Páginas

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Quando resolvemos desistir

Hebreus 12: 1 e 2 “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus.”

Se você está pensando em desistir, aliás, se já desistiu, essa palavra é para você.

Talvez você esteja pensando: “Eu sei que Deus realiza, mas eu estou cansado, desiludido, desgastado... Parece que Deus está realizando milagres para todos, menos para mim!”.

Sabe o que está acontecendo? O pecado tem te prendido. Sabe o que é pecado? Pecado é tudo o que te afasta do Senhor. Pode ser, de repente, um sentimento maligno que você está alimentando.

Pode ser que você esteja olhando para Deus como se Ele não fosse fiel e poderoso, só porque as coisas não aconteceram da forma e no tempo que você queria.

Vamos combinar uma coisa? Ele vai fazer do jeito e no tempo d’Ele. Aceite porque o Senhor tem o melhor para nós. Tudo o que você precisa fazer é resistir, porque existem forças do mal lutando para que você não alcance suas promessas.

Sabe, eu aprendi que, muitas vezes, para alcançarmos as nossas promessas, temos que passar pelo dia da cruz, ou seja, o dia de sofrer injustamente. O dia de levarmos a culpa pelos outros. Foi o que aconteceu com Cristo.

Passar pelo dia da cruz é ser humilhado, sem ter feito nada de mal para a pessoa que te humilhou e sem ter direito à defesa. Dia de cruz é ver os sonhos morrendo, mas também é o dia da ressurreição.

Assim como Jesus, nós não podemos focar na cruz e no sofrimento, precisamos enxergar o que virá depois.

Se você permanecer fiel, sabe o que vai acontecer? Você se assentará à destra do trono de Deus, porque somos um com Cristo.

Você será reconhecido como aquele que resistiu, como aquele que não caiu nas loucuras do inferno, como aquele que decidiu ser uma frustração para o inferno.

Quando você resiste e decide atender às expectativas de Deus, Ele te dá vitória além do que você pediu, pensou ou imaginou.

Aguente essa cruz, porque a ressurreição virá, e você será reconhecido como vitorioso, não como aquele que fugiu do gigante, mas como aquele que o derrubou.



Pense nisso!