Páginas

domingo, 6 de setembro de 2020

Qual é o seu conceito de liberdade?


Gálatas 5.1 “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.”

Atualmente, eu tenho visto muitas pessoas falando sobre liberdade. Cada uma expõe um conceito diferente. Mas, afinal, o que é liberdade?

Recentemente, eu estava conversando com algumas mães. Todas, sem exceção, possuem as mesmas dificuldades. Elas têm filhos jovens – de 20 anos de idade, aproximadamente –, e estavam lamentando porque perderam a autoridade sobre eles.

O argumento para tanta rebeldia é: “Mãe, eu sou livre! Eu respondo pelos meus atos!”.  Eles saem para se “divertir” e não têm hora para voltar. Muitos chegam tarde da noite alcoolizados, com os ânimos totalmente alterados.

Querido leitor, desde quando isso é liberdade? Desrespeitar a família e o próprio corpo.

De repetente, estes “amigos” de balada são o máximo, e os pais não representam nada! De repente, os dias de trabalho para que eles tivessem o melhor não importam mais. As noites mal dormidas – por conta da preocupação com sua segurança – não importam mais. Os conselhos, as longas conversar, o cuidado, o zelo, o apoio incondicional... não importam mais. Isso realmente é liberdade?

Liberdade é precisar ficar embriagado para poder se divertir em uma festa? Por que, vamos combinar, que, se essa festa realmente fosse tão boa assim, você não precisaria estar sob o efeito de bebidas alcoólicas. A própria festa já seria um bom motivo de diversão!

Para muitos, liberdade é ter aqueles famosos relacionamentos abertos! De repente, a fidelidade virou algo ultrapassado. Eu, sinceramente, não consigo entender!

Sabe, quando a gente ama realmente, não há espaço no nosso coração e na nossa mente para outras pessoas!

Quando você tem paz e é livre de todo o espírito de prostituição e de adultério, você não precisa de relacionamentos extraconjugais.

Existem pessoas que são escravas do trabalho e dos seus chefes. Não se sentem livres para expor suas ideias ou para colocar em prática o que verdadeiramente acreditam ser o melhor.  Existem outras que, mesmo neste momento de crise e de desemprego, acham que ceder à preguiça é sinal de liberdade. Fazem tudo de qualquer jeito, entregam os piores resultados e sempre estão atrasadas.

Para alguns, a liberdade é sinal de autodestruição. Para mim, ser livre é saber dizer “não” e não praticar o que me faz mal. Existem pessoas que se acham livres, mas, na realidade, não conseguem dizer “não” para as drogas, “não” para o sexo e “não” para determinadas amizades, porque têm medo, porque acham que não podem viver sem elas!

Querido leitor, liberdade é algo muito mais profundo do que você imagina! Só é livre de verdade quem é livre no espírito!

Eu posso dizer, com todas as letras, que eu entendo de liberdade. Eu entendo muito bem o que é ser livre para seguir em frente, mesmo tendo perdido um filho! A liberdade de recomeçar, mesmo quando tudo e todos dizem que é tarde demais. A liberdade de andar de cabeça erguida, mesmo quando os ventos são contrários.

2 Coríntios 3.17: “Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.”

Pare e pense: O que tem te escravizado? Talvez, seja um relacionamento. Você não quer mais pensar naquela pessoa, mas o teu pensamento é escravo dela! Você vive em função dela! Fica toda hora entrando em suas redes sociais para saber se ela está ou não com outra pessoa.

Talvez, você tenha se tornado escravo de quem você odeia, porque você não consegue parar de falar mal daquela pessoa. O que você ganha com isso?

Talvez, você seja escravo da comida! Almoça já pensando no jantar. Querido, onde está a tua liberdade? Onde está tua capacidade de falar: “Não! Isso me faz mal! Vou só me alimentar do que realmente vai trazer saúde ao meu corpo”.

Existem pessoas que precisam seguir uma dieta mais restrita por causa de problemas de saúde, como diabetes, colesterol alto, etc, mas, mesmo sabendo que correm risco até de morte, não conseguem se controlar! Em vez de se alimentarem de saúde, alimentam a enfermidade!

Existem pessoas que têm síndrome de pânico e, em vez de buscarem ser livres, ficam cada vez mais isoladas.

Liberdade, querido internauta, é estar cheio do poder e da autoridade que vêm de Deus! É ter poder de resistência e autoridade para dizer “não” para o que faz mal, porque a sensação de prazer temporária não compensa os estragos que esta situação podem te trazer.

Quem tem o Espírito Santo frutifica domínio próprio! No seu domínio próprio, frutifica paz. Na sua paz, frutifica longanimidade. Na sua longanimidade, a liberdade de fazer aquelas coisas que fazem bem, de pensar no que edifica e de, inclusive, dizer “não quero”! Mas isso tudo só é possível se você entregar, verdadeiramente, sua vida para Jesus e pedir para que Ele te dê poder de resistência!

Jesus Cristo foi tão livre, que enfrentou a cruz, a injustiça, mas ressuscitou. E, até hoje, está em nós através do Seu Espírito, operando sinais, milagres e maravilhas.

Deus tem essa liberdade para você!

A liberdade não está em poder ir de um lugar para o outro, porque a escravidão pode estar dentro da sua mente! Liberdade não está em você deixar uma pessoa e procurar outra, porque você leva a sua escravidão dentro dos seus sentimentos. As pessoas mudam, mas as neuras continuam.

Liberdade não está em agredir as pessoas que sempre te amaram e sair para detonar tudo com os seus amigos, porque, nisto, está a injustiça e a ingratidão. Liberdade é passar pelo dia bom, sabendo que você pode usufruir dele sem acusação.

Só existe liberdade para quem está em Jesus Cristo, porque Ele é o caminho, a verdade e a vida!

Venha renascer em Cristo e saber o que é ser livre de mágoas, do ódio, de acusações, dos complexos... Venha renascer em Cristo e descobrir o que é ser livre para superar todos os desafios na força do Deus Todo-Poderoso.

1 Coríntios 7.21: “Foste chamado, sendo escravo? Não te preocupes com isso; mas, se ainda podes tornar-te livre, aproveita a oportunidade.”


Pense nisso!