Páginas

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Seja leve!

Apocalipse 12: 10 “Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o Reino de Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus.”.

Queridos, quantas vezes, nós somos mais severos, mais cruéis para conosco do que com outras pessoas?

Sabe o porquê disso? Nós já somos perdoados por Deus, mas a gente não se perdoa. Nós achamos que não somos merecedores de nada. Achamos que, por causa de um passado, por causa de um erro, por causa de uma cilada de Satanás – você cedeu e caiu em um pecado – você não vai mais ter direito de estar na presença do Senhor.

Para você, acabou! Mas a Palavra de Deus diz: Com o Senhor, está o perdão, para que Ele seja temido! E quem é o acusador? É Satanás!

Pior do que cair, é ficar prostrado! Não seja o seu pior inimigo, não alimente mais pensamentos destrutivos, não dê mais ocasião para o diabo te acursar.

Olha! Só não tem jeito mesmo, para quem não se arrepender!

Aqueles que não se arrependem, que se escondem atrás de justificativas, que ficam arranjando culpados... para eles não tem jeito mesmo! Mas se nós nos arrependermos e confessarmos os nossos pecados, o Senhor é fiel e justo, para nos perdoar e nos justificar de toda injustiça!

Olha! Muitas coisas poderiam ser melhores, se simplesmente deixássemos o nosso orgulho de lado e admitíssemos: “Desculpe, eu errei! O meu coração me enganou! Eu estava errado, mas eu quero uma oportunidade para concertar o que fiz.”.

Não existe nada mais decepcionante do que você conversar com alguém que está errado e ainda se sente o ser mais injustiçado do mundo! Fica de cara feia, se justificando, se fazendo de vítima!

Precisamos entender que o Senhor é perdoador, mas é necessário que a gente se humilhe.

Se você já se arrependeu, se humilhou na presença do Senhor, já confessou o seu pecado e já restaurou o seu altar de adoração, sinta-se leve!

Não se deixe mais abater pelo acusador! Aquele que se humilha diante da poderosa mão do Senhor, no tempo certo, Deus o exalta, o coloca por cabeça.

É o que está escrito, em Tiago 4:6 “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.”.

As coisas vão dar certo para você, sim! Você já confessou o seu pecado ao Senhor? Já se arrependeu? Já pediu perdão? Então, você já fez a sua parte. Agora, se a outra pessoa envolvida na história não aceitou, isso é problema dela! Mas você escolheu estar limpo, diante do altar de Deus!

Se o pecado conseguiu te levar para longe da Casa de Deus, volte! É tempo de receber o amor do Pai, que cobre multidão de pecados e viver a glória da segunda casa!


Pense nisso!

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Lidando com situações inesperadas!

Olá tudo bem? Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo em Provérbios 3: 25 e 26 “Não temas o pavor repentino, nem a arremetida dos perversos, quando vier. Porque o Senhor será a tua segurança e guardará seus pés de serem presos.”

No primeiro capítulo do livro "Vivendo de Bem com a Vida”, eu falo que muitas vezes nos encontramos no meio de situações inesperadas. Eu até inicio o texto dizendo que “o ideal seria começar tudo do começo”, mas nem sempre dá.

Veio do nada para me tirar tudo...

Muitas vezes, você se depara com situações que você não estava preparado. Lutas que vêm do nada: a interrupção de uma gravidez, um acidente de carro, uma demissão, uma traição, o rompimento de um relacionamento, a morte de alguém que você ama... De repente, você acorda e está no meio de uma loucura.

Como dizia minha avó, são situações que te deixam de “calças curtas”. Apesar de que hoje em dia, algumas mulheres usam cada shortinho... misericórdia! É muito complicado quando em nossa vida nem sempre conseguimos levar tudo com bom humor.

Desnorteada? Não, a Bíblia já deixou um caminho

Mesmo que seja difícil, a Palavra de Deus fala para não temermos o pavor repentino. Pavor repentino é o medo que sentimos quando nos deparamos com situações novas, complicadas e aparentemente sem solução.

Na Bíblia, está escrito “não temas”. Quando Deus fala: “Não tenha medo” é porque vai dar medo mesmo. Quando o Senhor falou para Josué: “Seja forte e corajoso”, com certeza, ele enfrentaria situações que o deixaria fraco, impotente e com vontade de desistir.

Deus já preparou Josué para a situação que ele enfrentaria. É como se o Senhor falasse “Eu sei que você vai ficar espantado, mas segura essa. Você pode!”.

Hoje, se você está totalmente atordoada por causa das lutas, ou até mesmo espantada ao ver uma pessoa que era muito próxima de você ser capaz de te fazer tanto mal, não se deixe abalar.

Não tema o pavor repentino e muito menos os golpes do perverso. Não tema a arremetida daquele que é mal, que tem prazer em causar dano à sua vida, aquela pessoa que é verdadeiramente uma extensão do inferno!

Infelizmente, assim como tem gente que é uma extensão de Deus, existem pessoas que se deixam dominar pelo inimigo e vêm com tudo para roubar, matar e destruir seus sonhos.

Assuma o controle

Faça do Senhor a sua segurança. Ele te deixará de cabeça erguida, Deus vai guardar os teus pés neste campo minado, para você não ficar refém desta situação.

Faça dessa palavra a tua verdade! Sabe como? Invocando:  "Senhor, seja a minha segurança e me livra de fazer o que meus pés têm vontade. De correr covardemente, de ficar paralisada ou desequilibrada. Livra-me de todo o laço do inimigo, que quer me amarrar, me colocar em uma cama de depressão, em  uma cadeia de ódio, vingança, loucura,  desespero,  choro e de revolta contra Deus!".

Quando você faz desta palavra o teu caminho, você encontra luz e a verdade! Deus é contigo, faça d´Ele a sua segurança! Você pode todas as coisas, porque Ele te fortalece. 

Pense nisso!

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Cuidado com os seus desejos!

Hoje, eu quero dividir algo muito sério com vocês! está em 2 Samuel 13: 1 a 16

"E aconteceu depois disto que, tendo Absalão, filho de Davi, uma irmã formosa, cujo nome era Tamar, Amnom, filho de Davi, amou-a. E angustiou-se Amnom, até adoecer, por Tamar, sua irmã, porque era virgem; e parecia aos olhos de Amnom dificultoso fazer-lhe coisa alguma.

Tinha, porém, Amnom um amigo, cujo nome era Jonadabe, filho de Siméia, irmão de Davi; e era Jonadabe homem mui sagaz. O qual lhe disse: Por que tu de dia em dia tanto emagreces, sendo filho do rei? Não mo farás saber a mim? Então lhe disse Amnom: Amo a Tamar, irmã de Absalão, meu irmão.

E Jonadabe lhe disse: Deita-te na tua cama, e finge-te doente; e, quando teu pai te vier visitar, dize-lhe: Peço-te que minha irmã Tamar venha, e me dê de comer pão, e prepare a comida diante dos meus olhos, para que eu a veja e coma da sua mão.

Deitou-se, pois, Amnom, e fingiu-se doente; e, vindo o rei visitá-lo, disse Amnom, ao rei: Peço-te que minha irmã Tamar venha, e prepare dois bolos diante dos meus olhos, para que eu coma de sua mão. Mandou então Davi à casa, a Tamar, dizendo: Vai à casa de Amnom, teu irmão, e faze-lhe alguma comida.

E foi Tamar à casa de Amnom, seu irmão (ele porém estava deitado), e tomou massa, e a amassou, e fez bolos diante dos seus olhos, e cozeu os bolos. E tomou a frigideira, e os tirou diante dele; porém ele recusou comer. E disse Amnom: Fazei retirar a todos da minha presença. E todos se retiraram dele.

Então disse Amnom a Tamar: Traze a comida ao quarto, e comerei da tua mão. E tomou Tamar os bolos que fizera, e levou-os a Amnom, seu irmão, no quarto.

E chegando-lhos, para que comesse, pegou dela, e disse-lhe: Vem, deita-te comigo, minha irmã. Porém ela lhe disse: Não, meu irmão, não me forces, porque não se faz assim em Israel; não faças tal loucura. Porque, aonde iria eu com a minha vergonha? E tu serias como um dos loucos de Israel. Agora, pois, peço-te que fales ao rei, porque não me negará a ti.

Porém ele não quis dar ouvidos à sua voz; antes, sendo mais forte do que ela, a forçou, e se deitou com ela. Depois Amnom sentiu grande aversão por ela, pois maior era o ódio que sentiu por ela do que o amor com que a amara. E disse-lhe Amnom: Levanta-te, e vai-te. Então ela lhe disse: Não há razão de me despedires assim; maior seria este mal do que o outro que já me tens feito. Porém não lhe quis dar ouvidos."

Olha só isso! Quantas pessoas não vivem o mesmo. São consumidas por desejos de trair, de abusar, de se drogar, de comer que nem um descontrolado... Aquilo fica martelando, martelando, martelando em sua cabeça, dia e noite. Você sabe que está totalmente errado, mas você se deixa dominar.

O que aparece para ajudar?  Um “amigo”, que te dá dicas e estratégias para você realizar o seu desejo, sem ser exposto, como se fosse possível!

E o que acontece? Você cede, prática aquele mal e depois não consegue nem mais ver, de tanta aversão.

Só que a consequência é inevitável. Aconteceu com Amnom! Seu irmão, Absalão, ficou sabendo do estupro e bolou uma estratégia para matá-lo.

Sabe por que Amnonm morreu e quase desgraçou toda a família? Porque não soube dominar os seus desejos.

Hoje, eu quero te perguntar: O quanto tem te custado não dominar os teus desejos? Será que realizá-los vai trazer a paz que você tanto busca, ou vai te deixar arrasado?

Talvez, seu caso não seja tão extremo como estes. Podem ser outros, por exemplo, existem tantas pessoas que, por problemas pessoais, ficam postando um monte de indiretas na internet. E eu pergunto: Valeu a pena perder esse tempo? Por que você tem que ser um portador de más notícias? Se Deus te deu capacidade, use-a para o bem!

De onde vem tanta fofoca? De Deus, com certeza, não! Jesus veio para libertar os cativos, formar discípulos, não para fazer picuinhas. Se somos continuadores de suas obras, para que ficar criando intrigas e perder tempo com discussões improdutivas?

De repente, você é jovem e, do nada, decidiu liberar geral e se arrebentar na balada. O que você ganhou com isso?

Traidores, mentirosos, ladrões... para muitos, estes são espertos! Só que inteligente e sábio é aquele que sabe se dominar. Um dos frutos do espírito Santo é o domínio próprio.

Eu sei que muitas pessoas não conseguem, não tem forças! Se você está assim, vai para a igreja! Tenha momentos diários de oração! Não se dobre! Não seja o seu maior inimigo!

Estes impulsos e estes pensamentos são uma arma do inimigo! Contra ela, só o sangue de Jesus Cristo!

Faça um jejum! O jejum nos purifica, nos torna disciplinados e nos fortalece.

Você vai se encher da palavra de Deus! Chega de cair na mesma armadilha! Saia deste caminho de morte!

Você pode, sim, dominar todas as coisas, se fortalecendo no Senhor! Não ignore o seu adversário! Lembre-se do que está escrito em  2 Coríntios 2:11: não ignore os desígnios de Satanás, para que ele não alcance vantagem sobre ti.

O espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo! Ele não traz loucura, traz paz! Ele traz amor, não uma obsessão. Ilumina nosso caminho, não nos deixa padecer nas trevas!

Se você está dominado por esses desejos, coloque a mão na sua cabeça e clame: Senhor, eu quero levar cativo todo pensamento à obediência de Jesus Cristo! Eu não quero mais errar. Eu não quero mais me destruir e prejudicar as pessoas que estão no meu caminho! Ajude-me, Senhor, e me dê graça para que eu seja uma bênção!”

O Senhor vai te fortalecer, te dar graça! Vá para a igreja, porque a Palavra de Deus nos livra daquilo que é mortal!

Se Amnom, antes de se render aos seus desejos, tivesse buscado um sacerdote, para se aconselhar, ou mostrasse suas dificuldades ao seu pai, o rei Davi, ele teria recebido uma palavra de vida, e esta história não terminaria em tragédia!



Pense nisso!

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Como superar isso?

2 Samuel 12: 15 a 25 “Então, Natã foi para sua casa. E o SENHOR feriu a criança que a mulher de Urias dera à luz a Davi; e a criança adoeceu gravemente. Buscou Davi a Deus pela criança; jejuou Davi e, vindo, passou a noite prostrado em terra. Então, os anciãos da sua casa se achegaram a ele, para o levantar da terra; porém ele não quis e não comeu com eles.

Ao sétimo dia, morreu a criança; e temiam os servos de Davi informá-lo de que a criança era morta, porque diziam: Eis que, estando a criança ainda viva, lhe falávamos, porém não dava ouvidos à nossa voz; como, pois, lhe diremos que a criança é morta? Porque mais se afligirá.

Viu, porém, Davi que seus servos cochichavam uns com os outros e entendeu que a criança era morta, pelo que disse aos seus servos: É morta a criança? Eles responderam: Morreu. Então, Davi se levantou da terra; lavou-se, ungiu-se, mudou de vestes, entrou na Casa do SENHOR e adorou; depois, veio para sua casa e pediu pão; puseram-no diante dele, e ele comeu.

Disseram-lhe seus servos: Que é isto que fizeste? Pela criança viva jejuaste e choraste; porém, depois que ela morreu, te levantaste e comeste pão. Respondeu ele: Vivendo ainda a criança, jejuei e chorei, porque dizia: Quem sabe se o SENHOR se compadecerá de mim, e continuará viva a criança? Porém, agora que é morta, por que jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim.

Então, Davi veio a Bate-Seba, consolou-a e se deitou com ela; teve ela um filho a quem Davi deu o nome de Salomão; e o SENHOR o amou. Davi o entregou nas mãos do profeta Natã, e este lhe chamou Jedidias, por amor do SENHOR.”

A morte e a perda são situações dificílimas de serem superadas, ainda mais quando você é o culpado! Palavras e atitudes que acabaram com seu casamento, que fecharam uma boa porta de emprego, que te fizeram perder seu melhor amigo...

Às vezes, a sua situação envolve a perda de um familiar. Você entregou seu pai, sua, mãe ou seu filho para Deus, antes do tempo... É uma dor indescritível.

Eu imagino a dor que Davi sentiu ao ter que enterrar o próprio filho, sabendo que ele poderia ser o principal responsável por aquela enfermidade.

Muitas mortes que a gente enfrenta vêm carregadas de acusação. São pensamentos que nos desestruturam, por completo, como: Você devia ter passado mais tempo com seu pai... Você deveria ter valorizado mais as virtudes da sua mãe... Agora é tarde demais para perdoar... Seu filho morreu, porque você foi uma péssima mãe, você não soube dar atenção... Você deixou seu amigo morrer, sem ter falado de Jesus para ele...

A morte vem para nos matar também, ainda que seja aos poucos. Vem para marcar as pessoas com culpa e com uma dor tão profunda, que parece que nunca vai cicatrizar. Como se a gente fosse responsável pela vida ou por todas as escolhas de quem amamos.

Quando não conseguimos superar a perda ou a morte, nossos dias ficam vazios, parece que nós não sabemos mais viver. Eu imagino como deve ser para uma pessoa, que foi casada durante 30, 40, 50 anos, perder seu marido, ou esposa. Parece que a vida perdeu o sentido.

Olha, hoje, eu quero dizer que, por mais que pareça que não tenha mais jeito, há um caminho de superação.

Davi encontrou este caminho, quando entendeu que tudo acontece pela vontade de Deus. Não cai um fio de cabelo, da nossa cabeça, sem que o Senhor esteja no controle.

Se o inimigo vier te acusar, todos nós pecamos e dependemos da graça de Deus. O Senhor poderia ter ressuscitado? Poderia, mas o plano não era esse. Por quê? Para que ficasse um memorial. Davi não sabia que a história dele estaria na Bíblia, no Livro de Deus, e que alimentaria e serviria de exemplo para muitas pessoas, como eu, por exemplo. Um legado que ultrapassou gerações e se manteve inabalável.

Às vezes, você acha que a sua história não passa de uma história. Isso não é verdade. Talvez, a sua história sirva para que novas histórias sejam escritas. Então, em primeiro lugar, você vai se levantar e vai clamar: “Senhor, me consola, me conforta... Se eu não fiz o que deveria, me perdoa! Se as minhas atitudes contribuíram para este mal, lava-me, com Teu sangue, me purifica! Senhor, eu quero viver um novo tempo!”.

Em segundo lugar, vá para a igreja, louve e busque a Deus. A presença d´Ele nos cura, nos restaura, nos redime, nos edifica, nos consola e nos dá estratégia, para vivermos o bem do Senhor, na terra dos viventes!

Aonde há o Espírito de Deus, há liberdade. Eu tenho muitos louvores que falam sobre isso! A partir de hoje, você vai ficar livre deste peso, desta mágoa, desta acusação e desta dor! O Espírito Santo, nosso consolador, vai selar, vai cauterizar esta ferida, o sangue vai parar de jorrar e a cicatriz vai desperecer. Só vai permanecer as marcas do amor de Deus sobre sua vida.

Em terceiro lugar, comece um novo tempo!

No enterro do filho, Davi chorou? Chorou! Mas, ele renovou suas forças, levantou-se, consolou a esposa, louvou ao Senhor e se abriu para viver um novo tempo! Aquele novo tempo gerou Salomão, o rei mais sábio de Israel.

Desse novo tempo que você vai começar, a partir de hoje, você vai gerar sabedoria, força, superação, consolo e alegria.



Em Deus, sempre existirá um caminho! Pense nisso!

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Chegou a hora de dar um basta nesta situação!

Olá, tudo bem? Hoje, eu tenho uma palavra que, com certeza, vai mudar os seus conceitos.

Quero te convidar a meditar comigo em  Salmo 19: 14 “As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu”.

Você está cansado de errar? Você está cansado de cometer as mesmas loucuras, do mesmo jeito? De sempre ficar nervoso pelo mesmo motivo? De sempre chorar pelo mesmo problema? Chegou a hora de mudar, né? Deus nos chamou para andarmos em novidade de vida!

Eu conheço pessoas que têm uma capacidade indescritível de se meter em confusão! O motivo? Falar dos outros e “cuidar” de problemas que não são seus.

O que eu mais me impressiona são os argumentos de pessoas assim: “Mas, Bispa, ele falou mesmo!”.

Sabe qual é a minha resposta: "Se falou ou não, você não precisa repassar! Se você não pode ajudar, não atrapalhe!".

Muitas vezes, as pessoas não te procuram para contar seus problemas, por mais que você seja inteligente e domine a Bíblia, porque elas sabem que você é um ‘boca mole’.

Você, mesmo sabendo disso, não se contem, vai lá e fala mesmo! Sabe o que acontece? Mesmo que as suas intenções sejam as melhores, você leva a fama de fofoqueiro, e não importa se foi o outro que falou. No final, sobra pra você!

Você abre a boca, cria polêmica, mas, depois, não aguentas as consequências do que você falou.

Pare e reflita nisso!

Outra característica que prejudica muito é a inconstância. Ela te deixa cheio de projetos inacabados. Ou seja, você não evolui em nada!

Por exemplo, existem pessoas que toda hora estão mudando de emprego, porque não aguentam isso, não aguentam aquilo.... E ainda reclamam na frente de todo mundo. O máximo que você vai conseguir, agindo desta forma, é manchar sua carteira de trabalho.

Sabe por que você passa pela mesma luta? Porque você sempre tropeça na sua língua e, ainda por cima, vem com aquele papo: “Não sei por que Deus permite!”.

Antes de Deus te ajudar, você precisa se ajudar! Você já imaginou se Ele prosperasse tudo o que você fala? Existem mães, que ao olharem para a prova do filho, em vez de conversar e procurar saber o que aconteceu, fazem um terrorismo com a criança: “Olha essa nota! Muleque burro! Sua única obrigação na vida é estudar. Você é um vagabundo!”.

Imagine se Deus levar isso em consideração? O que seria do seu filho? Em vez de julgar e amaldiçoar, incentive, ajude-o! Tenho certeza de que o resultado da próxima prova será melhor! Procure saber o que está tirando a concentração dele e tome uma atitude.

Imagine, então, se Deus prosperasse aqueles seus lamentos em dias de depressão: “Por que Deus não me mata de uma vez?”, “Ninguém me ama!”, “Sou a pessoa mais infeliz da terra”....?

Chegou a hora de mudar de discurso e de atitude

Comece fazendo com que as palavras que saem dos seus lábios sejam agradáveis a Deus! Se o seu filho não está indo bem na escola, ore por ele: “Senhor, meu filho tem dificuldades em aprender, mas eu creio que o dom da sabedoria vem de Ti! Deus, abençoe meu filho com este dom!”.

Em vez de pedir que Deus te mate, ore: “Senhor, me dá a vitória que o Senhor deu a Davi!”.

Você pensa que vencer aquele gigante era fácil? O exército inteiro tinha medo de Golias! Ninguém tinha coragem de enfrentá-lo!

Mas Davi foi ousado e teve o discurso que agradou a Deus: “Quem é esse monstro, incircunciso filisteu? Quem é ele pra afrontar o exército de Deus?”.

O segredo é fazer com que os teus pensamentos e as tuas palavras vençam aquilo que veio te matar!

Pode fazer um comparativo. Você já reparou que as pessoas que só falam mal dos outros, reclamam e amaldiçoam são mais infelizes?

Já as pessoas que falam do amor Deus, dos seus milagres e das bênçãos que Ele tem pra derramar são mais leves.

Quando seu pensamento e o seu discurso mudam, o ambiente muda também! Com este posicionamento, Deus também te dá criatividade e estratégias. Você passará a enxergar as coisas de uma forma diferente. Como Davi, que conseguiu enxergar naquela pedra uma arma devastadora.

Eu quero finalizar o pensamento de hoje com dois versículos:

“A língua serena é a árvore da vida, mas a perversa quebranta o espírito” – Provérbios 15: 4.

“Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo”. – Provérbios 16: 24 

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

O equilíbrio e a ousadia de Calebe!

Hoje, eu quero repartir com vocês um texto que tem me ministrado muito. Está em 2 Timóteo 1:  7 “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação”.

Uma das coisas que me marcaram muito é o fato de Calebe ter esperado 45 anos. Posso concluir que ele tinha um espirito de moderação. Só alguém muito equilibrado consegue suportar ficar todo este tempo no deserto, sem perder a fé e a alegria.

Sinceramente, equilíbrio é o que mais tem faltado nas pessoas, ultimamente. Nunca vivi em uma época de pessoas tão desiquilibradas! Um dia, amam... No outro, odeiam, a ponto de matar! No domingo estão louvando a Deus na igreja... Na segunda, não acreditam em mais nada!

De uma mesma fonte, não podem proceder coisas boas e coisas ruins. Isso é sinal de contaminação.

Se você está assim é tempo de se purificar. O que está contaminando o seu coração? A gente se livra do mal que habita em nós, confessando para Deus o nosso pecado. Temos que expor nossas vulnerabilidades e nossas falhas.

Hoje, você vai tirar toda a sujeira debaixo do tapete. Sabe aquelas pessoas que limpam a casa superficialmente? Mais cedo ou mais tarde, o pó que estava debaixo da cama, debaixo dos armários, da mesa... vai se manifestar. Pode ser através de uma alergia respiratória ou através de uma visita que deixa cair o brinco no chão e, ao se abaixar, vê toda aquela sujeira de baixo do sofá! Meu Deus, que vergonha!

Quem está sujo não consegue disfarçar por muito tempo! Por isso, limpe-se, humilhe-se diante do Senhor.

Sabe, em Ezequiel 21, está escrito que aqueles que se humilham diante do Senhor serão exaltados.

Além da moderação, Deus nos deu o amor! Quando você tem convicção no amor, o medo desaparece! Em 1 João 4, está escrito que o amor lança fora o temor.

Que hoje, você se sinta agasalhado pelo amor de Deus. Olha, só vai acontecer o que Ele permitir. Não cai uma folha da árvore, sem que seja da vontade d´Ele.  E essa guerra que estou vivendo, bispa?

Guerra é disputa de território! O inimigo quer conquistar um território que te pertence, e você está na posição de defesa, lutando para manter o que você ama. É uma zona de conflito!

Para vencer, você precisa se armar com a Palavra de Deus, se fortalecer em jejum e oração. Você não vai entregar os pontos, vai resistir até o fim!

Peça para o Senhor te fortalecer e te dar sabedoria, para lidar com as situações da melhor maneira possível.

Murmuração atrai o exterminador, mas a humildade atrai a Graça de Deus!

Aquele que tem suas misericórdias renovadas, a cada manhã, vai te conduzir em triunfo e te mostrar o amor que tem por você. Você não é uma criatura, é filho amado do Senhor!

Ainda falando em guerras, quero falar um pouco mais sobre Calebe. Ele esperou 45 anos para viver a promessa! Ao entrar na Terra Prometida, ele poderia ter falado para Josué: Olha, eu já suportei tudo o que eu podia, já esperei demais... Por favor, coloque outro para lutar no meu lugar!

Mas ele pediu para guerrear! Era ousado! Está é outra marca que Deus deixou em nós!

Aquele que te enviou te fará mais que vencedor. Sua esperança no Senhor não será envergonhada!



Pense nisso!

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

A opinião que realmente pode te ajudar!

O Pensamento do Dia de hoje está em 1 Samuel 17: 39 e 40 “Davi cingiu a espada sobre a armadura e experimentou andar, pois jamais a havia usado; então, disse Davi a Saul: Não posso andar com isso, pois nunca o usei. E Davi tirou aquilo sobre si. Tomou o seu cajado na mão, e escolhei para si cinco pedras lisas do ribeiro, e a pôs no alforje de pastor, que trazia, a saber, no surrão; e, lançando mão da sua funda, foi-se chegando ao filisteu”.

Mais cedo ou mais tarde, você vai se deparar com um gigante e terá que enfrentá-lo. Quando temos um gigante para enfrentar, sempre vem um monte de gente para dar opinião, não é verdade? “Ah! Faz isso! Por que você não faz aquilo? Se eu fosse você, faria diferente! Ah! Você é trouxa! Você é bobo! Você é isso! Você é aquilo”. E, muitas vezes, ainda falam: “É melhor nem tentar! Deixa pra lá! Não vai dar certo mesmo! Olha, que eu te avisei, heim!”.

Querido, Deus está falando com você no teu espírito e está permitindo que você passe por esta luta. Ele não permitirá que você passe por ela e saia derrotado!

Mas, quando a gente veste a opinião daqueles que não caminham com Deus, estamos vestindo a opinião de quem foge da luta, de quem foge da guerra. Estamos assumindo a opinião do covarde, daquele que fica ouvindo o insulto, mas tem medo de tomar uma posição, tem medo de enfrentar.

Vestimos a opinião do infiel, do que procura seus interesses ou daquele que fala mal de quem já tem fez bem. Sabe qual é a consequência? Você não consegue mais caminhar, fica inerte! Você pode até estar com a armadura, pode até estar com a espada, mas você não consegue se mexer.

O que nos faz andar é a unção de Deus em nossas vidas. As opiniões são os obstáculos que encontramos no caminho. Você pode se machucar, se intimidar, ou simplesmente se desviar!

Em nome de Jesus, este gigante vai cair! Sentindo medo, você nunca vai derrubá-lo. Preocupando-se com a opinião dos outros, a derrota será o seu destino. Você não precisa de torcida. A opinião mais importante é a de Deus. A vontade d´Ele é soberana.

Deus já te entregou as armas que você precisa. Pode ser um louvor, uma oração, uma oferta, um jejum, seu ministério.

 A Palavra de Deus para sua vida hoje é: “Não temas! Porque eu sou contigo! Não te espantes, porque eu sou o teu Deus! Eu te esforço, te ajudo e te sustento com a minha destra fiel! Eis que envergonhados e confundidos serão todos os que se levantam contra ti! Você vai procurar, mas não vai encontrar!” (Isaías 41:11).

Esta é a pedra que Deus colocou hoje na sua mão! Se o inimigo vier, ela te dará vitória!

Sabe, Davi foi duplamente afrontado. Em primeiro lugar, pelos de dentro, pelos seus irmãos e o rei Saul. Eles fazem parte da turma do “deixa pra lá”. Em segundo lugar, ele foi afrontado pelos de fora. Lá, do outro lado, esteva o gigante Golias e o seu exército. Davi tinha que vencer os dois!

Se hoje, ninguém torce por você, ninguém acredita que você vai sair dessa situação ileso e vitorioso, não se preocupe! Deus é contigo! A vontade d´Ele está acima de tudo e de todos! Ele te escolheu e te conduzirá em triunfo!


Pense nisso!