Páginas

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Superando as barreiras do impossível


A superação sempre envolve um grande desafio. Mas, antes de qualquer coisa, precisamos entender que, para ultrapassarmos limites, precisamos nos fortalecer em Deus.

Existem áreas das nossas vidas que fomos tão derrotados, que nem queremos tocar no assunto. Mas precisamos nos abrir, porque Deus tem, sim, uma palavra que pode transformar qualquer situação. Se você acolher esta verdade, de todo o coração, o milagre que você tanto tentou, mas não conseguiu, vai se manifestar.

Somente no Senhor, podemos ter vitórias onde só tivemos derrotas, ainda que todos os recursos humanos tenham se esgotado.

Nas Escrituras Sagradas, existem muitos casos de superação, mas, neste e nos próximos textos, eu quero focar na história da mulher sunamita.

Vamos começar, meditando em 2 Reis 4.8 a 17: “Certo dia, passou Eliseu por Suném, onde se achava uma mulher rica, a qual o constrangeu a comer pão. Daí, todas as vezes que passava por lá, entrava para comer. Ela disse a seu marido: Vejo que este que passa sempre por nós é santo homem de Deus. Façamos-lhe, pois, em cima, um pequeno quarto, obra de pedreiro, e ponhamos-lhe nele uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; quando ele vier à nossa casa, retirar-se-á para ali.

Um dia, vindo ele para ali, retirou-se para o quarto e se deitou. Então, disse ao seu moço Geazi: Chama esta sunamita. Chamando-a ele, ela se pôs diante do profeta. Este dissera ao seu moço: Dize-lhe: Eis que tu nos tens tratado com muita abnegação; que se há de fazer por ti? Haverá alguma coisa de que se fale a teu favor ao rei ou ao comandante do exército? Ela respondeu: Habito no meio do meu povo. Então, disse o profeta: Que se há de fazer por ela? Geazi respondeu: Ora, ela não tem filho, e seu marido é velho.

Disse Eliseu: Chama-a. Chamando-a ele, ela se pôs à porta. Disse-lhe o profeta: Por este tempo, daqui a um ano, abraçarás um filho. Ela disse: Não, meu senhor, homem de Deus, não mintas à tua serva. Concebeu a mulher e deu à luz um filho, no tempo determinado, quando fez um ano, segundo Eliseu lhe dissera.”

Mesmo com toda a vergonha que ela vivia – já que uma mulher rica de verdade, além de ter posses, tinha que ter muitos filhos –, ela foi movida por uma sensibilidade e entregou uma oferta. Ela abriu sua casa para o profeta Eliseu.

Por que ela não tinha filhos? Na Bíblia, está escrito que o marido dela já era idoso, ou seja, eu acredito que tratava-se de um caso de esterilidade masculina.

Mesmo assim, aquela mulher não se revoltou. Mas eu imagino as dificuldades que ela deve ter enfrentando, principalmente por causa das cobranças da sociedade e comentários maldosos. Apesar de ela ter muito dinheiro, as melhores roupas, os sapatos mais caros, e ter feito viagens luxuosas, era nítido o fato de ela não ter alegria na área íntima com o marido.

Eu fico imaginando como eram todas as saídas aos mercados, à casa de parentes e festas. Com certeza, ela se deparava com muitas mulheres grávidas, acompanhadas e felizes. Ela olhava para os lados e via uma alegria que, aos olhos humanos, para ela, era inatingível.

Nosso trabalho não é vão

Mesmo tendo que carregar, durante anos, aquela frustração, a mulher sunamita tinha um coração grato e generoso, características de uma verdadeira mulher mais que vencedora.

Ela hospedou, em sua casa, o profeta Eliseu. E não fez só isso. Providenciou tudo para que ele tivesse conforto e segurança. Era um lugar onde ele poderia repousar, preparar as ministrações, meditar na Palavra de Deus... ou seja, tudo, absolutamente tudo o que ele precisava para cumprir sua missão. Ela providenciou para ele uma cama aconchegante, uma mesa, para que ele pudesse fazer suas refeições, e um candeeiro, para caso ele precisasse estudar à noite.

Ela nem imaginava que aquela oferta a habilitou a viver um grande milagre, uma verdadeira história de superação! Habilitação é ter um memorial diante de Deus. É quando as nossas obras clamam por nós!

Com aquele candeeiro, a sunamita – que não podia dar à luz – providenciou luz para aquele homem de Deus. Eliseu, muito agradecido, disse: “Eis que tu nos tens tratado com muita abnegação; que se há de fazer por ti? Haverá alguma coisa de que se fale a teu favor ao rei ou ao comandante do exército?”. E aquela mulher disse que estava tudo bem. Mas Geazi se atentou ao detalhe de que ela não tinha filhos. O profeta, então, afirmou: “Por este tempo, daqui a um ano, abraçarás um filho!”.

Aquela profecia foi como uma paulada na mulher sunamita: “Não, meu senhor, homem de Deus, não mintas à tua serva!”. Eu acredito que ela deve ter pensado: “Como ter filhos, se nem contato íntimo meu marido e eu temos? Eu não tenho como acreditar nesta palavra!”.

Sabe, aquela mulher precisava superar todos os dias de choro, frustração e vergonha. Ela tinha que superar o fato de que, mesmo sendo bondoso, amoroso e generoso, seu marido não poderia dar o que ela mais desejava. Era um milagre difícil de acreditar porque não envolvia só ela, mas seu esposo também. Eu imagino que a sunamita deve ter pensado: “Será que meu marido vai morrer, e eu terei um filho com outro? Não, de jeito nenhum! Prefiro tudo como está!”.

Ela precisava entender que o milagre seria completo, que aquela palavra a livraria daquilo que lhe era mortal. Era uma palavra que veio de Deus! Ela, sem saber, tinha habilitação para viver aquele milagre.

Quantas vezes, nos textos, nas ministrações, na TV, na rádio, nós falamos sobre a importância de termos votos no altar, são um memorial que nós construímos diante de Deus. É um ato de fé, acompanhado de muita oração!

Talvez, você esteja lendo este post no hospital e esteja pensando: “Para mim, é o fim da linha. Eu não consigo enxergar um caminho de cura! O câncer voltou subitamente. Estou com metástase!”. É para você mesmo essa palavra!

O fato de todos os recursos humanos terem se esgotado na terra não quer dizer que os recursos estão esgotados no céu. Para Deus, sempre existe um caminho. Esvazie-se agora de tudo o que tem te impedido de andar pela fé. Olhe para esta barreira “intransponível”, estenda a mão e declare: “Em nome de Jesus, eu sou mais que vencedor! Eu não vou mais caminhar por aquilo que vejo ou por aquilo que já vivi, eu vou andar pela fé! Senhor, que se cumpra em mim a tua palavra!”.

A mulher sunamita, ao superar todas as suas impossibilidades, também trouxe cura, honra e alegria para seu marido. Em um ano, assim como disse o profeta, ela deu à luz um lindo e saudável bebê. Um novo tempo foi inaugurado para aquele casamento.

Assim como ela, supere todas as suas crises, barreiras, frustrações e questionamentos! Deseje ter vitória onde, aos olhos humanos, não há possibilidade! Receba este poder de superação e levante-se para viver todas as promessas do Senhor!

Pense nisso!

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Como lidar com a ingratidão?



Gênesis 13.14 a 18: “Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente;  porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre.

Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência.

Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei.  E Abrão, mudando as suas tendas, foi habitar nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e levantou ali um altar ao SENHOR.”

Nós deveríamos estar mais preparados para a ingratidão. Já fomos advertidos, através da Palavra de Deus, que seria assim. 1 Timóteo 4 é um bom exemplo disso. Neste texto, está escrito que, nos últimos dias, os homens seriam egoístas, amantes de si mesmos e ingratos.

Abraão sofreu isso. Ló viveu tantas coisas boas ao lado dele. Casou, prosperou e recebeu ensinamentos de um homem que tinha uma relação verdadeira com Deus. Mas, de repente, a convivência se tornou insuportável. Ló, então, escolhe o lugar mais bonito e decide ir para lá!

É muito difícil passar por isso. Às vezes, vemos aquelas pessoas que ajudamos, que ensinamos, que investimos nosso templo, simplesmente, virarem as costas como se fossemos as piores pessoas do mundo.

Quem sabe você não está agindo da mesma forma ou, quem sabe, se sentindo da mesma forma. Você amou aquela vida, orou, visitou, deu o seu melhor; e ela, simplesmente, diz que você não significou nada!

Parece que ela viveu tão bem sem você, mas você, por outro lado, não consegue viver sem ela.

Depois da separação, a princípio, parecia que Ló estava muito melhor que Abraão, mas o tempo mostrou quem fez a melhor escolha.

Sabe, querido, Deus é contigo! Ele vai curar todas as feridas do seu coração!

Hoje, eu quero deixar três conselhos para você vencer, de uma ver por todas os sentimentos destrutivos que a ingratidão traz:

1º Não acumule mágoas no seu coração

Libere perdão. Se possível, fale para pessoa que, apesar de tudo, você a perdoa, porque todo o bem que você plantou, no tempo certo, você colherá do Senhor.

Faça o bem, mas esperando o bem do Senhor! Não crie expectativas humanas!

2º Erga os olhos para o céu e veja a grandeza do teu Deus

Não pense mais de forma limitada. Deus tem muito mais que este relacionamento.

Olha, eu perdi a conta de quantas vezes Deus já me abençoou! A graça do Senhor é infinitamente maior e mais poderosa do que a ingratidão do ser humano.

3º Saia desta angustia e erga um altar de louvores a Deus.

Tem um louvor do Renascer Praise que, diz assim:

Dos Choros que chorei

Das pedras que atiraram em mim

Edifiquei a Ti

Um altar para oferecer louvor...

Toda maldição benção se tornou

E viram o Seu poder...

Deus tem muito mais para sua vida. Quanto aos ingratos, talvez, eles estejam achando que escolheram o melhor lugar, mas, na verdade, optaram por Sodoma e Gomorra – lugares de destruição.

Não viva mais em função deles! Deus vai tratar os corações!

Eles irem mal não faz de você o melhor. Mas, por outro lado, você ficar bem vai te restituir e te colocar no rumo certo.

Pense nisso!

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Deixe Deus ser Deus na sua vida



Filipenses 4.13: “Tudo posso naquele que me fortalece”.

Se sua bateria descarregou no meio da batalha, é por que sua fonte de energia é fraca!

Existem pessoas buscam renovar suas forças em remédios para depressão, em drogas, no álcool, no cigarro, nas compras... O que elas encontram no final? Mais motivos para chorar!

Muitas até desistiram de lutar porque deixaram traumas que viveram ditarem as regras do jogo. Se o relacionamento passado não deu certo, decidiu que a solidão é a melhor companhia... Se foi demitido, achou melhor desistir da carreira... Se não acompanhou o ritmo da faculdade e ficou de DP em várias matérias, achou melhor abandonar o curso...

Sabe o que está acontecendo? Você não está sabendo viver! É tão incrível! A gente passa anos na escola, na universidade... aprende a conjugar os verbos, decora a tabela periódica, conhece a história das civilizações, mas não aprende a viver!

O único que pode nos ensinar é Jesus Cristo, pois Ele é o caminho, a verdade e a vida!

Entregue sua vida para Ele! Como? Orando, com sinceridade: “Senhor, eu realmente não estou conseguindo dirigir a minha vida. Eu estou deixando minha vida ser dirigida por comentários, pelos meus traumas, pelas minhas frustrações, pela minha condição financeira, pelos meus complexos... Eu sempre acho que não vou ter condições! Mas, hoje, eu quero entregar a minha vida nas Tuas mãos, para que o Senhor a dirija. Jesus, seja o meu Senhor e o meu Salvador. Eu não quero mais ser refém dessas situações! Eu quero ser transformado pelo Teu amor! Preciso que o Senhor me fortaleça! Eu não quero mais interagir com as minhas deformações e ter atitudes destrutivas, cheias de ódio. Mas eu quero interagir com o Seu poder e ter paz, atitudes ousadas, alegria e fé!”.

Busque forças no Senhor! Nele, você pode todas as coisas! Você pode realizar, sem ter recursos; você pode conquistar, sem ter todo o conhecimento do mundo; você pode ser feliz, sem ser a pessoa mais linda do mundo; você pode ser próspero, sem ser rico; você pode ser ungido e cheio do Espírito Santo!

Experimente ter essa experiência! O efeito é garantido, não tem contraindicações, não vai destruir sua mente, sua saúda e seus valores.

Quando você deixa Deus ser o Senhor da sua vida, os desafios que se levantam, no meio do caminho, ficam pequenos perto da força e do poder de Jesus Cristo dentro de você!

Pense nisso!

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

De repente, tudo desmoronou!



Filipenses 3.12 a 14: “Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus.

Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”

No programa “De Bem com a Vida”, somos edificados com muitos testemunhos. Um deles foi a fonte de inspiração para o post de hoje. É de uma moça que viu, do dia para noite, sua vida virar de cabeça pra baixo.

Ela tinha um relacionamento de quatro anos e achava que conhecia o noivo como ninguém. Ela convivia com os pais desse rapaz, conheceu os filhos, os irmãos... Se prepararam para o casamento, viram apartamento, planejaram a festa, fizeram o enxoval... Era uma relação aparentemente normal.

Dois meses antes da cerimônia de casamento, veio a bomba. O noivo decidiu fazer uma revelação: “Olha, eu preciso te falar algo! Me desculpe não ter falado antes, eu não tive coragem, porque nosso relacionamento é tão bom, somos tão felizes... Eu te amo demais, mas preciso ser honesto com você. Sou casado há 18 anos com outra pessoa!”.

Meu Deus! O sonho de amor simplesmente desmoronou. E, no meio daquela loucura, ela conseguiu tomar uma atitude sábia: desistir daquele relacionamento. Ela fez certo em não querer ser responsável pela destruição de uma família.

A mãe dessa jovem tinha o costume de convidá-la para assistir cultos. Desolada, ela, então, decidiu conhecer a igreja. Ali, encontrou meios para administrar toda aquela mudança. E, no meio desse processo, aquele passado persistiu em bater na sua porta: “Olha, eu te amo! Fica comigo! Eu não vivo sem você!”...      

Em alguns momentos, ela acabou cedendo. Sabe, nem sempre é fácil mudar, e nem sempre o novo é tão bom e atraente como o velho.

Ela saiu de um relacionamento, mas a nova realidade era ficar sozinha e sem perspectivas. Ela tinha alguém que a acolhia, que a protegia, que lhe dava carinho... para depois não ter nada!

Sabe, mudanças como essas nos fazem ficar lembrando de um passado, desejando voltar para um lugar que simplesmente não existe mais... Para aquela jovem, não existia mais o noivo, mas o enganador, o mentiroso, o traidor....

Seguir em frente com esse relacionamento seria o mesmo que assinar uma sentença de enganação perpétua, afinal, ele mentiu para todos e por tanto tempo. Quem garante que ele não mentiria mais?

Aquele relacionamento nunca existiu, alias, só existiu para ela! Imagine a situação. Como não deve ter sido difícil para ela colocar uma pedra naquela situação e seguir um novo rumo.

Sabe você pode, diante de algumas coisas, dizer: “Eu não consigo! Eu quero meu casamento de volta!”, mas não pode se entregar!

Existem mulheres que se casam por interesse. Você pode ter certeza de que ela não vai hesitar  em baixar o nível para arrancar todos os seus bens. Isso não é ex-esposa, é futura inimiga. É uma pessoa que, com certeza, deve colocar seus filhos contra você.

Existem mães que gritam aos quatro ventos: “Ah que saudades da época em que meus filhos eram pequenos!”. Em vez de sentir saudades, aproveite que agora eles estão grandes. “Mas Bispa, eles não estão mais comigo!”. Então, aproveite este tempo. Quantas coisas você deixou de fazer, porque tinha filhos pequenos? Quantos lugares você deixou de ir?

Antes não era o tempo, mas agora é!

Sabe, Paulo nos deixou dois conselhos preciosos. E eu quero terminar este post dividindo esses conselhos com vocês:

1-Feche a porta para o passado

Foi bom? Foi incrível? Então: “Senhor, muito obrigada, porque eu tive um passado feliz! Ajude-me a construir um bom futuro!”.

2-Prossiga para o alvo: coloque objetivos

Aquela moça colocou um objetivo: “Vou casar e formar uma família!”. A história dela não acabou na decepção, mas na restituição! Deus envio, literalmente, a pessoa certa para ela!

Em nome de Jesus, administre a mudança, mudando também, se deixando transformar e se abrindo para o novo, que pode não ser melhor que o velho, mas pode ficar!

Pense nisso!

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Tenha bom ânimo!



Mateus 14.27: "Mas Jesus imediatamente lhe disse: Tende bom ânimo. Sou eu! Não temais."

Muitas vezes, no meio da nossa obediência, nós enfrentamos tempestades. No meio daquela loucura, daquele agito do mar, quem apareceu? Não era um fantasma! Era Jesus Cristo. E ele apareceu aos seus discípulos com uma palavra de consolo.

Hoje, eu quero falar o mesmo! Não tenha medo do que vem pela frente! As situações que você precisa enfrentar não são impossíveis, não são insuperáveis! Não espere o pior!

O que de pior poderia ter acontecido com eles? Além da tempestade, as assombrações. As assombrações podem representar duas coisas: o desconhecido ou os nossos medos mais profundos. Mas não aconteceu o pior, pelo contrário, eles estavam protegidos pelo Senhor.

No meio da luta, só temos pensamentos destrutivos, enxergamos tudo distorcido e achamos que tudo e todos estão contra nós! Tudo é difícil, pesado e desastroso!

Mas você vai pensar e agir diferente! Não vai entregar os pontos! Vai se apoiar no Senhor e renovar suas forças! Tenha bom ânimo, não importa a situação!

Dê liberdade para que o Senhor mova o seu coração para a vontade d´Ele! Não tenha nenhuma disposição contrária. Mantenha sua fé inabalável!

Para enfrentar situações difíceis, o medo é a pior bagagem que podemos levar! Em vez disso, leve a esperança e a certeza de que Ele é contigo!

Quero finalizar o post de hoje com 1 João 4.18, que diz: "No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor.".

Pense nisso!

Não seja mais devorado pelos seus problemas



Daniel 6.11 a 28: “Então, aqueles homens foram juntos, e, tendo achado a Daniel a orar e a suplicar, diante do seu Deus, se apresentaram ao rei, e, a respeito do interdito real, lhe disseram: Não assinaste um interdito que, por espaço de trinta dias, todo homem que fizesse petição a qualquer deus ou a qualquer homem e não a ti, ó rei, fosse lançado na cova dos leões? Respondeu o rei e disse:

Esta palavra é certa, segundo a lei dos medos e dos persas, que se não pode revogar. Então, responderam e disseram ao rei: Esse Daniel, que é dos exilados de Judá, não faz caso de ti, ó rei, nem do interdito que assinaste; antes, três vezes por dia, faz a sua oração.

Tendo o rei ouvido estas coisas, ficou muito penalizado e determinou consigo mesmo livrar a Daniel; e, até ao pôr-do-sol, se empenhou por salvá-lo. Então, aqueles homens foram juntos ao rei e lhe disseram: Sabe, ó rei, que é lei dos medos e dos persas que nenhum interdito ou decreto que o rei sancione se pode mudar.

Então, o rei ordenou que trouxessem a Daniel e o lançassem na cova dos leões. Disse o rei a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, que ele te livre. Foi trazida uma pedra e posta sobre a boca da cova; selou-a o rei com o seu próprio anel e com o dos seus grandes, para que nada se mudasse a respeito de Daniel.

Então, o rei se dirigiu para o seu palácio, passou a noite em jejum e não deixou trazer à sua presença instrumentos de música; e fugiu dele o sono. Pela manhã, ao romper do dia, levantou-se o rei e foi com pressa à cova dos leões. Chegando-se ele à cova, chamou por Daniel com voz triste; disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus vivo! Dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões?

Então, Daniel falou ao rei: Ó rei, vive eternamente! O meu Deus enviou o seu anjo e fechou a boca aos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; também contra ti, ó rei, não cometi delito algum.

Então, o rei se alegrou sobremaneira e mandou tirar a Daniel da cova; assim, foi tirado Daniel da cova, e nenhum dano se achou nele, porque crera no seu Deus.  Ordenou o rei, e foram trazidos aqueles homens que tinham acusado a Daniel, e foram lançados na cova dos leões, eles, seus filhos e suas mulheres; e ainda não tinham chegado ao fundo da cova, e já os leões se apoderaram deles, e lhes esmigalharam todos os ossos.

Então, o rei Dario escreveu aos povos, nações e homens de todas as línguas que habitam em toda a terra: Paz vos seja multiplicada! Faço um decreto pelo qual, em todo o domínio do meu reino, os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel, porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre; o seu reino não será destruído, e o seu domínio não terá fim. Ele livra, e salva, e faz sinais e maravilhas no céu e na terra; foi ele quem livrou a Daniel do poder dos leões. Daniel, pois, prosperou no reinado de Dario e no reinado de Ciro, o persa.”

Hoje, eu tenho uma palavra de Deus para a sua vida. Quem sabe você foi jogado em lugar de humilhação. Quem sabe você foi jogado em uma cova de enfermidade. Quem sabe seus sonhos tenham sido dilacerados na cova dos impossíveis. Colocaram uma pedra nesta cova, e você tem sido devorado pelos seus problemas.

Se você se levantar para clamar a Deus, ir à igreja e, decididamente, dizer: “Eu não vou ser devorado! Eu não vou servir de alimento para esta situação!”, você sairá desta situação ileso como Daniel, ainda que os grandes da terra tenham colocado uma pedra em cima desta cova!

O teu testemunho ainda há de mostrar para eles que você tem um Deus!

Levante-se e busque ao Senhor, ore, clame: “Deus de Daniel, me tire desta cova. Envie o Seu anjo para me salvar!”.

Não murmure, não reclame, clame! Clame por salvação

Em nome de Jesus, o anjo do Senhor vai ouvir sua oração!

Aquilo que foi preparado para te matar será um instrumento que o Senhor vai usar para te honrar e para te prosperar.

Você não vai viver mais com um traumatizado, mas como aquele que é honrado pela sua fé, como aquele que tem experiências, no dia da angustia, com o Deus fiel!

Pense nisso!

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Depois deste versículo, tudo mudou...



Hoje, eu quero repartir com vocês um versículo que me ajudou demais em um período em que eu me senti abandona e perdida! Eu não sabia nem como começar o dia! Alias, eu já acordava chorando, desesperadamente!

Eu programava o despertador para as cinco horas da manhã. Quando ele tocava, eu não levantava, eu simplesmente me jogava da cama e, quase sem forças, colocava meu joelho no chão e começava a orar!

Em um desses momentos de oração, Deus me visitou, através do livro de Isaías 11.2: “Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor.”.

Essa Palavra me ajudou, porque eu estava desorientada, não sabia o que fazer, como fazer...Mas, a partir daquele dia, minha postura e minha oração mudaram: “Senhor, eu sei que o Espírito de conselho e de fortaleza está sobre Ti, por isso, me mostra a direção certa e me dê forças, para que eu não desista no meio do caminho”.

Na passagem que acabamos de ler, também está escrito que repousa sobre Ele também o Espírito de sabedoria e de entendimento.

Eu precisava entender o momento que eu estava vivendo e ter sabedoria para vivê-lo da melhor maneira possível.

Quando nós passamos pelas dificuldades sem murmurar, confiando em Deus, Ele nos honra.

Naquele período difícil, eu orava para que o Senhor colocasse as palavras certas em minha boca. Eu não queria ser como a mulher de Jó.

Eu pedi para que Ele derramasse sobre mim o Espírito de temor, porque, eu não queria que o sofrimento me afastasse do amor de Deus. Eu queria zelar por essa relação, acima de tudo!

Buscá-lo se tornou um hábito para mim. Quando eu fiz daquela Palavra a minha verdade, passei a encarar as situações de outra maneira. Tudo ficou mais leve!

É esse o conselho que eu quero deixar para vocês! Não viva em função dos problemas. O conselho, a força, o entendimento e a sabedoria que você tanto precisa para enfrentar cada lua estão a uma oração de distância! Pense nisso!

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Você é mais forte do que pensa!



Daniel 1.6 a 8: “Entre eles, se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias. O chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel, o de Beltessazar; a Hananias, o de Sadraque; a Misael, o de Mesaque; e a Azarias, o de Abede-Nego.

Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se.”

Veio o grande cativeiro, e os príncipes foram arrastados até a Babilônia.  Sabe, queridos, as lutas vêm para desorganizar nossa vida, para nos tirar do eixo. 

Vou citar um exemplo bem simples! O que acontece quando você vai ao mercado sem saber o que tem na despensa da sua casa? Você acaba comprando o que está sobrando e deixa de levar o que você realmente precisava.

Por causa da desorganização, gastamos nossos recursos e nossa energia desnecessariamente. E, ainda por cima, ficamos com um grande prejuízo.

As lutas vêm para que você também deixe de enxergar o Senhor. Do que você mais precisa no meio da luta? De Deus, é claro! A última coisa que você precisa é ficar confuso. A última coisa que você precisa é ficar incrédulo, porque o que vence o mundo é a nossa fé. Só se aproxima de Deus quem tem fé!

Mantenha sua fé, porque as lutas vêm para mudar o seu nome, assim como mudaram o nome de Daniel (para Beltessazar), Hananias (para Sadraque), Misael (para Mesaque) e de Azarias (para Abednego), na Babilônia. 

O inimigo quer mudar o seu nome. Quer que você seja conhecido como endividado, abandonado, azarado, estéril, doente, incapaz...

Em nome de Jesus, você não é nada isso. Você vai se levantar e buscar ao Senhor. Você não vai deixar que esta luta de contamine. Não permita mais que estas lutas te deixarem sem chão.

O que vai prevalecer é o nome que Deus te deu. Você é amado! Tão amado, que Ele entregou Seu único filho para te salvar, te livrar e te fazer viver a diferença!

Sabe, quiseram mudar o nome de Daniel, mas não conseguiram. Ele se manteve firme no propósito de ser aquilo que Deus determinou. Sabe o que quer dizer Daniel? "O Senhor é o meu juiz".

Todos os reis da Babilônia caíram, e Daniel permaneceu. Da mesma forma, esta enfermidade não vai permanecer, esta perseguição não vai permanecer, essa crise financeira não vai permanecer, essa loucura não vai permanecer...

Deus é o seu juiz. Ele vai julgar em seu favor!

Pense nisso!

sábado, 5 de outubro de 2019

Confie!



Isaías 30: 15 a 18 “Porque assim diz o SENHOR Deus, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação; na tranquilidade e na confiança, a vossa força, mas não o quisestes. Antes, dizeis: Não, sobre cavalos fugiremos; portanto, fugireis; e: Sobre cavalos ligeiros cavalgaremos; sim, ligeiros serão os vossos perseguidores.

 Mil homens fugirão pela ameaça de apenas um; pela ameaça de cinco, todos vós fugireis, até que sejais deixados como o mastro no cimo do monte e como o estandarte no outeiro. Por isso, o SENHOR espera, para ter misericórdia de vós, e se detém, para se compadecer de vós, porque o SENHOR é Deus de justiça; bem-aventurados todos os que nele esperam.”

Hoje, mais do que nunca, com toda a violência que nos ronda, nós precisamos de milagres e muitos livramentos. É aterrorizador o que a gente vê nos noticiários! Saímos de casa sem saber se vamos voltar sãos e salvos!

Nesta passagem, o Senhor fala para colocarmos cada uma destas situações diante d’Ele e clamar por justiça.

O povo, naquela época, estava exatamente nesta situação que estamos vivendo: de insegurança, de medo, de incertezas...

A nossa tendência, quando vivemos situações de calamidade, é nos afastarmos de Deus. Não faça isso! Converta o seu coração a Ele. Mude sua maneira de enxergar as situações!

A tua solução está em entregar os teus caminhos a Deus. Ele é a solução, não o problema! Quando fugimos da presença d’Ele, o mal, que tanto tememos, nos sobrevém! A nossa salvação está no Senhor, não na força do nosso braço!

Espere, porque Ele já está trabalhando e preparando um grande livramento para você.

Peça para o Senhor te ensinar a caminhar em vitória no meio desta luta. Desta forma, você verá a diferença entre aquele que serve e aquele que não serve a Deus!

Pense nisso!

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

O seu socorro virá



Salmos 31.1 a 5 e 14. “Em Ti, Senhor, me refugio; não seja eu jamais envergonhado; livra-me por tua justiça. Inclina-me os ouvidos, livra-me depressa; sê o meu castelo forte, cidadela fortíssima que me salve.

Porque Tu és a minha rocha e a minha fortaleza; por causa do Teu nome, Tu me conduzirás e me guiarás. Tirar-me-ás do laço que, às ocultas, me amarram, pois Tu és minha fortaleza. Quanto a mim, confio em Ti, Senhor. Eu disse: Tu és meu Deus.”

Davi estava passando por uma situação desesperadora quando escreveu este Salmo. Talvez, hoje, você esteja passando por lutas, dificuldades e esteja, literalmente, encurralado. Parece que a única solução é desistir! Desistir da reconciliação do casamento, desistir dessa porta de emprego, desistir da salvação dos seus filhos, desistir da cura desta enfermidade...

Mas você não vai fazer isso! Deus não te deu espirito de covardia, mas de ousadia e de moderação. Você vai passar por isso de cabeça erguida e com os ânimos equilibrados.

Não se sinta impotente diante de uma notícia ruim ou por que as coisas não aconteceram da forma que você idealizou! Deus te fez livre!

Você é livre para entregar os seus dias nas mãos do Senhor e de descansar na sombra do Onipotente! Ele está no controle de tudo! Deixe que Ele dirija sua vida, ainda que o caminho esteja cheio de pedras e obstáculos.

Peça sabedoria, graça e alegria. Sabe, não existe alegria maior do que estar na presença do Senhor.

Anime o seu coração! Não murmure, louve, porque Deus habita no meio dos louvores. Em vez de criar um ambiente de briga, confusão e insatisfação, crie um ambiente onde o Senhor possa agir. Quem faz o clima somos nós! Mesmo que você esteja no deserto, creia no Senhor, porque haverá água! Haverá provisão!

O que você está passando é só uma fase, para que amanhã você viva o melhor! Você vai olhar para traz e pensar: "O que eu vivi não passou de uma leve tribulação, perto da glória que tem se manifestado!".

Tempo de guerra não é tempo de chorar! Na guerra, buscamos forças para lutar, resistir e vencer!


Pense nisso!

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Não misture as coisas



João 16.33: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

Hebreus 10: 37 a 39 “Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.”

Quando estamos cansados, impotentes, desgastados ou com a “paciência cheia”, para não usar aquele termo chulo, a tendência é misturarmos conflitos, enfermidades, desafios e calamidades com a promessa de Deus.

Tome cuidado para você não cair nessa armadilha, porque é uma das mais eficazes do inimigo.

Por maiores que sejam suas lutas, elas não podem impedir a manifestação das promessas de Deus!

Eu costumo dizer que lutas e promessas são duas paralelas!

O fato de você estar passando por dificuldades, do seu status de relacionamento ter mudado, da sua situação familiar ter mudado, dos seus amigos terem mudado... não quer dizer que o Senhor mudou!

Malaquias 3.6: “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.”

Em momentos de desgaste, de loucura, de dor... invoque ao Senhor, porque Ele é contigo!

O Senhor nos preveniu de que no mundo teríamos aflições, mas Ele veio justamente para nos dar essa vitória.

Para o estudo de hoje, eu escolhi usar o exemplo de Daniel. Vocês acham mesmo que foi Deus quem preparou a cova dos leões para ele? Não! Foram homens usados por demônios!

Muitas pessoas questionam: “Como é que Deus permitiu uma coisa dessas?” Queridos, porque Ele tinha poder e autoridade para derramar sobre a vida de Daniel. Ele tinha também um grande livramento!

A cova dos leões não foi o fim da história. Daniel foi jogado por aqueles homens invejosos, mas nada aconteceu com ele. Saiu ileso! Deus interferiu e o livrou!

Esse Deus também está aqui! Se você buscá-lo, se você invocá-lo e se você clamar pelo Seu nome, Ele vai interferir na sua causa!

Jesus é chamado de Salvador, porque Ele veio para isso mesmo! Ele veio para nos salvar dessas injustiças, desse desgaste, desse desânimo, desse engano... Veio para nos salvar de nós mesmos!

Não importa o que as pessoas dizem, Jesus te ama, e Ele se importa!

Tanto os bons quanto os ruins passam por dificuldades. A diferença é que aqueles que se apagam a Deus transformam seu sofrimento em superação!


Pense nisso!

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Não é questão de necessidade, mas de fé



Hebreus 11.6: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”

O que Deus me ensinou, ao longo de todos esses anos dedicados ao ministério, é que quem vive milagres não é aquele que precisa, mas aquele crê!

Muitas vezes, questionamos: Senhor, fulano recebeu tantos milagres, mas aquele que está em uma condição muito pior não recebe nada! Isso é injusto! Por que isso acontece?

Isso acontece, porque o outro não quer depender de Deus ou, simplesmente, rejeita as oportunidades que o Senhor entrega! Quer viver milagres, mas não quer ter relacionamento com o Deus do milagre! Isso não existe! Um depende do outro! Aliás, eu não sirvo a Deus pelo que Ele pode me dar, mas pelo o que Ele é! Não é uma relação de troca, é uma relação de amor!

Voltando ao assunto... Eu aprendi que o milagre vem através da transformação que a fé já produziu em nossas vidas.

Tem gente que faz tanta loucura por causa das drogas ou por causa de um relacionamento, e, no final, acabam destruídos.

Assim como tantas escolhas ruins, a fé também traz consequências! A diferença é que ela só traz coisas boas: livramento, paz, domínio próprio, milagre, além do conselho e consolo do Espírito Santo.

Quando fazemos um voto, jejuamos, nos consagramos... estabelecemos uma aliança com Deus! Aliança envolve reciprocidade, envolve entrega e envolve a relação de algo que os dois têm em comum. É algo que precisamos renovar; assim como ocorre nos nossos relacionamentos. Nós temos que, constantemente, renovar nossa aliança de amor (com nosso esposo, esposa, namorado, namorado...), através de atitudes, palavras, trabalho, doação... É dessa forma que nós mantemos uma aliança!

Sabe, sem fé, é impossível agradar a Deus. A fé nos liga ao Senhor. A fé envolve atitudes. Muitas vezes, precisamos passar por cima do nosso ego, dos nossos achismos, dos nossos traumas... Mas vale a pena!

A fé nos transforma! A partir do momento que você crê, suas reações mudam! É muito fácil distinguir quem tem fé e quem não tem! É só você reparar nas atitudes dos incrédulos!

As pessoas incrédulas são críticas, amargas, invejosas... não podem ver ninguém de bem com a vida... Se você fala que vai mandar um currículo, ela já vem com aquele discurso derrotista de que o mundo está em crise, de que você não tem capacidade ou a formação necessária! Elas não sabem que a última palavra é do Senhor!

Quando alguém vem com aquele papo de que eu sou trouxa por acreditar, eu, simplesmente respondo: É melhor ser assim do que ser como você, um incrédulo! Uma pessoa que está morta por dentro!

O incrédulo só serve para tirar sua alegria e zombar das coisas de Deus! Mas sabe de uma coisa? Quem não respeita sua fé não te respeita!

Os grandes filósofos incrédulos, mesmo com seu conhecimento e grandes descobertas, não eram pessoas completas! Muitos, inclusive, tiram suas próprias vidas!

Por outro lado, grandes homens e mulheres, que acreditaram e foram até as ultimas consequências, viveram o impossível! A prova disso está na Bíblia! Gigantes foram derrubados, mulheres estéreis deram à luz, o cego começou a enxergar, relacionamentos foram restaurados, pessoas ressuscitaram... A fé em Deus nos faz vencer o mundo! A fé é a nossa linha direta com Deus!

Cuidado com quem você tem depositado sua fé! Fé em coisas erradas é altamente destrutivo. Tem gente que acredita, piamente, que pode ganhar algo mentindo! Talvez, até ganhe, mas será um ganho de morte.

Existem mulheres que acreditam, piamente, que só podem ser realizadas emocionalmente se estiverem com o marido da outra! Acham que, ao destruir o casamento, entrarão na rota do “felizes para sempre!”.

Elas até podem conseguir roubar o marido da outra, mas será uma relação de desgraça para a vida de todos!

Por outro lado, a fé em Deus nos faz vencer o mundo. Isso só acontece, quando decidimos viver na maneira que Ele terminou, quando decidimos enfrentar as situações da maneira que Ele nos ensinou...

Como eu enfrento uma enfermidade? Chamando uma autoridade espiritual para orar,  buscando a cura! Fazer o que for possível. Se você prestar atenção nos milagres que Jesus realizou, certamente, perceberá que as pessoas iam ao encontro Seu encontro! Jesus não ia atrás delas!  O cego ia atrás de Jesus, o coxo ia atrás de Jesus, os leprosos faziam de tudo para se aproximarem de Jesus. Quem foi atrás de Jesus foi curado! Quem procura acha!

Como nós devemos procurar? Através da oração, através do jejum, através do clamor, através do louvor... Dessa forma, nós quebramos as resistências e as portas se abrem.

O que nos faz viver um milagre não é nossa necessidade, nosso choro ou nossa loucura, mas a nossa fé!

Pense nisso!