Páginas

quarta-feira, 24 de julho de 2019

O céu não está em crise



Estamos enfrentando uma fase econômica muito difícil em nosso país! São dias de crise, de falta de esperança e de más notícias. Mas, historicamente, o povo de Deus vive a diferença! O Senhor nos levantou para sermos luz do mundo! O Senhor nos levantou para mostrar que existe diferença entre aqueles que servem e aqueles que não servem a Deus.

Precisamos entender que o mundo pode estar em crise, mas o céu não está. É de lá que vem o nosso socorro!

Hoje, eu quero mostrar o quanto nossas atitudes podem cooperar ou dificultar no cumprimento do plano do Senhor:

Quero te convidar a meditar comigo em 2 Crônicas 16.7 e 8 “Naquele tempo, veio Hanani a Asa, rei de Judá, e lhe disse: Porquanto confiaste no rei da Síria e não confiaste no SENHOR, teu Deus, o exército do rei da Síria escapou das tuas mãos.

Acaso, não foram os etíopes e os líbios grande exército, com muitíssimos carros e cavaleiros? Porém, tendo tu confiado no SENHOR, ele os entregou nas tuas mãos.”.

Asa era filho de um rei que vivia com medo de ser atacado. Seu exército era pequeno e fraco! Para preservar seu povo, ele decidiu, então, fazer aliança com os inimigos! Mas, infelizmente, fez o pior negócio. A Casa de Deus ficou destruída, e o povo não tinha mais ofertas para entregar ao Senhor! Tudo o que eles produziam era saqueado por estrangeiros!

Mesmo que a nossa realidade seja diferente, nós passamos por situações similares! Vou dar um exemplo! Quando você usa o cheque especial, qual é a taxa de juros? Em torno de 10%! Equivale ao dízimo que é do Senhor! Você não tem para entregar o dízimo, mas tem para o banco!

 Voltando à história...

Aquele reino vivia de guerra em guerra! Quando Asa assumiu, decidiu fazer tudo diferente: “Não vamos mais alimentar o inimigo! Vamos restaurar a Casa de Deus! Vamos tirar os outros deuses! Vamos entregar o que é de Deus para Deus!”.

Sabe o que aconteceu? O povo voltou a prestar cultos ao Senhor, começou a ofertar, entregar os dízimos...

Deus os prosperou e lhes concedeu um período de paz! Eles chegaram a vencer exércitos imensos! Tiveram vitória contra os líbios, contra os etíopes...

Sabe, nós precisamos entender que a nossa vitória também está ligada à nossa perseverança e, acima de tudo à nossa fé.

Existem pessoas que se afastam de Deus em momentos de extrema crise e em momentos de extrema prosperidade! Isso é muito perigoso! Nós não podemos esquecer o que o Senhor já fez por nós!

A arrogância e a ingratidão nos tornam presa fácil nas mãos do inimigo! Nós não podemos esquecer que a nossa vitória está mais condicionada à nossa postura no mundo espiritual do que pela força do nosso braço! E, acima de tudo, precisamos ter uma relação de amor com Deus, não de troca!

Depois de dez anos, o povo esqueceu os momentos de paz! A fé esfriou! O que aconteceu? Um reino se levantou e montou uma fortaleza ao redor do império de Asa. Ninguém podia entrar, e ninguém podia sair de Judá! Ou seja, eles não podiam importar e exportar nada! A fonte de abastecimento secou! Foi uma das piores crises econômicas que aquele povo já enfrentou!

Em vez de buscarem a Deus e fazerem votos no altar, eles cometeram abominações! Pegaram os tesouros que estavam na Casa do Senhor e fizeram uma aliança com o povo inimigo. Asa preferiu trilhar o mesmo caminho que o pai!

O profeta Hanani o alertou sobre as consequências de suas escolhas: “Essa vitória escapou da sua mão, porque em vez de honrar sua aliança com Deus, você fez aliança com os inimigos! Daqui para frente, você só vai viver guerras!”. E foi exatamente isso o que aconteceu!

Em nome de Jesus, restaure o seu altar com o Senhor! Sabe quando você vai começar a viver vitória em sua vida financeira? Quando você colocar Deus em primeiro lugar!

Quando a gente honra Deus em primeiro lugar, as vitórias não escapam de nossas mãos!  Vem aquela loucura, mas o Senhor vai dando o livramento, vai abrindo portas e vai librando o que estava retido!
Através da sua vida, o Senhor, que é dono de todo o ouro e toda a prata, vai mostrar a diferença!

Lembre-se: Deus abençoa os retos, os íntegros e os fiéis da terra!

Pense nisso!

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Mantendo o equilíbrio!



2 Timóteo 1.7: “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.”

Uma das coisas que me marcaram muito é o fato de Calebe ter esperado 45 anos. Posso concluir que ele tinha um espírito de moderação. Só alguém muito equilibrado consegue suportar todo este tempo no deserto, sem perder a fé e a alegria.

Sinceramente, equilíbrio é o que mais tem faltado ultimamente. Nunca vivi em uma época de pessoas tão inconstantes! Um dia, amam... No outro, odeiam, a ponto de matar! No domingo, estão louvando a Deus na igreja... Na segunda, não acreditam em mais nada!

Da mesma fonte, não podem proceder coisas boas e coisas ruins. Isso é sinal de contaminação.

Se você está assim é tempo de se purificar. O que está contaminando o seu coração?

 A gente se livra do mal que habita em nós, confessando para Deus o nosso pecado. Temos que expor nossas vulnerabilidades e nossas falhas.

Hoje, você vai tirar toda a sujeira de debaixo do tapete. Sabe aquelas pessoas que limpam a casa superficialmente? Mais cedo ou mais tarde, o pó que estava debaixo da cama, debaixo dos armários, da mesa... vai se manifestar. Pode ser através de uma alergia respiratória ou através de uma visita que deixa cair o brinco no chão e, ao se abaixar, vê toda aquela sujeira de baixo do sofá! Meu Deus, que vergonha!

Quem está sujo não consegue disfarçar por muito tempo! Por isso, limpe-se, humilhe-se diante do Senhor.

Sabe, em Ezequiel 21, está escrito que aqueles que se humilham diante do Senhor serão exaltados.

Além da moderação, Deus nos deu o amor! Quando você tem convicção no amor, o medo desaparece! Em 1 João 4, está escrito que o amor lança fora o temor.

Que, a partir de hoje, você se sinta agasalhado pelo amor de Deus. Olha, só vai acontecer o que Ele permitir. Não cai uma folha da árvore, sem que seja da vontade d´Ele.

E essa guerra que estou vivendo, bispa?

Guerra é disputa de território! O inimigo quer conquistar um território que te pertence, e você está na posição de defesa, lutando para manter o que você ama. É uma zona de conflito!

Para vencer, você precisa se armar com a Palavra de Deus, se fortalecer em jejum e oração. Você também precisa resistir!

Peça para que o Senhor te fortaleça e te dê sabedoria para você lidar com as situações da melhor maneira possível e de forma equilibrada.

Murmuração atrai o exterminador, mas a humildade atrai a graça de Deus!

Aquele que tem suas misericórdias renovadas, a cada manhã, vai te conduzir em triunfo e te mostrar o amor que tem por você. Você não é uma simples criatura, você é filho amado do Senhor!

Ainda em relação às guerras, quero falar um pouco mais sobre Calebe. Ele esperou 45 anos para viver a promessa! Ao entrar na Terra Prometida, ele poderia ter falado para Josué: “Olha, eu já suportei tudo o que eu podia, já esperei demais... Por favor, coloque outro para lutar no meu lugar!”.  Mas ele pediu para guerrear! Era ousado! Está é outra marca que Deus deixou em nós!

Aquele que te enviou te fará mais que vencedor. Sua esperança no Senhor não será envergonhada!

Pense nisso!

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Não seja mais o seu pior inimigo



Apocalipse 12.10: “Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o Reino de Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus.”

Queridos, quantas vezes, nós somos mais severos, mais cruéis conosco do que com outras pessoas?

Sabe o porquê disso? Nós já somos perdoados por Deus, mas a gente não se perdoa. Nós achamos que não somos merecedores de nada. Achamos que, por causa de um passado, por causa de um erro, por causa de uma cilada de Satanás – você cedeu e caiu em um pecado – você não vai mais ter direito de estar na presença do Senhor.

Para você, acabou! Mas a Palavra de Deus diz: Com o Senhor, está o perdão, para que Ele seja temido! E quem é o acusador? É Satanás!

Pior do que cair é ficar prostrado! Não seja o seu pior inimigo, não alimente mais pensamentos destrutivos, não dê mais ocasião para o diabo te acursar.

Olha! Só não tem jeito mesmo, para quem não se arrepender!

Aqueles que não se arrependem, que se escondem atrás de justificativas, que ficam arranjando culpados... Para eles não tem jeito mesmo! Mas se nós nos arrependermos e confessarmos os nossos pecados, o Senhor é fiel e justo, para nos perdoar e nos justificar de toda injustiça!

Olha, muitas coisas poderiam ser melhores, se simplesmente deixássemos o nosso orgulho de lado e admitíssemos: “Desculpe, eu errei! O meu coração me enganou! Eu estava errado, mas eu quero uma oportunidade para concertar o que fiz.”.

Não existe nada mais decepcionante do que você conversar com alguém que está errado e ainda se sente o ser mais injustiçado do mundo! Fica de cara feia, se justificando, se fazendo de vítima!

Precisamos entender que o Senhor é perdoador, mas é necessário que a gente se humilhe.

Se você já se arrependeu, se humilhou na presença do Senhor, já confessou o seu pecado e já restaurou o seu altar de adoração, sinta-se leve!

Não se deixe mais abater pelo acusador! Aquele que se humilha diante da poderosa mão do Senhor, no tempo certo, Deus o exalta, o coloca por cabeça.

É o que está escrito, em Tiago 4.6: “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.”.

As coisas vão dar certo para você, sim! Você já confessou o seu pecado ao Senhor? Já se arrependeu? Já pediu perdão? Então, você já fez a sua parte. Agora, se a outra pessoa envolvida na história não aceitou, isso é problema dela! Mas você escolheu estar limpo, diante do altar de Deus!

Se o pecado conseguiu te levar para longe da Casa de Deus, volte! É tempo de receber o amor do Pai, que cobre multidão de pecados e viver a glória da segunda casa!

Pense nisso!

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Onde foi que eu errei?



Provérbios 16.18: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda."

Para você se levantar, você precisa, em primeiro lugar, parar de cair. Precisa parar de tomar atitudes que te deixam envergonhado, prostrado e arrebentado.

Para sair desse abismo, você precisa identificar o que te fez escorregar, o que te atingiu, o que te fez tropeçar, para você não cair mais nessa cilada.

Em qual momento o homem começou a cair? Quando Eva deu ouvidos à serpente, encheu seu coração de soberba e cedeu às suas provocações: “Olha, eu sou Eva, criada à imagem e semelhança de Deus. Se essa serpente pode, eu também posso!”.

Nessa arrogância, nessa soberba e nesse medo de ficar por baixo, Eva colocou tudo a perder.

O erro, muitas vezes, começa quando nos sentimentos pressionados. Quantas vezes, por medo de falar a verdade, por medo da verdade te deixar para baixo, por medo de ser exposto, por medo de perder uma amizade, por medo de perder uma posição no trabalho, por medo de criar um mal estar, você resolveu mentir?

Existem pessoas que defendem esse tipo de atitude e vêm com aquele papo: “Uma vez só não tem problema! Um pouquinho só não faz mal. Ninguém vai perceber!”.

Para mim, um pouquinho só já faz um grande estrago!

Eu vou dar um exemplo da minha vida. Como uma boa filha de mineira, eu amo doces caseiros. Existem doces que eu não consigo só ficar no primeiro pedaço. Só de sentir o gosto, já dá vontade de comer mais, mais, mais e mais... então, é melhor nem provar.

Deus havia colocado aquela árvore no paraíso como um lembrete: “Se vocês mantiverem a aliança comigo, em obediência e fidelidade, tudo o que eu entreguei para vocês não será roubado. Aqui, no paraíso, vocês estão seguros! Aqui, vocês sempre terão acesso a mim!”.

O homem não foi criado para ser cheio do mal, mas para ser cheio da presença de Deus. 

Alimentar-se do mal é sempre algo destrutivo. Ainda que você arquitete um plano maligno contra alguém, um plano infalível, o maior prejudicado será você. E, no final das contas, você fica atormentado, porque não foi criado para agir assim.

Quando você decide não depender mais de Deus, quando você não busca mais ser fiel a Ele e quando você decide ser o senhor da sua vida, você fica entregue à própria sorte. Mas, quando você crucifica seus desejos, crucifica o que faz bem para sua carne em favor da sua relação com Deus, você fica protegido de todo o mal, a fé passa a te garantir!

Cada vez que eu obedeço Deus, mesmo contra minha vontade, Ele ouve minha oração, me guarda, me abençoa, me levanta e me deixa firme!

 Recapitulando...

Se você quer ser liberto do que te faz cair, você precisa identificar a origem deste mal. Talvez seja um sentimento, uma provocação ou, até mesmo, pequenas concessões que você abre: “Vou comemorar minha promoção com um trago, com um copinho de cerveja! Vai ser só dessa vez! Não preciso ser radical!”. Não se engane! Os vícios sempre começam com um trago ou com um copinho de cerveja, que a pessoa consome socialmente! Não entre nessa roubada!

Na Palavra, está escrito que temos que fugir da aparência do mal. Se Eva tivesse falado para a serpente: “Eu vou continuar fiel a Deus, ainda que eu não entenda! Eu vou obedecer em favor daquele que me criou! Antes, eu era pó! Eu não era nada! Ele me deu vida, me deu casa, me deu uma família... não posso abrir mão de tudo isso! Não vou me alimentar desse fruto! Eu não preciso disso!”, a nossa realidade seria outra!

Se ela tivesse agido da maneira correta, ela seria conhecida como uma mulher de aliança! Se ela tivesse pensado diferente, o destino da humanidade seria outro!

Às vezes, você sente tanta pena de si, que se acha no direito de errar, de ser uma pessoa revoltada, triste, amargurada... Mas sabe de uma coisa? Você não tem esse direito! A vida é um dom de Deus!

Nós podemos estocar tudo: roupa, sapatos, comida, água... mas não há estoque de vida! Vida é uma só e ponto! Busque viver da melhor maneira possível! Busque ser cheio do Espírito Santo! Levante-se, não caia mais no papo da serpente!

Tudo o que você precisa vem de Deus e está em Deus. Sujeite-se a Ele para sua vida ser restaurada.