Páginas

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Sete aspectos importantes sobre o jejum


Hoje, eu separei um tempinho para falar com vocês sobre jejum! Na Igreja Renascer em Cristo, estamos fazendo o Jejum da Vitória Contra os Moabitas. 

É claro que jejuar envolve muito mais do que se abster de algo. É um período de oração, de santificação e de buscarmos mais ao Senhor!

Muitas pessoas têm me perguntado sobre a importância do jejum. Eu separei alguns aspectos que a Bíblia nos mostra.

1º) Jejum é uma arma espiritual

Daniel 10.1 a 3 e 12 a 14: “No terceiro ano de Ciro, rei da Pérsia, foi revelada uma palavra a Daniel, cujo nome é Beltessazar; a palavra era verdadeira e envolvia grande conflito; ele entendeu a palavra e teve a inteligência da visão. Naqueles dias, eu, Daniel, pranteei durante três semanas. Manjar desejável não comi, nem carne, nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com óleo algum, até que passaram as três semanas inteiras. Então, me disse: 

Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia. Agora, vim para fazer-te entender o que há de suceder ao teu povo nos últimos dias; porque a visão se refere a dias ainda distantes”

O jejum de Daniel o livrou de todos os tormentos e lhe trouxe revelação.

2º) O jejum é usado para buscamos mais intimidade com Deus

3º) Jejuamos para nos purificar e nos santificar

4º )Através do jejum, mostramos nossa dependência de Deus

2 Crônicas 20:3 “Então Jeosafá teve medo, e pôs-se a buscar ao Senhor, e apregoou jejum em todo o Judá.”

Esdras 8:21 “Então proclamei um jejum ali junto ao rio Ava, para nos humilharmos diante do nosso Deus, a fim de lhe pedirmos caminho seguro para nós, para nossos pequeninos, e para toda a nossa fazenda.”

5º) O jejum não deve ser usado para causarmos uma boa impressão aos outros

Mateus 6:17-18 “Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não mostrar aos homens que estás jejuando, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.”

Nesta passagem, fica claro que o jejum traz recompensa aos que o praticam! Mas essa não pode ser a nossa motivação! O jejum é uma oferta de amor!

No caso do Daniel, vemos que ele ficou mais forte e recebeu revelações profundas.

6º) Devemos buscar fazer o jejum que agrada ao Senhor

Isaias 58:3 a 14 “dizendo: Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso? Por que afligimos a nossa alma, e tu não o levas em conta? Eis que, no dia em que jejuais, cuidais dos vossos próprios interesses e exigis que se faça todo o vosso trabalho. Eis que jejuais para contendas e rixas e para ferirdes com punho iníquo; jejuando assim como hoje, não se fará ouvir a vossa voz no alto.

Seria este o jejum que escolhi, que o homem um dia aflija a sua alma, incline a sua cabeça como o junco e estenda debaixo de si pano de saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aceitável ao Senhor? Porventura, não é este o jejum que escolhi: que soltes as ligaduras da impiedade, desfaças as ataduras da servidão, deixes livres os oprimidos e despedaces todo jugo? Porventura, não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desabrigados, e, se vires o nu, o cubras, e não te escondas do teu semelhante?

Então, romperá a tua luz como a alva, a tua cura brotará sem detença, a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda; então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o dedo que ameaça, o falar injurioso; se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.

Senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam. Os teus filhos edificarão as antigas ruínas; levantarás os fundamentos de muitas gerações e serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável. Se desviares o pé de profanar o sábado e de cuidar dos teus próprios interesses no meu santo dia; se chamares ao sábado deleitoso e santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, não pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falando palavras vãs, então, te deleitarás no Senhor. Eu te farei cavalgar sobre os altos da terra e te sustentarei com a herança de Jacó, teu pai, porque a boca do Senhor o disse."

7º) As bênçãos descritas no livro de Isaías:

1- Romperá a tua luz como a alva;

2- A tua cura brotará sem detença;

3- A tua justiça irá adiante de ti;

4- E a Glória do Senhor será a tua retaguarda;

5- Então clamarás e o Senhor te responderá;

6- Gritarás por socorro e o Senhor dirá: Eis-me aqui;

7- A tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia;

8- O Senhor te guiará continuamente;

9- Fartará a tua alma até em lugares áridos;

10- Fortificará os teus ossos, serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam;

11- Os teus filhos edificarão antigas ruínas;

12 Levantarás os fundamentos de muitas gerações;

13- Serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável;

14- Então, te deleitarás no Senhor: Eu te farei cavalgar sobre os altos da terra e te sustentarei com a herança de Jacó, teu pai, porque a boca do Senhor o disse.

Pense nisso!