Páginas

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Quatro motivos para esperar em Deus


Romanos 15.13: “E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito Santo.”

Quando sua esperança está firmada em uma promessa que vem do Senhor e você tem consciência de que o ciclo d’Ele será concluído, você passa a habitar em moradas de paz.

Talvez, você esteja achando que não dá mais tempo de viver o milagre, que, para você, tudo acabou, que o Senhor te esqueceu... Talvez, você esteja magoado, porque o Senhor não fez as coisas do seu jeito, ou no seu tempo. Mas, quando sua esperança está no Senhor, ela, de maneira nenhuma, será frustrada. Não aconteceu do seu jeito, porque o Senhor tem caminhos e pensamentos mais altos.

Não abra mão dos seus sonhos, mas procure, através de uma vida de oração, encher o seu coração de fé.

Muitas pessoas acabam se frustrando, pois, inconscientemente, respondem suas próprias orações. Elas acham que seus sentimentos, na verdade, são uma resposta de Deus. A resultante deste engano é o fracasso. Você acha que Deus errou, mas, na verdade, você criou expectativas sem fundamentos.

Queridos, a melhor opção é confiar no Senhor, independente do que aconteça. Ele vai encher seu coração de paz e de alegra, para que você tenha forças.

Sabe, eu aprendi que os maiores milagres acontecem no período da espera, mas isso quando a gente sabe esperar.

Quando você sabe esperar, você se alegra com aquilo que você sabe que você vai viver. Você olha para aquela cura, mesmo estando enfermo, e já se alegra, porque a fé enxerga. A esperança em Deus nos faz enxergar a manifestação do milagre. Vai ser tão forte e tão sério, que você vai esquecer todos os momentos de choro!

Vale a pena esperar

Certo dia, no final do culto, o Apóstolo Estevam e eu fomos procurados por uma mãe querida. O filho dela, infelizmente, perdeu parte de sua vida no vício das drogas. Ele chegou a ficar um ano sem consumir nada, mas, com o tempo, começou a dar algumas derrapadas. Ele ficou desesperado porque já não conseguia mais resistir. Por esse motivo, ele e a mãe nos procuraram.

Depois de orar por ele, o Apóstolo disse: “Vamos te encaminhar para o centro de recuperação da nossa igreja. Você vai ficar lá até se fortalecer. Em nome de Jesus, você já está liberto, mas precisa sair dos ambientes que te deixam mais vulnerável. Você precisa se fortalecer para conseguir resistir às tentações!”. Ele e a família teriam que passar por um período de espera. Espera que os levaria para um novo tempo.

Queridos, em todos estes anos de ministério, eu aprendi que:

Em primeiro lugar, a espera nos fortalece.

Quanto mais esperamos, mais resistentes ficamos.

Em segundo lugar, a espera nos prepara.

Existem muitas pessoas que querem casar, mas não estão preparadas para isso. Não estão preparadas para assumir uma casa, uma família, as responsabilidades do lar... Sabe o que acontece quando você não está preparado para receber algo? Você acaba abortando e matando a promessa de Deus.

Se você está esperando no Senhor, aproveite este tempo para se preparar. Desta forma, quando a promessa vier, você poderá aproveitá-la 100%.

Em terceiro lugar, a espera mostra a glória de Deus.

Ao verem suas atitudes de fé, as pessoas que estão ao seu redor vão reconhecer que Deus habita em você: “Como é que, mesmo passando por isso, ele não deixou de crer?”, “Que fé é essa?”, “Como ele consegue passar por isso sem perder a paz e a alegria?”. Isso, no final, será uma linda pregação, porque ela vai transmitir o amor de Deus. Nossas lutas acabam pregando muito mais do que nossos períodos de calmaria.

Deus quer te usar para que você seja luz do mundo e sal da terra.

Em quarto lugar, a espera prova a nossa fé.

Queridos, depois de provada, a nossa fé traz aprovação, derruba todas as barreiras do inferno e te leva a viver além do que você pensou ou imaginou. É isso o que Deus tem para a sua vida!


Receba esta palavra, renove suas forças, porque aquele que vem virá e não tardará. Que o teu crer seja cheio de paz e de alegria, em nome de Jesus. Pense nisso!

quinta-feira, 13 de abril de 2017

É tempo de ressurreição!


João 11.15: “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que esteja morto viverá”.

É meio estranho o que vou falar, mas faz sentido! Quantas vezes parece que estamos mortos? Mortos, sim! Eu acredito que a gente esteja vivendo um tempo de mortos vivos, sabia? Você, por exemplo, teve um relacionamento amoroso muito intenso... Aquela ilusão, aquele sonho, aqueles planos... mas está tudo acabado, literalmente morto!

Você até fica com raiva de quem toca no assunto. Sabe por quê? Porque você lutou, investiu, abriu mão de muitas coisas! Mas o que sobrou? Só frustração! É uma dor profunda que te impede de se abrir para um novo relacionamento. Aquele papo de “felizes para sempre” ficou só no conto de fadas!

Quem sabe você está morto para ouvir a Palavra de Deus. Um dia, você foi à igreja, ouviu a Palavra, sentiu a presença do Senhor, se envolveu na obra, mas teve tantas decepções com homens, que hoje você tem raiva! Falou em igreja, você sai correndo!

Sabe, Marta, irmã de Lázaro, estava assim. Jesus chegou para ressuscitar Lázaro, e quando Ele disse: “Retire a pedra!”, ela falou: “Não toque na tumba! É tarde demais”. Na verdade, ela esperava que Jesus chegasse a tempo de curá-lo. Mas, não! Ele chegou “atrasado”.

Não é assim que pensamos? “Eu acreditei, eu jejuei, orei, fiz um voto no altar, fui aos cultos... Eu trabalhei, mas o Senhor não chegou. Agora, não mexa! Não tire essa pedra! Sabe por quê? Já apodreceu na raiva, na mágoa, na tristeza que eu tenho, na dor que eu decidi levar para toda vida! Não toque nessa ferida...”

Mas, mesmo que você pense assim e subestime o poder do Senhor, Jesus te fala, hoje: “Tire essa pedra, porque eu tenho a ressurreição! Tire essa pedra, porque eu ainda não terminei a obra em sua vida! Volte para o altar.”.

E, então, você vai voltar mais maduro. Vai voltar para não cair na conversa de qualquer um, para não entrar nas conspirações daqueles que têm o espirito do anticristo. Às vezes, até falam que são de Deus...

Mas como alguém que dirige igreja quer destruir a outra igreja que também prega o evangelho? Como alguém pode pregar o amor de Cristo e, ao mesmo tempo, se alegrar com a destruição dos outros? Isto é confusão! Casa dividida não prospera.

Mas você vai voltar para ter experiências com Deus! Tire essa pedra, porque é tempo de ressurreição!

Tire essa pedra! Deixe de ser tão amargo, decepcionado, maldizente! Sabe, queridos, nós podemos fazer estoque de tudo: de comida, de dinheiro..., mas não tem como fazer um estoque de vida! Deus só deu uma para nós vivermos, por que não vivê-la da melhor forma possível?

Jesus te fala, hoje: "Vem, por que Eu sou a ressurreição e a vida!". 

A glória da segunda casa é maior do que a da primeira. A restauração sempre é superior às ruínas!

É como aquelas pessoas que vivem em belas casas, mas está tudo velho! Aí, vem a reforma! Nossa! Meu Deus! Nem parece a antiga, está muito melhor! Assim será com você! 

Hoje, em vez de fazer uma aliança com a morte, você vai se aliançar com Jesus, o caminho a verdade e a VIDA!


Pense nisso!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Tudo depende do ponto de vista


Zacarias 4.7:  “Quem és tu, ó grande monte? Diante de Zorobabel serás uma campina; porque ele colocará a pedra de remate, em meio a aclamações: Haja graça e graça para ela!”

Muitas vezes, a agente se depara com um monte de problemas! “Ah! Meu Deus! Estou com problemas em todas as áreas da minha vida! É uma montanha intransponível!”.

Sabe, essa é uma maneira de enxergar as situações, mas não é a única. Você pode encará-las de outra forma!

Será que esse problema na sua casa não veio para que você se humilhe mais diante de Deus e busque sabedoria? Em vez de ficar desesperado e se sentir abandonado, veja que esta dificuldade pode também te dar graça para você aprender a se relacionar melhor com as pessoas ao seu redor. Pense bem! Talvez, esta intolerância que tem incendiado sua casa pode estar se manifestando também em outros lugares.

Comece a enxergar esta montanha de problemas como as situações que vão te habilitar para você viver os sonhos de Deus na terra. Pense que, por meio deste problema, você construirá uma vida com o Senhor, porque o templo é o onde nós também nos relacionamos com Ele.

Aquela montanha estava lá, porque Zorobabel precisava construir um templo.

Ao olhar os problemas, tenha uma reação diferente: “Esta situação vai ser mais uma experiência que vou ter com Deus. Isso vai me ajudar a ficar mais próximo do Senhor.”.

Deus nunca vai permitir uma luta que você não possa suportar, mas, antes, com a provação, Ele te dará o escape.

O Senhor tem graça sobre graça! Ele tem um poder, uma força, uma sabedoria e uma estratégia que você não conhece. Mas, se você o buscar, você vai conhecê-lo, edificar uma vida com Ele e presenciar milagres, prodígios e maravilhas, em todas as áreas.

Enxugue suas lágrimas e busque solução no Senhor, porque Ele responde àquele que tem um coração aflito, quebrantado e sincero.


Pense nisso!

quinta-feira, 6 de abril de 2017

O perdão é o caminho para a liberdade!


Mateus 18.23 a 35: “Por isso, o reino dos céus é semelhante a um rei que resolveu ajustar contas com os seus servos. E, passando a fazê-lo, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos. Não tendo ele, porém, com que pagar, ordenou o senhor que fosse vendido ele, a mulher, os filhos e tudo quanto possuía e que a dívida fosse paga.  Então, o servo, prostrando-se reverente, rogou: Sê paciente comigo, e tudo te pagarei.

E o senhor daquele servo, compadecendo-se, mandou-o embora e perdoou-lhe a dívida. Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos que lhe devia cem denários; e, agarrando-o, o sufocava, dizendo: Paga-me o que me deves. Então, o seu conservo, caindo-lhe aos pés, lhe implorava: Sê paciente comigo, e te pagarei. Ele, entretanto, não quis; antes, indo-se, o lançou na prisão, até que saldasse a dívida.

Vendo os seus companheiros o que se havia passado, entristeceram-se muito e foram relatar ao seu senhor tudo que acontecera. Então, o seu senhor, chamando-o, lhe disse: Servo malvado, perdoei-te aquela dívida toda porque me suplicaste; não devias tu, igualmente, compadecer-te do teu conservo, como também eu me compadeci de ti?  E, indignando-se, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que lhe pagasse toda a dívida. Assim também meu Pai celeste vos fará, se do íntimo não perdoardes cada um a seu irmão.”

Sabe, muitas coisas na sua vida não vão para frente e estão retidas, porque o lugar da bênção está sendo ocupado pelo ódio, pela mágoa e pela falta de perdão.

É complicado e muito difícil perdoar quem nos fez mal ou quem prejudicou alguém que amamos. É triste ser vítima de atos de ingratidão e de injustiça.

É triste ver aquele relacionamento que você tanto investiu acabar, porque, para aquela pessoa, não é mais conveniente estar ao seu lado.

Eu não sei o que aconteceu com você.  O que eu sei que é que você pode até ter razão para não querer perdoar, mas você precisa ter um motivo maior para sair de tudo isso! Um deles é a sua liberdade! Talvez a pessoa que te prejudicou não mereça perdão, mas você merece ficar livre deste tormento.  Você sabia que a falta de perdão nos deixa nas mãos dos atormentadores?

Na Bíblia, há um exemplo clássico deste tormento. Em Hebreus 12, nós vemos a história de Jacó e Esaú. Eles eram irmãos gêmeos. Esaú nasceu primeiro e teria que, teoricamente, receber o direito de primogenitura, mas Deus havia escolhido Jacó.

Esaú ficou tão descompensado que não conseguiu usufruir as bênçãos que já havia recebido de Deus, e eram muitas! Ele ficou enlouquecido e tomado pelo ódio!

Ele buscou o lugar do arrependimento, mas não encontrou, porque, no fundo, nunca conseguiu perdoar o irmão.

Sabe, não podemos esquecer de que o trabalho do diabo é matar, roubar, destruir e te amarrar em sentimentos e situações que te impedem de viver o grande do Senhor, são verdadeiras cordas infernais.

Sabe, além da falta de perdão, existem outras situações que nos mantém acorrentados:

1ª) Procurar um culpado.

Quem procura culpados não encontra solução! Em vez disso, deseje perdoar!

2ª) A acusação.

Isso ocorre quando não nos sentimos dignos de progredir, por causa dos erros do passado!

Hoje, você vai quebrar estas cordas infernais! Chegou a hora do basta!

Saia desta situação e venha renascer em Cristo. Entregue sua vida a Ele. Ele vai te salvar deste ódio, desta amargura, desta acusação, deste tormento... e te dará um novo caminho. 

Pense nisso!