Páginas

sexta-feira, 31 de julho de 2020

Como está o seu relacionamento com Deus?


Romanos 8.6 a 8: “Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz. Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.”

O segredo para viver de bem com a vida em toda e qualquer situação está na sua comunhão com Deus.

Quando você não está conectado com Deus, você perde o brilho e se torna uma pessoa amarga, frustrada, dura, incrédula e debochada!

O que adianta ser debochado se isso não traz solução para sua vida? Criticar a fé dos outros não te torna uma pessoa bem resolvida!

Sabe por que você está debochando? Porque, de alguma forma, você foi machucado, foi magoado... Ou, então, você é uma pessoa infantil, que não tem noção das coisas. Fala e age sem pensar! Desta forma, você está eliminando o único caminho que te leva a Deus! Ou você acha que todas as estradas levam para o mesmo lugar?

O único caminho que nos leva a Deus é Jesus Cristo. E a nossa comunhão com Deus nos fortalece, nos restaura, nos edifica.

O que é comunhão? É o que há em comum entre duas ou mais pessoas. É o ato de realizar ou desenvolver alguma coisa em conjunto!

O que você tem em comum com Deus?

Você sabe qual é o som que O agrada?

Sabe, o nosso relacionamento com Deus é igual ao de um marido com sua esposa! Eu sei qual é a música favorita do meu marido, por exemplo!

Você tem um tempo que é só seu e de Deus?  Você sente falta d’Ele? Você vai aos locais que Ele gosta?

O que você faz em conjunto com Deus? Eu faço a obra!

Ou será que você tem tudo a ver com pensamentos que te destroem? Ou tudo a ver com sentimentos que te matam? Ou tudo a ver com palavras que roubam a paz de quem ouve?

Na Bíblia, está escrito que quem rouba, mata e destrói é o diabo.

Se você está agasalhando estes sentimentos assassinos, estas atitudes destrutivas e estas palavras que destroem o dia de quem as ouve, então, você está cooperando para que as forças do mal arrebentem com sua vida e com a vida dos outros.

Nas redes sociais, o que eu mais vejo são pessoas destruindo a vida dos outros. Julgam, criticam, fazem comentários maldosos. Como se elas não precisassem também da misericórdia de Deus. Elas se esquecem de que, com a mesma medida que elas medem os outros, elas serão medidas também. 

Vamos supor que você não tenha cometido o erro daquela pessoa que foi alvo dos seus julgamentos, mas você comete outros pecados, como, por exemplo, a mentira! Imagine se você julgado com o mesmo peso? Por isso que sua vida não vai pra frente! Você coopera para que o mal se manifeste, e não para que o bem prevaleça!

A partir de hoje, você vai deixar de ter tudo em comum com o que rouba a paz, destrói a vida de alguém, com o que mata o seu futuro e a sua esperança.

Clame para que o Senhor mude sua história e para que você tenha uma nova maneira de caminhar.

Se você fizer isso, o mesmo espírito de vida, que ressuscitou Jesus dentre os mortos, vai te tirar desta morte, desta destruição, e te dar uma vida plena com Deus.


Pense nisso!

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Um novo coração!


Ezequiel 36.26 e 27: “Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis.”

Este é o milagre da graça de Deus. Não dá para ninguém ser salvo, sentindo do mesmo jeito, andando do mesmo jeito, pensando do mesmo jeito... Assim como não dá para emagrecer, comendo o mesmo tanto e não fazendo ginástica. A mudança só ocorre quando você muda também.

Ao ler isso, você deve estar se perguntando: “Mas o que eu faço para deixar de sentir o que eu sinto? O que eu faço para deixar de desejar o que tanto me prejudica? Como faço para mudar meus pensamentos?”.

É pela graça! É por esse motivo que Deus enviou Jesus ao mundo. Ele entregou seu único filho para que nós tivéssemos um novo coração. Nós somos transformados através do amor de Deus!

Quer que eu explique melhor?

Eu vou repartir uma história com vocês...

Havia família. E, nesta família, havia uma menina de 13 anos. Eles foram para uma estação de ski. Lá, todos se divertiram. De repente, aquela jovem sofre um acidente e tem uma morte cerebral. Foi um choque terrível para todos. Foi assustador. Mas o pai e a mãe dela, em oração, resolveram fazer desta tragédia um refrigério para outras pessoas. Eles decidiram doar todos os órgãos da filha, inclusive o coração, que ainda estava batendo.

Paralelamente, existia outra família que estava chorando a morte lenta de sua filha. Fazia cinco anos que ela estava na cama do hospital, porque seu coração estava enfraquecido. Eles mal sabia que, naquele momento, a ressurreição estava a caminho.

O transplante aconteceu, e aquela menina que estava quase morrendo no hospital, já enfraquecida, recebeu uma nova chance.

As famílias se encontraram. A mãe da menina que recebeu o novo coração pegou o estetoscópio, o colocou no ouvido da mãe que havia perdido a filha e no coração da jovem ressurreta.

Qual coração ela estava ouvindo? O coração da menina viva ou daquela que morreu? Ela estava ouvindo o coração vivo, pulsante, da filha que Deus já havia recolhido.

Assim também é quando você entrega sua vida para Jesus. Deus, na Sua graça, tira o coração, que já não sentia mais a presença do Senhor, que já não sentia mais amor pelo próximo, que está carregado de mágoa, que está descrente de tudo... Tira este coração de pedra e, no lugar, coloca um coração com o sentimento de Cristo.

Depois que entregamos nossas vidas para Jesus, ao olhar para nós, o Senhor enxerga o coração batendo dos filhos de Deus.

Os filhos de Deus têm o sentimento do Criador! Amam ao próximo, desejam estar mais próximos do Pai, têm um sentimento de paz, têm um desejo de ver a obra de Deus crescendo.

Se você quiser, você pode viver hoje mesmo esta experiência.
Venha renascer em Cristo! Venha receber este transplante do céu! Venha receber um coração que sinta a presença de Deus, que te mova a ter atitudes abençoadoras e que vão mudar a tua história!


Pense nisso! 

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Como vencer o medo?


Salmo 56.3, 4 e 9: “Em me vindo o temor, hei de confiar em Ti. Em Deus, cuja palavra eu exalto, neste Deus ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim.”

Sabe, muitas vezes, você já começa o dia apavorado. Realmente, estamos vivendo tempos difíceis. O medo se faz presente, não só da violência, mas das loucuras que pairam na sociedade. Pode ser o medo de perder o emprego, medo de ser mal compreendido, medo de ficar sozinho, medo de enfermar...

O medo foi o primeiro sentimento que veio do inferno para atacar o homem. É isso mesmo! O medo tem origem espiritual. Em 2 Timóteo, está escrito que Deus não nos dá espírito de medo, mas de amor, moderação e poder.

Se o medo é um espírito maligno, temos de lidar com ele espiritualmente.

Quando vier aquela angustia, aquela insegurança, aquela incerteza, dobre o seus joelhos e pratique o que está escrito no Salmo que acabamos de ler: “E, vindo o temor, eu ei de confiar em Ti!”.

Invoque ao Senhor, abra o seu coração e fale do que você tem medo. Coloque esta situação diante daquele que está acima de tudo: “Senhor, eu sei que Tu és maior do que esta situação. Eu sei que Tu és poderoso para mudar isso. Tire este medo do meu coração! Ensina-me a enfrentar esta luta”.

Não se entregue mais ao medo. Não deixe que ele seja seu deus. O medo é um sentimento que veio para escravizar o homem, e não para protegê-lo.

Quando nos deixamos tomar pelo medo, ficamos cada dia mais enfermos do corpo, alma e espírito.

No Renascer Praise 19, há um louvor que o Espírito Santo me deu. O coro é assim: “Espírito, me toma e não devolva. Tua vontade eu quero ser!”.

Peça para que Espírito Santo te tome e não te devolva mais para o medo. Clame: “Senhor Jesus, eu quero sentir a Tua presença. Eu quero sentir o Teu amor!”.

É assim que a gente enfrenta o dia mau, o dia da ameaça. Quando você clama a Deus, vem uma segurança no seu coração e uma ousadia, que só Deus pode te dar. 

A certeza de que o Senhor está com você está acima de tudo. Só vai acontecer o que Ele permitir. E Ele sempre tem o melhor.

Deus é por você!


Pense nisso!

terça-feira, 28 de julho de 2020

Não caia nesta armadilha!



2 Samuel 17.2: “Assaltá-lo-ei, enquanto está cansado e frouxo de mãos; espantá-lo-ei; fugirá todo o povo que está com ele; então, matarei apenas o rei.”

Um dicionário bíblico define cansaço como: “exaustão, fadiga, doença, falta de paciência e desgaste”.

Talvez, o dicionário bíblico descreva você! Em qualquer caso, este é o "você" que o inimigo quer que você seja. Satanás é conivente, enganoso e sutil. Ele quer desgastá-lo, para impedi-lo de viver os propósitos que o Senhor estipulou para você! E, para atingir este fim, ele não medirá esforços.

O diabo, que é o seu arqui-inimigo, quer que você esteja desgastado e viva irregularmente toda a sua vida. Enquanto você preenche sua vida com coisas e ocupações, ele está rindo histericamente de você, sabendo que ele acabou de ganhar esta batalha.

Satanás sabe que você vai perder todas as batalhas que você enfrentar, se ele puder desgastá-lo. O que você vai perder? Não a sua salvação eterna, é claro, mas você vai perder o seu temperamento e sua paciência. Você também vai perder a sua perspectiva e sua paz de espírito. Você pode até perder a sua criatividade e as suas disciplinas diárias, inclusive.

O plano do diabo é mantê-lo tão ocupado e distraído com os problemas primários da vida, que você passa a ter uma existência reduzida e desgastada, em vez de uma vida abundante.

O diabo não te tenta só com o mal, mas com coisas que parecem boas. Satanás usará algo que parece momentaneamente bom para tirá-lo do melhor de Deus para sua vida.

Que tal começar a reavaliar suas escolhas para que você possa quebrar o ciclo de cansaço em sua vida?

domingo, 26 de julho de 2020

Tudo depende do ponto de vista!


Mateus 6.22 e 23: “São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. 

Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!”. 

A maneira como você enxerga cada situação pode te trazer vida, luz e alegria ou morte, escuridão e tristeza. 

Talvez, você esteja enxergando sua família com as “lentes” do ódio, da raiva, do medo ou, quem sabe, de um trauma. 

Talvez, você esteja enxergando seu emprego da perspectiva do medo, da insegurança ou da falta de reconhecimento. 

Cuidado para não cometer injustiças!

Eu adoro ler. Mas existe um livro, em especial, que, para mim, deixou uma mensagem muito forte. Eu vou tentar repartir um pouco da história com vocês:

O autor estava dentro de um metrô colocando suas leituras em dia quando, de repente, entra um pai com seus dois filhos dentro do vagão que ele estava. Os meninos, simplesmente, começaram a tropeçar nas pessoas e a bagunçar; foi uma verdadeira loucura!  

O pai, ao ver os filhos se batendo e destruindo tudo, simplesmente ficou anestesiado, e agiu como se nada tivesse acontecendo. 

Como paciência tem limite, o autor desse livro decidiu dar um basta naquela falta de respeito e, em tom de bronca, disse para o pai da crianças: “Que tipo de pai é você? Você não está vendo o que seus filhos estão aprontando? Você, simplesmente, vai ficar aí parado só olhando? Que absurdo!”.

O pai, em um tom sereno, respondeu: “O senhor me desculpe. O senhor está certo!”. Na sequência, ele chamou os filhos para perto e disse: “Sabe o que é? Nós acabamos de sair do enterro da minha esposa. Eles perderam a mãe. E eu, sinceramente, não estou sabendo lidar com esta situação. Eu acho que eles também não!”.

O autor do livro ficou totalmente desconcertado e pensou consigo mesmo: “Nossa! Meu Deus! O que eu fiz? Na minha cabeça, antes mesmo de falar com aquele homem, eu o havia xingado de tudo quanto é nome, achando que era um desqualificado. Que vergonha! Todo mundo viu o quanto eu fui precipitado.”. 

Quantas vezes nós agimos da mesma forma? Talvez, você esteja julgando seus pais, seus filhos, sua esposa, seu marido de uma maneira totalmente equivocada. Para cada atitude tomada, existe um motivo e uma motivação! Por trás de uma atitude, pode existir um trauma, um complexo ou o reflexo de uma perda. 

Por trás de uma atitude, pode existir uma memória de dor. Você sabia que existem situações que ativam as nossas memórias de dor?

Eu conheço uma moça que não pode chegar perto de fósforo porque ela morava perto de um cemitério. Aquele cheiro remetia a ela morte, choro e lamento. 

Sabe, aquela colega de trabalho insuportável? Talvez, ela tenha essas atitudes inadequadas porque existe uma área na vida dela que ainda não foi tratada. Talvez, o ambiente ative nela muitas memórias de dor. 

Crueldade

Eu estive pensando e cheguei à conclusão de que a gente costuma ser muito mais cruel com aqueles que, se a gente perder, vai doer demais. O problema é acharmos que, por termos afeto garantido, podemos, simplesmente, agir de qualquer jeito. 

Ser mais cruel com os de casa, com os da nossa família, é muito comum. Mas é um grande erro! Devemos valorizar mais as pessoas que fazem parte da nossa vida, antes que seja tarde. 

Enxergue com as lentes do amor!

Os olhos são a lâmpada do corpo. Em vez de brigar, julgar, despejar as suas frustrações, procure enxergar as pessoas a sua volta como Deus as enxergaria. Enxergue com amor e misericórdia! Peça sabedoria para você ser justo nas suas atitudes, sentimentos e pensamentos. 

Antes de falar que não tem mais jeito, peça revelação do Espírito Santo. Peça para que Jesus dirija sua vida, seus relacionamentos. Ele será o caminho para que você encontre uma saída para esta situação.

Elimine da sua vida todo o ponto de atrito. Eu sempre costumo dizer que quem foi viciado em álcool não deve nem experimentar um bombom de licor. Para que sentir o gosto daquilo que te aprisionou? Fuja da aparência do mal! 

Se você tem enxergado através da escuridão, se você tem só enxergado destruição, ódio, medo e incapacidade, entregue sua vida para Jesus Cristo. Ele é a luz, o caminho, a verdade e a vida!

Pense nisso! 

sexta-feira, 24 de julho de 2020

É tempo de alargar as estacas!


Como é bom poder compartilhar com vocês os ensinamentos que o Senhor tem me dado.

Sabe, a internet nem sempre é utilizada para nos aproximar de Deus. Sendo bem sincera, é mais um instrumento de fofoca, do que de estudos e informações relevantes. Ficamos o dia todo em redes sociais, sabemos tudo sobre todos, mas não conhecemos o único que pode mudar o curso da nossa história, Jesus Cristo!

Por isso eu sempre procuro deixar uma mensagem aqui. Você vai “curtir”, meditar e “compartilhar". Combinado?

Hoje, eu quero te ensinar a vencer as acusações do inimigo!

Sabe de uma coisa? O inimigo é especialista em acusar. Uma das estratégias que ele adota para fazer isso é usar pessoas próximas de você, com comentários, insinuações, só para te prender emocionalmente!

Mas vamos encarar de outra forma... Será que Deus não está permitindo isso para te enriquecer? Para te fortalecer? Para te fazer expandir? Sabe por quê? Foi dessa forma que Ele fez com o povo de Israel. No momento de maior dificuldade, eles alargaram as estacas da tenda, ou seja, aumentaram seu território.

Com esta linha de raciocínio, eu quero te convidar a meditar comigo em Isaías 54.1 e 2: “Cante alegremente, ó estéril, que não deste à luz; exulta com alegre canto e exclama, tu que não tivestes dores de parto; porque mais são os filhos da mulher solitária do que os filhos da casada, diz o Senhor. Alarga o espaço da tua tenda; estenda-se o toldo da tua habitação, e não o impeças; alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas.”.

O inimigo quer te impedir de avançar, de expandir, de ter desenvolvimento pessoal e de viver a primeira bênção que Deus derramou sobre o homem, após sua criação: crescer e multiplicar.

O inimigo quer te diminuir, quer te colocar, de preferência, em uma cama de depressão, e que você perca tudo, de tal forma, que você tenha a sensação de ter desaprendido a viver.

Em nome de Jesus, você não vai fazer o que ele quer. Você vai fazer o que Deus quer. Comece hoje perguntando: “Qual será a vontade de Deus para a minha vida?”.

Tenha como base as verdades espirituais. Você sabia que, quando nos falta sabedoria para coordenar, realizar, enfrentar, vencer – sejam quais forem as situações, desde as mais simples até as mais complexas –, devemos pedir a Deus, que Eles nos provê?

Para que realmente não nos esqueçamos disso; esse direito de provisão está registrado na Bíblia: Se algum de nós precisar de sabedoria, é só pedir que Ele dará sem pedir nada em troca. Há uma diferença muito grande entre ler, saber o que está escrito na Bíblia e praticar.

A Bíblia é a verdade absoluta. Seja você da religião que for, precisa ter sua vida fundamentada em verdades inabaláveis, que aguentam todo o tipo de situação, sem se alterar. Eu encontrei isso nas Escrituras Sagradas. Interajo com ela. Acusada? Nem pensar! De bem com a vida e ainda grata por ter tantas coisas para fazer. Coisas que dão sentido e valor à minha vida e ainda abençoam e edificam a vida de muitos.

Se você está debaixo do peso esmagador da acusação, busque libertação por meio da oração ou indo a um lugar onde a Palavra esteja sendo pregada pra se sentir melhor, renovado, esclarecido, motivado e fortalecido.

Então, é assim que a gente vive o crescimento e a multiplicação. Isso ocorre quando buscamos, em Deus, sabedoria para entender o propósito de cada uma das coisas que estão acontecendo conosco.

Já parou pra pensar por que usam o timoneiro no navio? Para corrigir a rota, não é verdade? Tenha esse dispositivo dentro de você. Reflita: “Será que é esse o pensamento que eu tenho pensar?” ou “Será que é esse o sentimento que eu tenho que sentir?”.

Então, em nome de Jesus, busque corrigir sua rota. Comece identificando se os seus pensamentos e sentimentos vão te ajudar a ter um dia de vitória. Busque a Deus, não caia no laço do inimigo que quer te paralisar. Busque solução no Senhor, porque Ele vai te revestir de poder e glória.

Procure se consertar, receba o perdão que vem de Deus e deixe que Ele ilumine o teu caminho. Alargue as estacas, tome atitudes que tenham significando para este dia. Seja dirigido pelo Espírito Santo e não por magoas, dores, enfermidades ou crises financeiras.

Pense nisso! 

É tempo de expandir! É tempo de conquistar! 

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Como esperar sem se desesperar?


Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável vontade de Deus.” 

Salmo 40.1: Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou pra mim e ouviu o meu clamor!” 

Eu conheço o Deus a quem eu sirvo. Ele é fiel e justo para cumprir Sua obra em nossas vidas. Junto com a provação, vem o escape!  Nossa esperança n'Ele nunca será frustrada.

Quantas vezes, o inimigo te mostrou milhares de motivos para você se conformar? O tempo é um dos maiores argumentos. Mas sabe de uma coisa? Desde quando, Deus só cura doença nova? Será que Deus só dá livramentos financeiros para quem se enfiou no buraco só agora? 

Olha só o que está escrito em Hebreus 11.6: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”.

O tempo de espera é diferente do tempo da perseverança! Se você duvidou em algum momento da caminhada, perdeu, quebrou o ciclo! Tem que começar, novamente, o trabalho espiritual.

Saber querido internauta, existem algumas mulheres que, em vez de pedirem conselhos, já chegam reclamando: “Mas, Bispa, faz dez anos que eu estou esperando para casar”. 

Mas elas estão orando por isso há apenas seis meses! Então, espera aí... Faz seis meses que você começou a orar e já está começando a reclamar? É muito pra cabeça, não é mesmo?

No período da espera, existem algumas atitudes que você precisa tomar:

Em primeiro lugar, não se conforme!

Eu não sei se sua enfermidade é genética, hereditária, se tudo mundo na sua casa é assim! Eu só sei que, para Deus, não há impossíveis. 

Eu não sei se este problema existe há 20, 30, 40 anos... Eu sei que, para Deus, não há impossíveis! Quem procura solução encontra Jesus! Quem procura justificativas encontra mais problemas!

Em segundo lugar, creia!

A última palavra não é a do médico, é a de Deus!

Em terceiro lugar, persevere!

Tiago 1.2 a 4: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem que falte a vocês coisa alguma.”

Em quarto lugar, transforme-se pela renovação da sua mente.

Sabe o que está escrito em Provérbios 23.7? Que como imagina o homem em sua alma, assim ele é! Você acha que Davi se imaginava morto debaixo dos pés do gigante? Não! Ele imaginava o gigante destruído. Ele se enxergava capaz de vencer aquela batalha, e venceu!

Comece a se enxergar entrando na igreja com aquela grinalda maravilhosa. Comece a se enxergar trabalhando. Comece a se enxergar curado, como aquele homem que estava preso a uma cama há 38 anos.

João 5.9: “Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar.”

Renove sua mente, praticando a Palavra, perseverando e resistindo às provocações do inferno.

E, em quinto lugar, louve a Deus!

Deus habita nos louvores! Comece a encher todos os ambientes que você frequenta com a Glória do Senhor!

Pense nisso!

quarta-feira, 22 de julho de 2020

O que os outros vão falar realmente importa?


O Pensamento do Dia de hoje está em 2 Samuel 6: 12 a 23.

Sabe, eu acredito que grande maioria de nós cresceu ouvindo: “Menina (o), que vergonha! O que vão falar de você?”... “Faça isso e você vai ver o que todo mundo vai falar” ... “Olha o que você está fazendo! Todo mundo está olhando”...

Estas e tantas outras frases que expressam a mesmíssima preocupação acabam por se tornar, muitas vezes, um grande problema em nossa vida. A necessidade de aprovação por parte de outras pessoas nos impede de ter censo crítico próprio, de discernimos qual a opinião que é realmente importante e a quem desejamos, por fim, agradar.

Mical, apesar de ser filha de um rei e de ser a esposa do maior rei que Israel já teve (Davi), por se preocupar tanto com as aparências e o que os outros iriam falar, acabou tendo um fim terrível: perdeu o amor, a atenção e admiração do próprio marido. 

Davi, ao entrar com a Arca de Deus em Jerusalém, a procurou para trazer aquela bênção ao lar deles, mas Mical o desprezou, porque ele estava dançando e, por dar mais valor a opinião dos outros do que a de Deus, morreu estéril.

Aquilo que fez com que Mical desprezasse o rei Davi era tudo o que ela precisava para se a mulher mais feliz da Terra: a bênção de se alegrar por ter de volta a Arca da Aliança, mas não! Ela estava mais preocupada em dar satisfações aos servos, servas e aos nobres da época!

É um absurdo o que a nossa baixa autoestima faz conosco! Simplesmente, ela é quem dita as regras! Ela decide se você vai ou não à determinada festa, se você vai ou não à praia, se você tem bom  desempenho no trabalho ou não... ela até define como serão seus relacionamentos: se serão prazerosos, cheios de insegurança ou infrutíferos, como acabamos de ler!

Quando buscamos, em primeiro lugar, agradar a Deus, ter as reações e atitudes que Ele espera que tenhamos em cada situação, seja esta boa ou ruim, acabamos por ser honrados sempre, ainda que tenhamos por um tempo que enfrentar críticas e comentários.

Se você tem sido assolado por essa necessidade absurda de aprovação dos outros, e isso tem te consumido, o caminho da sua libertação está em Jesus! Busque n´Ele razão para viver! Busque se alegrar o que o agrada, a despeito de comentários e olhares maldosos!

Evite saber ou procurar saber o que estão falando de você. Se, em seu interior, você tem paz em Deus e a sua consciência está tranquila, ainda que por um tempo você venha a sofrer danos com comentários, cheios de inveja, o reconhecimento de Deus virá e Ele mesmo vai te honrar, diante dos homens, assim como está no Salmo 91!


Pense nisso e lembre-se: opiniões alheias não são verdades absolutas! 

terça-feira, 21 de julho de 2020

Construa o seu milagre com atitudes de fé!


Lucas 1.30 a 37: “Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim.

Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus.

E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril. Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas.”

Deus tem muitas promessas. Talvez, Ele tenha te falado: “Sua esterilidade será quebrada. Você terá filhos”. Mas os anos passaram, e nada de engravidar. Você, então, chega à conclusão de que o milagre não é para você.

Você, neste período de espera, viu pessoas recebendo outras bênçãos e superando os seus impossíveis!  Viu o cumprimento de tantas promessas. Mas não conseguiu se enxergar em nenhuma delas.

Você, então, recebe novamente a Palavra do Senhor, mas, mais uma vez, não consegue acreditar: “Como isso vai acontecer, se não há possibilidades humanas?”, “Como eu vou casar e ter filhos, se já estou com 39 anos?”, “Como eu vou ser curada desta enfermidade, se ela já matou três pessoas da minha família?”, “Como Deus vai libertar meu marido do alcoolismo, se ele está há mais de dez anos preso neste vício?”.

Quem disse que o Senhor depende de condições humanas para realizar um milagre? Lembre-se de que Ele é o Deus do Impossível.

Um testemunho para edificar a sua fé

Nos cultos em que eu ministro, eu tenho o costume de orar por todas as pessoas que possuem algum tipo de enfermidade. Olha, eu já perdi a conta de quantos milagres eu já presenciei.

Entre as pessoas que receberam oração e foram curadas, havia uma senhora que sentia dores desde os cinco anos de idade. Ela, com os olhos marejados, disse: “As dores fazem parte da minha rotina. Eu durmo e acordo com elas!”.

Aquela senhora havia sofrido um acidente, que deixou um de seus pés com uma cicatriz enorme. “Eu quase não tenho articulações. Eu não tenho mais cartilagem, ou seja, um osso acaba raspando no outro... É uma dor inexplicável”, desabafou ela.

Depois de ouvir essa história, eu senti uma grande compaixão e, com muita convicção, eu disse a ela: “Você acha que Deus precisa de músculos, nervos, cartilagens, tendões e ossos para te curar? Com apenas uma ordem, Ele criou o universo!”.

Aquela senhora, já mais esperançosa, respondeu: “Os homens precisam, mas o Senhor não precisa!”. E eu continuei: “Tudo o que Deus precisava para te curar, Jesus entregou na cruz do Calvário. Ele levou sobre Si todas as nossas enfermidades, inclusive essa. Você crê que o Senhor pode te curar, mesmo depois de todos estes anos?”. E ela disse que sim!

Queridos, aquela senhora realmente creu! Depois de receber a oração, ela foi completamente curada. Foi realmente algo muito forte.

Para Deus, realmente, não existem limites!

Voltando ao nosso estudo...

Sabe o que muitas vezes nos impede de viver um milagre? Nós mesmos! Nós nos autossabotamos com nossas palavras e atitudes. Pare e pense: O que você tem declarado com seus lábios tem te levado para mais perto ou tem te afastado das promessas do Senhor?

Deus não mudou! Ele fez, Ele faz, e Ele fará! Quem precisa mudar somos nós! Nossas posturas e discursos precisam mudar!

Em vez de atrair o mal para a sua vida, profetize: “Eu vou viver essa promessa!”. Comece a construir o seu milagre com palavras e atitudes de fé!

Eu sei que o milagre vem do Senhor, mas tenha atitudes que te coloquem na rota deste milagre. Por exemplo, o voto é uma atitude de fé. O louvor é uma atitude de fé. O jejum é uma atitude de fé. Estar na Casa do Senhor e meditar em Suas Palavras são atitudes de fé. Ter alianças de oração é uma atitude de fé...

A ação do Espírito Santo de Deus

Quando o Senhor anunciou para Maria que ela teria um filho sem ter relações sexuais, a princípio, ela questionou: “Como será?”. E o Senhor, através do anjo Gabriel, explicou: “Vai descer sobre você um poder que traz à existência o que não existe! Essa virtude vai fazer nascer em você o que não poderia nascer!”.

Maria foi direcionada a se aproximar de Isabel – uma mulher que foi curada da esterilidade e já estava grávida de seis meses.

Se você deseja receber as promessas do Senhor, mas não vê possibilidades porque você tem tudo para não vivê-las, em nome de Jesus, venha renascer em Cristo. Venha ficar perto de quem crê. Nós vamos te ajudar nesta jornada.

Que, a partir de hoje, o milagre comece a se desenvolver dentro de você, até que chegue o momento de dar à luz. 

Através da sua vida, as pessoas saberão que Deus honra todas as Suas promessas, assim como aconteceu com Maria.

Pense nisso!

segunda-feira, 20 de julho de 2020

A gratidão torna a vida mais leve!


1 Samuel 17.37: “Disse mais Davi: O Senhor me livrou das garras do leão e das do urso; ele me livrará das mãos deste filisteu. Então, disse Saul a Davi: Vai-te, e o Senhor seja contigo.”.

Davi é uma das pessoas que eu mais admiro na Bíblia. Sem sobra de dúvida, ele era um homem segundo o coração de Deus.

Esta passagem que acabamos de ler mostra qual era o Espírito que habitava nele. Davi não tinha uma memória de dor e sofrimento. Ele enfrentou dificuldades, guerras, perseguições, conflitos familiares, mas não se tornou uma pessoa amarga e pesada.

Quem luta com o leão sai, no mínimo, arranhado! Quem enfrenta um urso deve sair, no mínimo, com um hematoma ou com um membro quebrado!

Eu não sei se ele chegou a se machucar, mas uma coisa é certa: ele não saiu destas situações com a alma ferida, pelo contrário, Davi tinha um coração grato por todos os livramentos que viveu.

Em vez de se desesperar, diante das adversidades, ele pensava: O mesmo Deus que permitiu que eu vencesse um urso e um leão, me dará vitória contra o gigante Golias!

Hoje, eu quero deixar um conselho! Quando você tem uma memória de gratidão, você fica renovado! Talvez, você tenha passado por uma situação muito critica, ou uma luta que durou mais de 15 anos, mas Deus te deu graça, te fortaleceu e te supriu em tudo!

Isso é o suficiente para você enfrentar o que vier pela frente, sabendo que o Senhor é contigo e te conduzirá em triunfo.

Esse é um dos benefícios da gratidão! Se você, de repente, pensar em todas as situações difíceis que viveu e começar a “metralhar” os outros com suas reclamações e murmurações, você nunca será uma pessoa vitoriosa, você nunca vai evoluir e amadurecer como ser humano!

Qual é a diferença entre aquele que nem chegou a dar o primeiro passo e aquele que parou no meio do caminho? Nenhuma! Mas você vai até o fim, em nome de Jesus!

Davi enfrentou o leão, depois o urso e depois o gigante. Sabe o que aconteceu depois? Ele foi coroado rei!

Quando renovamos nossas forças, através da gratidão, somos curados de todas as sequelas das guerras que enfrentamos.


Pense nisso!

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Deus tem um renovo para você!


Mateus 11.28: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.”

Na Bíblia Apostólica, há um comentário que eu gostaria de compartilhar com vocês:

O pecado e o diabo fazem com que os homens carreguem pesados fardos, que os impedem de avançar e os fazem sentir-se cansados e oprimidos.

Jesus substitui a dor e a opressão por sua paz e alegria ( Jó 5: 19). Ele destrói as obras do diabo (1 João 3: 8) e nos faz andar em ressurreição e em novidade de vida (Romanos 8: 9), quebrando toda a esterilidade (1 Samuel 2).

Sobre os ombros de Jesus, está o governo e o poder (Isaías 9: 6), e Ele removeu o peso e o fardo malignos que estavam sobre nós, os substituindo pela Sua paz e poder.

Sabe, todo mundo quer andar com o mais bonito, com o mais rico, com o mais famoso, com o mais alegre, com o mais divertido. Mas Jesus chamou aqueles que estão cansados, sobrecarregados, aqueles que não aguentam mais... 

Se você está para entregar os pontos, venha até Jesus. É você quem Ele está chamando!

Às vezes, a gente acha que só porque estamos cansados, sobrecarregados, o Senhor se esqueceu de nós.

Nesta passagem, o Senhor está dizendo: “Eu me lembrei de você! Venha até Mim, fale comigo! Coloque tudo isso diante de Mim, porque Eu vou te aliviar!”.

Você não vai mais ficar sem paz, sem forças. Talvez, você não possa mudar esta situação. Mas você mesmo pode mudar. Você pode ficar melhor, melhor ainda com Jesus!

Deus pode te dar mais forças, Deus pode te dar mais graça, Deus pode te dar mais fé, Deus pode te dar autoridade para você vencer essa situação! 

Renove-se n'Ele!

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Fugir? Pra onde?


Salmo 46.1 a 3: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. 

Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares; ainda que as águas tumultuem e espumejem e na sua fúria os montes se estremeçam”.

Querido, onde você tem se escondido? Tem muitas pessoas que começam a ficar ansiosas e acabam extrapolando! Olha, 90% dos casos de obesidade ocorrem por causa da ansiedade.

Sabe por que isso acontece?  Porque essas pessoas não têm para onde fugir! Não têm um refugio, então, começam a comer, comer, comer… Sem ao menos sentir o sabor. É um ciclo vicioso, porque se esquecem que comeram e voltam a comer de novo!  Como se aquilo fosse resolver os problemas.

Em alguns casos, o sofrimento é tanto, que há uma busca por algum tipo de compensação, ou algum tipo de prazer imediato. Algo que acalme a tribulação de seu coração, o nervosismo, a falta de segurança e a incapacidade de enxergar o futuro!

Quando você tem um refugio, em vez de se jogar na depressão, ou comer desenfreadamente, você vive o domínio próprio, que faz parte do fruto do Espírito Santo.

Tem gente que tranca a boca e vai secando… secando… secando, porque não sabe encarar mudanças. Às vezes, nem é algo ruim, é, simplesmente, algo novo em sua rotina. Pode ser um emprego novo, uma casa nova, ou sua empresa se fundiu com outra, testes, auditorias, ou o feriado está chegando e você não sabe o que fazer com os filhos… Algo novo ou diferente aparece e você fica se torturando de tanta ansiedade.

Hoje, você vai parar de se destruir e vai buscar, em Deus, o seu refúgio! 

Você sabia que o Senhor ordena sobre nós a sua bênção todos os dias? Sabia que o Espírito do Santo é conselheiro? Nos Sete Espíritos de Deus, há o Espírito de Conselho!

Hoje, quero te ensinar alguns passos para você vencer essa inquietação:

1) Lance sobre o Senhor toda a tua ansiedade
          
1 Pedro 5.7: “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.”

Sabe como você vai fazer isso? Orando: “Senhor, estou nervoso, estou agitado, porque estou em uma fase de mudança. Porque eu estou vendo todas as coisas irem embora! Porque eu estou sentindo que eu estou envelhecendo e eu não tenho forças para realizar! Eu não tenho mais a mesma vitalidade! Eu não tenho mais a mesma força! Eu não tenho mais o mesmo pique, mas eu quero lançar estas situações que têm me amedrontado e deposito, em Ti, a minha confiança!”.

Continue orando: “Eu não sei, me ajuda! Eu não estou sabendo viver! Eu estou me descontrolando! Estou prejudicando o meu próprio corpo! Eu não sei viver esta situação!”

Pode ser ridículo para todo mundo! Mas isso vai trazer libertação e paz!

2) Coloque diante de Deus também o que te dá medo, porque Deus é amor, e o amor lança fora todo o medo.

Clame: “Senhor, eu tenho medo…Eu tenho medo de falhar!….Eu tenho medo de machucar as pessoas!… Eu tenho medo de decepcionar quem depende de mim!…. Eu tenho medo de perder a minha família!… De perder o meu marido!… Eu tenho medo de não casar!… Eu tenho medo de não conseguir pagar as contas!… Eu tenho medo de ser despejado!… Eu tenho medo de ser mandado embora!… Eu tenho que aquela benção que estou esperando tanto não aconteça!”

Coloque diante de Deus! Ele é o Deus que atende a oração! Quando você busca esse refúgio no Senhor, através da oração, as portas se abrem!

A Palavra talvez não apareça instantaneamente na sua cabeça. Mas, daqui a pouquinho, o Senhor te revelará. De repente, a resposta de Deus pode estar em algo que não tem nada a ver com a situação que você está passando. Ou então, por meio dessa oração, você sentirá o óleo caindo sobre você te tranquilizando. Busque o teu refugio em uma vida de oração!


Refugie-se no Senhor e Ele vai te dar uma estratégia, uma direção, vai iluminar os teus olhos. Você vai enxergar a verdade e não vai ficar atormentado! O Senhor tem o melhor para você!

 Pense nisso!

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Não deixe que a ingratidão destrua o bem que você já fez!


Gênesis 13.14 a 18 “Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente;  porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre. Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência.

Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei.  E Abrão, mudando as suas tendas, foi habitar nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e levantou ali um altar ao SENHOR.”

Nós deveríamos estar mais preparados para a ingratidão. Já fomos advertidos, através da Palavra de Deus, que seria assim. 1 Timóteo 4 é um bom exemplo disso. Neste texto, está escrito que, nos últimos dias, os homens seriam egoístas, amantes de si mesmos e ingratos.

Abraão sofreu isso. Ló viveu tantas coisas boas ao lado dele. Casou, prosperou e recebeu ensinamentos de um homem que tinha uma relação verdadeira com Deus. Mas, de repente, a convivência se tornou insuportável. Ló, então, escolhe o lugar mais bonito e decidiu ir para lá!

É muito difícil passar por isso. Às vezes, vemos aquelas pessoas que ajudamos, que ensinamos, que investimos nosso templo, simplesmente, virarem as costas como se fossemos as piores pessoas do mundo.

Quem sabe você não está agindo da mesma forma ou, quem sabe, sentindo da mesma forma. Você amou aquela vida, orou, visitou, deu o seu melhor; e ela, simplesmente, diz que você não significou nada!

Parece que ela viveu tão bem sem você, mas você, por outro lado, não consegue viver sem ela.

Depois da separação, em princípio, parecia que Ló estava muito melhor que Abraão, mas o tempo mostrou quem fez a melhor escolha.

Sabe, querido, Deus é contigo! Ele vai curar todas as feridas do seu coração!

Hoje, eu quero deixar três conselhos para você vencer, de uma ver por todas, a ingratidão:

1º Não acumule mágoas no seu coração

Libere perdão. Se possível, fale para pessoa que, apesar de tudo, você a perdoa, porque todo o bem que você plantou, no tempo certo, você colherá do Senhor.

Faça o bem, esperando o bem do Senhor! Não crie expectativas no ser humano!

Gálatas 6.9: “E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.”

2º Erga os olhos para o céu e veja a grandeza do teu Deus

Não pense mais de forma limitada. Deus tem muito mais que este relacionamento.

Olha, eu perdi a conta de quantas vezes Deus já me abençoou! A graça do Senhor é infinitamente maior e mais poderosa do que a ingratidão do ser humano.

3º Saia desta angústia e erga um altar de louvores a Deus.

Tem um louvor do Renascer Praise que diz assim:

Dos Choros que chorei
Das pedras que atiraram em mim
Edifiquei a Ti
Um altar para oferecer louvor...

Toda maldição benção se tornou
E viram o Seu poder...

Deus tem muito mais para sua vida. Quanto aos ingratos, talvez, eles estejam achando que escolheram o melhor lugar, mas, na verdade, optaram por Sodoma e Gomorra – lugares de destruição!

Não viva mais em função deles! Viva de acordo com as promessas que o Senhor tem para a sua vida!

Eles irem mal não faz de você o melhor. Mas, por outro lado, você ficar bem vai te restituir e te colocar no rumo certo.


Pense nisso!

terça-feira, 14 de julho de 2020

Como superar isso?



2 Samuel 12.15 a 25: “Então, Natã foi para sua casa. E o SENHOR feriu a criança que a mulher de Urias dera à luz a Davi; e a criança adoeceu gravemente. Buscou Davi a Deus pela criança; jejuou Davi e, vindo, passou a noite prostrado em terra. Então, os anciãos da sua casa se achegaram a ele, para o levantar da terra; porém ele não quis e não comeu com eles.

Ao sétimo dia, morreu a criança; e temiam os servos de Davi informá-lo de que a criança era morta, porque diziam: Eis que, estando a criança ainda viva, lhe falávamos, porém não dava ouvidos à nossa voz; como, pois, lhe diremos que a criança é morta? Porque mais se afligirá.

Viu, porém, Davi que seus servos cochichavam uns com os outros e entendeu que a criança era morta, pelo que disse aos seus servos: É morta a criança? Eles responderam: Morreu. Então, Davi se levantou da terra; lavou-se, ungiu-se, mudou de vestes, entrou na Casa do SENHOR e adorou; depois, veio para sua casa e pediu pão; puseram-no diante dele, e ele comeu.

Disseram-lhe seus servos: Que é isto que fizeste? Pela criança viva jejuaste e choraste; porém, depois que ela morreu, te levantaste e comeste pão. Respondeu ele: Vivendo ainda a criança, jejuei e chorei, porque dizia: Quem sabe se o SENHOR se compadecerá de mim, e continuará viva a criança? Porém, agora que é morta, por que jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim.

Então, Davi veio a Bate-Seba, consolou-a e se deitou com ela; teve ela um filho a quem Davi deu o nome de Salomão; e o SENHOR o amou. Davi o entregou nas mãos do profeta Natã, e este lhe chamou Jedidias, por amor do SENHOR.”

A morte e a perda são situações dificílimas de serem superadas, ainda mais quando você é o culpado! Palavras e atitudes que acabaram com seu casamento, que fecharam uma boa porta de emprego, que te fizeram perder seu melhor amigo...

Às vezes, a sua situação envolve a perda de um familiar. Você entregou seu pai, sua, mãe ou seu filho para Deus, antes do tempo... É uma dor indescritível.

Eu imagino a dor que Davi sentiu ao ter que enterrar o próprio filho, sabendo que ele poderia ser o principal responsável por aquela enfermidade.

Muitas mortes que a gente enfrenta vêm carregadas de acusação. São pensamentos que nos desestruturam por completo, como: Você devia ter passado mais tempo com seu pai... Você deveria ter valorizado mais as virtudes da sua mãe... Agora é tarde demais para perdoar... Você deixou seu amigo morrer, sem ter falado de Jesus para ele...

A morte vem para nos matar também, ainda que seja aos poucos. Vem para marcar as pessoas com culpa e com uma dor tão profunda, que parece que nunca vai cicatrizar. Como se a gente fosse responsável pela vida ou por todas as escolhas de quem amamos.

Quando não conseguimos superar a perda ou a morte, nossos dias ficam vazios, parece que nós não sabemos mais viver. Eu imagino como deve ser para uma pessoa, que foi casada durante 30, 40, 50 anos, perder seu marido, ou esposa. Parece que a vida perdeu o sentido.

Olha, hoje, eu quero dizer que, por mais que pareça que não tenha mais jeito, há um caminho de superação.

Davi encontrou este caminho, quando entendeu que tudo acontece pela vontade de Deus. Não cai um fio de cabelo da nossa cabeça sem que o Senhor esteja no controle.

Se o inimigo vier te acusar, todos nós pecamos e dependemos da graça de Deus. O Senhor poderia ter ressuscitado? Poderia, mas o plano não era esse. Por quê? Para que ficasse um memorial. Davi não sabia que a história dele estaria na Bíblia, no Livro de Deus, e que alimentaria e serviria de exemplo para muitas pessoas, como eu, por exemplo. Um legado que ultrapassou gerações e se manteve inabalável.

Às vezes, você acha que a sua história não passa de uma história. Isso não é verdade. Talvez, a sua história sirva para que novas histórias sejam escritas. Então, em primeiro lugar, você vai se levantar e vai clamar: “Senhor, me consola, me conforta... Se eu não fiz o que deveria, me perdoa! Se as minhas atitudes contribuíram para este mal, lava-me, com Teu sangue, me purifica! Senhor, eu quero viver um novo tempo!”.

Em segundo lugar, vá para a igreja, louve e busque a Deus. A presença d´Ele nos cura, nos restaura, nos redime, nos edifica, nos consola e nos dá estratégia, para vivermos o bem do Senhor, na terra dos viventes!

Aonde há o Espírito de Deus, há liberdade. Eu tenho muitos louvores que falam sobre isso! A partir de hoje, você vai ficar livre deste peso, desta mágoa, desta acusação e desta dor! O Espírito Santo, nosso consolador, vai selar, vai cauterizar esta ferida, o sangue vai parar de jorrar e a cicatriz vai desperecer. Só vai permanecer as marcas do amor de Deus sobre sua vida.

Em terceiro lugar, comece um novo tempo!

No enterro do filho, Davi chorou? Chorou! Mas ele renovou suas forças, levantou-se, consolou a esposa, louvou ao Senhor e se abriu para viver um novo tempo! Aquele novo tempo gerou Salomão, o rei mais sábio de Israel.

Desse novo tempo que você vai começar, a partir de hoje, você vai gerar sabedoria, força, superação, consolo e alegria.