Páginas

domingo, 28 de junho de 2020

Deus não te abandonou!


Hoje, eu quero falar com vocês sobre “filiação”. Vamos começar nosso estudo meditando em Ester 2.5 a 7 “Ora, na cidadela de Susã havia certo homem judeu, benjamita, chamado Mordecai, filho de Jair, filho de Simei, filho de Quis, que fora transportado de Jerusalém com os exilados que foram deportados com Jeconias, rei de Judá, a quem Nabucodonosor, rei da Babilônia, havia transportado. 

Ele criara a Hadassa, que é Ester, filha de seu tio, a qual não tinha pai nem mãe; e era jovem bela, de boa aparência e formosura. Tendo-lhe morrido o pai e a mãe, Mordecai a tomara por filha.”.

Nós mulheres, muitas vezes, achamos que só um grande amor poderá resolver os nossos problemas.

Muitas acham que só serão completas se tiverem um namorado ou um marido e, consequentemente, acabam colocando grandes expectativas em um relacionamento.

Ester era órfã de pai e de mãe, nasceu escrava... Meu Deus! Eu fico imaginando como uma pessoa suporta tudo isso? Como alguém, nestas condições, pode ter alguma perspectiva de futuro? Mas a provisão divina estava sobre ela e trouxe, em primeiro lugar, um pai! Um pai para dar-lhe uma identidade! Um pai para firmá-la nos ensinamentos da Palavra de Deus! Um pai para instruí-la e, principalmente, dar conselhos para que ela conseguisse escrever uma linda história de amor.

Quem era esse pai? Mordecai, tio de Ester!

Naquela época, houve um concurso de beleza para eleger a futura rainha, pois a primeira havia enlouquecido! Para aquela disputa, foram convocadas mulheres bonitas e virgens, assim como Ester!

Mordecai a levou para esse concurso, ou seja, colocou Ester na rota do reinado. Ele a ensinou princípios básicos de comportamento e deixou um conselho: Não diga a ninguém que você é judia! Guarde isto como um segredo.

Qual era o propósito de Mordecai? Mostrar para Ester um caminho, e este caminho a levou para a posição de rainha! Da mesma forma, Deus, nosso Pai Celestial, faz conosco! Ele nos deu um caminho, e esse caminho é Jesus Cristo! 

Quem faz da palavra de Deus o seu caminho não se perde!

Talvez você não entenda por que é importante orar, ir à igreja, jejuar... mas a fé no Pai das luzes faz com que você veja, no futuro, o quanto foi bom assumi-lo como pai!

O Deus Todo-Poderoso, o Pai Celestial, o Deus vivo... também provê “pais espirituais”, como proveu para Ester!

Então, de repente, seu pai carnal não está ao seu lado ou, simplesmente, não é um exemplo de conduta e de caráter... De repente, sua mãe carnal é uma pessoa limitada... Mas o nosso Pai Celestial é ilimitado e invencível! Ele coloca pessoas no nosso caminho para nos direcionar! É o caso dos nossos líderes espirituais! Nós, por exemplo, temos o Apóstolo Estevam!

A filiação espiritual nos dá uma identidade e capacidade para superarmos qualquer desafio. Imagine a situação de Ester!?Entre todas as mulheres que foram recolhidas em todo o reino, somente uma seria a escolhida! Sabe o que acontecia com as outras? Elas nunca mais poderiam se casar com outro homem! Era praticamente uma sentença de morte! Elas pertenciam ao rei, mas jamais poderiam reinar ao seu lado!

Mas, por que Ester assumiu Mordecai como seu “pai espiritual”, ela conquistou, de forma limpa e honesta, o reinado. Depois que Ester assumiu essa filiação, ela encontrou favor diante de todos. 

Os propósitos de Deus são maiores

Depois de um tempo, o povo de Ester recebeu uma sentença de morte. O primeiro ministro, que era amicíssimo do rei, criou uma lei para aniquilar os judeus, sem ao menos ter conhecimento da origem de Ester.

Ao saber da notícia, Mordecai a procurou e disse que havia chegado o momento dela se revelar e lutar pelo seu povo. Antes de seguir com o plano, Ester se valeu das armas espirituais. Só buscou o rei depois que jejuou!

Ao ser submissa à direção de seu pai espiritual, Ester não só se livrou da sentença de morte, como também salvou seu casamento, que estava a ponto de desabar, já que fazia um mês que o rei não a procurava!

Quando você tem a palavra do seu “pai espiritual”, você tem direção, exortação, conselho, consolo, amor e segurança! Talvez, você não tenha recebido nada disso dos seus pais carnais, assim como Ester, mas sabe de uma coisa? Ester nunca se sentiu descompensada e nunca se sentiu inferior a ninguém... Antes mesmo de assumir o reinado, ela já reinava! Era soberana e se alegrava com aquilo que o Senhor tinha para oferecer! Ester sabia que era o suficiente para ela ser uma mulher feliz, realizada e abençoadora!

Se você está se sentindo abandonado, sozinho, desprotegido, não se esqueça que o nosso Pai Celestial enviou Jesus Cristo, Seu único filho, para ser o nosso caminho e levantou, aqui na terra, homens e mulheres para trazerem uma palavra profética e nos enviar para um tempo de vitórias.

Quero terminar o recadinho de hoje com Salmo 27.10 a sua oração: “Ainda que meu pai e minha mãe me abandonem, o SENHOR me acolherá.”.



Pense nisso!

terça-feira, 23 de junho de 2020

Deus traz à existência o que não existe


Romanos 4: 17 “...como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí.), perante aquele no qual creu, o Deus que vivifica os mortos e chama à existência as coisas que não existem.”

Há muitas pessoas que entram em crise e deixam de confiar em Deus, porque se deparam com situações totalmente opostas às promessas d'Ele.

Elas se sentem enganadas, traídas, usadas, frustradas e acabam trilhando o caminho da incredulidade. Tornam-se, muitas vezes, destruidoras da fé, principalmente da fé alheia.

Por que isso ocorre? Porque elas não sabem lidar com as promessas do Senhor.

Por que, afinal de contas, Deus nos dá promessas?

1- Para que a gente resista no dia mau e mantenha os olhos no autor e consumador da fé.

A fé precisa ser provada!

Abraão e Sara receberam a promessa de que teriam um filho, mas ambos não tinham condições físicas para isso. Mesmo assim, Abraão continuou acreditando, e a promessa se manifestou.

A promessa não depende de suas condições físicas, financeiras e sociais. Deus chama à existência as coisas que não existem, e ponto! O milagre vem de Deus, não dos homens ou de circunstâncias.  

2- Para que saibamos que o mal, a adversidade, a perseguição não são definitivos, mas passageiros, e logo abrirão espaço para que as promessas se manifestem!

O que vence o mundo é a nossa fé.

3- Para que sejam bússolas em nossa caminhada. Assim não andaremos por vista, mas por fé.

4- Para que mantenhamos nossa comunhão com Deus, pois só assim seremos capacitados em dons e entendimento espiritual para vivermos as promessas.


Pense nisso!

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Por que eu?


Isaías 55.8: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR.”

Muitas vezes, você questiona: “Meu Deus! Por que tanto sofrimento?”, “Por que tantas perdas?”, “Por que tanta dor?”, “Por que, mesmo tenho um relacionamento profundo com o Senhor, eu estou passando por esta situação? Eu não mereço passar por isso!”. 

Talvez, de repente, os teus questionamentos estejam relacionados aos desejos que não foram atendidos por Deus: “Por que Ele disse ‘não’”?

Olha, querido internauta, eu vou ser bem honesta com você! Nestes anos todos de ministério, eu posso dizer, com todas as letras: “Ainda bem que o Senhor não atendeu todas as minhas oração. Se Ele tivesse atendido, com certeza, eu estaria bastante encrencada!”.

Já chorei por pessoas, mas, felizmente, Ele me mostrou a tempo quem elas eram de verdade.

Já me desesperei por causa de situações, que, depois, no final de tudo, trouxeram grandes bênçãos para a minha vida! Em muitas situações de dor, eu vivi grandes milagres!  Milagres, inclusive, de ressurreição! Foram experiências que superaram, em todos os sentidos, os sofrimentos que eu vivi.

Então, quando você estiver prestes a jogar tudo para o alto, pense que, se você ficar sem Deus, aí, sim, você estará na mão daquele que rouba, mata e destrói.  Se, com Deus, é tão difícil, imagina sem Ele!

“Mas, Bispa, a senhora não entende! Eu tenho um memorial no altar! Eu oro, eu jejuo, sou dizimista, sou ofertante...”.

Querido, se já está difícil assim, imagine como você estaria agora se não tivesse feito nada disso! Você ia se sentir enfraquecido e perturbado: “Meu Deus! E se eu tivesse jejuado? E se eu tivesse orado, em vez de ter entregado os pontos?”.

Você nunca vai poder dizer que não aproveitou a oportunidade de crer! Se não aconteceu da maneira que você esperava, foi por que Ele não permitiu. É Ele quem vai te levar a andar em caminhos mais altos.

Não se deixe levar pelos seus sentimentos, porque o nosso coração é enganoso! Se for para duvidar, duvide do poder da situação que você está vivendo. Lembre-se de que aquele que faz o deserto florescer é o mesmo que está ao seu lado. É Ele quem traz à existência o que não existe!

Não abra mão do seu relacionamento com o Senhor, porque, certamente, haverá bom futuro, e a tua esperança não vai ser envergonhada!


Não foi do seu jeito, mas isso não que quer dizer que nunca vai ser bom, perfeito e agradável. 

Deus tem caminhos mais altos, e os propósitos d´Ele são superiores! 

Em vez de buscar explicações para as lutas que você tem enfrentado, busque, em Deus a solução. Você não perde por confiar!

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Mais forte do que nunca!


Neemias 8: 10b “... Portanto não vos entristeceis, porque a alegria do Senhor é a nossa força.”

O caminho é árduo e difícil, mas com a alegria do Senhor e muita fé, venceremos e destruiremos as muralhas. 

Se o mar não se abrir, andaremos sobre as águas, porque servimos a um Deus vivo, o Todo-Poderoso, amável, admirável, bondoso, justo, maravilhoso, o Pai Eterno.

Em Isaías 54: 14, está escrito que nenhuma arma poderá nos derrotar, e que toda a boca que se levantar contra nós, em juízo, será condenada. Esta é a herança dos servos do Senhor e a nossa justiça vem d´Ele. Ele promete nos amar eternamente. Somo suas ovelhas amadas e queridas.

Quando aceitamos a Jesus Cristo como nosso único Senhor e Salvador, adquirimos uma linda marca que nos distingue do restante da multidão. Ele diz para cada um de nós: “Tu és meu servo, e a ti escolhi e não te rejeitarei. Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus. Eu te esforço, te ajudo, te sustento com a minha forte mão”.

Isto quer dizer que iremos passar por situações em que vamos ter medo, muito medo, que podemos até ficar em estado de choque – que é mais ou menos, o que quer dizer o termo “pasmado” – Mas a promessa é: “Não se deixe levar por esta situação! Eu estou com você.”.

Nos momentos de fraqueza, Jesus Cristo nos faz fortes e renova a nossa disposição. Este é o segredo da nossa vitória.

Não há nada mais frustrante do que você machucar, ferir, falar mal de alguém, e vê-lo em pé, alegre, como se nada houvesse acontecido!

Só que, agora, isto tem que ser verdadeiro!

Mas, Bispa, como eu vou me alegrar numa situação dessas? Alegre-se na esperança de que o teu Deus é fiel, e que isto não vai ficar deste jeito.

Deve ter algum propósito para essa situação, que você nem consegue explicar, pela dor e sofrimento que está sentindo. Entretanto, ao pensar na vitória e na honra que virá através de tudo isso, é possível se alegrar! Portanto, alegre-se no Senhor!

Levante-se! Tire essa “cara de choro”, porque maior do que o problema é aquele que habita em você!

Quero finalizar o Pensamento de hoje com 2 Coríntios 4: 17 “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz, para nós, eterno peso de glória, acima de toda comparação.”.


Pense nisso!

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Quais foram os diferenciais de Ester?


O Pensamento do Dia de hoje está no livro de Ester 2. Uma dica! Medite no livro todo. É um manual de sabedoria! Faça um propósito de ler pelo menos um capítulo por dia!

Vamos falar hoje sobre duas mulheres totalmente diferentes, mas que tiveram a mesma oportunidade! Qual delas é você?

O rei Assuero, também conhecido como Artaxerxes, era extremamente rico e muito poderoso. Na época, ele "dominava" o mundo.

Como era de costume, ele deu um banquete para todos os príncipes e nobres. A festa real durou dias, porque, além dos quitutes, o rei mostrava aos representantes dos outros reinos todas as suas conquistas e seus exércitos.

Para o final do banquete, Assuero quis mostrar o que ele tinha de mais valioso, sua esposa Vasti, que além de linda, era com certeza filha de algum rei porque, naquela época, os casamentos eram constituídos por alianças entre reinados, com a finalidade de fortalecê-los. Apesar da boa intenção, Vasti simplesmente recusou o convite de seu marido. 

A rebeldia tem um preço

Não sei o que Vasti pensou antes de tomar aquela atitude, mas foi algo que arrebentou, literalmente, com sua vida. Muitas vezes, você precisa discernir se é a hora certa de empinar essa carroça, sabe por quê? Porque ela pode voltar e passar por cima da sua cabeça.

Com os seus chiliques, com as suas loucuras, com o seu orgulho e com sua rebeldia, você está plantando sua própria destruição. Em meio aquela situação, no mínimo vexatória, os nobres e os príncipes vieram ao rei e disseram: “Um homem poderoso como o senhor não pode passar por esse tipo de situação. Se deixarmos assim, isso vai se espalhar, de tal forma que todas as mulheres se sentirão no direito de ter a mesma postura de rebelião. É o seguinte: que ela nunca mais entre na sua presença. Nem que ela fique o resto da vida trancada. O reinado para ela acabou.” O rei, obviamente, concordou com a proposta e instituiu uma lei.

Não existe lógica humana nos propósitos do Senhor

O tempo passou e o rei Assuero estava extremamente carente de uma esposa. Apesar de ter diversas mulheres à sua disposição, faltou a oficial, a rainha. Para solucionar a crise sentimental do rei, os conselheiros decidiram criar uma espécie de concurso de beleza entre as mulheres virgens dos reinados.

Neste concurso, todas se apresentavam ao rei. Mas tem um detalhe, se Assuero não se agradece, ela estava perdida. Como ela tinha passado uma noite com o rei, ela teria que ficar jogada na casa das mulheres para o resto de sua vida. Ester, nossa personagem principal de hoje, não foi a esse concurso por opção, ela era uma das virgens, ou seja, foi praticamente obrigada. Ela era escrava, órfã... Sabe, humanamente falando, como ela poderia competir com a filha de um rei, linda e nobre como Vasti?

Ester poderia ter sua vida acabada, assim como outras mulheres. Mas seu tio, um homem muito sábio, que a havia adotado, orou por ela e a enviou, porque ele sabia que maior do que toda beleza, toda fortuna, toda educação, toda etiqueta, todo o dote do mundo, era a graça de Deus sobre a vida de Ester.

Sabe o que é graça? É favor imerecido! Debaixo daquela palavra, Ester se preparou durante um ano, na casa das mulheres, para se apresentar diante do rei. Ela alcançou favor de todos os organizadores daquela casa, não porque era “a famosa”, “a rica”, “a educada”, “a formada”, aquela que falava dez línguas, a que tinha PHD... não... porque ela tinha a presença de Deus.

Humildade traz honra e justiça

No dia em que ela foi sorteada para passar a noite com Assuero, ela pediu conselhos sobre a roupa e a postura que deveria ter. Ester, com muita humildade, aceitou todos eles. Quem respeita as autoridades que estão sobre si e as obedece com humildade, Deus a abençoa.

Deus exalta o humilde, mas resiste aos soberbos. Isso é tão verdadeiro, que na Bíblia está escrito que, quando Ester apresentou ao Rei, ele a amou mais do que todas as mulheres. Ela alcançou, perante ele, favor e benevolência. Dá para explicar o amor?

O amor faz com que a pessoa tenha uma beleza, um favor e uma graça de Deus insuperáveis. Faz com que a pessoa seja desejada. Tem gente que, ao estabelecer uma aliança com Deus, fica mais linda ainda.

Você não precisa de artifícios para ser reconhecida

Muitas vezes, você acha que não consegue as coisas, por não possuir determinados artifícios. Em nome de Jesus, busque a Deus, peça para que Ele te dê graça e favor para que você trabalhe naquela empresa que você deseja, para que você desperte desejo nas pessoas de estar com você, de andar com você.

Quando a gente tem o Espírito Santo de Deus, a gente se torna agradável, amada e insubstituível. Dizem que não existe ninguém insubstituível. Quem é esse mentiroso? As suas funções, muita gente pode até substituir, mas o espaço no coração de quem te ama, não.

Virtudes são mais importantes do que a beleza

O rei Assuero conheceu a verdadeira esposa. Ester foi uma grande bênção para a vida dele, o livrou de pessoas mal intencionadas e fez dele um rei, que até hoje, é conhecido e estimado. Isso ficou registrado na história do povo de Deus.

Ester foi amada, honrada, ela não tinha somente um titulo de rainha, ela, de fato, reinou em vida, porque a graça e o favor de Deus superabundaram, capacitando, ajudando e a abençoando. Sabe qual era o segredo dela? Ester buscava a Deus e honrava suas autoridades.

Você pode até ter pouco, humanamente falando, mas nas mãos de Deus, haverá uma multiplicação abundante, e você viverá muito além dos teus sonhos.

Não desista de você, não se conforme, levante-se, busque ao Senhor, e você saberá o que é ter sua vida transformada, como foi com Ester, que de escrava se tornou rainha e uma mulher mais que vencedora!

Pense nisso!

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Será que existe amor verdadeiro?

Cantares 8.6 e 7 “Põe-me como selo sobre teu coração, como selo sobre teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura, o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, são veementes labaredas. 

As muitas águas não poderiam apagar o amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens da sua casa pelo amor, seria de todo desprezado”.

Existem algumas palavras e promessas na Bíblia, que, às vezes, você lê e questiona: Será que isso existe mesmo? Será que alguém pode colocar outra pessoa como um selo em seu coração? E, assim, todo o conteúdo dele não seria violado? E, assim, todo aquele amor, toda aquela disposição, toda aquela doação, e todo aquele cuidado não seriam manchados?

Será que realmente as muitas águas não poderiam apagar o amor? Uma enfermidade, uma morte, uma dificuldade financeira, um levante, uma perseguição, calunias, difamações, dias de guerra, dias de luta, dias de ganhar, dias de perder, dias de muito choro, dias de muita alegria... Será que realmente, em meio a tantos impedimentos, o amor pode prevalecer?

Sabe, certo dia eu resolvi assistir um filme que me recomendaram... Para ser bem sincera, não consegui assistir até o final, pois era chato demais, dizem que ele ganhou um Oscar; só se for na categoria “Chatice”, né?

Mas, não vou negar que teve um trecho que me chamou a atenção, de tão absurdo que foi. O ator estava conversando com a atriz, sobre uma carta que ele escreveu aos 20 anos para ele ler quando tivesse 40. Quando completou essa idade, ele decidiu abri-la. Nela estava escrito, mais ou menos, assim: “Eu sou você com 20 nos de idade. Eu espero que ao ler esta carta, você já esteja divorciado!”.

Como pode? Que sonho é esse? Ele não estava nem casado e já pensou em se divorciar? Olha, vou ser bem honesta! Uma pessoa que casa, já como objetivo de se divorciar não pode ser normal! Eu que sou normal não posso compactuar com isso! Depois daquela cena, o filme acabou pra mim!

É absurdo? É! Mas, infelizmente, muitas pessoas vivem essa realidade. Assumem, como verdade, costumes e determinados conceitos, que divergem com a realidade que Deus tem para nós.

Eu quero dizer que todas as palavras que estão na Bíblia são verdadeiras. Quem escreveu ou viveu ou presenciou! Eu também sou testemunha dessa veracidade! Eu tenho um selo no meu coração! O selo do meu coração chama-se Estevam, uma pessoa integra, séria, limpa, um homem que me faz sonhar todos os dias, que faz meus olhos brilharem, que me protege, que me guarda, que me honra, que é fiel em todas as suas atitudes, ele é amoroso, um verdadeiro poeta...

São tantas as qualidades que ele possui, que talvez você até duvide e ache que eu tirei de algum livro! Mas é a verdade da minha vida! Ele escreveu uma história de amor no meu coração e me ensinou a andar pelo caminho do amor.

Sua fidelidade, sua integridade, sua limpeza, seu caráter, sua firmeza de convicções me fazem acreditar na humanidade. Estar com ele é tão bom, ele é o meu melhor amigo, o amor da minha vida, que me fez sonhar deste os treze anos de idade, quando me pediu em namoro; e é assim até hoje! O que falar da voz que sempre está ao meu lado para me incentivar, pra me ensinar, me motivar e me ajudar a mostrar o caminho? Meu desejo é ser cada dia melhor pra ele e honrá-lo em todos os seus caminhos!

As muitas águas, com certeza, não podem apagar um grande amor! E ainda que alguém viesse e desse todos os reinos da face da terra, de todos seria desprezado por este grande amor! São mais de 42 anos que eu vivo essa verdade, em nosso casamento!

Que o meu testemunho sirva para você entender que a Bíblia não é um livro de utopias e promessas vazias! São verdades que podem se manifestar! Abra-se para vivê-las! O que me uniu ao Apóstolo foi o nosso amor pelo evangelho e pelo Senhor! Nossa prioridade sempre foi o altar! Este é o segredo para viver um grande e verdadeiro amor! Busque, em primeiro lugar, o Reino de Deus!


Pense nisso!

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Não olhe para os lados. Olhe para o alto!


Hoje, eu quero falar sobre uma situação que, além de desgastar, te paralisa e te impede de se recuperar. É uma situação que o próprio rei Davi passou.

Está no Salmo 73.2 a 25: “Quanto a mim, porém, quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem os meus passos. Pois eu invejava os arrogantes, ao ver a prosperidade dos perversos. Para eles não há preocupações, o seu corpo é sadio e nédio. Não partilham das canseiras dos mortais, nem são afligidos como os outros homens.

Daí, a soberba que os cinge como um colar, e a violência que os envolve como manto. Os olhos saltam-lhes da gordura; do coração brotam-lhes fantasias. Motejam e falam maliciosamente; da opressão falam com altivez.

Contra os céus desandam a boca, e a sua língua percorre a terra. Por isso, o seu povo se volta para eles e os tem por fonte de que bebe a largos sorvos. E diz: Como sabe Deus? Acaso, há conhecimento no Altíssimo? Eis que são estes os ímpios; e, sempre tranqüilos, aumentam suas riquezas.

Com efeito, inutilmente conservei puro o coração e lavei as mãos na inocência. Pois de contínuo sou afligido e cada manhã, castigado. Se eu pensara em falar tais palavras, já aí teria traído a geração de teus filhos. Em só refletir para compreender isso, achei mui pesada tarefa para mim; até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles.

Tu certamente os pões em lugares escorregadios e os fazes cair na destruição. Como ficam de súbito assolados, totalmente aniquilados de terror! Como ao sonho, quando se acorda, assim, ó Senhor, ao despertares, desprezarás a imagem deles. Quando o coração se me amargou e as entranhas se me comoveram, eu estava embrutecido e ignorante; era como um irracional à tua presença.

Todavia, estou sempre contigo, tu me seguras pela minha mão direita. Tu me guias com o teu conselho e depois me recebes na glória. Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em quem eu me compraza na terra.”

Esse Salmo parece até uma oração sua, não é mesmo? É como se sua missão na terra fosse viver fracasso atrás de fracasso.

E o que você faz? Começa a se comparar aos outros. Você olha para o lado e vê gente ruim, gente mentirosa, gente corrupta, gente que trai e gente que não se importa com Deus se dando muito bem! São felizes, cheios de amigos e, aparentemente, bem-sucedidos!

Agora, se existe alguém que deu errado, esse alguém é você! Logo, vêm aqueles pensamentos que te deixam ainda mais para baixo: “Olha sua situação financeira!”, “Você tem 40 anos e ainda não casou!”, “Seu chefe te trata como lixo!”, “Você é horrível, por isso, ninguém te quer!”...

E, para ajudar – ou piorar ainda mais a situação –, vem aquele parente que nunca fala com você, mas faz questão de tocar na ferida e, ainda, tirar sarro da sua fé: “Pelo jeito, ir para a igreja não está dando muito certo para você, né? Acho que seu Deus está de férias, e férias prolongadas!”.

Talvez, você até esteja dependendo de pessoas assim: “Já que seu Deus não te ajudou, eu vou te ajudar!”.

Eu sei que você está desgastado, confuso, indignado... mas não se deixe abater. Tudo isso acontece para você se afastar de Deus.

O diabo não quer o seu dinheiro, ele quer seu coração, quer sua adoração, quer sua vida! A guerra espiritual também é uma guerra por territórios. E, caso você ainda não tenha percebido, o território que Satanás e seus demônios querem ocupar é você mesmo. Por quê? Porque eles são espíritos. Eles precisam de um corpo para se manifestarem aqui na terra.

Eles pressionam, rodeiam e querem te fazer acreditar que seu trabalho no Senhor é em vão.

Sabe, o ouro só tem valor quando ele é purificado. A prata e as pedras preciosas, quando são lapidadas. Os valores das pessoas estão em superar, em vencer e em não se abandonarem.

Toda essa situação vem para que você se convença de que você é um derrotado, de que você não tem jeito, e que nada, absolutamente nada, vai dar certo. Esses espíritos malignos querem que você acredite que estar com Deus só piora a sua vida!

Hoje, eu quero deixar um conselho: Não procure em Deus explicações para suas calamidades, busque a solução!

Davi estava todo atrapalhado! Ele olhou para os lado, e sabe o que viu? Reis, príncipes e servos maus felizes e prósperos!

Sabe, ficar olhando para o lado não te ajuda! Olhe para cima, o seu socorro vem de lá! Olhar para o Senhor nos traz paz e descanso. Essas pessoas que estão se “dando bem”, na verdade, estão em um local escorregadio.

Se você não consegue acreditar nisso, olhe para a situação do Brasil. Meu Deus do céu! Pessoas que foram consideradas milionárias e poderosas, hoje, estão presas ou falidas.

Não viva mais em função dos outros. Viva para o Senhor! Faça d’Ele o Seu foco, o Seu apoio, a Sua vida! Assim como fez com Davi, Ele vai renovar suas forças!

Não se contamine com falatórios. Sabe, o que as pessoas falam mal de você tem mais a ver com elas do que com você! Deus não te criou para ser um derrotado, porque Ele não é derrotado. Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus.

Busque ao Senhor, faça um voto, vá à igreja e clame para que Ele te tire dessa morte, dessa cova, dessa fornalha de pensamentos, desse furacão de opiniões e desse clima pesado.

Na Casa do Senhor, você vai receber o poder libertador de Cristo. Ele veio para trazer um alívio aos corações e anunciar um tempo de justiça.

Se você entregar sua vida para Jesus, você vai encontrar forças para passar pelo dia mau, sem perder a alegria, a fé, a saúde e a esperança.



 Pense nisso!

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Quem disse que a solução está distante?


João 5. 1 a 9: “Passadas estas coisas, havia uma festa dos judeus, e Jesus subiu para Jerusalém. Ora, existe ali, junto à Porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco pavilhões. 

Nestes, jazia uma multidão de enfermos, cegos, coxos, paralíticos [esperando que se movesse a água. Porquanto um anjo descia em certo tempo, agitando-a; e o primeiro que entrava no tanque, uma vez agitada a água, sarava de qualquer doença que tivesse].

Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos. Jesus, vendo-o deitado e sabendo que estava assim há muito tempo, perguntou-lhe: Queres ser curado? Respondeu-lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; pois, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. 

Então, lhe disse Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar. E aquele dia era sábado.”

Mesmo estando próximo ao local da cura – o tanque de Betesda –, aquele homem ficou, durante 38 anos, paralítico, ou seja, tempo o suficiente para desistir. Talvez, você que está lendo este post nem tenha essa idade, mas está se identificando com a passagem bíblica, porque está enfrentando alguma enfermidade. Quem sabe até uma depressão. Pois é! Este texto é mesmo para você!

Para aquele moço ser curado, ele precisava ser liberto, em primeiro lugar, das mágoas do passado e do espírito de depressão. Ele precisava, antes de tudo, ser curado em sua alma.

Quando Jesus Cristo perguntou se ele queria ser curado, em vez de dizer “sim” ou “não”, ele respondeu: “Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada!”.

Sabe, com tantos anos de experiência, eu cheguei à conclusão de que, geralmente, as pessoas que estão com depressão não estão abertas a ouvir ninguém, muito menos a voz da solução. A tristeza, o abandono, as mágoas, a falta de perspectivas em relação ao futuro, simplesmente, bloquearam seus pensamentos. Elas não conseguem enxergar um caminho. O que elas têm são as respostas que a depressão preparou, não importa qual seja a pergunta.

Hoje, você vai deixar a “cartilha da depressão” para trás e vai responder a seguinte pergunta: Você quer ser liberto desta depressão? “Ah, Bispa! Como ser liberto, se eu já tentei de tudo?”. Querido, essa não foi a pergunta que eu fiz! Você quer ou não quer ser curado? “Mas, Bispa! Como ser curado, se eu nem tenho plano de saúde?”. Você não entendeu a minha pergunta. Você quer ser curado? “Bispa, como posso ser curado, se eu não tenho mais ninguém!”.

Se você não consegue responder “sim” ou “não”, com certeza, sua mente está bloqueada pelas mágoas, pela falta de perdão. Quem quer ser liberto encontra um caminho. Quem não quer encontra uma desculpa. Vou perguntar de novo: Você quer ou não quer ser curado? “Quero, Bispa!”. Então, hoje mesmo, coloque-se na presença do Senhor e clame até que a paz d'Ele invada completamente seu coração. 

No começo do ano, eu aconselhei uma pessoa que estava com depressão, quando eu disse para ela procurar uma igreja, ela respondeu: “Se eu tiver forças, eu vou!”. Sabe o que eu disse depois? Eu disse: “Você não vai porque tem forças, você vai porque você crê. Você vai, porque precisa e ponto final!”. 

Claro que, nesta fase de pandemia, não podemos estar fisicamente na igreja, mas temos para onde correr... Por meio das redes sociais, podemos oferecer um acompanhamento pastoral.

Para ser liberto, você precisa tomar uma posição, ou seja, não espere que as pessoas te carreguem! O mais interessado na sua libertação precisa ser você.

Talvez, você não tenha ninguém que seja por você, assim como aquele rapaz não tinha. Mas Jesus estava ali, e Ele também está com você.

Romanos 8.31: “... Se Deus é por nós, quem será contra nós?”.

Sabe, aquele homem esperava receber ajuda e um lugar onde só havia pessoas doentes. Todos, ali, tinham alguma necessidade. Às vezes, agimos da mesma forma. Estamos buscando apoio de quem também precisa de ajuda – talvez, até mais do que nós –. Eu aprendi, na minha caminhada, que ninguém pode dar aquilo que não tem.

“Mas, Bispa, a senhora não entende. Eu tenho um tio muito rico. Ele pode, sim, ajudar no meu tratamento. Não vai custar nada para ele.”. Você já parou para pensar que ele também está enfermo? Está, porque o deus dele é o dinheiro. A enfermidade dele é a avareza e a falta de compaixão. Como ele pode te ajudar, se ele também precisa de libertação? Mas o dono de toda a prata e todo o ouro e o Médico dos médicos, te fala hoje: “Eu posso te ajudar? Quer ser curado?”.

Depois de curar aquele homem, Jesus disse: “Tome o seu leito e ande!”. Você precisa fazer o mesmo! Você precisa se movimentar e tomar uma decisão! Em vez de se lamentar, você vai profetizar a sua cura. Desta forma, você será liberto de toda a depressão!

A Palavra de Deus vai te ensinar a viver! Jesus não é um ponto, é um caminho. Andando por Ele, você jamais será confundido.


Pense nisso! 

terça-feira, 2 de junho de 2020

Faça do Salmo 23 a sua verdade!


Salmo 23.1: “O Senhor é o meu pastor, e nada me faltará!”.

Faça desta palavra o seu caminho!

Entre na presença do Senhor e ore: “Senhor, guia-me! Eu não quero mais que os problemas me guiem. Eu não quero que os meus traumas me guiem. Eu não quero que as dificuldades me guiem. Eu não quero que a opinião dos outros me guiem. Eu não quero que o meu cansaço me guie. Eu não quero que o meu entusiasmo me guie. Deus, conduza os meus caminhos!”

Depois de orar, espere um pouco, para que Deus te responda e te agasalhe. Eu tenho certeza de que você vai sentir a presença do Espírito Santo. Você terá paz, terá refrigério. Haverá um renovo para a tua vida.

Faça o que está na Palavra de Deus, sem olhar as circunstâncias, e nada te faltará!


Pense nisso!