Páginas

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Passando por dias difíceis sem perder a paz


Hoje, eu quero repartir com vocês um versículo que me ajudou demais em um período em que eu me senti abandona e perdida! Eu não sabia nem como começar o dia! Alias, eu já acordava chorando, desesperadamente!

Eu programava o despertador para as cinco horas da manhã. Quando ele tocava, eu não levantava, eu simplesmente me jogava da cama e, quase sem forças, colocava meus joelhos no chão e começava a orar!

Em um desses momentos de oração, Deus me visitou, através do livro de Isaías 11.2: “Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor.”.

Essa Palavra me ajudou, porque eu estava desorientada, não sabia o que fazer, como fazer... Mas, a partir daquele dia, minha postura e minha oração mudaram: “Senhor, eu sei que o Espírito de conselho e de fortaleza está sobre Ti, por isso, me mostra a direção certa e me dê forças, para que eu não desista no meio do caminho”.

Na passagem que acabamos de ler, também está escrito que repousa sobre Ele também o Espírito de sabedoria e de entendimento.

Eu precisava entender o momento que eu estava vivendo e ter sabedoria para vivê-lo da melhor maneira possível.

Quando nós passamos pelas dificuldades sem murmurar, ou seja, com alegria e confiando em Deus, Ele nos honra.

Naquele período difícil, eu orava para que o Senhor colocasse as palavras certas em minha boca. Eu não queria ser como a mulher de Jó.

Eu pedi para que Ele derramasse sobre mim o Espírito de temor, porque eu não queria que o sofrimento me afastasse do amor de Deus. Eu queria zelar por essa relação, acima de tudo!

Buscá-lo se tornou um hábito para mim. Quando eu fiz daquela Palavra a minha verdade, passei a encarar as situações de outra maneira. Tudo ficou mais leve!

É esse o conselho que eu quero deixar para vocês! Não viva em função dos problemas. O conselho, a força, o entendimento e a sabedoria que você tanto precisa para enfrentar cada lua estão a uma oração de distância!


Pense nisso!

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Não ignore os intentos do adversário


2 Coríntios 2.11: “para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.”

Sabe, existem muitas pessoas que não gostam quando a gente fala de demônios. Sabe de uma coisa? O fato de você gostar ou não gostar não impede a existência de Satanás.

Ignorando, fingindo que não existe ou se escondendo como um avestruz só vai piorar a situação. Sabe como o avestruz se defende? Quando ele vê alguém vindo em sua direção, ele cava um buraco e enfia a cabeça nele. O avestruz acredita que, se ele deixar de ver, o inimigo deixará de atacá-lo. Pura ilusão.

Neste trecho que acabamos de ler, o apóstolo Paulo deixa bem claro: “Não permita que Satanás, que os demônios e que forças do mal tenham vantagem sobre você!”.

Como fazemos isso? Não ignorando quais são os desejos deles para nossas vidas!

Qual é o desejo do inferno? Vou citar alguns exemplos! Ele quer que, de repente, você receba um diagnóstico e já se entregue à enfermidade. Ele quer que você enlouqueça e se afaste de Deus, porque você é uma pessoa boa, que fez tudo sempre muito certo, e que tem tanta gente ruim mais saudável do que você.

Este ambiente de revolta, mágoa e incredulidade é um campo fértil para que o mal na sua vida progrida.

Agindo desta forma, você está ignorando o mundo espiritual. O mundo espiritual existe! Entenda, de uma vez por todas, que o mal existe e quer te destruir! Se você se afastar do Senhor, ele te atingirá com mais facilidade.

Sabe o que o inferno quer? Criar loucura dentro de sua casa para destruir o seu casamento, a sua família. Ele quer que você fique descompensado, que você amaldiçoe, que você seja implicante. O inimigo quer instaurar o inferno na sua casa! Não se entregue mais a atitudes que podem te destruir.

Vou dar mais um exemplo de como a gente faz com que Satanás alcance vantagem sobre nós. Você orou tanto para que Deus te dar uma porta de emprego. Ele dá, mas, depois, com o passar do tempo, aparece uma oportunidade melhor. O que você faz? Chuta o pau da barraca, fala mal e faz baixaria do lugar que tanto de abençoou. Pessoas assim se esquecem de que o mundo é cíclico. Em vez de sair deixando uma porta aberta, anulam todas as possibilidades.

O que mais o inimigo quer? Que você fique olhando para trás, que você fique fazendo viagens de culpa, e não se preocupe com o dia de hoje!

O diabo quer te colocar em relacionamentos infrutíferos. Relacionamentos que te deixam atormentado, sem paz! Quando você trai o seu marido, quem alcança vantagem? Satanás!

Em vez de desfrutar da família que Deus deu, você vai se perdendo nesta ilusão.

Assim como Paulo orientou, você precisa saber qual é o desejo do inferno para sua vida e trabalhar para que ele não se concretize.

Nosso inimigo não desiste. Ele sempre vai tentar uma abordagem diferente para te destruir. Tome cuidado para você não fazer a vontade daquele que só quer te matar, te roubar e te destruir. Matar sua família, matar seu ministério, matar seu amor próprio, matar suas esperanças... Roubar tua paz, roubar tua consciência, roubar teu dia, roubar a porta que Deus te abriu, roubar a alegria de estar com a família... Destruir seus sonhos, destruir suas motivações...

Hoje, de uma vez por todas, você vai tomar uma decisão: “A partir de hoje, eu vou fazer bem para mim, eu vou parar de me autossabotar. Eu só vou buscar coisas que não me destruam. Eu vou buscar forças para viver bem comigo, com os outros e com Deus.”.

Eu quero finalizar o Pensamento do Dia de hoje com um convite: Venha renascer em Cristo! Na igreja, você vai viver a Palavra Deus, vai aprender a viver e a não cair nos enganos da tua carne.


Pense nisso!

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Deus não é o problema, é a solução


Provérbios 3: 5 a 8 “Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal; será isto saúde para o teu corpo e refrigério, para os teus ossos.”

Em um de nossos cultos, nós lemos este texto e falamos sobre Daniel. Daniel era um homem que tinha todos os motivos para não caminhar mais com Deus! Ele era um príncipe e, de repente, foi reduzido à condição de escravo. Foi tirado de sua casa e, durante dois meses, foi arrastado até a Babilônia.

Chegando lá, para servir no palácio do rei, foi mutilado em seu corpo! Todos seus sonhos e projetos de vida desmoronaram diante dos seus olhos. Que futuro teria um escravo estrangeiro? Que futuro teria um homem cujo órgão reprodutor foi decepado?

Mas Daniel, em nenhum momento, considerou Deus o causador do seu mal! Pelo contrário, ele viu no Senhor a solução de todos os problemas.

Sabe, meu pai é advogado, e ele me ensinou que cada um interpreta a lei de uma forma diferente, ou seja, uma lei pode, ao mesmo tempo, absolver e condenar alguém!

Na passagem que nós acabamos de ler, está escrito: Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento!. O que isso quer dizer? Que, muitas vezes, somos enganados por nossas próprias deduções. Às vezes, caminhar de acordo com o que você interpreta pode ser um péssimo negócio, porque você pode estar entendendo tudo errado!

Você acaba interpretando as situações da maneira que o inferno quer que você interprete! Por isso, existem tantas pessoas machucadas e assoladas fora da igreja e culpando a Deus! Chegou a hora de dar um basta nesta situação!

Chega de fazer de Deus o culpado! Comece a fazer d’Ele sua solução! Foi isso que Daniel fez! Ele não culpou Deus, porque teve que deixar sua casa, porque sua família foi destruída, porque seu povo foi assolado...

Ele não culpou Deus por ter sido arrastado até a Babilônia! Ou você acha que ele foi a cavalo? Não! Foi acorrentado como um prisioneiro!

No versículo 6, do terceiro capítulo de Provérbios, está escrito: Reconheça a Deus em todos os seus caminhos.

Esse, justamente, foi o segredo de Daniel!

Hoje, você vai começar a se posicionar como ele. Comece orando: “Deus, eu acho que o Senhor não está comigo, mas, se o Senhor estiver, ajude-me a enxergá-Lo!”.

Você vai ver que, apesar das dificuldades da vida, Deus tem te acompanhado! Se você não enxerga nada, pelo menos, enxergue Deus! Ele está, através deste texto, falando: “Você pode estar machucado, abandonado, com a saúde comprometida, mas Eu estou contigo! Se você Me invocar, Eu te responderei!”.

Daniel pensou dessa forma e ainda jejuou! Entregou uma oferta! O que ele tinha para entregar? Os banquetes do rei! Deus deu graça a ele. Em dez dias, ele já estava melhor que os outros príncipes.

Faça o mesmo! Não se conforme em estar nessa situação que você está! Não se conforme em ser essa pessoa assolada, magoada, aflita, invejosa e cheia de ódio! Mas levante-se e busque ao Senhor! Volte! Deus é a solução! Ele enviou Jesus para nos salvar! Salvar de quê? Dos nossos sentimentos, pensamentos e deduções!

No versículo 7, das passagem que eu citei acima, está escrito: Não seja sábio aos seus próprios olhos!  Você está distante de Deus e ainda acha que está certo? Para onde este caminho está te levando? Volte!

Deus te dará o mesmo que deu para Daniel: luz, inteligência e excelente sabedoria!

Seja o tempo bom ou ruim, favorável ou desfavorável, Deus vai te honrar, porque Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente!

Os grandes caem, mas aqueles que buscam a Deus permanecem! 

Pense nisso!

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

De repente, tudo mudou!


Filipenses 3.12 a 14: “Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. 

Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”

No programa “De Bem com a Vida”, somos edificados com muitos testemunhos. Um deles foi a fonte de inspiração para o Pensamento de hoje. É de uma moça que viu, do dia para noite, sua vida virar de cabeça pra baixo.

Ela tinha um relacionamento de quatro anos e achava que conhecia o noivo como ninguém. Ela convivia com os pais desse rapaz, conheceu os filhos, os irmãos... Se prepararam para o casamento, viram apartamento, planejaram a festa, fizeram o enxoval... Era uma relação aparentemente normal.

Dois meses antes da cerimônia de casamento, veio a bomba. O noivo decidiu fazer uma revelação: “Olha, eu preciso te falar algo! Me desculpe não ter falado antes, eu não tive coragem, porque nosso relacionamento é tão bom, somos tão felizes... Eu te amo demais, mas preciso ser honesto com você. Sou casado há 18 anos com outra pessoa!”.

Meu Deus! O sonho de amor simplesmente desmoronou. E, no meio daquela loucura, ela conseguiu tomar uma atitude sábia: desistir daquele relacionamento. Ela fez certo em não querer ser responsável pela destruição de uma família.

A mãe dessa jovem tinha o costume de convidá-la para assistir cultos. Desolada, ela, então, decidiu conhecer a igreja. Ali, encontrou meios para administrar toda aquela mudança. E, no meio desse processo, aquele passado persistiu em bater na sua porta: “Olha, eu te amo! Fica comigo! Eu não vivo sem você!”...       

Ela saiu de um relacionamento, mas a nova realidade era ficar sozinha e sem perspectivas. Ela tinha alguém que a acolhia, que a protegia, que lhe dava carinho... para depois não ter nada!

Sabe, mudanças como essas nos fazem ficar lembrando de um passado, desejando voltar para um lugar que simplesmente não existe mais... Para aquela jovem, não existia mais o noivo, mas o enganador, o mentiroso, o traidor....

Seguir em frente com esse relacionamento seria o mesmo que assinar uma sentença de enganação perpétua, afinal, ele mentiu para todos e por tanto tempo. Quem garante que ele não mentiria mais?

Aquele relacionamento nunca existiu, alias, só existiu para ela! Imagine a situação. Como não deve ter sido difícil para ela colocar uma pedra naquela situação e seguir um novo rumo.

Sabe você pode, diante de algumas coisas, dizer: “Eu não consigo! Eu quero meu casamento de volta!”, mas não pode se entregar!

Sabe, Paulo nos deixou dois conselhos preciosos. E eu quero terminar este post dividindo esses conselhos com vocês:

1- Feche a porta para o passado

Foi bom? Foi incrível? Então: “Senhor, muito obrigada, porque eu tive um passado feliz! Ajude-me a construir um bom futuro. Eu escolho seguir em frente com serenidade e dignidade!”.


2-Prossiga para o alvo: coloque objetivos.

Aquela moça não enterrou seus sonhos e seu futuro naquele relacionamento que não deu certo.

Pelo contrário, viajou, trabalhou, curtiu a família, saiu com as amigas, se envolveu no ministério, começou a praticar esportes... Colocou sua vida em movimento! Ela escolheu dar valor aos que ficaram...

A história dela não acabou na decepção, mas na restituição! Deus enviou, literalmente, a pessoa certa para ela! Hoje, ela tem um relacionamento verdadeiro!

Em nome de Jesus, administre a mudança, mudando também, se deixando transformar e se abrindo para o novo tempo que o Senhor tem. 

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Quando semeamos muito e colhemos pouco


Ageu 1.3 a 8 e Ageu 2. 9: “Veio, pois, a palavra do Senhor, por intermédio do profeta Ageu, dizendo: Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?

Ora, pois, assim diz o Senhor dos Exércitos: Considerai o vosso passado. Tendes semeado muito e recolhido pouco; comeis, mas não chega para fartar-vos; bebeis, mas não dá para saciar-vos; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o para pô-lo num saquitel furado.

Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai o vosso passado. Subi ao monte, trazei madeira e edificai a casa; dela me agradarei e serei glorificado, diz o Senhor.

A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos.”

Nós vemos, nesta passagem, que o povo estava passando por uma situação de assolação. Eles trabalhavam muito, mas não desfrutavam de nada. Além de não colherem os frutos, ficavam no negativo. Era uma situação desesperadora, na qual não havia saídas humanas.

O Senhor, então, por meio do profeta Ageu, mostra que existe um caminho: “Construam um templo para o Senhor! Edifiquem para Ele! Façam uma obra! Com o que vocês têm, em vez de investirem nos próprios interesses, invistam na obra de Deus. Edifiquem um lugar no qual vocês possam falar com Ele, onde Ele possa estar com vocês nesta situação de calamidade!”. Foi desta forma que o povo hebreu venceu o deserto, quando saiu do Egito.

Antes de seguir este conselho, eles estavam destruídos. Sabe, quando você está no negativo e, por mais que você trabalhe, nunca é o suficiente para cobrir a conta porque os juros são exorbitantes?  Sabe quando você está doente e, por mais que você se cuide, a enfermidade te corrói? Sabe quando, por mais que você se esforce, seu casamento continua em crise?

Como superar situações como estas? Como passar por este deserto e sair mais que vencedor? O segredo é: edifique para Deus! Tenha um lugar onde Ele possa falar com você. Tenha um tempo só para você e para Ele. Desta forma, o Senhor trará à existência o que não existe.

O tempo que você fica na Casa de Deus, o tempo que você se dedica à oração e à meditar na Palavra constroem uma vida de intimidade com o Senhor. Ele, então, vai te direcionando, te dando paz e trazendo o sobrenatural. De repente, vem o suprimento de onde você não esperava. De repente, a cura brota sem detença. Isso ocorre por quê? Porque você edificou uma vida com Deus, um templo!

O jejum, por exemplo, é uma das armas espirituais mais poderosas que existem. Em Isaías 58, o profeta descreve todas as bênçãos que esta consagração traz.

Quando você edifica para Deus, na sua vida, passa a existir um espaço para os milagres do Senhor.

É tempo de você orar mais, de louvar mais, guerrear em jejum, ter votos no altar. É tempo de você se abrir para ouvir a voz de Deus! Assim, você receberá estratégias e sabedoria para passar por essa crise.

Todos os meses, nas igrejas Renascer em Cristo, nós realizamos uma campanha de jejum. Venha guerrear conosco. Você verá que aquilo que é impossível para os homens é possível para Deus.

Lembre-se de que, quando Ele age, ninguém pode impedir!


Pense nisso!

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Como lidar com a ingratidão?


Gênesis 13.14 a 18: “Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente;  porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre. 

Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência. 

Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei.  E Abrão, mudando as suas tendas, foi habitar nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e levantou ali um altar ao SENHOR.

Nós deveríamos estar mais preparados para a ingratidão. Já fomos advertidos, através da Palavra de Deus, que seria assim. 1 Timóteo 4 é um bom exemplo disso. Neste texto, está escrito que, nos últimos dias, os homens seriam egoístas, amantes de si mesmos e ingratos.

Abraão sofreu isso. Ló viveu tantas coisas boas ao lado dele. Casou, prosperou e recebeu ensinamentos de um homem que tinha uma relação verdadeira com Deus. Mas, de repente, a convivência se tornou insuportável. Ló, então, escolhe o lugar mais bonito e decide ir para lá!

É muito difícil passar por isso. Às vezes, vemos aquelas pessoas que ajudamos, que ensinamos, que investimos nosso templo, simplesmente, virarem as costas como se fossemos as piores pessoas do mundo. 

Quem sabe você não está agindo da mesma forma ou, quem sabe, sentindo da mesma forma. Você amou aquela vida, orou, visitou, deu o seu melhor; e ela, simplesmente, diz que você não significou nada!

Parece que ela viveu tão bem sem você, mas você, por outro lado, não consegue viver sem ela.

Depois da separação, a princípio, parecia que Ló estava muito melhor que Abraão, mas o tempo mostrou quem fez a melhor escolha.

Sabe, querido, Deus é contigo! Ele vai curar todas as feridas do seu coração!

Hoje, eu quero deixar três conselhos para você vencer, de uma ver por todas, a ingratidão:

1º Não acumule mágoas no seu coração

Libere perdão. Se possível, fale para pessoa que, apesar de tudo, você a perdoa, porque todo o bem que você plantou, no tempo certo, você colherá do Senhor.

Faça o bem, esperando o bem do Senhor! Não crie expectativas humanas!

2º Erga os olhos para o céu e veja a grandeza do teu Deus

Não pense mais de forma limitada. Deus tem muito mais que este relacionamento.

Olha, eu perdi a conta de quantas vezes Deus já me abençoou! A graça do Senhor é infinitamente maior e mais poderosa do que a ingratidão do ser humano.

3º Saia desta angustia e erga um altar de louvores a Deus.

Tem um louvor do Renascer Praise que diz assim:

Dos Choros que chorei
Das pedras que atiraram em mim
Edifiquei a Ti
Um altar para oferecer louvor...

Toda maldição benção se tornou
E viram o Seu poder...

Deus tem muito mais para sua vida. Quanto aos ingratos, talvez, eles estejam achando que escolheram o melhor lugar, mas, na verdade, optaram por Sodoma e Gomorra – lugares de destruição.

Não viva mais em função deles! Deus vai tratar os corações!

Eles irem mal não faz de você o melhor. Mas, por outro lado, você ficar bem vai te restituir e te colocar no rumo certo.


Pense nisso!

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Onde está Deus?


Salmos 145.14 a 19: “O SENHOR sustém os que vacilam e apruma todos os prostrados. Em ti esperam os olhos de todos, e tu, a seu tempo, lhes dás o alimento. Abres a mão e satisfazes de benevolência a todo vivente. 

Justo é o SENHOR em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras. Perto está o SENHOR de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade. Ele acode à vontade dos que o temem; atende-lhes o clamor e os salva.”

Uma das frases que eu ouço com muita frequência é: ‘Onde está Deus?’. ‘Onde estava Deus quando meu filho ficou doente?’, ‘Onde estava Deus quando minha filha sofreu aquele acidente?’, Onde estava Deus quando meu marido morreu? Por que Ele permitiu isso?’.

Quando você deixa esses questionamentos invadirem o seu coração com ódio, revolta e mágoa, você  passa a fazer exatamente a vontade de espíritos malignos, que vieram para te roubar e te destruir. Roubar o quê? Você acha mesmo que o diabo precisa do seu relógio, do seu carro ou do seu casamento? Não! Ele quer roubar sua relação com Deus!

Ao não se relacionar com Deus e dar lugar à ira, você abre um grande espaço na sua vida para o inimigo agir! Você acaba se tornando uma pessoa amarga, pesada e incrédula. 

Você pode ver que as pessoas incrédulas são as mais duras de coração! Geralmente, são materialistas, egoístas e de difícil convivência! Tudo tem um preço, inclusive, elas!

São pessoas desprovidas de esperança, porque acham que Deus as frustrou! Ou porque, simplesmente, não têm fé!

E o mais paradoxal é que, em todas as situações difíceis, elas atribuem a culpa a Deus!

É até cômico! Elas não buscam a Deus, gritam aos quatro ventos que não acreditam n'Ele e, quando passam por um momento de aflição, são as primeiras a culpá-Lo.

Pessoas assim andam de engano em engano.

Salmo 42.7: “Um abismo chama outro abismo, ao fragor das tuas catadupas; todas as tuas ondas e vagas passaram sobre mim.”

Pessoas assim podem ter tudo nada vida, mas continuam incompletas!

Nos piores momentos da nossa vida, a tendência é nos afastarmos de Deus! Isso é um grande erro! É nestes momentos que devemos nos apegar mais a Ele.

Cale esses pensamentos destrutivos! Encerre essa agitação que está abalando seus sentimentos! Cesse este choro! Este choro de solidão! Depois de acalmar essa tempestade interior, você vai clamar o nome Jesus!

O nome de Jesus tem poder! Invoque-o com sinceridade, acreditando! Não invoque como se fosse um teste! Invoque para sentir Sua presença!

Não importa onde você está! Não importa a sua condição! Se você fizer isso, Ele vai encher o seu interior! Ele vai limpar seus sentimentos e invadir o teu ser com a paz que excede todo o entendimento.

No versículo 19 da passagem que lemos no início do nosso estudo, está escrito: “Ele acode à vontade dos que o temem; atende-lhes o clamor e os salva”.

Zele pela sua relação com Deus!

Tem um louvor do Marcelo Aguiar que mostra exatamente o sentimento que devemos ter. Vou postar um trechinho:

Se quiser levar tudo o que eu tenho
Pode levar, veio de tuas mãos
Mas deixe-me apenas com o meu coração
Porque foi aonde você pôs a mão
E me curou, e me curou!

Há salvação para aqueles que acreditam! Há salvação para aqueles que buscam ao Senhor! Há salvação para aqueles que meditam na Palavra de Deus e fazem dela sua verdade!

Na Bíblia, há milhares de promessas, mas não está escrito que não passaríamos por aflições! Pelo contrário, está escrito que, em todas elas, devemos ter bom ânimo!

O Senhor vai nos livrar, nos salvar e nos acudir!

No capítulo 145 do livro de Salmos, tem mais uma promessa: “O SENHOR guarda a todos os que o amam!”.

Chegou o dia do desemprego? Não vai te faltar nada, e o Senhor vai abrir uma porta maior!

Chegou o dia da enfermidade? Você terá forças! O Senhor vai fazer com que tudo coopere para o seu bem!

Chegou o dia da pior perda da sua vida? Será um ‘Até breve!’ Não te faltará consolo! Não te faltará a presença de Deus! Ele vai enxugar todas as suas lágrimas e manifestará um novo dia, com novas alegrias! O Senhor vai te ensinar a viver sem essa pessoa! As lembranças não serão de dor, mas de todos os momentos felizes que você passou com ela!

O Senhor vai fazer raiar no seu coração um novo dia, com novas esperanças, com novas perspectivas... Eu posso falar isso com convicção, porque eu vivo isso! Eu quero repartir com você este consolo!

Haverá bom futuro! Sua esperança no Senhor não será envergonhada!


Pense nisso!

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Quando os maus se dão bem


Salmo 73.2 a 25: “Quanto a mim, porém, quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem os meus passos. Pois eu invejava os arrogantes, ao ver a prosperidade dos perversos. Para eles não há preocupações, o seu corpo é sadio e nédio. 

Não partilham das canseiras dos mortais, nem são afligidos como os outros homens. Daí, a soberba que os cinge como um colar, e a violência que os envolve como manto. Os olhos saltam-lhes da gordura; do coração brotam-lhes fantasias. Motejam e falam maliciosamente; da opressão falam com altivez.

Contra os céus desandam a boca, e a sua língua percorre a terra. Por isso, o seu povo se volta para eles e os tem por fonte de que bebe a largos sorvos. E diz: Como sabe Deus? Acaso, há conhecimento no Altíssimo? Eis que são estes os ímpios; e, sempre tranqüilos, aumentam suas riquezas. Com efeito, inutilmente conservei puro o coração e lavei as mãos na inocência. Pois de contínuo sou afligido e cada manhã, castigado. Se eu pensara em falar tais palavras, já aí teria traído a geração de teus filhos. Em só refletir para compreender isso, achei mui pesada tarefa para mim; até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles.

Tu certamente os pões em lugares escorregadios e os fazes cair na destruição. Como ficam de súbito assolados, totalmente aniquilados de terror! Como ao sonho, quando se acorda, assim, ó Senhor, ao despertares, desprezarás a imagem deles. Quando o coração se me amargou e as entranhas se me comoveram, eu estava embrutecido e ignorante; era como um irracional à tua presença. Todavia, estou sempre contigo, tu me seguras pela minha mão direita. Tu me guias com o teu conselho e depois me recebes na glória. Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em quem eu me compraza na terra.”

Esse Salmo parece até uma oração sua, não é mesmo? É como se sua missão na terra fosse viver fracasso atrás de fracasso.

E o que você faz? Começa a se comparar com os outros. Você olha para o lado e vê gente ruim, gente mentirosa, gente corrupta, gente que trai e gente que não se importa com Deus se dando muito bem! São felizes, cheios de amigos e, aparentemente, bem-sucedidos!

Agora, se existe alguém que deu errado, esse alguém é você! Logo, vêm aqueles pensamentos que te deixam ainda mais para baixo: “Olha sua situação financeira!”, “Você tem 40 anos e ainda não casou!”, “Seu chefe te trata como lixo!”, “Você é horrível, por isso, ninguém te quer!”...

E, para piorar ainda mais a situação, vem aquele parente que nunca fala com você, mas faz questão de tocar na ferida e ainda tirar sarro da sua fé: “Pelo jeito, ir para a igreja não está dando muito certo para você, não é mesmo? Acho que seu Deus está de férias, e férias prolongadas!”.

Talvez, você até esteja dependendo de pessoas assim. “Já que seu Deus não te ajudou, eu vou te ajudar!”.

Eu sei que você está desgastado, confuso, indignado... mas não se deixe abater. Tudo isso acontece para você se afastar de Deus.

O diabo não quer o seu dinheiro, ele quer seu coração, quer sua adoração, quer sua vida! A guerra espiritual também é uma guerra por territórios. E, caso você ainda não tenha percebido, o território que Satanás e seus demônios querem ocupar é você mesmo. Por quê? Porque eles são espíritos. Eles precisam de um corpo para se manifestarem aqui na terra.

Eles pressionam, rodeiam e querem te fazer acreditar que seu trabalho Senhor é em vão.

Sabe, o ouro só tem valor quando ele é purificado. A prata e as pedras preciosas, quando são lapidadas. Os valores das pessoas estão em superar, em vencer e em não se abandonarem. Toda essa situação vem para que você se convença de que você é um derrotado, que você não tem jeito e que nada, absolutamente nada, vai dar certo. Esses espíritos malignos querem que você acredite que estar com Deus só piora sua vida!

Hoje, eu quero deixar um conselho: Não procure em Deus a culpa pelas suas calamidades, busque a solução!

Davi estava todo atrapalhado! Ele olhou para os lados viu reis, príncipes e servos maus felizes e com seus trabalhos prosperando.

Sabe, ficar olhando para o lado não te ajuda! Olhe para cima, o seu socorro vem de lá! Olhar para o Senhor nos traz paz e descanso. Essas pessoas que estão se “dando bem”, na verdade, estão em um local escorregadio.

Se você não consegue acreditar nisso, olhe para a situação do Brasil. Meu Deus do céu! Pessoas que foram consideradas milionárias e poderosas estão presas ou falidas.

Não viva mais em função dos outros. Viva para o Senhor! Faça d’Ele o Seu foco, o Seu apoio, a Sua vida! Assim como fez com Davi, Ele vai renovar suas forças!

Não se contamine com falatórios. Sabe, o que as pessoas falam mal de você tem a ver mais com elas do que com você! Deus não te criou para ser um derrotado, porque Ele não é derrotado. Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus.

Busque ao Senhor, faça um voto, vá à igreja e clame para que Ele Te tire dessa morte, dessa cova, dessa fornalha de pensamentos, desse furacão de opiniões e desse clima pesado.

Na Casa do Senhor, você vai receber o poder libertador de Cristo. Ele veio para trazer um alívio aos corações e anunciar um tempo de justiça.

Se você entregar sua vida para Jesus, você vai encontrar forças para passar pelo dia mau, sem perder a alegria, a fé, a saúde e a esperança.


 Pense nisso!

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

As lutas não definem quem somos, mas nossas reações, sim!


Daniel 1.6 a 8: “Entre eles, se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias. O chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel, o de Beltessazar; a Hananias, o de Sadraque; a Misael, o de Mesaque; e a Azarias, o de Abede-Nego.

Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se.”

Veio o grande cativeiro, e os príncipes foram arrastados até a Babilônia.  Sabe, queridos, as lutas vêm para desorganizar nossa vida, para nos tirar do eixo.  

Vou citar um exemplo bem simples! O que acontece quando você vai ao mercado sem saber o que tem na dispensa da sua casa? Você acaba comprando o que está sobrando e deixa de levar o que você realmente precisa.

Por causa da desorganização, gastamos nossos recursos e nossa energia desnecessariamente. E, ainda por cima, ficamos com um grande prejuízo.

As lutas vêm para que você também deixe de enxergar o Senhor. Do que você mais precisa no meio da luta? De Deus, é claro! A última coisa que você precisa é ficar confuso. A última coisa que você precisa é se entregar ao desespero, porque o que vence o mundo é a nossa fé. Só se aproxima de Deus quem tem fé!

Mantenha sua fé, porque as lutas vêm para mudar o seu nome, assim como mudaram o nome de Daniel (para Beltessazar), Hananias (para Sadraque), Misael (para Mesaque) e de Azarias (para Abednego), na Babilônia.  

O inimigo quer mudar o seu nome. Quer que você seja conhecido como endividado, abandonado, azarado, estéril, doente, incapaz...

Em nome de Jesus, você não é nada isso. Você vai se levantar e buscar ao Senhor. Você não vai deixar que esta luta de contamine.

O que vai prevalecer é o nome que Deus te deu. Você é amado! Tão amado, que Ele entregou seu único filho para te salvar, te livrar e te fazer viver a diferença!

Quiseram mudar o nome de Daniel, mas não conseguiram. Ele se manteve firme no propósito de ser aquilo que Deus determinou. Sabe o que quer dizer Daniel? "O Senhor é o meu juiz".

Todos os reis da Babilônia caíram. Da mesma forma, esta enfermidade não vai permanecer, esta perseguição não vai permanecer, essa crise financeira não vai permanecer, essa loucura não vai permanecer...

Deus é o seu juiz. Ele vai julgar a seu favor! 

Pense nisso!

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Pra mim, já chega!


Provérbios 8.34 a 36: “Feliz o homem que me dá ouvidos, velando dia a dia às minhas portas, esperando às ombreiras da minha entrada. Porque, o que me acha, acha a vida e alcança favor do SENHOR. Mas o que peca contra mim violenta a própria alma. Todos os que me aborrecem amam a morte.”

Sabe, existem muitas pessoas que, do nada, decidem abrir mão de tudo, e ainda vêm com aquele discurso: “Ah! Seja o que Deus quiser!”. Será mesmo? Porque, com essa loucura toda, na verdade, você está dizendo: “Seja o que o inimigo quiser!”.

Você está abrindo mão de avaliar, abrindo mão da sensatez, abrindo mão do seu juízo, para fazer o que o teu impulso quer!

Desta forma, você acaba se tornando um “amigo da morte”. Acaba matando, com suas próprias palavras, atitudes e falta de atitudes, seu casamento, seus relacionamentos, sua carreira...

Em contrapartida, aquele que fala: “Deus, eu não vou me desesperar, eu não vou enlouquecer, eu não vou mais ficar me comparando com os outros! Não interessa se fulano, mesmo de forma desonesta, está se dando bem. O que importa é o que eu sou e para eu aonde vou!”.

Busque, em Deus, sabedoria para você ter vitória sobre isso! Na passagem que acabamos de ler, está escrito que quem busca sabedoria de Deus alcança o Seu favor!

O que é “favor do Senhor”! É quando recebemos, d'Ele, algo que não merecemos!

Antes de tomar qualquer atitude e para evitar aquele remorso que te afoga na depressão, dobre seus joelhos no chão e clame: “Senhor, me dá graça! Mostre o que eu devo fazer!”.

Não aja mais precipitadamente. Na Bíblia, está escrito que quem age precipitadamente é amigo de quem desperdiça!

Você quer desperdiçar sua família, seu casamento, seu trabalho, seus filhos...? Quer jogar fora sua paz de espírito, os seus sonhos e sua felicidade? Então, ande no impulso, ande de acordo com o ódio, seja refém desta mágoa, seja uma pessoa influenciável!

“Não, Bispa, eu não quero!”. Então, acalme o seu coração, busque solução, em vez de buscar mais problemas para você!

Em vez de chorar, peça sabedoria! Em vez de sentir raiva, peça sabedoria! Em vez de “jogar tudo para o alto”, peça sabedoria! Em vez de se sentir a vítima da história, peça sabedoria!

Tiago 1.5 e 6: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento.”


Pense nisso!

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Não misture as coisas!


João 16.33: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

Hebreus 10: 37 a 39 “Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.”

Quando estamos cansados, impotentes, desgastados ou com a “paciência cheia”, para não usar aquele termo chulo, a tendência é misturarmos conflitos, enfermidades, desafios e calamidades com a promessa de Deus.

Tome cuidado para você não cair nessa armadilha, porque é uma das mais eficazes do inimigo.

Por maiores que sejam suas lutas, elas não podem impedir a manifestação das promessas de Deus!

Eu costumo dizer que lutas e promessas são duas paralelas!

O fato de você estar passando por dificuldades, do seu status de relacionamento ter mudado, da sua situação familiar ter mudado, dos seus amigos terem mudado... não quer dizer que o Senhor mudou!

Malaquias 3.6: “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.”

Em momentos de desgaste, de loucura, de dor... invoque ao Senhor, porque Ele é contigo!

O Senhor nos preveniu de que no mundo teríamos aflições, mas Ele veio justamente para nos dar essa vitória.

Para o estudo de hoje, eu escolhi usar o exemplo de Daniel. Vocês acham mesmo que foi Deus quem preparou a cova dos leões para ele? Não! Foram homens usados por demônios!

Muitas pessoas questionam: “Como é que Deus permitiu uma coisa dessas?” Queridos, porque Ele tinha poder e autoridade para derramar sobre a vida de Daniel. Ele tinha também um grande livramento!

A cova dos leões não foi o fim da história. Daniel foi jogado por aqueles homens invejosos, mas nada aconteceu com ele. Saiu ileso! Deus interferiu e o livrou!

Esse Deus também está aqui! Se você buscá-lo, se você invocá-lo e se você clamar pelo Seu nome, Ele vai interferir na sua causa!

Jesus é chamado de Salvador, porque Ele veio para isso mesmo! Ele veio para nos salvar dessas injustiças, desse desgaste, desse desânimo, desse engano... Veio para nos salvar de nós mesmos!

Não importa o que as pessoas dizem, Jesus te ama, e Ele se importa!

Tanto os bons quanto os ruins passam por dificuldades. A diferença é que aqueles que se apagam a Deus transformam seu sofrimento em superação!

Pense nisso!

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

O amor na medida certa!


Mateus 22.34 a 46: “Ouvindo isto, as multidões se maravilhavam da sua doutrina. Entretanto, os fariseus, sabendo que ele fizera calar os saduceus, reuniram-se em conselho. E um deles, intérprete da Lei, experimentando-o, lhe perguntou: Mestre, qual é o grande mandamento na Lei? 

Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.”

Nesta passagem, vemos alguns religiosos ‘testando’ os conhecimentos de Jesus! Eles queriam saber se o Messias realmente conhecia as Escrituras Sagradas. Nem preciso dizer que eles tomaram um baile!

Um deles perguntou: “Jesus, qual é o principal mandamento?”. E Jesus respondeu: “Tudo, absolutamente tudo, na sua vida irá bem, se você colocar Deus em primeiro lugar!”.

Esse é um grande segredo espiritual! Amar a Deus sobre todas as coisas é deixar a vida mais leve. De repente, tudo faz sentido! Nas mais terríveis tempestades, ficamos tranquilos!

“E o segundo mandamento, Jesus?”, voltou a questionar o religioso. Jesus, então, disse: “Para você dar certo no seu relacionamento, na sua casa, na sua família, ame ao próximo como a ti mesmo!”.

Essa é a medita: nem mais, nem menos!

Hoje, eu quero falar sobre amar mais!  Há pessoas que, na sua carência, amam os filhos além da medida! Acabam se despersonalizando, deixando de ser pai, de ser mãe, de corrigir, de educar, de instruir... e acabam criando uma pessoa desrespeitosa!

Você achou que não corrigindo seu filho, ele te amaria mais? Você achou que não ensinando seu filho, ele te amaria mais? Você achou que deixar seu filho fazer tudo o que ele quis, realmente te tornaria mais amado por ele? Não, não e não!

Você está cometendo um grande erro! “Sufocar” os filhos é grave! Ser omisso é gravíssimo! Você está abrindo uma porta para a internet, para os amigos e para programas de TV educarem seu filho! O risco de ele trilhar um mau caminho é muito grande!

Você achou que não levando seu filho para a Casa do Senhor foi a melhor escolha? “Mas Bispa, quando ele for grande, ele decide!”.

Em Provérbios 22.6, está escrito: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.”.

Quando você é omisso, acaba criando uma pessoa aberta para forças demoníacas, aberta para toda a sorte de espíritos malignos! Entenda, de uma vez por todas, que a formação do caráter dos seus filhos também é uma responsabilidade sua! Não se anule mais!

Para você amar alguém da forma correta, ame-a da mesma forma que você se ama! Não ame menos, sendo uma pessoa egoísta, arrogante, intratável e a dona da verdade! E não a ame além da medida.

Cuidado! Se você não for equilibrada, vai acabar perdendo seu marido! Uma mulher sem personalidade constrói sua própria ruína. Um marido que faz tudo o que a mulher quer coloca seu lar em desiquilíbrio!

Isso vale também para os namorados!  Ela dá chilique, briga, te humilha, e o que você faz? Se rasteja diante dela! Sabe o que vai acontecer? Você nunca será valorizado! “Bispa, a senhora não entende. Eu amo muito minha namorada! Tenho medo de perdê-la!”. Se você continuar neste caminho, vai perder mesmo!  Você corre um grande risco de ser trocado por outro! Relacionamento envolve amor, respeito, cumplicidade e reciprocidade!

“Bispa, essa palavra nem é pra mim! Nem faço parte do time dos casados e dos namorados!”.  Essa palavra é para todos! Todos nós cometemos excessos! Existem pessoas, por exemplo, que são engraçadinhas além da conta! Sabe como elas são conhecidas? Como inconvenientes! E quem é bonzinho demais? Meu Deus! Dá uma aflição! A pessoa vive em função dos outros. É humilhado, explorado... e acha que está tudo bem!? Não está! Isso é falta de amor próprio!

Queridos, tudo o que passa da medida está errado! Acaba sendo desprezado. Por exemplo, quando a fruta está verde, ela causa um mal estar, mas, se ela está passada, pode nos deixar doentes! O “a amais” é extremamente prejudicial.

Aproveite este final de semana para você rever seus conceitos! Para você refletir nas suas atitudes! Busque equilíbrio no Senhor!

De repente, o problema está em sua baixa-autoestima, que tem te colocando em situações que você não merece! Sabe, queridos, só é respeitado quem se respeita!

Jesus deixou bem claro: “Desses dois mandamentos, depende tudo, inclusive, a lei e os profetas!”.

Quando você não se ama, você também não ama a Deus, porque foi Ele quem te criou! Sua vida tem valor! O Senhor não entregaria seu único filho para morrer por um "nada"!

Não se compare aos outros. Todas as pessoas nasceram com dons e com uma missão na terra!

Volte para a Casa do Senhor! Venha se posicionar, porque você vai ver como tudo vai melhorar!

As leis do Senhor não são proibitivas, elas nos habilitam a viver o melhor aqui na terra!


Pense nisso!

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

No dia mau, não pense o pior!


1 Pedro 5.8 e 9: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo.

Filipenses 4.8: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”

Para passar pelo dia mau em vitória, você precisa ter cuidado com os seus pensamentos, porque a tendência da lógica humana é nos leva para pior.

A lógica humana nos leva ao desespero. A lógica humana nos leva ao medo. A lógica humana nos leva à angústia. Mas quem disse que você precisa levar sua vida de acordo com a lógica humana?

O fato de um pensamento aparecer não significa que você deve desenvolvê-lo e deixá-lo te dominar!

Em nome de Jesus, assim como está escrito em 2 Coríntios 10, leve cativo todo pensamento à obediência de Jesus Cristo.

Sabe, existiu uma situação que foi narrada na Bíblia que exemplifica muito bem o que eu estou querendo dizer.

Havia três reis que saíram para a guerra. No meio do caminho, antes mesmo de alcançarem seus inimigos, eles enfrentaram uma série de adversidades. Passaram por uma seca terrível!

Os mantimentos acabaram, os animais morreram e os soldados ficaram doentes. Foi uma situação tão deplorável, que um deles chegou a afirmar: “Deus nos chamou aqui para quê? Para morrermos? Mal começamos a guerra e já estamos perdendo. Estamos condenados!”.

Sabe o que é isso? É a lógica humana! É aquela que te faz pensar que é o fim da linha. Mas um daqueles reis conhecia o poder de Deus e veio com um discurso totalmente diferente: “Parem com isso. Não tem ninguém aqui que fala com Deus? Não tem ninguém aqui que possa trazer uma palavra d'Ele para nossas vidas?”.

Então, o rei pessimista disse que havia um profeta chamado Eliseu, mas não deu muito crédito a ele.

Só que o rei esperançoso decidiu ouvir o profeta e mandou chamá-lo. Eliseu, cheio de autoridade, afirmou: “Olha, se não fosse por você, que resolveu fazer uma aliança com Deus no dia mau, eu nem intercederia por vocês! Mas, por sua causa, eu vou entrar na presença de Deus!”.

Sabe o que aconteceu? Eliseu intercedeu por aquela situação, e eles conseguiram vencer a guerra! Foi uma experiência tremenda.

Então, para passar o dia mau, vigie os teus pensamentos!  Que só ocupe sua mente aquilo que edifica!

Mude seus pensamentos para sua realidade também mudar! Eu tenho certeza de que Deus vai conduzir seus caminhos e te dará estratégias de vitória!

Busque, assim como aquele rei esperançoso, um profeta de Deus. Vá à igreja, porque o Senhor vai te fazer enxergar que, até mesmo no dia mau, tudo cooperou para o seu bem.


Pense nisso!