram no ambiente de convívio dele. Vieram de um povo que era escravo no Egito, cativo, que não tinha vontades, desejos e muito menos direitos sobre os próprios filhos. Era um povo que não poderia nem existir. Um povo que era exatamente como os egípcios queriam. Assim como tem muita gente que é aquilo que o vício da bebida fala que ele vai ser, ou que é aquilo que a carência quer que ele seja.

Muitas vezes, você sai de um relacionamento ruim e entra em um pior, sabe por quê? Porque a sua carência faz com que você fique associado a pessoas que vêm somente para te explorar, arrebentar, ferir ou te usar. Assim como existem pessoas que, por causa da baixa autoestima, não conseguem ser aquilo que Deus projetou. Você tem a capacidade de ser, tem dons de Deus, mas, como você não se enxerga capaz, é tímido, é escravo da imagem deformada que tem sobre si mesmo e acaba se submetendo a uma série de loucuras.

Da mesma forma que existem pessoas que são escravas da opinião alheia. Muitas vezes, é mais importante o que os outros falam, do que ser feliz, buscar o milagre do Senhor, crescer e ser uma pessoa realizada. No final, você está sempre preocupado e se colocando pra baixo. Você acaba não tendo desejos porque você deixa as situações desejarem por você.

Sabe de uma coisa? O Senhor usou Moisés com sinais e milagres tremendos para tirar o povo do Egito. Josué sabia de tudo isso e era servo de Moisés. Você deve estar pensando “Mas Josué não era servo de Deus?”. Claro que era, mas ele servia a Moisés também. Josué se fortaleceu ao ver como Deus agia na vida de Moisés e sabia que a palavra que havia sido entregue se cumpriu.  Da mesma forma, Deus também tinha comunhão com Josué a tal ponto de falar: "Ninguém poderá te resistir, todos os dias da sua vida”.

Hoje, Deus quer te falar o mesmo que falou a Josué. As situações só vão te vencer e te resistir, se você realmente permitir que o espírito de escravidão venha sobre a tua vida. Só vai ter poder e autoridade sobre a sua vida, aquilo que você determinar como invencível! Enquanto Deus for o teu Senhor e aquele que dirige a tua vida, pode se levantar o que for, você não será envergonhado.

Podem surgir enfermidades, carências, tristezas, choros, dores, levantes e traições de pessoas que você ama, mas Deus é com você, te colocará de pé e fará sua luz brilhar!

Neste dia, deixe que o Senhor seja o teu pastor e dirija sua vida, em vez de ficar prostrado. Você vai se reerguer, porque assim como está em Salmo 121, Deus vai te mostrar que ninguém poderá te resistir, porque Ele comanda a sua vida. 

Entregue seus caminhos nas mãos do Senhor. Maior é aquele que está em você do que aquele que está no mundo. Entre conceitos e opiniões, a verdade prevalece e ela está em Jesus!

Pense nisso!


domingo, 19 de dezembro de 2021

Você não está sozinho nesta batalha


Jeremias 20.11: “Mas o Senhor está comigo como um poderoso guerreiro, por isso, tropeçarão os meus perseguidores e não prevalecerão; serão sobremodo envergonhados. 

E, porque não se houveram sabiamente sofrerão afronta perpétua, que jamais esquecerá”.

Quantas vezes, nós não nos sentimos perseguidos por uma enfermidade? Aquela que vem e fala, às vezes até pela boca dos médicos, afinal de contas, eles precisam falar o que estão vendo: “Olha, não vai acordar!”, “Não vai passar deste mês” ou “É melhor se conformar”. Mas o Senhor está ao seu lado e Ele é o Poderoso Guerreiro! Essa sentença, essa enfermidade e esses perseguidores tropeçarão, porque Ele se levanta para te defender.

Quem sabe, sua saúde esteja perfeita, mas sua vida financeira... É tanta humilhação, que você se sente a pessoa mais miserável da face da terra! Vive entristecido, sem condições de ter o básico na sua casa e vive cercado de pensamentos depressivos: “Será que Deus se esqueceu de mim? Todos são abençoados, menos eu! Comigo, tudo é mais difícil, penoso e doloroso”.

Olha! O Senhor está contigo e Ele é o Poderoso Guerreiro! Esse é o tempo de você derrubar este gigante. Em nome de Jesus, Deus tem preparado para você o melhor lugar nesta terra. Tenha consciência de que dinheiro não traz paz! Alegre-se nas coisas que o Senhor já te entregou: família, amigos, igreja, saúde...

Jesus veio, morreu na cruz e ressuscitou para nos mostrar que não há impossíveis para Ele. Para vencermos o impossível, precisamos ser perseverantes. E não é por força e nem por poder, mas é pelo Espírito Santo de Deus!

Em primeiro lugar, peça sabedoria! Em vez de ficar se sentindo magoado: “Ah! Meu Deus! Por quê? Eu não quero mais saber de nada! Não quero nem ouvir mais...”. Pare com isso! Isso não resolve! Chega de dar chilique! Chega de manha! Deus não te criou para ser um filho mimado, mas para ser um conquistador! Em vez de reclamar, clame!

Em Jeremias 33.3, está escrito: "Clame a mim, te responderei e te anunciarei coisas grandes e firmes que ainda não sabes!".

O último conselho que eu quero deixar hoje é: persevere! Não deixe o tempo da espera corroer os seus sonhos e te trazer desgaste emocional. Calebe esperou 45 anos para entrar na Terra Prometida, mas ele tinha tanta força, vitalidade e unção de conquista que pode desfrutar de tudo!

Lembre-se, nunca é tarde para ser feliz! Lance sobre o Senhor a tua ansiedade e deixe-o cuidar de você! Lembre-se, Ele é fiel, justo e Poderoso Guerreiro!


Pense nisso!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2021

O poder destruidor do ciúme


Hoje, eu quero deixar um estudo especial! Você vai aprender a vencer o espirito de ciúme e a ter um relacionamento saudável com as pessoas que você ama!

O post de hoje está baseado na quarta semana do estudo da “Primavera” da “Bíblia da Mulher +QV”.

Sabe, ciúme é um sentimento de posse, que consome muitas pessoas. Existem mulheres que têm uma possessão desenfreada pelos filhos, pelo marido, pelos amigos e até pelo ministério. Não querem dividir nada com ninguém.

Quem controla quem?

Quando você é dominada pelo ciúme, você não consegue ter paz e não consegue conviver com a liberdade. Na verdade, você está preso neste sentimento destruidor e quer aprisionar outras pessoas com você.

Fica toda hora perguntando por que o namorada ligou, ou por que não ligou. Existem pessoas tão dominadas que ficam o dia todo no Facebook e no Twitter vasculhando a vida dos outros.

Parece que você está com tudo sob controle. Mas isso tudo é uma ilusão, você não está controlando nada, pelo contrário, quem está sendo controlado é você. Quando você é dominado por essa malignidade, você deixa de viver sua vida!

Em Gálatas 5.1 está escrito: “Para a liberdade Cristo nos libertou; permanecei, pois, firmes e não vos dobreis novamente a um jogo de escravidão.”.

Seja livre e bem resolvido

Em nome de Jesus, tudo aquilo que quer te escravizar, te deixar refém daquilo que outra pessoa falou ou não falou, para onde foi, para quem ligou... não tem mais ocasião em sua vida!

Em 1 João 4.18 está escrito: “No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo produz tormento; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor.”.

Ciúme é falta de amor, porque traz insegurança. Queridos, hoje, você vai vencer este medo. Este medo de perder quem você ama! Busque se aperfeiçoar no amor de Deus.

Sabe de uma coisa? Às vezes, nós agimos assim até com os inimigos. “Será que falaram mal de mim?”, “O que será que ele postou no Twitter? Será que tem alguma indireta?”. Fala a verdade! Hoje mesmo, você já deve ter vasculhado alguma coisa!

Parece até que você é o Sol e que todos os planetas giram ao seu redor! Pare com isso! Pare com essa síndrome de perseguição. Pare de achar que todos querem o seu mal!

Já pensou se eu ficasse preocupada com o que os outros falam de mim? Eu ficaria maluca! Mas eu prefiro saber o que Deus pensa sobre mim! A minha proteção está na minha comunhão com Deus.

Deus tem mais!

Em nome de Jesus, não perca mais tempo com isso. Você poderia produzir muito mais. Ocupe-se com o que Deus tem para você hoje! Tenha um foco! O que será que Deus tem para hoje? Porque o que o diabo tem, a gente já sabe, né?

Aquilo que Deus tem é muito melhor! Eu quero terminar este pensamento, deixando com você a palavra do Salmo 140.7 “Ó Senhor, meu Senhor, meu forte libertador, tu cobriste a minha cabeça no dia da batalha.”.

O Senhor tem uma proteção especial para a sua cabeça, para que você não seja roubado em seus pensamentos, com suas inseguranças, pelo ódio, pela mágoa ou pelo medo. Isso tudo é fruto da carne. Vamos andar no espírito!

Peça para o Senhor arrancar de sua vida todo o peso e todo o mal. Deus tem um caminho de vitórias para você! Você não vai mais precisar viver a vida dos outros, mas vai se alegrar com o que o Senhor tem para você! 

Pense nisso!

terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Depois deste versículo, tudo mudou...



Hoje, eu quero repartir com vocês um versículo que me ajudou demais em um período em que eu me senti abandona e perdida! Eu não sabia nem como começar o dia! Alias, eu já acordava chorando, desesperadamente!

Eu programava o despertador para as cinco horas da manhã. Quando ele tocava, eu não levantava, eu simplesmente me jogava da cama e, quase sem forças, colocava meu joelho no chão e começava a orar!

Em um desses momentos de oração, Deus me visitou, através do livro de Isaías 11.2: “Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor.”.

Essa Palavra me ajudou, porque eu estava desorientada, não sabia o que fazer, como fazer...Mas, a partir daquele dia, minha postura e minha oração mudaram: “Senhor, eu sei que o Espírito de conselho e de fortaleza está sobre Ti, por isso, me mostra a direção certa e me dê forças, para que eu não desista no meio do caminho”.

Na passagem que acabamos de ler, também está escrito que repousa sobre Ele também o Espírito de sabedoria e de entendimento.

Eu precisava entender o momento que eu estava vivendo e ter sabedoria para vivê-lo da melhor maneira possível.

Quando nós passamos pelas dificuldades sem murmurar, confiando em Deus, Ele nos honra.

Naquele período difícil, eu orava para que o Senhor colocasse as palavras certas em minha boca. Eu não queria ser como a mulher de Jó.

Eu pedi para que Ele derramasse sobre mim o Espírito de temor, porque, eu não queria que o sofrimento me afastasse do amor de Deus. Eu queria zelar por essa relação, acima de tudo!

Buscá-lo se tornou um hábito para mim. Quando eu fiz daquela Palavra a minha verdade, passei a encarar as situações de outra maneira. Tudo ficou mais leve!

É esse o conselho que eu quero deixar para vocês! Não viva em função dos problemas. O conselho, a força, o entendimento e a sabedoria que você tanto precisa para enfrentar cada lua estão a uma oração de distância! Pense nisso!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

Como controlar a ansiedade?


Mateus 6.25 a 34: “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?

Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?

Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam.

Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?

Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”

Não tem como ter uma fé perseverante, sendo ansioso! A ansiedade traz inquietação. Quando uma pessoa está inquieta, nada é bom, nada a satisfaz, ela chega até a ficar agressiva, descontrolada, ou seja, torna-se uma presa fácil, nas mãos do inimigo.

Uma das leis de guerra mais conhecidas, entre os leões, nos deixa uma verdadeira lição. Vou explicar como funciona! No período da noite, o leão dá um rugido tão forte, que chega a causar um ataque do coração, em outros animais. Os animaizinhos menores ficam assustados, com aquele barulho, que chega até a trepidar o chão. Eles saem de suas tocas, mas mal imaginam que as leoas estão à sua espera, em uma posição estratégica, para devorá-los.

Aquele desespero, aquele medo e aquela ansiedade os fazem perder a noção do ataque. O desejo de fugir os levou para a morte! Da mesma forma, acontece conosco! Em Provérbios 19: 2, está escrito: "Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado".

Existem pessoas que preferem entregar-se à depressão, a tomarem um passo de fé. Preferem mergulhar no próprio choro, a mergulhar nas águas curadoras de Jesus Cristo.

Existem pessoas que perdem oportunidades de emprego, por causa da ansiedade. Já começam a se desesperar, na entrevista, principalmente, quando ficam sabendo da jornada de trabalho e das exigências. Em vez de ficarem felizes, já estão pensando no estresse e no cansaço que vão sentir! Calma, você nem começou ainda! O mesmo Deus que abriu essa porta vai renovar suas forças.

A ansiedade impede que a gente viva o hoje e não nos ajuda a viver o amanhã.

Quem é ansioso não consegue perseverar, não consegue manter-se estável e em paz, é inconstante, em todas as coisas. Dá um passo pra frente e dois para traz!

A ansiedade é um espirito demoníaco que nos impede de crer em Deus. É um espírito aprisionador e paralisador.

Algumas pessoas, por ansiedade, comem tudo o que veem pela frente, e acabam com a aparência e a saúde prejudicadas. E o problema? Continua onde está. Só que, agora, em vez de um, você acumula vários outros problemas: baixa autoestima, hipertensão, problemas de pele, indisposição...

Já outras, por ansiedade, estouram o cartão de crédito, com roupas e sapatos que nunca vão usar.

Existem muitas que, pela ansiedade, não comem nada! Essa obsessão de ficar magra, da noite para o dia, está prejudicando o seu desempenho, o seu humor e sua saúde. O que adianta ser magra, sem saúde?

Se você sofre de ansiedade, eu quero te deixar um conselho: Descanse no Senhor!

Salmo 37.5: “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.”

Quando a ansiedade vier, como uma onda para te afogar, como aqueles caldos que a gente leva na praia, que nos deixa atordoados, sem ar, você vai lançá-la ao Senhor!

Todas as situações que têm te abatido e te preocupado, você vai colocar diante de Deus, em oração, e vai pedir sabedoria, forças e paz, para lidar com todas elas.

Lembre-se: Se você quer viver promessas, é necessário perseverar! Cheio de ansiedade, você não chegará a lugar algum! Lance sobre Ele toda a ansiedade, peça para o Senhor renovar suas forças e siga em frente, sem medo de ser feliz!

Não abra mão da sua família, do seu ministério, do seu trabalho e, muito menos, dos seus sonhos! Deus é por você! 

Pense nisso!

domingo, 12 de dezembro de 2021

Reconciliação é se abrir pra renascer!


2 Coríntios 5.18 a 20 “Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação. 

De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus.”

Só podemos nos reconciliar com Deus, quando temos uma aliança com Ele.

Às vezes, ao olharmos para algumas áreas de nossas vidas, nos deparamos com um cenário de destruição, uma verdadeira loucura. Tem tudo para dar certo, mas dá tudo errado!

Pode ser, por exemplo, que você tenha o casamento perfeito. Seu marido e seus filhos são lindos e saudáveis, mas o ambiente que vocês vivem é uma confusão. Vocês se amam, mas não se suportam. O que aconteceu? Você não deixou a bênção de Deus entrar na sua família. Vocês não estão reconciliados com Ele.

Precisamos entender que, para recebermos as bênçãos do Senhor, temos que entregar nossas vidas para Ele.

Para reverter este quadro:

Em primeiro lugar, faça as pazes com Deus e venha renascer em Cristo.

Isso mesmo! Tem muita gente que está brigada com o Senhor. Ao contrário do que você pensa, Deus não é responsável pelas situações horríveis que te aconteceram, Ele é responsável pelas respostas e pela restauração.

Quando eu faço as pazes com Deus, passo a ser um mensageiro desta reconciliação em todas as áreas.

Em segundo lugar, pegue todas as áreas da sua vida e coloque nas mãos do Senhor; faça uma aliança com Ele!

Aliança é concordância!

Chega de questionar Deus! Admita que você precisa de uma mudança de história! Admita que você precisa de uma restauração!

Nada de inveja, nada de crise, nada de loucura! É tempo de reconciliação!


Pense nisso!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

Não seja mais devorado pelos seus problemas



Daniel 6.11 a 28: “Então, aqueles homens foram juntos, e, tendo achado a Daniel a orar e a suplicar, diante do seu Deus, se apresentaram ao rei, e, a respeito do interdito real, lhe disseram: Não assinaste um interdito que, por espaço de trinta dias, todo homem que fizesse petição a qualquer deus ou a qualquer homem e não a ti, ó rei, fosse lançado na cova dos leões? Respondeu o rei e disse:

Esta palavra é certa, segundo a lei dos medos e dos persas, que se não pode revogar. Então, responderam e disseram ao rei: Esse Daniel, que é dos exilados de Judá, não faz caso de ti, ó rei, nem do interdito que assinaste; antes, três vezes por dia, faz a sua oração.

Tendo o rei ouvido estas coisas, ficou muito penalizado e determinou consigo mesmo livrar a Daniel; e, até ao pôr-do-sol, se empenhou por salvá-lo. Então, aqueles homens foram juntos ao rei e lhe disseram: Sabe, ó rei, que é lei dos medos e dos persas que nenhum interdito ou decreto que o rei sancione se pode mudar.

Então, o rei ordenou que trouxessem a Daniel e o lançassem na cova dos leões. Disse o rei a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, que ele te livre. Foi trazida uma pedra e posta sobre a boca da cova; selou-a o rei com o seu próprio anel e com o dos seus grandes, para que nada se mudasse a respeito de Daniel.

Então, o rei se dirigiu para o seu palácio, passou a noite em jejum e não deixou trazer à sua presença instrumentos de música; e fugiu dele o sono. Pela manhã, ao romper do dia, levantou-se o rei e foi com pressa à cova dos leões. Chegando-se ele à cova, chamou por Daniel com voz triste; disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus vivo! Dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões?

Então, Daniel falou ao rei: Ó rei, vive eternamente! O meu Deus enviou o seu anjo e fechou a boca aos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; também contra ti, ó rei, não cometi delito algum.

Então, o rei se alegrou sobremaneira e mandou tirar a Daniel da cova; assim, foi tirado Daniel da cova, e nenhum dano se achou nele, porque crera no seu Deus.  Ordenou o rei, e foram trazidos aqueles homens que tinham acusado a Daniel, e foram lançados na cova dos leões, eles, seus filhos e suas mulheres; e ainda não tinham chegado ao fundo da cova, e já os leões se apoderaram deles, e lhes esmigalharam todos os ossos.

Então, o rei Dario escreveu aos povos, nações e homens de todas as línguas que habitam em toda a terra: Paz vos seja multiplicada! Faço um decreto pelo qual, em todo o domínio do meu reino, os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel, porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre; o seu reino não será destruído, e o seu domínio não terá fim. Ele livra, e salva, e faz sinais e maravilhas no céu e na terra; foi ele quem livrou a Daniel do poder dos leões. Daniel, pois, prosperou no reinado de Dario e no reinado de Ciro, o persa.”

Hoje, eu tenho uma palavra de Deus para a sua vida. Quem sabe você foi jogado em lugar de humilhação. Quem sabe você foi jogado em uma cova de enfermidade. Quem sabe seus sonhos tenham sido dilacerados na cova dos impossíveis. Colocaram uma pedra nesta cova, e você tem sido devorado pelos seus problemas.

Se você se levantar para clamar a Deus, ir à igreja e, decididamente, dizer: “Eu não vou ser devorado! Eu não vou servir de alimento para esta situação!”, você sairá desta situação ileso como Daniel, ainda que os grandes da terra tenham colocado uma pedra em cima desta cova!

O teu testemunho ainda há de mostrar para eles que você tem um Deus!

Levante-se e busque ao Senhor, ore, clame: “Deus de Daniel, me tire desta cova. Envie o Seu anjo para me salvar!”.

Não murmure, não reclame, clame! Clame por salvação

Em nome de Jesus, o anjo do Senhor vai ouvir sua oração!

Aquilo que foi preparado para te matar será um instrumento que o Senhor vai usar para te honrar e para te prosperar.

Você não vai viver mais com um traumatizado, mas como aquele que é honrado pela sua fé, como aquele que tem experiências, no dia da angustia, com o Deus fiel!

Pense nisso!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

O que fazer quando estão falando mal de você?


Neemias 6.3: “E enviei-lhes mensageiros a dizer: Faço uma grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse, e fosse ter convosco?”.

O Senhor chamou Neemias para reconstruir os muros de Jerusalém, e, quando os opositores da obra souberam que o muro tinha sido edificado e que nele não havia nenhuma brecha, tentaram intimidá-lo através de uma conspiração. Eles diziam: Venha ao nosso encontro. Estamos nas aldeias e temos uma coisa muito importante para te dizer. Você não tem noção do que as pessoas estão falando ao seu respeito!

A conspiração era tão grande, que eles contrataram Noadia, uma profetiza, para falar “em nome de Deus”, para que Neemias ficasse preocupado com os comentários e deixasse a obra de lado.

Que crueldade! Sabe qual foi a reação de Neemias?

Através de seus mensageiros, ele deu o seguinte recado: Estou fazendo uma grande obra e não posso parar!

As pessoas não se limitam em apenas falar mal de você, mas fazem questão de mostrar isso! Sabe por quê? Para te intimidar, te desviar do foco, para te desestruturar, para te fazer perder a linha!

Neemias estava cercado de inveja. Os vizinhos queriam, de qualquer jeito, paralisar a obra. Enquanto Neemias motivava o povo, eles colocavam empecilhos.

 A Palavra de Deus nos adverte em relação a pessoas assim.

2 Timóteo 3.1 a 5: “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te."

Por isso, nestes casos:

1- Fuja! Se puder, delete de todas as redes sociais

Já percebeu que quando você está feliz e bem resolvido, sempre aparece alguém no Facebook com indiretas para, literalmente, azedar seu dia? Você não precisa de amigos assim. Alias, quem disse que isso é amizade?

2- Ocupe-se com a obra de Deus, com sua família e com seu trabalho!

Faça o dobro! Sabe, ninguém tem inveja ou fala mal de derrotados! Estes, eles já ignorara, faz tempo!

Em Neemias 4.8 e 9, está escrito: "E ligaram-se entre si todos, para virem guerrear contra Jerusalém, e para os desviarem do seu intento. Porém nós oramos ao nosso Deus e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles.".

3- Ore, jejue e coloque esta situação diante do Senhor

A vingança pertence a Deus. Sabe, o fato de você continuar de pé, firme e inabalável já é uma grande vingança e uma prova, incontestável, de que maior é aquele que está em você.
Isso foi exatamente o que Neemias fez.

Neemias 4.3 a 5: “E estava com ele Tobias, o amonita, e disse: Ainda que edifiquem, contudo, vindo uma raposa, derrubará facilmente o seu muro de pedra. Ouve, ó nosso Deus, que somos tão desprezados, e torna o seu opróbrio sobre a sua cabeça, e dá-os por presa, na terra do cativeiro. E não cubras a sua iniquidade, e não se risque de diante de ti o seu pecado, pois que te irritaram na presença dos edificadores.”

4- Lance toda sua ansiedade diante de Deus e clame até que a paz do Senhor invada seu coração.

Isso te protegerá e te ajudará a realizar, sem alteração de ritmo ou de ânimo.

Filipenses 4.5 a 7: “Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.”

5- Confie na justiça de Deus!

Não permita que isso contamine seu coração. Tenha consciência de que quem quer falar mal de você não vai mudar de opinião com suas explicações ou com os seus revides.

Romanos 8.31 a 33: “Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.”


Pense nisso!