Páginas

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Quando não sabemos estabelecer prioridades


Mateus 6.21: “porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.”.

Preste bem atenção porque esta escolha determinará se você será livre ou escravo. Esta escolha determinará se você será feliz ou infeliz nos seus relacionamentos. Esta escolha determinará se você terá paz ou se você ficará atormentado. Esta escolha determinará se você será amado ou dispensável.

Onde está o teu tesourou?

Existem pessoas que têm como o seu tesouro os bens materiais. Existem mulheres que ficam desesperadas, porque a cunhada tem uma bolsa da moda, e elas não. Porque a amiga tem o carro do ano, e elas andam de ônibus. Porque a vizinha viajou, e elas passaram as férias em casa. O tesouro delas são os valores materiais. Sabe qual é a consequência desta escolha? Um inferno nos relacionamentos, principalmente familiares.

O marido, de repente, já não presta. Não importa se ele é trabalhador, se ele é fiel, se ele é honesto... O que importa é o que ele pode ou não te dar!

A esposa briga todo o dia, fica de cara feia, porque o tesouro dela está naquilo que ela pode mostrar para os outros. Ela quer mostrar para todo mundo o quanto está bem! De repente, o status ficou mais importante que a realidade.

Sabe de uma coisa? Eu nunca vi alguém ser curado por causa de um bem material. Eu nunca vi alguém, por exemplo, ganhar um carro e depois ser curado de um câncer. Eu nunca vi alguém comprar uma bolsa e, com ela, ganhar um marido.

Onde está o teu tesouro?

Existem pessoas que fazem do trabalho o seu tesouro. A pessoa trabalha tanto que, nem tem tempo de usufruir de suas conquistas. Trabalha tanto, que não tem nem tempo para a família. 

Existem pessoas que fazem da família o seu tesouro. Quantas mulheres eu vejo que, após os filhos casaram, simplesmente perdem o sentido da vida! Ter filho é maravilhoso, mas não pode ser nossa única razão de viver.

Quando Jesus fala para colocarmos o Reino de Deus em primeiro lugar, Ele quis dizer: “Se você me colocar em primeiro ligar, todas as outras coisas vão para o lugar certo.”.

Restabeleça suas prioridades

Quando eu coloco Deus em primeiro lugar, eu organizo a minha vida! Antes de começar qualquer atividade pergunte-se: “O que o Senhor espera de mim? O que é melhor para Ele?”.

Quando você prioriza o seu relacionamento com o Senhor, você recebe paz na família, sabedoria para lidar com as questões financeiras, luz para aproveitar cada fase da minha vida e força para conquistar.

Veja bem onde você está colando a sua prioridade, para você não jogar sua vida fora e não ficar sozinho.

Veja bem o que você está fazendo com cada dia de vida que o Senhor te deu.

Coloque o Senhor em primeiro lugar, e as outras coisas serão acrescentadas. 

Pense nisso!

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Sem limites para Deus!


Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo em 1 Coríntios 11.

Paulo diz: “Sejam meus imitadores, como sou de Cristo”. Isso não significa que seremos como aqueles humoristas que imitam as expressões, as vozes de pessoas famosas e até nos divertem com isso.

Na verdade, ele quis dizer: “Seja meu imitador, mas nas minhas atitudes, na minha postura, nas minhas reações, nas minhas decisões, na minha maneira de viver, assim como eu sou de Jesus Cristo.”.

Vou pegar um fato isolado, para usar como exemplo: Quando Paulo estava no seu local de oração, apareceu uma moça possuída por um espírito de adivinhão. Ela começou a perturbá-lo todos os dias, atrapalhando aquele momento de consagração.

Essa situação durou muito tempo. Até que Paulo e Silas expulsaram aquele demônio. Só que aquele espírito maligno era uma espécie de fonte de renda para aquela mulher. Ela era muito procurada para fazer adivinhações e, por consequência, seus donos enriqueciam.

Por conta disso, Paulo e Silas foram acusados de forma injusta. O que eles fizeram de errado? Nada! Eles só estavam sendo um instrumento de libertação.

Depois de serem açoitados, foram jogados em um cárcere. Qual seria a reação natural? Eles tinham todos os motivos para ficarem revoltados contra aquelas pessoas e, até mesmo, contra Deus. Mas Paulo e Silas, mesmo acorrentados no fundo do calabouço, começaram a louvar.

A adoração deles foi algo tão forte, que tomou conta de todo o ambiente. Por volta da meia-noite, todos os grilhões foram rompidos sobrenaturalmente, e as portas do calabouço se abriram. O carcereiro ficou transtornado ao ver todos os prisioneiros livres e, por desespero, quis tirar a própria vida. Mas Paulo o ministrou.

Que poder e autoridade são esses? Eles louvaram com todas as suas forças e trouxeram o milagre à existência! Eles foram injustiçados, humilhados, agredidos, mas guardaram a fé, e fizeram dela o seu escudo!

É sobre isso que eu quero falar com você hoje, querido internauta. Nos momentos de extrema pressão, nós revelamos nossas verdadeiras motivações e nossas verdadeiras convicções. Esta história serve para fortalecer a igreja e aqueles que, por qualquer crítica, negam sua fé!

Por que algumas pessoas que falam que amam Jesus se perdem tão fácil? Isso acontece, porque elas não têm autoridade! Sabe, em vez de só falarmos dos nossos problemas, precisamos falar mais sobre Deus!

Hoje é dia de você restaurar sua relação com o Senhor e zelar por ela. Jesus veio para nos salvar e nos dar poder e autoridade!

O seu clamor, o seu louvor, o seu jejum, os seus votos no altar e a tua comunhão com a igreja fazem com que as portas do inferno não prevalecem contra a sua vida!

Foi assim que aconteceu com Paulo e Silas. Para sermos seus imitadores, precisamos resistir até as últimas consequências! Precisamos ser incorruptíveis e inabaláveis.

Sabe, a gente busca dinheiro, casamento, descanso, mas não clamamos por autoridade. E sabe por que precisamos dela?

Porque está escrito em Salmo 34.19: “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas!”. Isso quer dizer que Deus não nos livra da luta, mas no livra na luta!

Não entregue os pontos! Aquele que te enviou é o mesmo que vai te direcionar, te proteger e trazer o livramento!


Pense nisso!

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Chega, né?



Salmo 19.14: “As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu.”

Você está cansado de errar? Você está cansado de cometer as mesmas loucuras? De sempre ficar nervoso pelo mesmo motivo? De sempre chorar pelo mesmo problema? Chegou a hora de mudar, né? Deus nos chamou para andarmos em novidade de vida!

Eu conheço pessoas que têm uma capacidade indescritível de se meter em confusão! O motivo? Falar dos outros e “cuidar” de problemas que não são seus.

O que eu mais me impressiona são os argumentos de pessoas assim: “Mas, Bispa, ele falou mesmo!”.

Sabe qual é a minha resposta: "Se falou ou não, você não precisa repassar! Se você não pode ajudar, não atrapalhe!".

Muitas vezes, as pessoas não te procuram para contar seus problemas, por mais que você seja inteligente e domine a Bíblia, porque elas sabem que você é um ‘boca mole’.

Você, mesmo sabendo disso, não se contem, vai lá e fala mesmo! Sabe o que acontece? Mesmo que as suas intenções sejam as melhores, você leva a fama de fofoqueiro, e não importa se foi o outro que falou. No final, sobra pra você!

Você abre a boca, cria polêmica, mas, depois, não aguenta as consequências do que você falou.

Pare e reflita nisso!

Outra característica que prejudica muito é a inconstância. Ela te deixa cheio de projetos inacabados. Ou seja, você não evolui em nada!

Por exemplo, existem pessoas que toda hora estão mudando de emprego, porque não aguentam isso, não aguentam aquilo.... E ainda reclamam na frente de todo mundo. O máximo que você vai conseguir, agindo desta forma, é manchar sua carteira de trabalho.

Sabe por que você passa pela mesma luta? Porque você sempre tropeça na sua língua e, ainda por cima, vem com aquele papo: “Não sei por que Deus permite!”.

Antes de Deus te ajudar, você precisa se ajudar! Você já imaginou se Ele prosperasse tudo o que você fala? Existem mães, que ao olharem para a prova do filho, em vez de conversar e procurar saber o que aconteceu, fazem um terrorismo com a criança: “Olha essa nota! Moleque burro! Sua única obrigação na vida é estudar. Você não serve para nada mesmo!”.

Imagine se Deus levar isso em consideração? O que seria do seu filho? Em vez de julgar e amaldiçoar, incentive, ajude-o! Tenho certeza de que o resultado da próxima prova será melhor! Procure saber o que está tirando a concentração dele e tome uma atitude.

Imagine, então, se Deus prosperasse aqueles seus lamentos em dias de depressão: “Por que Deus não me mata de uma vez?”, “Ninguém me ama!”, “Sou a pessoa mais infeliz da terra”....?

Chegou a hora de mudar de discurso e de atitude

Comece fazendo com que as palavras que saem dos seus lábios sejam agradáveis a Deus! Se o seu filho não está indo bem na escola, ore por ele: “Senhor, meu filho tem dificuldades em aprender, mas eu creio que o dom da sabedoria vem de Ti! Deus, abençoe meu filho com este dom!”.

Em vez de pedir que Deus te mate, ore: “Senhor, me dá a vitória que o Senhor deu a Davi!”.

Você pensa que vencer aquele gigante era fácil? O exército inteiro tinha medo de Golias! Ninguém tinha coragem de enfrentá-lo!

Mas Davi foi ousado e teve o discurso que agradou a Deus: “Quem é esse monstro, incircunciso filisteu? Quem é ele pra afrontar o exército de Deus?”.

O segredo é fazer com que os teus pensamentos e as tuas palavras vençam aquilo que veio te matar!

Pode fazer um comparativo. Você já reparou que as pessoas que só falam mal dos outros, reclamam e amaldiçoam são mais infelizes?

Já as pessoas que falam do amor Deus, dos seus milagres e das bênçãos que Ele tem pra derramar são mais leves.

Quando seu pensamento e o seu discurso mudam, o ambiente muda também! Com este posicionamento, Deus também te dá criatividade e estratégias. Você passará a enxergar as coisas de uma forma diferente. Como Davi, que conseguiu enxergar naquela pedra uma arma devastadora.

Eu quero finalizar o pensamento de hoje com dois versículos:

Provérbios 15.4: “A língua serena é a árvore da vida, mas a perversa quebranta o espírito.”

Provérbios 16.24:  “Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo.”

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Eu pensei que a amizade fosse verdadeira!


Salmos 55.21: “A sua boca era mais macia que a manteiga, porém no coração havia guerra; as suas palavras eram mais brandas que o azeite; contudo, eram espadas desembainhadas.”.

Quando poderíamos imaginar que aquela amiga que ligava todos os dias, que só faltava adivinhar nossos pensamentos, que sempre esteva ali apoiando, nos dando razão em tudo e nos chamando de irmãs era só uma ilusão?

Quem poderia imaginar que esta pessoa que você amava tanto, na realidade, era só sua amiga por conveniência? O limite da amizade eram os seus próprios interesses. E você, por outro lado, deu o seu melhor.

E pensar que por esta fulana você até começou a questionar sua fé e as pessoas que realmente abençoaram sua vida com frutos concretos e permanentes! Sabe, pior do que inimigos declarados são aqueles que se vestem de amigos e entram em nossas vidas, de tal forma que vão nos dominando, nos tornando dependentes de suas opiniões e aprovações para tudo. Pessoas que usam elogios para maquiarem sua inveja e o desejo de manipular tudo o que é seu.

Todos já passaram por isso! Quantas vezes, você já foi levado por aquela fala mansa, elogios, palavras de incentivo e foi surpreendido com uma traição? É a falsidade que sempre existiu e sempre existirá.

Infelizmente, o convívio com estes tipos de pessoas é inevitável! Ser surpreendido por elas, nem sempre!
Existem alguns segredinhos básicos para lidarmos com esse tipo de situação e não sermos presas fáceis:

1-Tenha como amigos somente os amigos de Deus

A base do amor é o respeito! Quem tem problemas em respeitar sua fé, sua igreja, suas autoridades e suas entregas não é a pessoa ideal para te aconselhar.

Essas pessoas estão realmente preocupadas com você ou com o dinheiro e com o destino que você está dando a ele, assim como Judas? (João 12.1 a 8).

2-Busque do Senhor discernimento, sabedoria e não abra seus tesouros!

O rei Ezequias, por confiar nas pessoas erradas, foi roubado em tudo (2 Reis 20.12 a 18).

3- Mantenha sua relação com Deus inabalável e tenha maturidade

Entenda que, a qualquer momento, Satanás pode encher o coração de pessoas que estão dispostas a te vender por 30 moedas de prata.

4- Confie na justiça de Deus

A ira do homem não produz a justiça de Deus. Mantenha-se integro, honesto e temente ao Senhor!

5-Assim como está em Mateus 10: 16, seja simples como a pomba e prudente como a serpente!


Pense nisso!

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

E quando ninguém mais acredita?


O “Pensamento do Dia” de hoje será baseado no livro “Coração de Mãe”. Deus me deu esta obra, como estratégia para homenagear as mães, promover a reconciliação na família, dar novas estratégias para melhorar os relacionamentos, trazer alegria, direção e um novo tempo. São cartinhas de filhos para as mães e de mães para mães!

Hoje, vou deixar registrado um trechinho de uma das minhas preferidas. É uma carta de um filho que ficou desaparecido durante 11 anos. A mãe deste moço tinha plena convicção de que ele estava vivo, mesmo sem ter notícias que a deixassem com o mínimo de esperança.

Sabe o que aconteceu? Ele o reencontrou! Que exemplo de fé é esse? Serve para nos mostrar que vale a pena esperar em Deus!

Em Hebreus 11: 35, está escrito: “Houve mulheres que, pela ressurreição, tiveram de volta os seus mortos.”.

Tenho certeza de que esta cartinha vai renovar suas esperanças:

Sua fé me salvou

Mãe, talvez, ao ler esta carta, você esteja pensando: “De novo, não!”. Compreendo que já fiz você chorar muito, ficar envergonhada e até desanimada com a vida, mas agradeço por você ter continuado.

Mesmo sem saber onde eu estava e com quem, mesmo esperando a qualquer momento uma má notícia - mais uma -, ainda assim, você não tirou minhas fotos de sua Bíblia, nem me excluiu de suas orações. Você não desistiu de mim.

Talvez, você esteja surpresa ao saber que eu reparava em tudo isso, mesmo na loucura em que vivia. Mas já faz um bom tempo que não vivo assim.

Eu deveria tê-la procurado antes, mas queria ter certeza de que não seria mais uma das vezes em que falei que havia mudado e era apenas uma pausa para depois, ficar pior. Desta vez, minha experiência real com Deus não permitiu que eu continuasse o mesmo.

Hoje, só quero lhe dar alegrias. Peço a Deus para ajudar a fazê-la tão feliz a ponto de esquecer o quanto chorou e sofreu. Obrigado por nunca desistir de me amar, de me ver mudado. Deus ouviu suas orações.

Nunca mais, quero fazer você chorar, a não ser de alegria por ser a mãe mais feliz do mundo.

Sabe queridos, 11 anos é tempo o suficiente para qualquer pessoa se convencer de que o filho está morto e de simplesmente perder todas as esperanças de reencontrá-lo. Mas algo no interior daquela mãe sempre dizia: “Meu filho está vivo!”.

Este “algo” sabe o que é? É a comunhão dela com Deus. Esta comunhão derramou sobre a vida dela algo que só o Espírito Santo pode trazer: a fé!

A fé em Deus, na palavra e naquilo que o Senhor plantou no coração aconteceu, sabe por quê? Porque ela não desistiu.
 
Ela reencontrou seu filho de uma forma maravilhosa e sobrenatural. Ele já estava completamente transformado. Hoje, é só motivo de alegria!

Aqueles que disseram para ela desistir mudaram seu discurso: “Bendita é aquela que creu!”.

Cada vez que você escolhe o caminho da fé nos seus relacionamentos, cada vez que você não se deixa desgastar por comentários, mas faz a opção de ser dirigido pelo Espírito Santo, você passa pelo deserto sem perecer no meio do caminho.

Queridos, a fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus. Quando você é ministrando, lê os posts, ouve a Rádio Gospel FM, assiste o culto na Rede Gospel, lê a Bíblia, ora, você fica renovado, fortalecido e começa a enxergar o caminho que só a fé nos faz enxergar! Aquele que crê no Senhor jamais nunca é frustrado.

Quero finalizar o post de hoje com 1 Coríntios 2.9: “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.”.


Pensem nisso!

No dia mau, não pense o pior!


1 Pedro 5.8 e 9: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo.

Filipenses 4.8: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”

Para passar pelo dia mau em vitória, você precisa ter cuidado com os seus pensamentos, porque a tendência da lógica humana é nos leva para pior.

A lógica humana nos leva ao desespero. A lógica humana nos leva ao medo. A lógica humana nos leva à angústia. Mas quem disse que você precisa levar sua vida de acordo com a lógica humana?

O fato de um pensamento aparecer não significa que você deve desenvolvê-lo e deixá-lo te dominar!

Em nome de Jesus, assim como está escrito em 2 Coríntios 10, leve cativo todo pensamento à obediência de Jesus Cristo.

Sabe, existiu uma situação que foi narrada na Bíblia que exemplifica muito bem o que eu estou querendo dizer.

Havia três reis que saíram para a guerra. No meio do caminho, antes mesmo de alcançarem seus inimigos, eles enfrentaram uma série de adversidades. Passaram por uma seca terrível!

Os mantimentos acabaram, os animais morreram e os soldados ficaram doentes. Foi uma situação tão deplorável, que um deles chegou a afirmar: “Deus nos chamou aqui para quê? Para morrermos? Mal começamos a guerra e já estamos perdendo. Estamos condenados!”.

Sabe o que é isso? É a lógica humana! É aquela que te faz pensar que é o fim da linha. Mas um daqueles reis conhecia o poder de Deus e veio com um discurso totalmente diferente: “Parem com isso. Não tem ninguém aqui que fala com Deus? Não tem ninguém aqui que possa trazer uma palavra d'Ele para nossas vidas?”.

Então, o rei pessimista disse que havia um profeta chamado Eliseu, mas não deu muito crédito a ele.

Só que o rei esperançoso decidiu ouvir o profeta e mandou chamá-lo. Eliseu, cheio de autoridade, afirmou: “Olha, se não fosse por você, que resolveu fazer uma aliança com Deus no dia mau, eu nem intercederia por vocês! Mas, por sua causa, eu vou entrar na presença de Deus!”.

Sabe o que aconteceu? Eliseu intercedeu por aquela situação, e eles conseguiram vencer a guerra! Foi uma experiência tremenda.

Então, para passar o dia mau, vigie os teus pensamentos!  Que só ocupe sua mente aquilo que edifica!

Mude seus pensamentos para sua realidade também mudar! Eu tenho certeza de que Deus vai conduzir seus caminhos e te dará estratégias de vitória!

Busque, assim como aquele rei esperançoso, um profeta de Deus. Vá à igreja, porque o Senhor vai te fazer enxergar que, até mesmo no dia mau, tudo cooperou para o seu bem.


Pense nisso! 

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

A certeza de que tudo coopera para o nosso bem!


Salmos 141.1 a 10: “SENHOR, a ti clamo, dá-te pressa em me acudir; inclina os ouvidos à minha voz, quando te invoco. Suba à tua presença a minha oração, como incenso, e seja o erguer de minhas mãos como oferenda vespertina. Põe guarda, SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios. 

Não permitas que meu coração se incline para o mal, para a prática da perversidade na companhia de homens que são malfeitores; e não coma eu das suas iguarias. Fira-me o justo, será isso mercê; repreenda-me, será como óleo sobre a minha cabeça, a qual não há de rejeitá-lo.

 Continuarei a orar enquanto os perversos praticam maldade. Os seus juízes serão precipitados penha abaixo, mas ouvirão as minhas palavras, que são agradáveis, ainda que sejam espalhados os meus ossos à boca da sepultura, quando se lavra e sulca a terra. 

Pois em ti, SENHOR Deus, estão fitos os meus olhos: em ti confio; não desampares a minha alma. Guarda-me dos laços que me armaram e das armadilhas dos que praticam iniquidade. Caiam os ímpios nas suas próprias redes, enquanto eu, nesse meio tempo, me salvo incólume”.

Faça deste Salmo a sua oração! Em vez de reclamar, você vai clamar a Deus! Em vez de murmurar, você vai louvar! Em vez de se entregar à depressão, você vai se reanimar no Senhor e voltar para a igreja.

Caminhe com a certeza de que todos estes desafios vão cooperar para o seu bem, desde que você seja guiado pelo Espírito Santo, não por suas emoções!

Todas estas dificuldades vão cooperar para o seu bem, quando você colocar o Senhor em primeiro lugar!

Antes de abrir a sua boca, busque, em Deus, sabedoria e equilíbrio.

Nesta passagem que acabamos de ler, o salmista fala: "Coloque guardas em minha boca...". 

Por que ele pede isso? Porque em Provérbios 18 está escrito: "A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto."

Se tudo o que você falou hoje virasse o seu alimento, ele te envenenaria ou te fortaleceria?

Se tudo que você falou sobre sua família virasse um alimento, ele os mataria ou os sustentaria?

Peça para que o Senhor proteja seus lábios, para que você não peque contra Ele e não traga mais morte e destruição para as pessoas que você ama.

O mundo foi criado através da Palavra! Tudo o que não tinha existência passou a existir.

Cuidado para que, através das palavras, você não traga à existência o mal que não existia na sua casa!  Você tem o poder de trazer vida e de transformar qualquer ambiente!

Não seja uma pessoa provocável, explosiva! Não tenha medo das armadilhas que o inimigo preparou! Deus é fiel e não permite que a mentira e a injustiça prevaleçam!

Zele para que suas atitudes e o seu discurso expressem sua fé em Jesus Cristo! 

Não se entregue mais ao desespero e às loucuras deste mundo, porque Deus é contigo, e Ele está no controle de tudo!

 Pense nisso!

Deus tem um renovo para você!


Mateus 11.28: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.”

Na Bíblia Apostólica, há um comentário que eu gostaria de compartilhar com vocês:

O pecado e o diabo fazem com que os homens carreguem pesados fardos, que os impedem de avançar e os fazem sentir-se cansados e oprimidos.

Jesus substitui a dor e a opressão por sua paz e alegria ( Jó 5: 19). Ele destrói as obras do diabo (1 João 3: 8) e nos faz andar em ressurreição e em novidade de vida (Romanos 8: 9), quebrando toda a esterilidade (1 Samuel 2).

Sobre os ombros de Jesus, está o governo e o poder (Isaías 9: 6), e Ele removeu o peso e o fardo malignos que estavam sobre nós, os substituindo pela Sua paz e poder.

Sabe, todo mundo quer andar com o mais bonito, com o mais rico, com o mais famoso, com o mais alegre, com o mais divertido. Mas Jesus chamou aqueles que estão cansados, sobrecarregados, aqueles que não aguentam mais... 

Se você está para entregar os pontos, venha até Jesus. É você quem Ele está chamando!

Às vezes, a gente acha que só porque estamos cansados, sobrecarregados, o Senhor se esqueceu de nós.

Nesta passagem, o Senhor está dizendo: “Eu me lembrei de você! Venha até Mim, fale comigo! Coloque tudo isso diante de Mim, porque Eu vou te aliviar!”.

Você não vai mais ficar sem paz, sem forças. Talvez, você não possa mudar esta situação. Mas você mesmo pode mudar. Você pode ficar melhor, melhor ainda com Jesus!

Deus pode te dar mais forças, Deus pode te dar mais graça, Deus pode te dar mais fé, Deus pode te dar autoridade para você vencer essa situação! 

Renove-se n'Ele!

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Vencendo o medo


Salmo 56.3, 4 e 9: “Em me vindo o temor, hei de confiar em Ti. Em Deus, cuja palavra eu exalto, neste Deus ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim.”

Sabe, muitas vezes, você já começa o dia apavorado. Realmente, estamos vivendo tempos difíceis. O medo se faz presente, não só da violência, mas das loucuras que pairam a sociedade. Pode ser o medo de perder o emprego, medo de ser mal compreendido, medo de ficar sozinho...

O medo foi o primeiro sentimento que veio do inferno para atacar o homem. É isso mesmo! O medo tem origem espiritual. Em 2 Timóteo 1.7, está escrito que Deus não nos dá espírito de medo, mas de amor, moderação e poder.

Se o medo é um espírito maligno, temos que lidar com ele espiritualmente.

Quando vier aquela angustia, aquela insegurança, aquela incerteza, dobre o seus joelhos e pratique o que está escrito no Salmo que acabamos de ler: “E, vindo o temor, eu ei de confiar em Ti!”.

Invoque ao Senhor, abra o seu coração e fale do que você tem medo. Coloque esta situação diante daquele que está acima de tudo: “Senhor, eu sei que Tu és maior do que esta situação. Eu sei que Tu és poderoso para mudar isso. Tire este medo do meu coração! Ensina-me a enfrentar esta luta”.

Não se entregue mais ao medo. Não deixe que ele seja seu deus. O medo é um sentimento que veio para escravizar o homem, não para protegê-lo.

Quando nos deixamos tomar pelo medo, ficamos cada dia mais enfermos do corpo, alma e espírito.

No Renascer Praise 19, que é o CD que nós vamos gravar no dia 2 de novembro, no Citibank Hall, há um louvor que o Espírito Santo me deu. O coro é assim: “Espírito, me toma e não devolva. Tua vontade eu quero ser!”.

Peça para que Espírito Santo te tome e não te devolva mais para o medo. Clame: “Senhor Jesus, eu quero sentir a Tua presença. Eu quero sentir o Teu amor!”.

É assim que a gente enfrenta o dia mau, o dia da ameaça. Quando você clama a Deus, vem uma segurança no seu coração e uma ousadia, que só Deus pode te dar. 

A certeza de que o Senhor está com você está acima de tudo. Só vai acontecer o que Ele permitir. E Ele sempre tem o melhor.

Deus é por você!


Pense nisso!

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Qual espírito habita em você?


Romanos 8.11: “Se habita em vós o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos, esse mesmo que ressuscitou a Cristo Jesus dentre os mortos vivificará também o vosso corpo mortal, por meio do seu Espírito, que em vós habita.”

Muitas vezes, a morte não atinge somente aqueles que partiram, mas também os que ficaram. Existem muitas pessoas que, após uma perda, ficam mortas por dentro. Elas não vivem mais, apenas existem.

Talvez, o seu caso seja diferente. Ninguém morreu, mas você foi magoado profundamente por alguém que sempre teve de você o melhor. Você foi traído, abandonado e esquecido. Com você, só ficou a dor!

Você não tem mais motivações, está deprimido. Não sai mais de casa, porque não consegue nem se levantar. A morte, simplesmente, se alojou em seu corpo, te deixando enfermo.

Hoje, eu quero te perguntar: Qual é o espírito que você quer que habite em você?  O espírito de vida ou o espírito de morte?

Por que estou perguntando? Porque é uma questão de escolha. Todas as pessoas passam por momentos difíceis. Mas cabe a nós escolher a forma como vamos passar por eles. As nossas atitudes vão expor se habita em nós a morte ou a vida!

Mateus 5.45: “... porque Ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos.”

Salmo 34.19: “Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas.”

João 16.33: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

Sabe, quando eu era pequena minha avó tinha o costume de dizer: “Fulana tem ‘espírito de porco!’. Ela se referia assim a pessoas que destruíam tudo o que estavam em sua volta. São pessoas que, por onde passam, deixam o ambiente pesado. São pessoas que acham defeito em tudo!

Pessoas assim matam todas as possibilidades de serem amadas! E, mesmo que alguém as ame, não conseguem conviver, porque têm o espírito crítico, odioso, perfeccionista...

Existem pessoas que são tomadas por um espírito de crueldade. Falam mal de todo o mundo, não conseguem se alegrar com nada!

Sabe, eu aprendi que quem determina o clima do nosso dia somos nós. No lado de fora, pode ter pancadas de chuva, mas, dentro de nós, o dia está iluminado e florido. Isso ocorre quando fazemos aliança com a vida, e não com a morte!

Hoje, você vai abrir o seu coração para o Senhor te curar, e essa cura se manifestará em todo o seu corpo!

Se você está doente porque perdeu o emprego... Se você está doente porque alguém te abandou... Se você está doente porque foi traído... entregue estas situações ao Senhor. Não deixe que isso tire de você a alegria de viver. Não deixe que uma fase determine como será o resto da sua vida... Deus tem muito mais para você!

Não se destrua mais! Quebre essa aliança com a morte e venha renascer em Cristo!


“Mas, Bispa, mesmo depois de tudo o que aconteceu comigo?”. Se habitar em você o espírito que ressuscitou Jesus Cristo entre os mortos, nada mais poderá tirar o brilho da sua vida, nada mais poderá afetar a sua saúde, nada mais poderá tiras suas forças, nada mais poderá tirar sua paz e nada mais poderá te afastar do amor de Deus. 

Pense nisso!

Foi bom esperar!


Gênesis 15. 1 a 6: “Depois destes acontecimentos, veio a palavra do SENHOR a Abrão, numa visão, e disse: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande. Respondeu Abrão: SENHOR Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos e o herdeiro da minha casa é o damasceno Eliézer? 

Disse mais Abrão: A mim não me concedeste descendência, e um servo nascido na minha casa será o meu herdeiro.

A isto respondeu logo o SENHOR, dizendo: Não será esse o teu herdeiro; mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro. Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade. Ele creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado para justiça.”

Eu sempre tenho o costume de falar sobre o poder da ressurreição, mas, desta vez, eu quero destacar a história de Abraão, também conhecido com “pai da fé”.

A sepultura de Abraão era sua própria casa. Ali, até então, estava enterrado o maior sonho dele: ter um filho com Sara, seu grande amor.

Por que Abraão pode ser considerado um exemplo de fé? Porque ele deu ouvidos a um Deus que ele não conhecia. Ele deu ouvidos ao Deus que os pais dele não serviam.

Para todos, poderia ser uma loucura, mas Abraão tinha convicção de que, mesmo estéril, Sara poderia dar a ele um filho.

Os anos passaram, e Deus continua reafirmando sua promessa... E Sara? Continuava estéril. Cada dia, humanamente falando, eles estavam mais distantes de realizar seu maior sonho. Eles já estavam avançados de idade. 

O desespero, então, bateu à porta: “E se Deus não me der um filho de Sara? A cada dia, vou ficando sem forças. Estou envelhecendo. Daqui a pouco, eu posso ficar infértil. E se Deus não realizar a promessa?”.

O Senhor disse a ele: “Não temas”. Abraão creu, e isso lhe foi imputado por justiça.

O Senhor é o nosso escudo. A recompensa pela sua perseverança virá!

Não conte mais seus problemas, conte as estrelas do céu. Saia desta sepultura e olhe para o alto. Olhe para a grandiosidade do teu Deus!

Assim como Abraão, creia! Tire os "e se" do seu vocabulário! Abraão, querido internauta, não só teve um filho, como foi pai de nações!

Eu não sei qual obra o Senhor realizará na sua vida. Mas eu tenho certeza de que será no tempo certo e do jeito certo! As promessas d´Ele não podem falhar. 

Vale a pena, sim, esperar no Senhor.


Pense nisso!

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Quem tem fé sempre encontrará uma alternativa



2 Reis 4.38 a 44: “Voltou Eliseu para Gilgal. Havia fome naquela terra, e, estando os discípulos dos profetas assentados diante dele, disse ao seu moço: Põe a panela grande ao lume e faze um cozinhado para os discípulos dos profetas.

Então, saiu um ao campo a apanhar ervas e achou uma trepadeira silvestre; e, colhendo dela, encheu a sua capa de colocíntidas; voltou e cortou-as em pedaços, pondo-os na panela, visto que não as conheciam.

Depois, deram de comer aos homens. Enquanto comiam do cozinhado, exclamaram: Morte na panela, ó homem de Deus! E não puderam comer. Porém ele disse: Trazei farinha. Ele a deitou na panela e disse: Tira de comer para o povo. E já não havia mal nenhum na panela.

Veio um homem de Baal-Salisa e trouxe ao homem de Deus pães das primícias, vinte pães de cevada, e espigas verdes no seu alforje. Disse Eliseu: Dá ao povo para que coma.

Porém seu servo lhe disse: Como hei de eu pôr isto diante de cem homens? Ele tornou a dizer: Dá-o ao povo, para que coma; porque assim diz o SENHOR: Comerão, e sobejará. Então, lhos pôs diante; comeram, e ainda sobrou, conforme a palavra do SENHOR.”

Qual palavra você tem escutado? Qual é o som que tem dirigido sua vida?

A passagem que acabamos de ler mostra uma situação de crise. O profeta Eliseu, chegando ao acampamento de 100 homens, viu que eles não tinham nada para comer. A situação era de muita miséria.

Então, Eliseu disse: “Coloque a panela no fogo e faça um cozinhado!”.  Em vez de pegar aquilo que eles já tinham – porque achavam que, no futuro, faria falta –, eles saíram procurando e trouxeram qualquer coisa para o profeta.

Sabe, é como algumas pessoas que dizem: “Olha, eu acredito em Deus!”, mas não oram, não têm tempo para ler um Salmo por dia, não vão à igreja...

São pessoas relaxadas e que não têm compromisso nenhum com aquilo que acreditam.

Ao colocar os ingredientes na panela, aqueles homens começaram a gritar: “Morte na panela!”.

Sabe, queridos, desta história, podemos tirar grandes lições.

1ª lição: Quando você entrega qualquer coisa para o Senhor, a morte entra na tua panela, porque o que repreende a morte são os dízimos e as ofertas

É o que está escrito em Malaquias 3.10 e 11: “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida. Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.”.

Entregue um tempo do seu dia a Deus, vá à igreja, experimente orar nem que seja cinco minutos por dia! Você vai ver a diferença que isso pode trazer para sua vida.

Nos seus momentos de oração, ajoelhe-se, desligue-se de tudo a sua volta e abra o seu coração. Como você quer que o Senhor fale com você, se você não O busca?

Experimente ler um Salmo por dia, isso vai iluminar o seu dia, vai te motivar, te edificar e te curar!

Depois que gritaram “Morte na panela!”, Eliseu disse: “Trazei farinha”. Depois de recebê-la, ele a colocou na panela.

Depois que aquele oferta foi entregue, já não havia nenhum mal naquela panela!

Faça esta experiência e, na sua casa, vai começar a jorrar bênçãos de Deus. No lugar das brigas, das loucuras, virá um tempo de paz e harmonia. Em vez de cooperar para a destruição, você fará da sua casa um ambiente de louvor.

2ª lição: Quando andamos embaixo da direção de Deus, vem a multiplicação!

Foi o que aconteceu em 2 Reis. Eles estavam precisando de suprimento. Veio, então, um homem de Baal-Salisa e trouxe ao profeta pães de suas primícias.

Aqueles pães não eram o suficiente para alimentar aqueles cem homens, mas, debaixo de uma palavra profética, sobejaram.

É assim que a gente vive multiplicação nos dias de crise: com jejum, oração e buscando a Deus!

Deus tem um plano para sua vida, e Ele vai começar tirando a morte da tua panela. Para Ele, não existem situações irreversíveis.

Pense nisso!

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Sete bons motivos para você não desistir!


Sabe, tem dias que parece que todo o amor do mundo desapareceu. Você fica triste, desconectado dos outros, de si mesmo e até de Deus. Parece que tudo o que você viveu foi uma grande mentira, que nunca ninguém ligou para você e, agora, a fonte do amor, que existia dentro de você, secou.

É como se tivessem te colocado no fundo de um poço, um lugar onde nada faz sentido e a única saída é a morte!

Mas, espere um pouco! Você não vai cair nessa, não é mesmo? Você está entrando em uma “pegadinha” do inferno. Pare agora e comece a clamar pelo amor de Jesus! Faça como aquele cego no caminho de Jericó. Mesmo que haja uma multidão de sentimentos e situações que queiram te separar do amor de Deus, não deixe de clamar para que Ele te cure, para que abra os seus olhos e você consiga enxergar o que realmente Ele tem para você.

Em Oseias 4.6, o Senhor fala que seu povo perece por falta de conhecimento – conhecimento de Deus e de Sua Palavra. Quem realmente conhece Deus e Sua Palavra sabe que não está largado no mundo, tem consciência do valor que possui.

Agora, eu vou mostrar para você, na Palavra de Deus, como Ele nos ama. E, se Ele nos ama, só pode vir do inimigo essa sensação de solidão. São sentimentos malignos que vêm para nos roubar e nos destruir.

Você sabia que desmerecer o que Deus valoriza também é pecado? Se você abrir seu coração para que esta palavra frutifique, em nome de Jesus, você vai viver uma grande libertação.

Nas passagens bíblicas a seguir, vou te mostrar o que Deus pensa sobre você. São sete bons motivos para você seguir em frente:

1- Deus te criou à sua imagem e semelhança (Gênesis 1.27)

Você acha pouco? Ele não fez isso nem com os anjos.

2- Jesus te ama e deu a vida por você (João 3.16 e Gálatas 1.4)

Não existe prova maior de amor. Com esta atitude, Ele mostrou que sua vida vale mais do que qualquer frustração.

3- Deus te criou para que você domine e reine (Gênesis 1.28)

Então, peça para o Espírito Santo visão e força para que, em nome de Jesus, você domine e não seja dominado por nenhuma situação. Deus te dará condições para que você administre todas as situações e que você possa usufruir de suas conquistas, ao lado de quem você ama.

4- Jesus nos deixou seu Espírito Santo para que, do nosso interior, fluíssem rios de água viva. (João 7.38)

O Espírito Santo ficou conosco para que aprendêssemos a nos amar, amar a Deus e amar a todos.

5- Deus trabalha em nós, pois deseja que sejamos embaixadoras do Céu na Terra (2 Coríntios 5.20)

6- Se Deus já entregou seu próprio filho, nos dará todo o resto (Romanos 8.32)

7- Deus nos garantiu proteção:

O Senhor dá ordem aos anjos ao nosso respeito (Salmo 91). Quando fazemos d´Ele a nossa segurança, mil cairão ao nosso lado, 10 mil à nossa direita, e nada nos atingirá (Salmo 91.7).

Ele nos entregou também: vestes da verdade, a couraça da justiça, os sapatos que nos levam a Cristo, o escudo da fé, o capacete da salvação, e a espada do Espírito (Efésios 6).

Esta é a verdade ao nosso respeito! Será que não está na hora de fazer uma reavaliação? Em Jesus Cristo, a despeito de todas as dificuldades que se levantam na nossa caminhada, somos mais que vencedores.


Pense nisso!

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Desistir? Jamais!


Hebreus 10: 35 a 39 “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. 

Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.”

O que nos faz viver milagres é a perseverança! Não basta só crer! Você tem que continuar crendo! Continuar crendo mesmo sem ver! Continuar crendo mesmo quando a situação estiver piorando! Continuar crendo a despeito do tempo da espera!

O nosso inimigo está apostando na nossa desistência! A guerra começa quando você decide acreditar!

Vêm aqueles pensamentos malignos: “Você não vai conseguir!”, “Isso não é pra você!”, “Você acha mesmo que vai ser curado dessa enfermidade?”...

Sabe, eu perdi a conta da quantidade de doenças “incuráveis” que foram curadas, ao longo da minha caminhada ministerial! Conheço pessoas que já foram sentenciadas de morte e, hoje, estão cheias de saúde. Pessoas que tinha enfermidades degenerativas e foram completamente restauradas!

Então, aquiete o seu coração! O grande problema da sociedade é o imediatismo! Isso faz com que a gente perca a sanidade e mata a nossa relação com Deus. 

Existem pessoas que ainda têm a audácia de ficarem magoadas com Deus: “Eu jejuei, eu orei, e nada! Chega!”. Não, não e não! Você não viveu o milagre, porque você não perseverou! “Ah! Eu fui para uma igreja evangélica, me batizei, e não deu certo! Nem vou mais!”. Não deu certo, porque você não perseverou!

Quando você desiste, sabe o que acontece? Você aborta o milagre! Aquele milagre que estava nascendo dentro de você e que, no tempo certo, se manifestaria, simplesmente, deixa de existir! Então, o que te resta? Começar todo o processo novamente!

Então, acalme-se, não se precipite! Não fique mais se autosabotando!

Sabe, queridos, a fé alimenta a vida! A incredulidade alimenta o ódio, alimenta enfermidades, alimenta brigas... A fé nos deixa leves... A fé em Deus nos enche da Sua presença, renova nossas forças e nos conforta! A fé nos permite viver muito além do que poderíamos pensar ou imaginar!

No texto que nós lemos no começo do estudo, está escrito: “...aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé...”.

O que isso quer dizer? Quer dizer que cada dia é um dia a menos! Ou seja, você está cada dia mais perto do seu milagre! Hoje, você está mais perto do que estava ontem!

Tenha palavras e atitudes que combinem com sua fé! Que suas atitudes e palavras possam atrair o bem do Senhor!

Por que o Senhor realiza milagres? Porque os milagres mostram a glória d'Ele aqui na terra! A glória do Senhor atrai as pessoas e as leva para um caminho de salvação!

Então, não se esqueça: o justo viverá pela fé! Agora, se ele retroceder, Deus não se agradará! Não seja daqueles que retrocedem! Seja aquele que, pela perseverança, alcança a promessa!

Reanime-se no Senhor! O fato de você estar passando por essa dificuldade não quer dizer que Deus não está trabalhando!

Eu quero finalizar este estudo com o Salmo 121: “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra. Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará aquele que te guarda. É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel. 

O SENHOR é quem te guarda; o SENHOR é a tua sombra à tua direita. De dia não te molestará o sol, nem de noite, a lua. O SENHOR te guardará de todo mal; guardará a tua alma. O SENHOR guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.”.

Pense nisso!