Páginas

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Série “Armas Espirituais”: O poder da oração!


Depois de muitos pedidos, eu decidi publicar uma série exclusiva no meu blog, destacando a importância das armas espirituais.

Tiago 5.16: “... Muito pode em seus efeitos a oração de um justo.”

1 Tessalonicenses 5.17: “Orai sem cessar.”

Para começar, eu escolhi a oração!

Em uma das longas conversas que eu tive com a minha filha, ela disse: “Mãe, como eu agradeço pela vida do meu pai. Nossas conversas são tão esclarecedoras. Ele me ajuda a enxergar, a organizar meus pensamentos e a fazer as melhores escolhas!”.

Sabe, querido internauta, eu acredito que a nossa relação com Deus deve ser assim: aberta! Ele é o nosso Pai. Precisamos apresentar para Ele nossos medos, nossas inseguranças, nossos traumas, nossas dificuldades e nossas dúvidas... É com Ele que nós devemos dividir nossos sonhos, nossas alegrias e nossas realizações, porque, além de Pai, Ele é o nosso melhor amigo! É Ele quem sempre estará conosco! 

Sabe quem orava muito? Jesus! Ele tirava forças de Sua comunhão com o Senhor!

Hoje, eu quero destacar alguns princípios que eu aprendi sobre essa arma espiritual tão fundamental para a vida de um cristão:

- A oração é o momento em que o seu ambiente interior muda!

- A oração não muda Deus, ela muda quem ora.

- A oração é a capacidade espiritual de atingir situações e pessoas, mesmo quando estão a milhões de quilômetros de distância.

- A oração é uma arma espiritual de guerra que tem ação nas regiões celestiais.

- A oração cura, liberta e transforma!

Mateus 17.21: “Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum."

- A oração nos mantem vivos espiritualmente!

- A oração nos faz viver poderosos livramentos!

Olha que impressionante o que a Palavra nos mostra:

1 Samuel 7.6 a 10: “Congregaram-se em Mispa, tiraram água e a derramaram perante o SENHOR; jejuaram aquele dia e ali disseram: Pecamos contra o SENHOR. 

E Samuel julgou os filhos de Israel em Mispa. Quando, pois, os filisteus ouviram que os filhos de Israel estavam congregados em Mispa, subiram os príncipes dos filisteus contra Israel; o que ouvindo os filhos de Israel, tiveram medo dos filisteus.

“Então, disseram os filhos de Israel a Samuel: Não cesses de clamar ao SENHOR, nosso Deus, por nós, para que nos livre da mão dos filisteus. Tomou, pois, Samuel um cordeiro que ainda mamava e o sacrificou em holocausto ao SENHOR; clamou Samuel ao SENHOR por Israel, e o SENHOR lhe respondeu. 

Enquanto Samuel oferecia o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel; mas trovejou o SENHOR aquele dia com grande estampido sobre os filisteus e os aterrou de tal modo, que foram derrotados diante dos filhos de Israel.”

Enquanto Samuel e o povo oravam, Deus interferia na guerra, e eles saíram vitoriosos! Naquele momento, o Senhor encerrou um ciclo de 20 anos de sofrimentos e humilhações!

- A oração nos protege e nos fortalece em dias de guerra!

Êxodo 17.9 a 13: “Com isso, ordenou Moisés a Josué: Escolhe-nos homens, e sai, e peleja contra Amaleque; amanhã, estarei eu no cimo do outeiro, e o bordão de Deus estará na minha mão. Fez Josué como Moisés lhe dissera e pelejou contra Amaleque; Moisés, porém, Arão e Hur subiram ao cimo do outeiro.

Quando Moisés levantava a mão, Israel prevalecia; quando, porém, ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque. Ora, as mãos de Moisés eram pesadas; por isso, tomaram uma pedra e a puseram por baixo dele, e ele nela se assentou; Arão e Hur sustentavam-lhe as mãos, um, de um lado, e o outro, do outro; assim lhe ficaram as mãos firmes até ao pôr-do-sol. E Josué desbaratou a Amaleque e a seu povo a fio de espada.”

- A oração traz à existência o que não existe!

Josué 10.12 a 14 “Então, Josué falou ao SENHOR, no dia em que o SENHOR entregou os amorreus nas mãos dos filhos de Israel; e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeão, e tu, lua, no vale de Aijalom.

E o sol se deteve, e a lua parou até que o povo se vingou de seus inimigos. Não está isto escrito no Livro dos Justos? O sol, pois, se deteve no meio do céu e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro. Não houve dia semelhante a este, nem antes nem depois dele, tendo o SENHOR, assim, atendido à voz de um homem; porque o SENHOR pelejava por Israel”

Foi algo sobrenatural! Eles precisavam de mais tempo, e o poder da oração interferiu em todo o sistema solar! Esta história, querido internauta, não é uma fábula! Ela tem comprovação cientifica!

- A oração nos leva a ter experiências profundas com Deus!

Quando não conhecemos alguém de verdade, acabamos nos baseando em boatos! Não viva de boatos e deduções, viva de experiências. Conversando todos os dias com o Senhor, você vai conhecê-Lo não de ouvir falar, mas de com Ele andar!

Há poder nas nossas orações. É com elas que nós tocamos o coração de Deus! Ela é a chave que nos leva a viver o impossível.

 Mateus 21.22: “...e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.”

Pense nisso!