Páginas

terça-feira, 29 de setembro de 2020

A melhor forma de enxergar a vida!


Mateus 6.22 e 23: “São os olhos a lâmpada para o corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se porém, os teus olhos forem maus, todo o seu corpo estará em trevas. Por tanto, caso a luz que há em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!".

A maneira como você se enxerga, nem sempre, reflete o que você realmente é! Você pode estar passando por situações difíceis, mas você não é nenhuma delas! O fato de você estar gripado não quer dizer que você seja a gripe!

Sabe, Deus não mudou só por que as coisas viraram de ponta cabeça. Não permita que esta situação de consuma! Apegue-se a Deus.

“Por que eu, o Senhor, não mudo, por isso, vós os filhos de Jacó, não sois consumidos” - Malaquias 3.6.

Se hoje está faltando saúde, dinheiro, ou qualquer outra coisa, não se desespere! Lance toda a sua ansiedade, em oração, ao Senhor e Ele te dará a paz necessária para que, em tudo, você seja vitorioso! Ele cuidará de você!

“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós” - 1 Pedro 5.7.

Lembre-se de que é apenas mais uma fase da sua vida, e Deus, só Ele, pode te tirar desse tempo de tormenta e te levará ao, tão desejado, porto seguro. Apegue-se a Ele e você viverá a verdade de Salmo 91.14 e 15: “Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angustia, eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.”

Deixe o Senhor te conduzir, porque somente Ele é o caminho. O caminho do justo é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais, até se transformar no dia perfeito (Provérbios 4.18).

Você está só passando por uma luta, por um período de choro, de necessidade, mas continua sendo filho de Deus.

Você pode não ter escolhido a situação pela qual você está passando, mas você pode passar por ela da melhor maneira possível!

Quero finalizar o estudo de hoje com alguns versículos:

 “A caso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti” - Isaías 49.15.

“Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.” - Provérbios 3.5 e 6.

“Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.” - 2 Coríntios 4.16 a 18


Pense nisso!

domingo, 27 de setembro de 2020

Não existem perdas, existem propósitos



João 9.1 a 11: “Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença. E os seus discípulos perguntaram: Mestre, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus. É necessário que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.

Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. Dito isso, cuspiu na terra e, tendo feito lodo com a saliva, aplicou-o aos olhos do cego, dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou vendo. Então, os vizinhos e os que dantes o conheciam de vista, como mendigo, perguntavam: Não é este o que estava assentado pedindo esmolas?

Uns diziam: É ele. Outros: Não, mas se parece com ele. Ele mesmo, porém, dizia: Sou eu. Perguntaram-lhe, pois: Como te foram abertos os olhos? Respondeu ele: O homem chamado Jesus fez lodo, untou-me os olhos e disse-me: Vai ao tanque de Siloé e lava-te. Então, fui, lavei-me e estou vendo.”

Ter entendimento é enxergar tudo com clareza. É deixar de andar de acordo com seus medos, carências, frustrações, complexos e deduções. É deixar de ser manipulado mentalmente e emocionalmente.

Isaías 11.2: “Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR.”

Na advocacia, existem leis que podem ser interpretadas de diferentes formas. A mesma pode tanto condenar quanto inocentar alguém.

A passagem de João 9 nos mostra o momento em que os discípulos se depararam com um cego de nascença. Qual era o conceito deles? Que aquele rapaz estava enfermo por conta de um pecado – ou dele ou dos seus pais.

Muitas vezes, quando passamos por alguma adversidade, somos julgados desta maneira. Em vez de recebermos apoio, somos questionados: “O que você fez para isso acontecer? Qual brecha você abriu?”.

Se você está passando por isso, tenha consciência de que Jesus Cristo morreu na cruz para que fossemos perdoados e limpos de todos os pecados!

Antes de dar ouvidos aos julgamentos, lembre-se de que está tudo perdoado e muito bem pago!

1 João 1.9: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”

Talvez, você esteja passando por uma fase de sucessivas perdas e chegou à conclusão de que é o fim da linha.

Noemi perdeu o marido, os dois filhos e todos os bens. Ao vê-la passando por tudo isso, em quais conclusões você chegaria? Certamente, você acharia que havia algo de errado com ela, como uma maldição, por exemplo!

Eu imagino o que pode ter passado na cabeça dessa mulher: “Por que o Senhor não me levou também? O Senhor só me deixou viva para me castigar, para que eu sofresse até desejar a morte!”.

Isso seria o obvio, mas Deus tinha um plano para ela: ser bisavó de Davi, o maior rei de Israel.

Se os filhos dela tivessem lhes dado netos quando ainda moravam em Moabe, quais seriam as consequências?  Ter descendentes idólatras e consagrados a entidades malignas.

Por que Deus permitiu que Noemi continuasse viva? Porque ainda haveria a possibilidade de que ela tivesse netos criados debaixo da bênção do Senhor. Naquela época, o parente mais próximo poderia se casar com a nora viúva e, assim, dar continuidade à descendência. Noemi foi avó por parte de sua nora, Rute!

Elas moravam em Belém. Ali, nasceu Obede, avô de Davi, de quem Jesus era descendente! Então, depois de tudo isso, podemos concluir que Noemi era uma mulher amaldiçoada ou muito abençoada?

E aquelas perdas? Noemi teve de aceitá-las e deixar que o Senhor trabalhasse em sua vida...

Passar por perdas, muitas vezes, é necessário para que ganhemos valor – assim como uma peça de mármore que é trabalhada até ser transformada em uma linda escultura! Essa “forma” é o que nos coloca dentro do plano de Deus! Se permitirmos, ele molda o nosso caráter. Somos como pedras brutas nas mãos d’Ele

Romanos 8.28: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”

Voltando à história do cego de nascença, Jesus “clareou” o entendimento dos seus discípulos: “Ninguém pecou. Isso ocorreu para que Minha glória se manifestasse na vida dele!”. Jesus, então, curou-o, e a vida dele nunca mais foi a mesma.

Não permita que mais nada roube sua paz! Lembre-se de que as perdas moldam nossa vida para o melhor de Deus, desde que estejamos abertos para isso!

Deus tem uma missão para cada um de nós! Ele não faz nada “de propósito”, mas com “um propósito”. É tudo uma questão de entendimento!

Jeremias 29.11: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais.”

A partir de hoje, mude suas percepções, pois, para quem estar em Deus, não existem perdas, existem propósitos!

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Nosso trabalho nunca será em vão


2 Reis 8.1 a 6: “E falou Eliseu àquela mulher cujo filho ele ressuscitara, dizendo: Levanta-te e vai, tu e a tua família, e peregrina onde puderes peregrinar; porque o Senhor chamou a fome, a qual também virá à terra por sete anos. E levantou-se a mulher, e fez conforme a palavra do homem de Deus; porque foi ela com a sua família, e peregrinou na terra dos filisteus sete anos.

E sucedeu que, ao fim dos sete anos, a mulher voltou da terra dos filisteus, e saiu a clamar ao rei pela sua casa e pelas suas terras. Ora o rei falava a Geazi, servo do homem de Deus, dizendo: Conta-me, peço-te, todas as grandes obras que Eliseu tem feito. E sucedeu que, contando ele ao rei como ressuscitara a um morto, eis que a mulher cujo filho ressuscitara clamou ao rei pela sua casa e pelas suas terras.

Então disse Geazi: Ó rei meu senhor, esta é a mulher, e este o seu filho a quem Eliseu ressuscitou. E o rei perguntou à mulher, e ela lho contou. Então o rei lhe deu um oficial, dizendo: Faze-lhe restituir tudo quanto era seu, e todas as rendas das terras desde o dia em que deixou a terra até agora.”

Há coisas que são bem difíceis de entender... Como é que a gente, obedecendo ao profeta, acaba no fim perdendo tudo? Bem, foi exatamente o que aconteceu com a mulher sunamita.

No livro de 2 Reis 4, encontramos parte de sua história, e podemos perceber que ela era uma mulher muito rica, uma supridora da obra de Deus e também do profeta do Senhor. Enfim, era uma mulher temente a Deus, que teve sua vida marcada por milagres e saiu deixando tudo o que tinha, em obediência à Palavra liberada por Eliseu.

Quem falhou? Pelo que está escrito na Bíblia, não foi ela. Será que foi Deus? Jamais! Então, foi o profeta? Muito menos! Na verdade, ninguém errou!

A dificuldade que ela passou em uma terra estranha, por obediência ao profeta, e pagando um alto preço não foi nada perto da fome e da necessidade que ela viveria, se não tivesse obedecido.

Sua fidelidade a Deus e sua submissão à autoridade espiritual que o Senhor designou sobre sua vida a fizeram não só ser restituída de tudo o que tinha, como também de tudo o que deixou de ganhar nos sete anos em que esteve fora.

Quando temos uma história com Deus, nosso trabalho nunca será em vão! Se você, apesar de ser fiel, dizimista e ofertante, está passando por dificuldades financeiras ou, simplesmente, perdeu tudo, é necessário:

1-Manter-se firme, fiel a Deus e às autoridades que Ele constituiu sobre sua vida e jamais murmurar, como fez o povo no deserto, trazendo sobre si o exterminador (2 Coríntios 10.10).

2-Rever suas atitudes, seus posicionamentos e como você tem administrado o que Deus tem te dado (2 Reis 4.13; 8.3 a 6).

No primeiro momento, a mulher sunamita disse que não precisava de nenhuma interferência por parte do rei. Ela tinha a vida financeira tão estável que se dava ao luxo de dispensar a ajuda dos outros. Mas, ao perder tudo, pode perceber como é importante gerar bons relacionamentos para seus negócios.

Talvez, você precise deixar de ser prepotente! Principalmente, se você não aceita nenhum princípio de gestão. Chegou a hora de pedir sabedoria ao Senhor, para que Ele também dê testemunho de sua fidelidade e te abra portas sobrenaturais.

Há tempo de ganhar, há tempo de perder, mas, em todo o tempo, o Senhor permanece o mesmo. Ele é abençoador, amoroso e fiel!


Pense nisso!

Cada dia é um dia a menos...


Salmo 30.5 “Para a sua ira durar só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã."

O salmista garante que o nosso choro não é permanente. Deus promete enxugar nossas lágrimas. Toda dor que estiver assolando a nossa vida, Ele a transformará em alegria.

A Palavra de Deus é um verdadeiro refrigério para nossa alma. Em Romanos 8.18, está escrito que as aflições deste tempo não podem ser comparadas, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada, no futuro.

Não desista! Mantenha os olhos focados em Jesus Cristo. Ele é nosso escudo, nossa fortaleza e o nosso socorro bem presente, nos momentos de angustia e aflição.

Quando a Palavra de Deus deixa de ser um texto que lemos, para ser a verdade que praticamos, vivemos, em toda e qualquer situação, o Seu sobrenatural.

Ainda que esta noite de choro dure uma semana, um mês, um ano, a nossa certeza é que cada dia é um dia a menos. Cada hora é uma hora a menos.... Estamos cada vez mais próximos do amanhecer de Deus em nossas vidas. E toda a alegria, que este amanhecer  vai trazer, faz com que renovemos nossas forças e enxuguemos nossas lágrimas. Até porque, em tempo de guerra, não se chora, se luta! Sabemos que a alegria vem, a vitória vem!

Tenha certeza, em seu coração, de que luta tem dia para começar e para acabar. O que nunca acaba é a bênção de Deus em nossas vidas!

Hoje, quero te pedir uma coisa: mais do que ficar só pensando desta forma, viva desta maneira! Renove suas forças! Espere em Deus. Creia e ande por esta fé!

Quero finalizar o post de hoje com Isaías 40.1 e 10: “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus. Eis que o Senhor virá com poder, e o seu braço dominará, eis que o nosso garladão está com Ele, e diante dele, a sua recompensa.”.


Pense nisso!

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Não caia nesta armadilha!



2 Samuel 17.2: “Assaltá-lo-ei, enquanto está cansado e frouxo de mãos; espantá-lo-ei; fugirá todo o povo que está com ele; então, matarei apenas o rei.”

Um dicionário bíblico define cansaço como: “exaustão, fadiga, doença, falta de paciência e desgaste”.

Talvez, o dicionário bíblico descreva você! Em qualquer caso, este é o "você" que o inimigo quer que você seja. Satanás é conivente, enganoso e sutil. Ele quer desgastá-lo, para impedi-lo de viver os propósitos que o Senhor estipulou para você! E, para atingir este fim, ele não medirá esforços.

O diabo, que é o seu arqui-inimigo, quer que você esteja desgastado e viva irregularmente toda a sua vida. Enquanto você preenche sua vida com coisas e ocupações, ele está rindo histericamente de você, sabendo que ele acabou de ganhar esta batalha.

Satanás sabe que você vai perder todas as batalhas que você enfrentar, se ele puder desgastá-lo. O que você vai perder? Não a sua salvação eterna, é claro, mas você vai perder o seu temperamento e sua paciência. Você também vai perder a sua perspectiva e sua paz de espírito. Você pode até perder a sua criatividade e as suas disciplinas diárias, inclusive.

O plano do diabo é mantê-lo tão ocupado e distraído com os problemas primários da vida, que você passa a ter uma existência reduzida e desgastada, em vez de uma vida abundante.

O diabo não te tenta só com o mal, mas com coisas que parecem boas. Satanás usará algo que parece momentaneamente bom para tirá-lo do melhor de Deus para sua vida.

Que tal começar a reavaliar suas escolhas para que você possa quebrar o ciclo de cansaço em sua vida?

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Para mim, já chega!



Se existe algo que rouba a nossa determinação e faz com que a gente interrompa o ciclo que Deus tem para as nossas vidas é o estresse!

Uma pessoa que não quer completar o ciclo de sua gravidez faz o quê? Aborta! Mata o que poderia ser uma vida maravilhosa, uma herança bendita.

Sabe, por causa do nervosismo, do imediatismo, da ansiedade e do estresse, você, muitas vezes, acaba abortando o bem que Deus tinha para sua vida!

Você acaba abortando uma cura, porque não tem paciência para completar o tratamento! Você acaba abortando seu sonho de amor, porque não sabe esperar em Deus! Para você, o que vier é lucro! Você acaba abortando uma porta de emprego, porque é indisciplinado e intolerante com os seus colegas de trabalho.

Resumindo, você não consegue viver momentos de pressão. Você não consegue viver o dia que só traz surpresas desagradáveis! Você não consegue passar pelo dia da perda, que, muitas vezes, é temporária. Você não consegue passar pelo dia da falta de recursos! Você não consegue ser confrontado nas suas fraquezas e impossibilidades.

Exemplos práticos

Você estava na corda bamba, tentando se equilibrar a cada passo. Estava resistindo ao medo de altura, aos ventos contrários, às intimidações... Conseguiu chegar perto do seu destino... Estava indo tão bem! Mas, de repente, você se estressou, enlouqueceu – bateu aqueles famosos ‘cinco minutos’ – e se jogou. Você sabia que não correria risco de morrer, porque alguém já havia providenciado um colchão, mas você não alcançou seus objetivos. Foi um tempo perdido!

É como algumas meninas que decidem fazer dieta! Vão ao nutricionista, inscrevem-se na academia, cortam o fast-food e, no final do mês, sobem na balança e bate aquele desespero, porque só perderam 2 kg, sendo que precisam perder mais de 30 kg! O que acontece depois? Bate aquela revolta, e elas se entopem de chocolate, comem só alimentos gordurosos e, nessa brincadeira toda, ganham mais 10k g!

É como algumas pessoas que não conseguem conter seu ímpeto, ainda mais com um chefe carrasco. Com o passar dos meses, você se dominou, conseguiu conquistá-lo, e ele passou a te confiar novos projetos. Só que em um deles, você escorregou feio! Seu chefe, que é mais impetuoso que você, te expôs e te humilhou na frente de todos.

Em vez de ficar quieto, você partiu pra cima... Nem preciso dizer que a última parada foi a rua, né? Você perdeu uma excelente porta de emprego, porque não consegue controlar seu gênio.

É como algumas pessoas que são extremamente ciumentas e controladoras. Quando a namorada adiciona no Facebook um rapaz, que nem é tão bonito assim, o tempo fecha! Aí, depois das ofensas, você descobre que era apenas um primo que mora em outro país! Cansada de ser humilhada e perseguida, ela decide acabar com tudo.

Resumindo: você perdeu a mulher da sua vida, por causa de um ciúme doentio e sem fundamentos!

Exemplos bíblicos

Eu citei alguns exemplos do dia a dia, mas, na Bíblia, existem muitos personagens que, por causa do estresse, colocaram tudo a perder. Um exemplo disso foi Moisés!

Vamos ler um trecho que relata isso! Está em Números 20.11 a 13 11: “Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais. Mas o Senhor disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei. São estas as águas de Meribá, porque os filhos de Israel contenderam com o Senhor; e o Senhor se santificou neles.".

Vamos imaginar a cena! Mais uma vez o povo de Israel reclamou, murmurou, porque não tinha água no deserto. Eu consigo imaginar o quanto é angustiante você passar por isso! Se a gente já sofre debaixo de um Sol de 35º C, imagine quem vive no deserto!? Se você quiser água, você pode ir ao mercado ou abrir a geladeira da sua casa e tirar aquela jarra cheia de água gelada... Eles não tinham isso! Mesmo com a crise que estamos vivendo, ainda conseguimos encontrar água para beber.

Passar sede sem ter perspectivas de que ela será saciada é terrível! A garganta seca, dá uma moleza, começamos até a delirar!

Neste momento de escassez, eles começaram a questionar Deus e culparam Moisés pelas dificuldades que estavam passando. Mas, volto a repetir, isso não ocorreu apenas uma vez! Moisés já estava aguentando as reclamações do povo há mais de 40 anos!

Quem aguenta 40 aguenta mais um pouquinho. Eles já estavam pertinho de entrar na Terra Prometida, conforme Deus havia prometido, mas Moisés, do nada, "surtou" e bateu duas vezes na rocha!

Todas as vezes que o povo estava com sede, ele tocava naquela rocha, e saia água. Mais pra frente, no Novo Testamento, está escrito que aquela rocha era Jesus Cristo, a pedra fundamental.

No dia do estresse de Moisés, no dia do “tô de saco cheio!”, em vez de tocar, ele bateu na rocha, agrediu a fonte de suprimento deles. Eu imagino que ele estava com tanta raiva, que deve ter pensado: "Eu estou cansado de ficar pedindo! Por que o Senhor não joga água de uma vez e inunda esse povo?".

Moisés se deixou dominar por aquela situação! Não aguentou a pressão, e as consequências foram terríveis! Com aquela atitude, ele abortou o plano que Deus tinha para a vida dele. Muitos daqueles que beberam a água da rocha entraram na Terra Prometida, mas ele morreu no deserto!

Deus levantou outro homem para cumprir o propósito! Ele levantou Josué!

Os prejuízos do estresse

Sabe, querido leitor, o estresse só prejudica quem sente. Existem muitas mães que se estressam com os filhos e acabam cometendo loucuras. Elas falam e agem de uma forma agressiva e descontrolada. Desde quando, berro é sinal de autoridade? Esse estresse todo não muda seu filho, mas te destrói.

Existem muitas situações que nos fazem colocar o “Eu não aguento mais!” no discurso: “Eu não aguento mais estar sozinha!”, “Eu não aguento mais essa enfermidade!”, “Eu não aguento mais não ter dinheiro para nada!”, “Eu não aguento mais lidar com o vício do meu marido”...

O problema é quando transformamos pensamentos em sentimentos, e os sentimentos, em atitudes.

Existem pessoas que são tão dominadas pelo estresse que acabam blasfemando contra Deus. Algumas só faltam tacar fogo na Bíblia! Misericórdia!

No final, o que restou? Uma frustração! Você voltou para a estaca zero!

Olha o que você fez com você? Olha o que você está fazendo com o seu casamento! Olha o que você está fazendo com o seu emprego! Olha o péssimo exemplo que você está dando para os seus filhos!

Tem gente que fica tão dominada pelo estresse, que caba ficando doente! O estresse se manifesta em alergias, palpitações, gastrite nervosa...

Você ainda não percebeu que você está se deixando provocar pelo inimigo? Ele armou uma armadilha, e você caiu direitinho! Ele quer se aproveitar do seu momento de fraqueza e de impotência para arrebentar com sua vida e com aquilo que você poderia gerar.

“Mas, Bispa, eu estava no meu limite! Coloquei tudo o que estava sentindo para fora! Que se dane mesmo! Pronto falei”.

É mesmo? Que se dane? Quem vai acabar se danando é você! Cada um colhe do fruto de suas ações.

Ainda dá tempo de mudar! Você vai, a partir de hoje, praticar o Salmo 37.5! Você vai entregar seu caminho ao Senhor, vai confiar n´Ele, e o restante Ele fará!

Mesmo que agora você não consiga levantar a mão e orar, clame no seu interior: “Senhor, livra-me desse nervosismo, me ajuda. Eu não consigo lidar com essa situação sozinho. Isso me abala, me perturba, me enlouquece e me deixa com raiva! Jesus, se o Senhor é o caminho, eu invoco: Seja o meu caminho!”.

Em nome de Jesus, todo o estresse, todo o nervosismo e toda essa raiva não encontrarão mais espaço na sua vida!

Não seja um portador de problemas! Busque forças no Senhor! Ore mais, jejue mais, louve mais, ouça mais a Palavra de Deus, faça o propósito de ir mais vezes à igreja!

Este é o segredo para uma caminhada de vitórias! Vença o estresse antes que ele destrua tudo o que você levou anos para construir!

Pense nisso!

domingo, 20 de setembro de 2020

Fugir? Pra onde?


Salmo 46.1 a 3: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. 

Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares; ainda que as águas tumultuem e espumejem e na sua fúria os montes se estremeçam”.

Querido, onde você tem se escondido? Tem muitas pessoas que começam a ficar ansiosas e acabam extrapolando! Olha, 90% dos casos de obesidade ocorrem por causa da ansiedade.

Sabe por que isso acontece?  Porque essas pessoas não têm para onde fugir! Não têm um refugio, então, começam a comer, comer, comer… Sem ao menos sentir o sabor. É um ciclo vicioso, porque se esquecem que comeram e voltam a comer de novo!  Como se aquilo fosse resolver os problemas.

Em alguns casos, o sofrimento é tanto, que há uma busca por algum tipo de compensação, ou algum tipo de prazer imediato. Algo que acalme a tribulação de seu coração, o nervosismo, a falta de segurança e a incapacidade de enxergar o futuro!

Quando você tem um refugio, em vez de se jogar na depressão, ou comer desenfreadamente, você vive o domínio próprio, que faz parte do fruto do Espírito Santo.

Tem gente que tranca a boca e vai secando… secando… secando, porque não sabe encarar mudanças. Às vezes, nem é algo ruim, é, simplesmente, algo novo em sua rotina. Pode ser um emprego novo, uma casa nova, ou sua empresa se fundiu com outra, testes, auditorias, ou o feriado está chegando e você não sabe o que fazer com os filhos… Algo novo ou diferente aparece e você fica se torturando de tanta ansiedade.

Hoje, você vai parar de se destruir e vai buscar, em Deus, o seu refúgio! 

Você sabia que o Senhor ordena sobre nós a sua bênção todos os dias? Sabia que o Espírito do Santo é conselheiro? Nos Sete Espíritos de Deus, há o Espírito de Conselho!

Hoje, quero te ensinar alguns passos para você vencer essa inquietação:

1) Lance sobre o Senhor toda a tua ansiedade
          
1 Pedro 5.7: “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.”

Sabe como você vai fazer isso? Orando: “Senhor, estou nervoso, estou agitado, porque estou em uma fase de mudança. Porque eu estou vendo todas as coisas irem embora! Porque eu estou sentindo que eu estou envelhecendo e eu não tenho forças para realizar! Eu não tenho mais a mesma vitalidade! Eu não tenho mais a mesma força! Eu não tenho mais o mesmo pique, mas eu quero lançar estas situações que têm me amedrontado e deposito, em Ti, a minha confiança!”.

Continue orando: “Eu não sei, me ajuda! Eu não estou sabendo viver! Eu estou me descontrolando! Estou prejudicando o meu próprio corpo! Eu não sei viver esta situação!”

Pode ser ridículo para todo mundo! Mas isso vai trazer libertação e paz!

2) Coloque diante de Deus também o que te dá medo, porque Deus é amor, e o amor lança fora todo o medo.

Clame: “Senhor, eu tenho medo…Eu tenho medo de falhar!….Eu tenho medo de machucar as pessoas!… Eu tenho medo de decepcionar quem depende de mim!…. Eu tenho medo de perder a minha família!… De perder o meu marido!… Eu tenho medo de não casar!… Eu tenho medo de não conseguir pagar as contas!… Eu tenho medo de ser despejado!… Eu tenho medo de ser mandado embora!… Eu tenho que aquela benção que estou esperando tanto não aconteça!”

Coloque diante de Deus! Ele é o Deus que atende a oração! Quando você busca esse refúgio no Senhor, através da oração, as portas se abrem!

A Palavra talvez não apareça instantaneamente na sua cabeça. Mas, daqui a pouquinho, o Senhor te revelará. De repente, a resposta de Deus pode estar em algo que não tem nada a ver com a situação que você está passando. Ou então, por meio dessa oração, você sentirá o óleo caindo sobre você te tranquilizando. Busque o teu refugio em uma vida de oração!


Refugie-se no Senhor e Ele vai te dar uma estratégia, uma direção, vai iluminar os teus olhos. Você vai enxergar a verdade e não vai ficar atormentado! O Senhor tem o melhor para você!

 Pense nisso!

quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Uma história de fé e superação


Rute 4.13 a 22 “Assim, tomou Boaz a Rute, e ela passou a ser sua mulher; coabitou com ela, e o SENHOR lhe concedeu que concebesse, e teve um filho.  Então, as mulheres disseram a Noemi: Seja o SENHOR bendito, que não deixou, hoje, de te dar um neto que será teu resgatador, e seja afamado em Israel o nome deste. Ele será restaurador da tua vida e consolador da tua velhice, pois tua nora, que te ama, o deu à luz, e ela te é melhor do que sete filhos.

Noemi tomou o menino, e o pôs no regaço, e entrou a cuidar dele. As vizinhas lhe deram nome, dizendo: A Noemi nasceu um filho. E lhe chamaram Obede. Este é o pai de Jessé, pai de Davi.  São estas, pois, as gerações de Perez: Perez gerou a Esrom,  Esrom gerou a Rão, Rão gerou a Aminadabe, Aminadabe gerou a Naassom, Naassom gerou a Salmom, Salmom gerou a Boaz, Boaz gerou a Obede,  Obede gerou a Jessé, e Jessé gerou a Davi.

Veio uma crise terrível sobre Israel. O marido de Noemi achou que a melhor alternativa era fugir dali, assim como existem muitas pessoas que saem do Brasil em busca de novas perspectivas.

Ele se mudou com a família para outra região, mas o mal que ele tanto temia o alcançou. Aquele homem perdeu tudo o que tinha e morreu. Seus filhos também morreram, deixando duas mulheres – Rute e Orfa – viúvas.

Noemi achou melhor pedir que cada nora seguisse seu rumo.

De acordo com as leis da época, quando a mulher ficasse viúva, ela poderia se casar com o irmão do marido que morreu. Desta forma, as gerações se perpetuavam, mas Noemi não tinha mais filhos.

O que aconteceu depois? Realmente uma das noras, Orfa, seguiu o conselho da sogra e foi embora, mas Rute decidiu permanecer e disse: “Onde você for, eu vou. O teu Deus é o meu Deus. O teu povo é o meu povo!”.  

As duas, então, decidiram voltar para Belém. A condição de ambas era deplorável. Era como se fossem mendigas, estavam completamente na miséria.

Rute, literalmente, pegava esmolas. Aquela época era de colheita. E foi no campo de um homem muito rico que sua sorte começou a mudar. Ao saber de sua história, aquele homem a deixou colher mais frutos.

Chegando em casa, Rute contou as boas novas para Noemi, que teve uma excelente ideia: “Aquele homem pode ser o nosso resgatador porque ele é o nosso parente próximo. Eu não tenho mais filhos, mas ele pode te resgatar. E o seu filho pode, inclusive ser meu neto!”. Rute disse: “Então, me ensina, porque eu quero viver isso!”.

Rute conquistou o coração daquele homem. Ele se casou com ela, pagou o direito de ser seu resgatador. Depois de se casar, eles tiveram o primeiro filho, e aquele filho ela entregou para Noemi.

Olha que deseixo esta história teve: A sogra sem filhos teve neto através da nora!

Que maneira incrível que Deus escolheu para dar o sonho de Noemi. Depois de conhecer esta história, não tem como duvidar das promessas de Deus.

Foi algo tão forte o que aconteceu com aquela família que fizeram uma música para Noemi e disseram: “Muitas têm um filho, mas a tua nora é melhor do que sete filhos!”.

Sabe, aquele neto veio para restaurar tudo o que estava perdido.

Quantas vezes, ao passar por situações difíceis, a gente pensa: “Ah! Meu sonho acabou! Nunca mais eu vou ser feliz!”?

Eu quero te dar uma palavra de Deus hoje! Entregue seu caminho ao Senhor. Não entre nessas paranoias. Não considere o teu futuro a partir do teu momento, mas busque a Deus com todas as suas forças. Certamente, Ele te entregará além do que você sonhou.

O fim da sua história não é a calamidade, não é esta perda, não é a solidão...

Noemi viveu muito além do que sonhou!

Aquela que Noemi não gerou lhe deu neto. Aquele neto foi avô do rei Davi e entrou para a genealogia de Jesus.


Pense nisso!

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Lutas ou oportunidades?



Atos 15.22: “Então, pareceu bem aos apóstolos e aos presbíteros, com toda a igreja, tendo elegido homens dentre eles, enviá-los juntamente com Paulo e Barnabé, a Antioquia: foram Judas, chamado Barsabás e Silas, homens notáveis entre os irmãos.”

Ainda que você, aos olhos humanos, esteja em desvantagem e sem perspectiva de mudança de vida, em Romanos 8.28, está escrito que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e daqueles que são chamados segundo o Seu propósito.

Enxergue, hoje, esta situação como uma oportunidade que Deus está te dando para mostrar ao mundo a sua vitória. O Senhor te fará um referencial a outros, te dará notabilidade, destaque e, por consequência, a liderança que vem do Espírito.

Quando encaramos os problemas e não nos afogamos em murmurações, nas drogas, no álcool, na depressão... Deus nos concede uma capacidade realizadora, de tal maneira que um de nós vale por mil e dois, por dez mil. Ele tem como uma das bênçãos espirituais a sabedoria que vem dos céus.

Tiago 1.5: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.”

Deus tem liderança e notabilidade para sua vida, porém isso depende de sua fé e atitude diante das situações. O Senhor Jesus nos diz: “Vós sois luz do mundo e sal da terra”. Deus quer te honrar para que o mundo reconheça em você a presença do Espírito Santo de Deus.

O Apóstolo Paulo nos adverte, dizendo que não podemos ignorar os intentos do diabo. 

2 Coríntios 2.11: “Para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.”

O inimigo quer te diminuir, subtrair, te destruir e a melhor forma de conseguir isso é tocando em seus sentimentos. É colocando pessoas para te criticar, julgar e desanimar.

Se o trabalho de Satanás é esse, o trabalho do Senhor é de nos restaurar, abençoar e acrescentar.

O grande problema é que não sabemos respeitar o tempo.  Em Eclesiastes 3, está escrito que há tempo para todas as coisas debaixo do céu. Há tempo de semear e a há tempo de colher. Entre um e outro, há um intervalo.

A única forma de realmente sermos notados, reconhecidos é nos levantando na força e na sabedoria que vêm de Deus, enfrentando, perseverando e buscando ao Senhor.

O reconhecimento vem por meio de vitórias que temos nos reverses, problemas, carências e assolações pelas quais passamos.

Passamos, muitas vezes, por tribulações, mas precisamos ter a certeza de que não estamos andando para trás. Pode ser incompreensível, mas você está debaixo da Palavra de Neemias 13.2, que diz que o Senhor transforma a maldição em benção, para que Seu nome seja glorificado em nossas vidas.


Persevere! Lembre-se! Esta luta, vergonha ou enfermidade veio para que, através de você, todos vejam a Glória de Deus. Pense nisso!

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Não deixe que a ingratidão destrua o bem que você já fez!


Gênesis 13.14 a 18 “Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente;  porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre. Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência.

Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei.  E Abrão, mudando as suas tendas, foi habitar nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e levantou ali um altar ao SENHOR.”

Nós deveríamos estar mais preparados para a ingratidão. Já fomos advertidos, através da Palavra de Deus, que seria assim. 1 Timóteo 4 é um bom exemplo disso. Neste texto, está escrito que, nos últimos dias, os homens seriam egoístas, amantes de si mesmos e ingratos.

Abraão sofreu isso. Ló viveu tantas coisas boas ao lado dele. Casou, prosperou e recebeu ensinamentos de um homem que tinha uma relação verdadeira com Deus. Mas, de repente, a convivência se tornou insuportável. Ló, então, escolhe o lugar mais bonito e decidiu ir para lá!

É muito difícil passar por isso. Às vezes, vemos aquelas pessoas que ajudamos, que ensinamos, que investimos nosso templo, simplesmente, virarem as costas como se fossemos as piores pessoas do mundo.

Quem sabe você não está agindo da mesma forma ou, quem sabe, sentindo da mesma forma. Você amou aquela vida, orou, visitou, deu o seu melhor; e ela, simplesmente, diz que você não significou nada!

Parece que ela viveu tão bem sem você, mas você, por outro lado, não consegue viver sem ela.

Depois da separação, em princípio, parecia que Ló estava muito melhor que Abraão, mas o tempo mostrou quem fez a melhor escolha.

Sabe, querido, Deus é contigo! Ele vai curar todas as feridas do seu coração!

Hoje, eu quero deixar três conselhos para você vencer, de uma ver por todas, a ingratidão:

1º Não acumule mágoas no seu coração

Libere perdão. Se possível, fale para pessoa que, apesar de tudo, você a perdoa, porque todo o bem que você plantou, no tempo certo, você colherá do Senhor.

Faça o bem, esperando o bem do Senhor! Não crie expectativas no ser humano!

Gálatas 6.9: “E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.”

2º Erga os olhos para o céu e veja a grandeza do teu Deus

Não pense mais de forma limitada. Deus tem muito mais que este relacionamento.

Olha, eu perdi a conta de quantas vezes Deus já me abençoou! A graça do Senhor é infinitamente maior e mais poderosa do que a ingratidão do ser humano.

3º Saia desta angústia e erga um altar de louvores a Deus.

Tem um louvor do Renascer Praise que diz assim:

Dos Choros que chorei
Das pedras que atiraram em mim
Edifiquei a Ti
Um altar para oferecer louvor...

Toda maldição benção se tornou
E viram o Seu poder...

Deus tem muito mais para sua vida. Quanto aos ingratos, talvez, eles estejam achando que escolheram o melhor lugar, mas, na verdade, optaram por Sodoma e Gomorra – lugares de destruição!

Não viva mais em função deles! Viva de acordo com as promessas que o Senhor tem para a sua vida!

Eles irem mal não faz de você o melhor. Mas, por outro lado, você ficar bem vai te restituir e te colocar no rumo certo.


Pense nisso!

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Quando semeamos muito e colhemos pouco


Ageu 1.3 a 8 e Ageu 2. 9: “Veio, pois, a palavra do Senhor, por intermédio do profeta Ageu, dizendo: Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?

Ora, pois, assim diz o Senhor dos Exércitos: Considerai o vosso passado. Tendes semeado muito e recolhido pouco; comeis, mas não chega para fartar-vos; bebeis, mas não dá para saciar-vos; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o para pô-lo num saquitel furado.

Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai o vosso passado. Subi ao monte, trazei madeira e edificai a casa; dela me agradarei e serei glorificado, diz o Senhor.

A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos.”

Nós vemos, nesta passagem, que o povo estava passando por uma situação de assolação. Eles trabalhavam muito, mas não desfrutavam de nada. Além de não colherem os frutos, ficavam no negativo. Era uma situação desesperadora, na qual não havia saídas humanas.

O Senhor, então, por meio do profeta Ageu, mostra que existe um caminho: “Construam um templo para o Senhor! Edifiquem para Ele! Façam uma obra! Com o que vocês têm, em vez de investirem nos próprios interesses, invistam na obra de Deus. Edifiquem um lugar no qual vocês possam falar com Ele, onde Ele possa estar com vocês nesta situação de calamidade!”. Foi desta forma que o povo hebreu venceu o deserto, quando saiu do Egito.

Antes de seguir este conselho, eles estavam destruídos. Sabe, quando você está no negativo e, por mais que você trabalhe, nunca é o suficiente para cobrir a conta porque os juros são exorbitantes?  Sabe quando você está doente e, por mais que você se cuide, a enfermidade te corrói? Sabe quando, por mais que você se esforce, seu casamento continua em crise?

Como superar situações como estas? Como passar por este deserto e sair mais que vencedor? O segredo é: edifique para Deus! Tenha um lugar onde Ele possa falar com você. Tenha um tempo só para você e para Ele. Desta forma, o Senhor trará à existência o que não existe.

O tempo que você fica na Casa de Deus, o tempo que você se dedica à oração e à meditar na Palavra constroem uma vida de intimidade com o Senhor. Ele, então, vai te direcionando, te dando paz e trazendo o sobrenatural. De repente, vem o suprimento de onde você não esperava. De repente, a cura brota sem detença. Isso ocorre por quê? Porque você edificou uma vida com Deus, um templo!

O jejum, por exemplo, é uma das armas espirituais mais poderosas que existem. Em Isaías 58, o profeta descreve todas as bênçãos que esta consagração traz.

Quando você edifica para Deus, na sua vida, passa a existir um espaço para os milagres do Senhor.

É tempo de você orar mais, de louvar mais, guerrear em jejum, ter votos no altar. É tempo de você se abrir para ouvir a voz de Deus! Assim, você receberá estratégias e sabedoria para passar por essa crise.

Todos os meses, nas igrejas Renascer em Cristo, nós realizamos uma campanha de jejum. Venha guerrear conosco. Você verá que aquilo que é impossível para os homens é possível para Deus.

Lembre-se de que, quando Ele age, ninguém pode impedir!


Pense nisso!

domingo, 13 de setembro de 2020

O valor que a vida merece!


Salmo 103.1 e 2: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga ao teu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só dos seus benefícios”.

Eu não sei por que eu fui escolhida para ter o privilégio de valorizar cada dia de vida! Há anos, de uma forma especial, eu sei o que é ter um dia de vida com quem amo! Eu sei o que é, nesse dia, escutar a voz, abraçar e poder ser melhor para quem eu amo!

Pra vocês entenderem essa sensação, vou dividir um fato que aconteceu comigo! Certo dia, minha filha Bispa Fernanda, me chamou para assistir um filme. Ela sabia que eu ia amar! Nele, o personagem principal entrava em um guarda-roupa e poderia voltar no tempo, para viver de forma diferente os dias que ele errou. Este era um privilégio que só os homens da família tinham.

No final do filme, o garoto viu que o pai estava para morrer de câncer e, então, entendeu por que ele tinha parado de trabalhar, quando completou 50 anos. Na verdade, no fim da vida dele, ele tinha entrado armário, para voltar no tempo e, desde então, aproveitar cada simplicidade que a vida oferecia e desfrutar, ao máximo, a companhia de quem ele amava!

É claro que a nossa realidade é outra! Não temos como voltar no tempo, mas temos a oportunidade de criar um ponto de partida! Você pode, a partir de hoje, tomar um rumo totalmente diferente! Você não precisa voltar no tempo para acertar, porque você tem um Deus de amor, que pode mostrar o caminho certo!

No meu caso, o Senhor me deu uma experiência que me faz, todos os dias, comemorar e agradecer pela família que Ele me deu, pela saúde, pelo ministério e pelo suprimento de cada dia. Eu vivo na certeza de que mesmo que eu mude, o Senhor permanece o mesmo, e, desta forma, eu posso estar segura! Eu não tenho medo do amanhã, pelo contrário, eu me alegro, porque todos os dias da minha vida, eu fui sustentada e renovada por Ele!

Se eu pudesse dividir um grande segredo com cada um de vocês, eu diria: Alegre-se no Senhor todos os dias! Alegre-se nas coisas boas que Ele te deu! Ame a Deus profundamente! Comece o dia falando com Ele, essa é a garantia de que tudo lhe irá bem, você não caminhará errante!

Há dias em que nós teremos mais desafios, mas isso é sinal de que nós teremos muitas vitórias! Há dias em que nós teremos mais descanso, mas, sinceramente, pode ser que não brote nenhum louvor deles!

Não ache que os dias de desafio são ruins, porque Eles sempre vão te fazer conhecer a parte que o Senhor já transformou na sua vida e aquilo que você precisa melhorar! Nos momentos de guerra, nós descobrimos nosso poder de resistência e os nossos recursos naturais.

Em dias de diversidade, você vai descobrir o quão ungido e forte você é. Você vai perceber que, mesmo em momentos de loucura, você pode ter o controle da situação... que, mesmo em momentos de perda, você pode ser uma pessoa completamente realizada... que, mesmo em dias de choro, você pode ser feliz e, ainda, consolar as pessoas que precisam!

Você vai descobrir que este é só começo! Deus tem lugares altos e te dará condições para você levar quem você ama!

Comece o dia louvando e termine agradecendo a Deus! Dessa forma, o Espírito Santo sempre vai te guiar, te orientar e te sustentar com braço forte! Sempre haverá uma resposta certa, uma porta aberta e livramentos! Ele sempre vai te conduzir em triunfo!

Pense nisso e lembre-se: ser feliz é uma escolha! Você pode viver cada dia da melhor maneira possível!

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Tempo da espera x Tempo da perseverança


Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável vontade de Deus.”.

Sabe, eu estava conversando com um pastor da nossa igreja da Flórida, nos Estados Unidos, e ele estava falando sobre seus filhos: “Eu tentei, eu tentei...”. E eu respondi: “Filhinho, tente mais uma vez!”. Ele insistiu: “Mas, bispa, eu já fui atrás, e nada!”. E eu rebati: “Vai mais uma vez, em nome de Jesus, porque, agora, você foi enviado debaixo desta palavra profética que eu coloco sobre você, com autoridade espiritual”.

Depois disso, ele acabou perdendo os planos de saúde, e a esposa engravidou. Ele veio até mim e disse: “E agora?”. Novamente, nós oramos e clamamos pela cobertura do sangue de Cristo. E eu o enviei: “Filhinho, tente outra vez!”. Os responsáveis pelo hospital teimavam em não liberar, mas eu insisti: “Você não vai desistir do seu milagre!”. O pastor respirou fundo e concordou comigo: “Esta bem, bispa. Eu vou perseverar!”.

Sabe o que aconteceu? Tudo foi liberado. A esposa deste pastor teve o bebê na melhor maternidade. Depois de alguns dias, veio mais uma bomba: a conta do hospital. Mais de 10 mil dólares! O desespero dele chegou ao extremo: “Meu Deus do céu! O que eu faço agora?”. Eu respondi, serenamente: “Deus vai dar uma saída, confie!”. E ele retrucou: “Não tem mais jeito... Fui ameaçado... gritaram, berraram comigo... Estou perdido!”.

No meio dessa loucura toda, eu insisti no livramento que o Senhor daria. Eu conheço o Deus a quem eu sirvo. Ele é fiel e justo para cumprir Sua obra em nossas vidas. Junto com a provação, vem o escape! Sabe o que aconteceu? Nossa esperança não foi envergonhada. Além de não precisar pagar a conta, ele recebeu uma ajuda mensal do governo.

Quantas vezes, o inimigo te mostrou milhares de motivos para você se conformar? O tempo é um dos maiores argumentos. Mas sabe de uma coisa? Desde quando, Deus só cura doença nova? Será que Deus só dá livramentos financeiros para quem se enfiou no buraco agora? 

Olha só o que está escrito em Hebreus 11.6: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”.

O tempo da espera é diferente do tempo da perseverança! Se você duvidou em algum momento da caminhada, perdeu! Tem que começar, novamente, o trabalho espiritual.

Existem pessoas que agem de forma engraçada... Ao me pedir conselho ou uma oração, algumas mulheres começam a reclamar: “Mas Bispa, faz dez anos que eu estou esperando para casar”. Mas elas estão orando por isso há apenas seis meses! Então, espera aí... Faz seis meses que você começou a orar e já está começando a reclamar? É muito pra cabeça, não é mesmo?

No período da espera, existem algumas atitudes que você precisa tomar:

Em primeiro lugar, não se conforme!

Eu não sei se sua enfermidade é genética, hereditária, se tudo mundo na sua casa é assim! Eu só sei que para Deus não há impossíveis. Eu não sei se este problema existe há 20, 30, 40 anos... Para Deus, não há impossíveis! Quem procura solução encontra Jesus! Quem procura culpado encontra mais problemas!

Em segundo lugar, creia!

A última palavra não é a do médico, é de Deus!

Em terceiro lugar, persevere!

Tiago 1.2 a 4:  “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem que falte a vocês coisa alguma”.

Em quarto lugar, transforme-se pela renovação da sua mente.

Sabe o que está escrito em Provérbios 23.7? Que como imagina o homem em sua alma, assim ele é! Você acha que se imaginava morto debaixo do pé do gigante? Não! Ele imagina o gigante debaixo dos seus pés! Ele se enxergava capaz de vencer aquela batalha e venceu!

Comece a se enxergar entrando na igreja com aquela grinalda maravilhosa, comece a se enxergar trabalhando, comece a se enxergar curado, como aquele homem que estava preso a uma cama há 38 anos. “Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar” - João 5. 9.

Transforme sua mente, praticando a palavra, perseverando e resistindo ao diabo.

E, em quinto lugar, louve a Deus!

Deus habita nos louvores! Comece a encher todos os ambientes que você frequenta com a Glória do Senhor!

Pense nisso!