Páginas

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Como romper limites?



2 Coríntios 6.11 a 13: “Para vós outros, ó coríntios, abrem-se os nossos lábios, e alarga-se o nosso coração. Não tendes limites em nós; mas estais limitados em vossos próprios afetos. Ora, como justa retribuição (falo-vos como a filhos), dilatai-vos também vós.”

Nós nascemos dependendo de cuidados. Enquanto crescemos, aprendemos a caminhar, a nos alimentar, a trabalhar... O problema é quando, mesmo depois de adultos, continuamos dependendo emocionalmente de pessoas e de situações.

João 5.1 a 9: “Passadas estas coisas, havia uma festa dos judeus, e Jesus subiu para Jerusalém. Ora, existe ali, junto à Porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco pavilhões.Nestes, jazia uma multidão de enfermos, cegos, coxos, paralíticos esperando que se movesse a água. Porquanto um anjo descia em certo tempo, agitando-a; e o primeiro que entrava no tanque, uma vez agitada a água, sarava de qualquer doença que tivesse.

Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos. Jesus, vendo-o deitado e sabendo que estava assim há muito tempo, perguntou-lhe: Queres ser curado? Respondeu-lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; pois, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. Então, lhe disse Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar. E aquele dia era sábado.”

Para aquele paralítico, não eram somente 38 anos de enfermidade, mas 38 anos de abandono, porque ele não tinha ninguém para colocá-lo no tanque.

Aquele rapaz havia assumido sua condição de enfermo de tal forma, que não chegou a identificar em Jesus Cristo a solução dos seus problemas. Diante da possibilidade de ser curado, em vez de dizer “eu quero”, ele apresentou seus fatores limitantes: “Eu não tenho ninguém para me ajudar!”.

Quando você espera em homens, você não consegue enxergar solução em Jesus Cristo, o único que pode te libertar e te salvar de tudo isso!

Não podemos mais permitir que o que nos falta seja um fator limitante em nossas vidas! “Eu não sou feliz porque não casei!”, “Eu não sou feliz porque não sou rico!”, “Eu não sou feliz porque não tenho filhos!”, “Eu não sou feliz porque não tenho determinado salário!”.... Não! Você não é feliz porque não quer ser! Os limites quem coloca somos nós!

Suas guerras só podem tirar sua alegria de viver se você permitir! Sofrer ou superar é uma questão de escolha, não de condição!

Você pode estar limitado na carne, mas, no espírito, você é livre! Pior do que cair é ficar prostrado! Não se curve mais aos seus problemas! Ande pela fé!

Em vez de se entregar ao desespero, entregue sua vida nas mãos do Senhor! Todas as mudanças requerem: decisão, posicionamento e determinação! Ou seja, dependem de você!

Não deixe que as situações de dificuldade que você enfrentou serem as justificativas da sua desistência, da sua amargura, da sua mágoa ou da sua destruição! Renove-se no Senhor, porque Ele tem planos superiores!

Nos momentos de perda, Ele tem restituição! Nos momentos de tristeza, uma alegria sem explicação! Nos momentos de incompreensão, a paz que excede todo o entendimento! Nos dias de luto, um consolo inexplicável! Nos dias de solidão, a presença d’Ele!

Peça para que o Senhor abra seus olhos, para que você enxergue nestas situações de crise oportunidades para realizar o que nunca foi realizado e vencer o que nunca foi vencido!

Renascer em Cristo é despertar para uma nova vida é destruir as pontes que nos ligam ao passado! É buscar ser o seu melhor a cada dia! É ser livre para crer e alçar voos altos!

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Deus não mudou!



João 16.33: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

Hebreus 10.37 a 39: “Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.

Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.”

Quando estamos cansados, impotentes, desgastados ou com a “paciência cheia”, para não usar aquele termo chulo, a tendência é misturarmos conflitos, enfermidades, desafios e calamidades com a promessa de Deus.

Tome cuidado para você não cair nessa armadilha, porque é uma das mais eficazes do inimigo.

Por maiores que sejam suas lutas, elas não podem impedir a manifestação das promessas de Deus!

Eu costumo dizer que lutas e promessas são duas paralelas, ou seja, elas não vão se encontrar nunca!

O fato de você estar passando por dificuldades, do seu status de relacionamento ter mudado, da sua situação familiar ter mudado, dos seus amigos terem mudado... não quer dizer que o Senhor mudou!

Malaquias 3.6 “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.”

Em momentos de desgaste, de loucura, de dor... invoque ao Senhor, porque Ele é contigo!

O Senhor nos preveniu de que no mundo teríamos aflições, mas Ele veio justamente para nos dar essa vitória.

Tudo está no controle do Senhor

Hoje, eu quero usar, como exemplo, a história de Daniel.

Querido leitor, você acha mesmo que foi Deus quem preparou a cova dos leões para ele? Não! Foram homens perversos!

Muitas pessoas questionam: “Como é que Deus permitiu uma coisa dessas?”. Porque Ele tinha poder e autoridade para derramar sobre a vida de Daniel. Ele tinha também um grande livramento!

A cova dos leões não foi o fim da história. Daniel foi jogado por aqueles homens invejosos, mas nada aconteceu com ele. Daniel saiu ileso! Deus interferiu naquela situação e o livrou!

Esse mesmo Deus também está ao seu lado! Se você buscá-lo, se você invocá-lo e se você clamar pelo Seu nome, Ele vai interferir na sua causa!

Jesus é chamado de Salvador, porque Ele veio para isso mesmo! Ele veio para nos salvar dessas injustiças, desse desgaste, desse desânimo, desse engano...

Não importa o que as pessoas dizem, Jesus te ama, Ele se importa, e o melhor: Ele não muda!

Hebreus 13.8: “Jesus Cristo é o mesmo hoje, ontem e eternamente!”

Tanto os bons quanto os ruins passam por momentos de dificuldades. A diferença é que aqueles que se apagam passam pela tempestade sem sofrer dano algum.

Salmos 34.19: “Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas!”

Pense nisso!

terça-feira, 20 de julho de 2021

Chega de fugir!



Êxodo 2.11: “Naqueles dias, sendo Moisés já homem, saiu a seus irmãos e viu os seus labores penosos; e viu que certo egípcio espancava um hebreu, um do seu povo. Olhou de um e de outro lado, e, vendo que não havia ali ninguém, matou o egípcio, e o escondeu na areia.

Saiu no dia seguinte, e eis que dois hebreus estavam brigando; e disse ao culpado: Por que espancas o teu próximo? O qual respondeu: Quem te pôs por príncipe e juiz sobre nós? Pensas matar-me, como mataste o egípcio? Temeu, pois, Moisés e disse: Com certeza o descobriram. Informado desse caso, procurou Faraó matar a Moisés; porém Moisés fugiu da presença de Faraó e se deteve na terra de Midiã; e assentou-se junto a um poço.”

Moisés foi o único homem hebreu de sua geração que sobreviveu. Os outros, logo após o nascimento, por uma determinação de Faraó, foram afogados no rio Nilo.

Deus tinha um propósito para a vida dele. Moisés foi levantado para ser libertador, mas aquele momento de fúria o afastou de sua missão. Por que ele precisou esconder as provas do assassinato? Porque, no fundo, ele sabia que não havia agido da forma correta.

Quando algo dá errado em nossas vidas, é muito difícil reconhecermos nossa responsabilidade e encararmos as consequências. Em vez disso, agimos como Moisés: fugimos!

Quando nos justificamos ou abandonamos nossa posição, deixamos de dar espaço para o Senhor trabalhar em nossas vidas, nos perdoar, nos justificar e nos restaurar.

Em vez de assumirmos nossas escolhas, terceirizamos a responsabilidade: “Por que Deus permitiu?”. Mas, antes de agir daquela maneira, você pediu para o Senhor uma orientação?

Precisamos ter consciência de que:

1- Para superarmos nossos fracassos, precisamos assumir nossos erros e decidir mudar!

Deus não precisa mudar, quem precisa mudar somos nós. Não podemos mais pensar, sentir e reagir da mesma maneira!

2- Não somos fracassados quando algo dá errado, mas quando desistimos!

É quando chegamos à conclusão de que nunca seremos felizes em determinadas áreas!

Moisés se deixou levar por suas emoções e deduções. Na tentativa de defender alguém do seu povo, afastou-se de sua missão que era superior.

Moisés não foi levantado para defender apenas um hebreu e fazer justiça com as próprias mãos, mas para libertar todos!

Quando ele entendeu isso, voltou ao Egito e assumiu as rédeas da situação.

3- Precisamos nos abrir para o Senhor moldar o nosso caráter

Caráter é um conjunto de características. No decorrer do nosso desenvolvimento, acabamos deixando que os ambientes que frequentamos, que nossa criação e que nossos traumas definam nossa personalidade e qual será o nosso destino!

Moisés não era egípcio e também não era reconhecido como hebreu. Ele era o filho adotivo da filha do Faraó. Sua identidade não estava bem definida. Como ele poderia, diante daquela dura realidade, assumir uma posição de liderança? Porque o propósito de Deus é soberano!

O nosso histórico só pode interromper a história que o Senhor tem para nós se permitirmos! O fracasso e o sucesso dependem de nossas escolhas!

Gálatas 6: 7 a 9: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia para a sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna. E não nos canse de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.”

Jesus morreu? Morreu! Foi injustiçado? Foi! Foi humilhado? Foi! Mas, ao terceiro dia, Ele venceu e ressuscitou!

Só é vencido pela morte quem não quer sair da sepultura! A situação pela qual você está passando não define quem você é, mas suas reações, sim!

Êxodo 3.10: Vem, agora, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito. Então, disse Moisés a Deus: Quem sou eu para ir a Faraó e tirar do Egito os filhos de Israel? Deus lhe respondeu: Eu serei contigo; e este será o sinal de que eu te enviei: depois de haveres tirado o povo do Egito, servireis a Deus neste monte.”

Quem tem respondido por você? Sua fé ou seu fracasso? Seu histórico de derrota ou sua história com Deus?

Não desista dos planos que Ele tem para a sua vida! Retome sua posição e vá à luta, porque maior do que este gigante que se levantou é aquele que habita em você!

Salmos 46.10: “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus...”

Isaías 1.19: “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.”

Lucas 1.9 e 10: “E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á.”

Não importa o que você pode, mas o que Ele pode através de você! Supere seus fracassos, levante, assuma sua posição e ande de acordo com os propósitos de Deus!

segunda-feira, 19 de julho de 2021

O valor que a vida merece!


Salmo 103.1 e 2: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga ao teu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só dos seus benefícios”.

Eu não sei por que eu fui escolhida para ter o privilégio de valorizar cada dia de vida! Há anos, de uma forma especial, eu sei o que é ter um dia de vida com quem amo! Eu sei o que é, nesse dia, escutar a voz, abraçar e poder ser melhor para quem eu amo!

Pra vocês entenderem essa sensação, vou dividir um fato que aconteceu comigo! Certo dia, minha filha Bispa Fernanda, me chamou para assistir um filme. Ela sabia que eu ia amar! Nele, o personagem principal entrava em um guarda-roupa e poderia voltar no tempo, para viver de forma diferente os dias que ele errou. Este era um privilégio que só os homens da família tinham.

No final do filme, o garoto viu que o pai estava para morrer de câncer e, então, entendeu por que ele tinha parado de trabalhar, quando completou 50 anos. Na verdade, no fim da vida dele, ele tinha entrado armário, para voltar no tempo e, desde então, aproveitar cada simplicidade que a vida oferecia e desfrutar, ao máximo, a companhia de quem ele amava!

É claro que a nossa realidade é outra! Não temos como voltar no tempo, mas temos a oportunidade de criar um ponto de partida! Você pode, a partir de hoje, tomar um rumo totalmente diferente! Você não precisa voltar no tempo para acertar, porque você tem um Deus de amor, que pode mostrar o caminho certo!

No meu caso, o Senhor me deu uma experiência que me faz, todos os dias, comemorar e agradecer pela família que Ele me deu, pela saúde, pelo ministério e pelo suprimento de cada dia. Eu vivo na certeza de que mesmo que eu mude, o Senhor permanece o mesmo, e, desta forma, eu posso estar segura! Eu não tenho medo do amanhã, pelo contrário, eu me alegro, porque todos os dias da minha vida, eu fui sustentada e renovada por Ele!

Se eu pudesse dividir um grande segredo com cada um de vocês, eu diria: Alegre-se no Senhor todos os dias! Alegre-se nas coisas boas que Ele te deu! Ame a Deus profundamente! Comece o dia falando com Ele, essa é a garantia de que tudo lhe irá bem, você não caminhará errante!

Há dias em que nós teremos mais desafios, mas isso é sinal de que nós teremos muitas vitórias! Há dias em que nós teremos mais descanso, mas, sinceramente, pode ser que não brote nenhum louvor deles!

Não ache que os dias de desafio são ruins, porque Eles sempre vão te fazer conhecer a parte que o Senhor já transformou na sua vida e aquilo que você precisa melhorar! Nos momentos de guerra, nós descobrimos nosso poder de resistência e os nossos recursos naturais.

Em dias de diversidade, você vai descobrir o quão ungido e forte você é. Você vai perceber que, mesmo em momentos de loucura, você pode ter o controle da situação... que, mesmo em momentos de perda, você pode ser uma pessoa completamente realizada... que, mesmo em dias de choro, você pode ser feliz e, ainda, consolar as pessoas que precisam!

Você vai descobrir que este é só começo! Deus tem lugares altos e te dará condições para você levar quem você ama!

Comece o dia louvando e termine agradecendo a Deus! Dessa forma, o Espírito Santo sempre vai te guiar, te orientar e te sustentar com braço forte! Sempre haverá uma resposta certa, uma porta aberta e livramentos! Ele sempre vai te conduzir em triunfo!

Pense nisso e lembre-se: ser feliz é uma escolha! Você pode viver cada dia da melhor maneira possível!

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Escolha ser livre


Números 13: 30 a 33 “Então, Calebe fez calar o povo perante Moisés e disse: Eia! Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela. Porém os homens que com ele tinham subido disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós.

E, diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos.”

Esse é o tipo de escravidão que você mesmo se impõe. É uma questão de escolha, não de condição!

Vou citar um exemplo! Recentemente, eu aconselhei uma moça que perdeu a mãe. Sabe, queridos, despedir-se de alguém que você ama não é nada fácil. Ninguém é substituível. Mas nós temos uma escolha! Ou escolhemos sofrer aquela perda a ponto de ficarmos enfermos, como foi o caso dela, ou podemos clamar: “Senhor, ensina-me a viver sem essa pessoa. Ensina-me a viver de forma diferente! Eu não quero que a pessoa que foi o motivo da minha alegria seja o motivo do meu sofrimento!”.

A felicidade está em nossas mãos, está ao nosso alcance. Existem pessoas que não se abrem nem para serem consoladas. Ainda que Deus tenha muitas alegrias e portas abertas, elas se convenceram de que a vida acabou.

Sua mente vira escrava desta situação, e você não admite ser livre!

Existem mulheres que falam: “Meu marido foi embora. Eu não admito ser feliz sem ele!”. Elas se tornam escravas desta perda e pagam com suas próprias vidas, sem ao menos se darem conta de que Deus tem outros caminhos.

Na passagem que lemos no início do Pensamento do Dia, vemos um povo que havia recebido uma promessa de Deus. Mas, para eles, havia só possibilidade de vitória se eles enfrentassem um povo menor. Eles achavam que não teriam condições de enfrentar os mais fortes. Eles eram escravos desta ideia fixa. Mas, no Senhor, a vitória já estava garantida.

Não aja da mesma forma. Seja livre para crer que Deus tem o melhor! Quebre com toda a escravidão e limitação da sua vida.

Faça de Isaías 54 a sua verdade! Alargue o seu entendimento! Não feche mais as portas que Deus abriu.

Não imponha mais condições, aceite ser feliz. Existe felicidade além daquilo que nos tornava dependentes de pessoas ou situações.

Nem sempre as coisas que a gente quer vão realmente deixar a gente feliz!

Para comprovar esta afirmação, eu fiz um teste. Em um dos cultos em que eu ministro, eu perguntei: “Quem aqui já deu graças a Deus porque Ele não atendeu todas as suas orações?”. Quase todos levantaram a mão!

Confie no Senhor. Os caminhos d'Ele são mais altos que os nossos! O que Ele tem é maior do que nossa capacidade ou condição!


Pense nisso!

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Pronta para o que der e vier!


Marcos 25.1 a 13: “Então, o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram a encontrar-se com o noivo. Cinco dentre elas eram néscias, e cinco, prudentes. As néscias, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo; no entanto, as prudentes, além das lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas. E, tardando o noivo, foram todas tomadas de sono e adormeceram.

Mas, à meia-noite, ouviu-se um grito: Eis o noivo! Saí ao seu encontro! Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. E as néscias disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão-se apagando. Mas as prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outras! Ide, antes, aos que o vendem e comprai-o. E, saindo elas para comprar, chegou o noivo, e as que estavam apercebidas entraram com ele para as bodas; e fechou-se a porta.

Mais tarde, chegaram as virgens néscias, clamando: Senhor, senhor, abre-nos a porta. Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora.”

Eu tenho uma nécessaire em casa com tudo o que eu preciso. Como a gente sempre faz viagens curtas por conta das ministrações, conferências e simpósios, eu preciso sempre estar pronta.

A minha nécessaire sempre está organizada, com shampoo, sabonete, desodorante... Quando terminamos os eventos, eu chego em casa, faço uma lista do que eu preciso repor e providencio tudo.

Se você chegar agora e falar: "Bispa, vamos viajar!". Em 10 minutos, eu estou pronta! Eu estou sempre preparada para onde Deus quiser me levar.

O quanto você está preparada para viver as promessas de Deus?

Nós acabamos de ler a Parábola das 10 Virgens. Todas queriam muito a festa de casamento. Os preparativos começaram, mas cinco delas acabaram relaxando com o tempo.

Quando o noivo apareceu, elas não estavam prontas. Não tinham azeite para acender suas lâmpadas.

Sabe, além de levar azeite para colocar nas lâmpadas, elas tinham de levar azeite extra em outra . Dessa forma, elas tinham uma reserva para enxergar o dia em que o novo as visitaria.

Qual dessas virgens é você? Você está no grupo das sábias ou das néscias? Você tem objetivos? Você desenvolveu alguma estratégia para alcançá-los?

Em 2014, nós vimos o Brasil perder a Copa do Mundo, porque nossos atletas não estavam preparados. Nós, torcedores, amargamos e choramos a derrota. Uma grande oportunidade foi perdida! Imagina que lindo seria se o Brasil levasse o hexa no ano em que nós sediamos a Copa?

Como dizia minha avó: Não adianta chorar pelo leite derramado, mas adianta ficar atento enquanto o leite esquenta para que ele não se derrame! Pior do que perder o leite é ter de limpar a sujeira do fogão!

Como você esta se preparando para viver os últimos meses deste abo? Como você esta se preparando para passar essa semana?


Se você buscar ao Senhor, orar, jejuar e meditar na palavra, serão os melhores da sua vida! 

O preparo espiritual é fundamental para todas as áreas da nossa vida!

terça-feira, 13 de julho de 2021

Apenas confie!


Atos 21.7 a 15: “Quanto a nós, concluindo a viagem de Tiro, chegamos a Ptolemaida, onde saudamos os irmãos, passando um dia com eles. No dia seguinte, partimos e fomos para Cesaréia; e, entrando na casa de Filipe, o evangelista, que era um dos sete, ficamos com ele. 

Tinha este quatro filhas donzelas, que profetizavam. Demorando-nos ali alguns dias, desceu da Judéia um profeta chamado Ágabo; e, vindo ter conosco, tomando o cinto de Paulo, ligando com ele os próprios pés e mãos, declarou: Isto diz o Espírito Santo: Assim os judeus, em Jerusalém, farão ao dono deste cinto e o entregarão nas mãos dos gentios.

Quando ouvimos estas palavras, tanto nós como os daquele lugar, rogamos a Paulo que não subisse a Jerusalém. Então, ele respondeu: Que fazeis chorando e quebrantando-me o coração? Pois estou pronto não só para ser preso, mas até para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus. Como, porém, não o persuadimos, conformados, dissemos: Faça-se a vontade do Senhor! Passados aqueles dias, tendo feito os preparativos, subimos para Jerusalém.”

A situação era muito complicada. Se Paulo continuasse livre, certamente, ele seria morto. Em cada cidade que ele visitava, havia um levante do inferno contra a vida dele.

Em uma delas, Paulo expulsou o espírito de adivinhação de uma moça, causando muita indignação, porque muitos homens lucravam com aquela malignidade.

Ali, Paulo foi exposto em praça pública, chicoteado e preso no fundo de um cárcere, sem direito a um julgamento.

Aqueles homens que fizeram essa crueldade eram amantes do dinheiro. Os amantes do dinheiro detestam que os outros sejam livres. Para eles, só existe vida debaixo da escravidão.

Eles enxergam o dinheiro em tudo. Não importa se a pessoa está atormentada, endemoninhada, aflita, em prostituição, em corrupção...

Pessoas assim se levantam encima de um poder para castigar os que pregam o evangelho, para castigar aqueles que levam a liberdade que está em Jesus Cristo. Foi isso o que fizeram com Paulo.

Em outra cidade que ele visitou, o adultério e a prostituição imperavam. Ele denunciou aquelas malignidades. Sabe o que aconteceu? Paulo foi apedrejado com tanta força, que foi dado como morto.

Voltando para Atos 21...

Qual era o plano de Deus? Dar a Paulo uma segurança. Como? Uma prisão domiciliar. Um local onde ele pudesse escrever suas cartas e fosse preservado.

E como isso foi revelado? Um profeta do Senhor desceu até Paulo, pegou o seu cinto, ligando com ele os próprios pés e mãos, e disse: “Você será preso!”.

Aquela notícia causou comoção geral: “Paulo, não vá!”. Mas Paulo afirmou: “Foi isso o que Deus falou que aconteceria comigo. Eu estou pronto!”.

Paulo sabia que aquela situação era a melhor para aquele momento! Ele decidiu cumprir o plano de Deus e confiar em Seus propósitos.

Sabe, às vezes, você fica reclamando muito e não está percebendo que Deus está te livrando de situações piores. Você não percebe que Deus está te protegendo e te guardando.

Em vez de se afastar de Deus, una-se a Ele. Desta forma, você vai conseguir entender os propósitos do Senhor para a sua vida! Desta forma, você ficará seguro!

Murmuração traz a destruição, mas ser um adorador traz a glória de Deus! 

Muitas vezes, o tempo difícil que estamos passando está nos livrando de males bem maiores. 

Faça como Paulo: Esteja pronto para os planos do Senhor. Ele tem o melhor para nossas vidas! Confie!


Pense nisso!

domingo, 11 de julho de 2021

Faça uma aliança com a vida!


Jó 19.25 a 27: “Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra. Depois, revestido este meu corpo da minha pele, em minha carne verei a Deus. 

Vê-lo-ei por mim mesmo, os meus olhos o verão, e não outros; de saudade me desfalece o coração dentro de mim.”

Em um curto espaço de tempo, Jó perdeu seus bens e seus filhos. Seu corpo estava debilitado e cheio de tumores abertos. Era uma situação realmente desesperadora.

Seus “amigos”, em vez de consolá-lo, acusaram-no: “Qual pecado você cometeu para precisar passar por tudo isso?”. Até a esposa dele, a única que sobrou da família, atormentava-o: “Jó, amaldiçoa seu Deus, e morre!”.

Em meio a tudo isso, ele se levanta cheio de convicções e afirma: “Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra. Depois, revestido este meu corpo da minha pele, em minha carne verei a Deus. Vê-lo-ei por mim mesmo, os meus olhos o verão, e não outros; de saudade me desfalece o coração dentro de mim.”.

Sabe qual era o segredo de Jó? Mesmo passando por sucessivas calamidades, ele tinha compromisso com Deus e com a vida! Cada dia, era uma dor, uma perda e uma afronta. Mas ele sempre se renovava no Senhor: “Eu sei que o meu redentor vive! Eu sei que existe um propósito superior para todas estas situações que eu estou enfrentando!”.

Hoje, eu quero te perguntar: Você tem aliança com o quê? Existem pessoas que têm aliança com a morte, e falam: “Por que Deus não me mata de uma vez? Por que Ele não me leva de uma vez?”. Estas palavras, obviamente, não vão te matar, mas, com certeza, vão atrair o mal para a sua vida.

Provérbios 13.2 e 3: “Do fruto da boca o homem comerá o bem, mas o desejo dos pérfidos é a violência. O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína.”

Há pessoas que têm aliança com a destruição! Há outras que têm aliança com os problemas! Elas, simplesmente, assumem a cara do problema. Quem olha para elas enxerga uma pessoa problemática.

Em compensação, existem pessoas que têm um compromisso com a vida. Você entra no hospital para consolá-las, mas sai consolado. São pessoas que passam pela tempestade louvando e adorando a Deus: “Está tudo bem! O Senhor tem me sustentado! Eu sei que Ele vai me dar vitória!”.

Sabe o que eu aprendi?  Que cada um se alimenta do fruto que sai de sua boca! Então, querido internauta, se você fala ‘Tomara que eu morra!’, você está envenenado sua alma. É com a morte que você quer assumir um compromisso?

Hoje, eu quero te fazer um convite: Faça uma aliança com a vida! Faça um compromisso com a solução!

Como vou resolver? Como sair desta situação? A porta é Jesus Cristo! Ele é o início de um tempo de alegria, restituição, vitória e ressurreição!

Aquelas palavras de Jó abriram a porta para um tempo de libertação e restituição. No final, todos aqueles que o criticaram tiveram que contemplar a obra que o Senhor fez na vida dele.

Deus veio e disse: “O único que falou coisas boas ao meu respeito, em meio a essas situações, foi Jó! Se vocês querem ser abençoados, peça para que ele ore por vocês! Da boca dele, eu aceito oração!”.

Então, querido, professe palavras que te liguem a Deus, que tragam solução e bênção para a sua vida!

Deuteronômio 30.19: “Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida...”

Escolha a vida! Escolha Jesus. Escolha renascer em Cristo.

Sabe, sempre que há uma crise, eu procuro ver o lado bom. Porque, desta forma, eu consigo reavaliar todas as coisas e reagir de forma diferente, ou seja, sem desespero! Faça o mesmo!


Deus tem um tempo de restauração e restituição para a sua vida! No lugar da tua humilhação e do teu choro, haverá dupla honra! 

Ter aliança com a vida é abrir caminhos para ser restituído, renovado e justificado!


Pense nisso!

O que eu faço com toda essa inquietação?


Mateus 6.25 a 34: “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?

Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?

Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam.

Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?

Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”

Não tem como ter uma fé perseverante sendo ansioso! A ansiedade traz inquietação. Quando uma pessoa está inquieta, nada está bom, nada a satisfaz. Ela chega até a ficar agressiva, descontrolada, ou seja, torna-se uma presa fácil, nas mãos do inimigo.

Uma das leis de guerra mais conhecidas entre os leões nos deixa uma verdadeira lição. Vou explicar como funciona! No período da noite, o leão dá um rugido tão forte, que chega a causar ataque do coração nos outros animais. Os animaizinhos menores ficam assustados, com aquele barulho, que chega até a trepidar o chão. Eles saem de suas tocas, mas mal imaginam que as leoas estão à sua espera, em uma posição estratégica para devorá-los.

Aquele desespero, aquele medo e aquela ansiedade os fazem perder a noção do ataque. O desejo de fugir os levou para a morte! Da mesma forma acontece conosco! Em Provérbios 19.2, está escrito: Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado”.

Existem pessoas que preferem se entregar à depressão, em vez de dar um passo de fé. Preferem mergulhar no próprio choro, a mergulhar nas águas curadoras de Jesus Cristo.

Existem pessoas que perdem oportunidades de emprego por causa da ansiedade. Já começam a se desesperar, na entrevista, principalmente, quando ficam sabendo da jornada de trabalho e das exigências. Em vez de ficarem felizes, já estão pensando no estresse e no cansaço que vão sentir! Calma, você nem começou ainda! O mesmo Deus que abriu essa porta vai renovar suas forças.

A ansiedade impede que a gente viva o hoje e não nos ajuda a viver o amanhã.

Quem é ansioso não consegue perseverar, não consegue ter paz e é inconstante em todas as coisas. Dá um passo pra frente e dois para traz!

A ansiedade é uma opressão que nos impede de crer em Deus. É um espírito aprisionador e paralisador.

Algumas pessoas, por ansiedade, comem tudo o que veem pela frente, e acabam com a aparência e a saúde prejudicadas. E o problema? Continua onde está. Só que, agora, em vez de um, você acumula vários outros problemas: baixa autoestima, hipertensão, problemas de pele, indisposição...

Já outras, por ansiedade, estouram o cartão de crédito, com roupas e sapatos que nunca vão usar.

Existem muitas que, pela ansiedade, não comem nada! Essa obsessão de ficar magra, da noite para o dia, está prejudicando o seu desempenho, o seu humor e sua saúde. O que adianta ser magra, sem saúde?

Se você sofre de ansiedade, eu quero te deixar um conselho: Descanse no Senhor!

Salmo 37: 5 “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.”

Quando a ansiedade vier, como uma onda para te afogar – como aqueles caldos que a gente leva na praia que nos deixa atordoados, sem ar – você vai lançá-la ao Senhor!

Todas as situações que têm te abatido e te preocupado, você vai colocar diante de Deus, em oração, e vai pedir sabedoria, forças e paz, para lidar com todas elas.

Lembre-se: se você quer viver promessas, é necessário perseverar! Cheio de ansiedade, você não chegará a lugar algum!

 Lance sobre Ele toda a ansiedade, peça para o Senhor renovar suas forças e siga em frente, sem medo de ser feliz!



Pense nisso!

quinta-feira, 8 de julho de 2021

A fé nos leva a viver o impossível!


Olá querido internauta, que sempre está ligadinho no meu blog! Nada melhor do que meditar na Palavra de Deus! Ela é o nosso alimento diário!

O “Pensamento do Dia” está baseado no sexto estudo da “Primavera” da “Bíblia da Mulher de Bem com a Vida”.

Vamos começar, meditando em 1 Samuel! Vamos falar um pouquinho sobre Ana, mãe do profeta Samuel! Ana era uma mulher estéril, que, apesar de muito amada e honrada pelo seu marido, sofria constantes afrontas e humilhações!

Para vocês entenderem a dimensão das dificuldades que ela enfrentava, vou explicar como funcionava naquela época. Quando o homem se casava com uma mulher estéril, para poder dar continuidade à família, ele poderia ter outra mulher... Nem preciso dizer que foi assim com Ana, não é mesmo?

Ana ia para a Casa do Senhor e sempre chorava, por causa das humilhações que sofria... De ver a outra oferecer a seu marido tudo o que ela não podia... Em vez de se alegrar com o carinho que tinha...

Ficar se comparando aos outros não resolve seu problema! Cada um tem uma missão na terra. Mesmo a outra podendo ter filhos, Ana era a favorita! Era mais honrada e amada!

Posso falar uma coisa? Talvez, vocês fiquem chocados, mas Ana sofria porque não tinha fé. Essa era a fonte dos problemas!

Na verdade, ela nunca enxergou que, na Casa de Deus, ela poderia encontrar o caminho da transformação. Ela achava que não adiantava orar. Sabe quando você só frequenta, mas não ouve a palavra? Entra e sai do culto do mesmo jeito? Só bate cartão na igreja?

Quantas vezes, Ana não orou para que Deus desse a ela um filho? Quantas vezes ela não orou para que seu marido não precisasse casar com outra? Quantas vezes ela não orou para engravidar primeiro?

Mas sabe o que aconteceu? A outra teve mais de um filho, e Ana não teve nenhum. O maior erro dela foi não enxergar o lugar da bênção! Apesar de ir à igreja, ela não enxergava que, por meio da boca do profeta, ou, por meio de uma comunhão profunda com Deus, ela poderia achar o caminho da vitória.

Quantas vezes você vai à igreja, tem uma religião, mas carrega dor, mágoa e frustração, porque Deus não te atende? Parece que Deus ouve a oração de todos, mas não presta atenção na sua. Isso é mentira!!!

Posso ser sincera? Você se chateou, porque Deus não te atendeu na hora que você achou que Ele tinha que atender! Por causa disso, você deixou de orar, perdeu a fé. Você deixou o inimigo roubar uma arma poderosa de vitória para a sua vida. Quem desiste, no meio do caminho, é perdedor!

Você parou de louvar, de fazer votos no altar, porque Deus não atendeu as suas expectativas. Mas sabe de uma coisa? Nós somos aqueles que, pela perseverança, alcançamos a promessa!

Em Hebreus 10, está escrito que Deus não se agrada daqueles que retrocedem. O inimigo quer que nada seja completo na sua vida. Ele quer você vá à igreja, sem fé. Ele quer que você vá para a igreja, e não se abra para receber a palavra profética.

Quer entender melhor? Leia comigo Hebreus 10.35 a 39: “Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.”.

Em nome de Jesus, você vai ficar firme. Você vai voltar para a Casa do Senhor, mas vai para sair, verdadeiramente, transformado. Comece esta semana de uma forma diferente!

Creia no Senhor e estará seguro, creia nos profetas e prosperareis! Não dá mais para ficar do jeito que você está! Em vez de se lamentar, louve. Em vez de reclamar, clame ao Senhor. A oração do justo muito pode em seus efeitos. Uma palavra pode mudar o rumo da tua vida.

Ana viveu um grande milagre, quando entendeu isso. Ela não teve somente um filho, teve um grande profeta de Deus, Samuel!


Pense nisso!

quarta-feira, 7 de julho de 2021

É tarde demais! Será?


Hoje, eu quero falar com vocês sobre ansiedade! Eu vou usar como base uma das parábolas de Jesus mais conhecidas, a do Filho Pródigo.

Lucas 15.11 a 32: “ Continuou: Certo homem tinha dois filhos; o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me cabe. E ele lhes repartiu os haveres. Passados não muitos dias, o filho mais moço, ajuntando tudo o que era seu, partiu para uma terra distante e lá dissipou todos os seus bens, vivendo dissolutamente. Depois de ter consumido tudo, sobreveio àquele país uma grande fome, e ele começou a passar necessidade. Então, ele foi e se agregou a um dos cidadãos daquela terra, e este o mandou para os seus campos a guardar porcos. Ali, desejava ele fartar-se das alfarrobas que os porcos comiam; mas ninguém lhe dava nada.

Então, caindo em si, disse: Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome! Levantar-me-ei, e irei ter com o meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus trabalhadores. E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou. E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho.

O pai, porém, disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés; trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemo-nos; porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se. Ora, o filho mais velho estivera no campo; e, quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças. Chamou um dos criados e perguntou-lhe que era aquilo. E ele informou: Veio teu irmão, e teu pai mandou matar o novilho cevado, porque o recuperou com saúde.

Ele se indignou e não queria entrar; saindo, porém, o pai, procurava conciliá-lo.  Mas ele respondeu a seu pai: Há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos; vindo, porém, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes, tu mandaste matar para ele o novilho cevado. Então, lhe respondeu o pai: Meu filho, tu sempre estás comigo; tudo o que é meu é teu. Entretanto, era preciso que nos regozijássemos e nos alegrássemos, porque esse teu irmão estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado.”


A culpa sempre traz ansiedade e preocupação. É uma verdadeira loucura!

De repente, você não se deu conta do casamento abençoado que você tinha e, por causa de uma ilusão, jogou tudo para o alto... De repente, você não se deu conta da importância do ministério para a sua vida e, por causa de alguns conflitos, abandonou tudo... De repente, você não se deu conta do emprego abençoado que você tinha e, por causa de um descontentamento, saiu chutando o balde...

Diversas situações nos trazem sentimentos de culpa, mas sabe de uma coisa? Só sentimentos de culpa não te levam para lugar algum... Como eu havia citado anteriormente, eles ainda vêm acompanhados pela ansiedade! É um tormento descomunal!

A culpa ter faz sentir indigno de se aproximar de Deus. Você acaba se projetando no mal. Para você, é o fim da linha!

O sentimento de culpa precisa produzir em você o arrependimento. O arrependimento começa quando você para de se justificar: “Errei por causa disso!”...  “Errei por causa dele!”... “Errei por causa daquilo!”... “Fui enganado!”... Mas você errou e ponto! Assuma a responsabilidade!

Seja prático: “Senhor, errei! Lave-me com o Teu sangue. Tenha misericórdia da minha vida. Senhor, me dê graça e forças para voltar!”.

Você errou como: mentindo, roubando, se prostituindo, prejudicando seu colega de trabalho? Então, é isso que você vai falar!

O arrependimento começa quando assumimos os nossos erros e confessamos ao Senhor. O próximo passo é ter atitudes de arrependimento!

Aquele jovem se humilhou para o pai. Sabe, muitas vezes, a gente subestima o poder da graça e do amor! Quem deu seu único filho já se entregou faz tempo. Na Palavra, está escrito que aquele que não poupou seu único filho, como não nos dará, junto com o Espírito Santo, todas as coisas? Não é só ser restituído, mas é receber uma transformação completa!

É ser transformado para não cair mais neste abismo e fazer deste erro uma oportunidade de ser restaurado, transformado e restituído.

Aquele moço assumiu seus erros e se humilhou: “Eu quero voltar, mas eu não mereço ser tratado como filho. Trate-me como um servo! Perdão, pai!”.

Sabe o que aconteceu? O pai o recebeu de braços abertos e com uma grande festa.

Aquele jovem recebeu roupas novas e um anel de autoridade! Autoridade para não cair mais, autoridade para assumir seus erros e autoridade para vencer a culpa!


Livre, perdoado e restituído, você passa a ter certeza de um futuro abençoado! 

Pense nisso!

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Vencendo o medo


Salmo 56.3, 4 e 9: “Em me vindo o temor, hei de confiar em Ti. Em Deus, cuja palavra eu exalto, neste Deus ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim.”

Sabe, muitas vezes, você já começa o dia apavorado. Realmente, estamos vivendo tempos difíceis. O medo se faz presente, não só da violência, mas das loucuras que pairam a sociedade. Pode ser o medo de perder o emprego, medo de ser mal compreendido, medo de ficar sozinho...

O medo foi o primeiro sentimento que veio do inferno para atacar o homem. É isso mesmo! O medo tem origem espiritual. Em 2 Timóteo 1.7, está escrito que Deus não nos dá espírito de medo, mas de amor, moderação e poder.

Se o medo é um espírito maligno, temos que lidar com ele espiritualmente.

Quando vier aquela angustia, aquela insegurança, aquela incerteza, dobre o seus joelhos e pratique o que está escrito no Salmo que acabamos de ler: “E, vindo o temor, eu ei de confiar em Ti!”.

Invoque ao Senhor, abra o seu coração e fale do que você tem medo. Coloque esta situação diante daquele que está acima de tudo: “Senhor, eu sei que Tu és maior do que esta situação. Eu sei que Tu és poderoso para mudar isso. Tire este medo do meu coração! Ensina-me a enfrentar esta luta”.

Não se entregue mais ao medo. Não deixe que ele seja seu deus. O medo é um sentimento que veio para escravizar o homem, não para protegê-lo.

Quando nos deixamos tomar pelo medo, ficamos cada dia mais enfermos do corpo, alma e espírito.

No Renascer Praise 19, que é o CD que nós vamos gravar no dia 2 de novembro, no Citibank Hall, há um louvor que o Espírito Santo me deu. O coro é assim: “Espírito, me toma e não devolva. Tua vontade eu quero ser!”.

Peça para que Espírito Santo te tome e não te devolva mais para o medo. Clame: “Senhor Jesus, eu quero sentir a Tua presença. Eu quero sentir o Teu amor!”.

É assim que a gente enfrenta o dia mau, o dia da ameaça. Quando você clama a Deus, vem uma segurança no seu coração e uma ousadia, que só Deus pode te dar. 

A certeza de que o Senhor está com você está acima de tudo. Só vai acontecer o que Ele permitir. E Ele sempre tem o melhor.

Deus é por você!


Pense nisso!

domingo, 4 de julho de 2021

Tempo da espera x Tempo da perseverança


Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável vontade de Deus.”.

Sabe, eu estava conversando com um pastor da nossa igreja da Flórida, nos Estados Unidos, e ele estava falando sobre seus filhos: “Eu tentei, eu tentei...”. E eu respondi: “Filhinho, tente mais uma vez!”. Ele insistiu: “Mas, bispa, eu já fui atrás, e nada!”. E eu rebati: “Vai mais uma vez, em nome de Jesus, porque, agora, você foi enviado debaixo desta palavra profética que eu coloco sobre você, com autoridade espiritual”.

Depois disso, ele acabou perdendo os planos de saúde, e a esposa engravidou. Ele veio até mim e disse: “E agora?”. Novamente, nós oramos e clamamos pela cobertura do sangue de Cristo. E eu o enviei: “Filhinho, tente outra vez!”. Os responsáveis pelo hospital teimavam em não liberar, mas eu insisti: “Você não vai desistir do seu milagre!”. O pastor respirou fundo e concordou comigo: “Esta bem, bispa. Eu vou perseverar!”.

Sabe o que aconteceu? Tudo foi liberado. A esposa deste pastor teve o bebê na melhor maternidade. Depois de alguns dias, veio mais uma bomba: a conta do hospital. Mais de 10 mil dólares! O desespero dele chegou ao extremo: “Meu Deus do céu! O que eu faço agora?”. Eu respondi, serenamente: “Deus vai dar uma saída, confie!”. E ele retrucou: “Não tem mais jeito... Fui ameaçado... gritaram, berraram comigo... Estou perdido!”.

No meio dessa loucura toda, eu insisti no livramento que o Senhor daria. Eu conheço o Deus a quem eu sirvo. Ele é fiel e justo para cumprir Sua obra em nossas vidas. Junto com a provação, vem o escape! Sabe o que aconteceu? Nossa esperança não foi envergonhada. Além de não precisar pagar a conta, ele recebeu uma ajuda mensal do governo.

Quantas vezes, o inimigo te mostrou milhares de motivos para você se conformar? O tempo é um dos maiores argumentos. Mas sabe de uma coisa? Desde quando, Deus só cura doença nova? Será que Deus só dá livramentos financeiros para quem se enfiou no buraco agora? 

Olha só o que está escrito em Hebreus 11.6: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”.

O tempo da espera é diferente do tempo da perseverança! Se você duvidou em algum momento da caminhada, perdeu! Tem que começar, novamente, o trabalho espiritual.

Existem pessoas que agem de forma engraçada... Ao me pedir conselho ou uma oração, algumas mulheres começam a reclamar: “Mas Bispa, faz dez anos que eu estou esperando para casar”. Mas elas estão orando por isso há apenas seis meses! Então, espera aí... Faz seis meses que você começou a orar e já está começando a reclamar? É muito pra cabeça, não é mesmo?

No período da espera, existem algumas atitudes que você precisa tomar:

Em primeiro lugar, não se conforme!

Eu não sei se sua enfermidade é genética, hereditária, se tudo mundo na sua casa é assim! Eu só sei que para Deus não há impossíveis. Eu não sei se este problema existe há 20, 30, 40 anos... Para Deus, não há impossíveis! Quem procura solução encontra Jesus! Quem procura culpado encontra mais problemas!

Em segundo lugar, creia!

A última palavra não é a do médico, é de Deus!

Em terceiro lugar, persevere!

Tiago 1.2 a 4:  “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem que falte a vocês coisa alguma”.

Em quarto lugar, transforme-se pela renovação da sua mente.

Sabe o que está escrito em Provérbios 23.7? Que como imagina o homem em sua alma, assim ele é! Você acha que se imaginava morto debaixo do pé do gigante? Não! Ele imagina o gigante debaixo dos seus pés! Ele se enxergava capaz de vencer aquela batalha e venceu!

Comece a se enxergar entrando na igreja com aquela grinalda maravilhosa, comece a se enxergar trabalhando, comece a se enxergar curado, como aquele homem que estava preso a uma cama há 38 anos. “Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar” - João 5. 9.

Transforme sua mente, praticando a palavra, perseverando e resistindo ao diabo.

E, em quinto lugar, louve a Deus!

Deus habita nos louvores! Comece a encher todos os ambientes que você frequenta com a Glória do Senhor!

Pense nisso!