Páginas

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Faça uma aliança com a vida!

João 11: 15 “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que esteja morto viverá”.

É meio estranho o que vou falar, mas faz sentido! Quantas vezes parece que estamos mortos? Mortos, sim! Eu acredito que a gente esteja vivendo um tempo de mortos vivos, sabia? Você, por exemplo, teve um relacionamento amoroso muito intenso... Aquela ilusão, aquele sonho, aqueles planos... mas está tudo acabado, literalmente morto!

Você até fica com raiva de quem toca no assunto. Sabe por quê? Porque você lutou, investiu, abriu mão de muitas coisas! Mas o que sobrou? Só frustração! Uma dor tão profunda, que você não quer se abrir para um novo relacionamento. Aquele papo de “felizes para sempre” ficou só no conto de fadas!

Quem sabe você está morto para ouvir a Palavra de Deus. Um dia, você foi à igreja, ouviu a Palavra, sentiu a presença do Senhor, se envolveu nos ministérios, mas teve tantas decepções com homens, que hoje você tem raiva! Falou em igreja, você sai correndo!

Sabe, Marta, irmã de Lázaro, estava assim. Jesus chegou para ressuscitar Lázaro, e quando Ele disse: “Retire a pedra!”, ela falou: “Não toque na tumba! É tarde demais”. Na verdade, ela esperava que Jesus chegasse na hora de curá-lo e não o deixa-se morrer. Mas, não! Ele chegou “atrasado”.

Não é assim que pensamos? “Eu acreditei, eu jejuei, orei, fiz um voto no altar, fui aos cultos... Eu trabalhei, mas o Senhor não chegou. Agora, não mexa! Não tire essa pedra! Sabe por quê? Já apodreceu na raiva, na mágoa, na tristeza que eu tenho, na dor que eu decidi levar para toda vida! Não toque nessa ferida...”

Mas, mesmo que você pense assim e subestime o poder do Senhor, Jesus te fala, hoje: “Tire essa pedra, porque eu tenho a ressurreição! Tire essa pedra, porque eu ainda não terminei a obra em sua vida! Volte para o altar.”.

E, então, você vai voltar mais maduro. Vai voltar para não cair na conversa de qualquer um, para não entrar nas conspirações daqueles que têm o espirito do anticristo. Às vezes, até falam que são de Deus...

Mas como alguém que dirige igreja quer destruir a outra igreja que também prega o evangelho? Como alguém pode pregar o amor de Cristo e, ao mesmo tempo, se alegrar com a destruição dos outros? Isto é confusão! Casa dividida não prospera.

Mas você vai voltar para ter experiências com Deus! Tire essa pedra, porque é tempo de viver ressurreição!

Tire essa pedra! Deixe de ser tão amargo, decepcionado, maldizente! Sabe, queridos, nós podemos fazer estoque de tudo: de comida, de dinheiro..., mas não tem como fazer um estoque de vida! Deus só deu uma para nós vivermos, por que não vive-la da melhor forma possível?

Jesus te fala, hoje: Vem, eu sou a ressurreição e a vida!

A glória da segunda casa é melhor do que a da primeira. A restauração sempre é muito melhor!

É como aquelas pessoas que vivem em belas casas, mas está tudo velho! Aí, vem a reforma! Nossa! Meu Deus! Nem parece a antiga, está muito melhor! Assim será com você! Hoje, em vez de fazer uma aliança com a morte, você vai se aliançar com Jesus, o caminho a verdade e VIDA!


Pense nisso!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Como ficar mais perto de Deus?

Eu tenho o hábito de tirar dúvidas dos ouvintes e telespectadores do “De Bem com a Vida”. Eles enviam as perguntas através do facebook do programa. E eu percebi que a maioria está buscando ter um relacionamento mais profundo com Deus, mas não sabe como. Então, eu decidi falar sobre isso neste post. Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo no livro de Atos.

Jesus morreu e depois ressuscitou, mas nem todos acreditaram. Os discípulos estavam inconsoláveis, afinal de contas, Jesus era pastor, mestre e amigo deles. Eles testemunharam tantos milagres! Imagine andar com o Filho de Deus 24 horas por dia! Sentir aquela presença, sempre ter uma palavra de vida, viver aquelas experiências e, depois, simplesmente, não ter mais nada!?

Eu imagino que eles tenham ficando perdidos: O que eu faço agora? Para onde eu vou? Eu sei que Deus existe, mas eu preciso de algo tangível, preciso de uma resposta imediata.

Talvez, você esteja nesta situação! Obviamente, você não teve o privilégio de caminhar com Jesus Cristo, como os discípulos tiveram, para sentir esse vazio. Mas, muitas vezes, parece que você está clamando em um deserto escuro, pois não vê nada nem ninguém.

Você ora, ora, ora... mas não acontece nada! Busca, busca, busca... mas não encontra nada!

Mas, será que é isso mesmo? Jesus não estava mais entre eles, mas Deus é onipresente, ou seja, eles não estavam desamparados. Já parou para pensar que, muitas vezes, os seus sentimentos estão te impedindo de se relacionar com Senhor?

Vou te explicar melhor!

Em primeiro lugar, a sua vida de oração precisa ser despida de toda a ansiedade!

Em Hebreus 11, está escrito que é necessário que aqueles que se acheguem a Deus creiam que Ele existe, e que Ele é galardoador daqueles que o amam.

Com essa ansiedade e esse desespero, você não vai alcançar nada! Pelo contrário, só vai arrumar mais tormento para a sua alma!

Vamos combinar uma coisa? Chega de estresse! Busque ao Senhor na certeza de que você será ouvido. Peça a Ele capacidade para você conseguir enxergá-lo.

A ansiedade bloqueia a nossa mente, nos paralisa e faz com que a gente perca a percepção das coisas que estão ao nosso redor!

Você já viu alguém desesperado, porque perdeu os óculos, mas não percebeu que eles estavam o tempo todo em cima da cabeça? É até cômico, mas isso é muito comum!

Eu conheci uma pessoa que estava viajando com um grupo muito grande e, de repente, um dos participantes da caravana começou a dar chilique, porque havia perdido uma sacola. Todo mundo, que estava perto dele, começou a procurar! Foi quase um dia inteiro de viagem perdido! Sabe onde a bendita sacola estava? Na mão de uma amiga dele, que havia pegado por engano!

Sabe o que é isso? Ansiedade! A moça estava tão empolgada com a viagem que nem prestou atenção na bagagem!

Será que você não está agindo da mesma maneira? Está procurando algo que está bem na sua frente!

Sabe, só de você sentir falta da presença do Senhor já é um sinal que o Espírito Santo está agindo na sua vida! O próximo passo é buscar o altar! Ir à igreja, jejuar, louvar, orar, clamar, ouvir um louvor...

Em segundo lugar, é necessário permanecer! A fé precisa ser uma constante, não uma variável!

Como os discípulos, que se sentiram abandonados, desorientados, sem saber o que fazer, conseguiram resolver aquela situação?

O próprio Jesus, ressurreto, disse a eles em Atos 1: 4 e 5 “E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes. Porque João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.”.

Jesus, depois que ressuscitou, ficou 40 dias reunindo os discípulos e explicando a importância deles permanecerem firmes! O Senhor tinha para eles um revestimento de poder e autoridade para que eles fossem consolados da perda física de Jesus.

Eles receberam o Espírito Santo, que é a presença de Jesus em nossas vidas

Em Atos 1 e 2, está escrito que eles buscaram presença de Deus, incessantemente, até que veio do céu um vento impetuoso, e todos foram cheios do Espírito Santo. Foi algo tão forte que todos começaram a falar em línguas espirituais.

Deus tem este revestimento espiritual para as nossas vidas! Essa herança também nos alcançou!

No próprio livro de João, Jesus falou: Se eu não for, não poderei enviar o Espírito. E a única maneira de vocês terem vitória contra as obras do inferno é sendo cheios do Espírito Santo!

Este é o caminho para chegar mais perto de Deus!


Pense nisso!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Lidando com situações inesperadas!

Olá tudo bem? Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo em Provérbios 3: 25 e 26 “Não temas o pavor repentino, nem a arremetida dos perversos, quando vier. Porque o Senhor será a tua segurança e guardará seus pés de serem presos.”

No primeiro capítulo do livro "Vivendo de Bem com a Vida”, eu falo que, muitas vezes, nos encontramos no meio de situações inesperadas. Eu até inicio o texto dizendo que “o ideal seria começar tudo do começo”, mas nem sempre dá.

Veio do nada para me tirar tudo...

Muitas vezes, você se depara com situações que você não estava preparado. Lutas que vêm do nada: a interrupção de uma gravidez, um acidente de carro, uma demissão, uma traição, o rompimento de um relacionamento, a morte de alguém que você ama... De repente, você acorda e está no meio de uma loucura.

Como dizia minha avó, são situações que te deixam de “calças curtas”. Apesar de que hoje em dia, algumas mulheres usam cada shortinho... misericórdia! É muito complicado quando em nossa vida nem sempre conseguimos levar tudo com bom humor.

Desnorteada? Não, a Bíblia já deixou um caminho

Mesmo que seja difícil, a Palavra de Deus fala para não temermos o pavor repentino. Pavor repentino é o medo que sentimos quando nos deparamos com situações novas, complicadas e aparentemente sem solução.

Na Bíblia, está escrito “não temas”. Quando Deus fala: “Não tenha medo” é porque vai dar medo mesmo. Quando o Senhor falou para Josué: “Seja forte e corajoso”, com certeza, ele enfrentaria situações que o deixaria fraco, impotente e com vontade de desistir.

Deus já preparou Josué para a situação que ele enfrentaria. É como se o Senhor falasse “Eu sei que você vai ficar espantado, mas segura essa. Você pode!”.

Hoje, se você está totalmente atordoada por causa das lutas, ou até mesmo espantada ao ver uma pessoa que era muito próxima de você ser capaz de te fazer tanto mal, não se deixe abalar.

Não tema o pavor repentino e muito menos os golpes do perverso. Não tema a arremetida daquele que é mal, que tem prazer em causar dano à sua vida, aquela pessoa que é verdadeiramente uma extensão do inferno!

Infelizmente, assim como tem gente que é uma extensão de Deus, existem pessoas que se deixam dominar pelo inimigo e vêm com tudo para roubar, matar e destruir seus sonhos.

Assuma o controle

Faça do Senhor a sua segurança. Ele te deixará de cabeça erguida, Deus vai guardar os teus pés neste campo minado, para você não ficar refém desta situação.

Faça dessa palavra a tua verdade! Sabe como? Invocando:  "Senhor, seja a minha segurança e me livra de fazer o que meus pés têm vontade. De correr covardemente, de ficar paralisada ou desequilibrada. Livra-me de todo o laço do inimigo, que quer me amarrar, me colocar em uma cama de depressão, em  uma cadeia de ódio, vingança, loucura,  desespero,  choro e de revolta contra Deus!".

Quando você faz desta palavra o teu caminho, você encontra luz e a verdade! Deus é contigo, faça d´Ele a sua segurança! Você pode todas as coisas, porque Ele te fortalece. 

Pense nisso!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Como você quer ser lembrado?

Salmo 90.12 “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos um coração sábio.”.

Sabe, eu tenho uma história com essa passagem. Essa Palavra está na música “Ensina-me”, do Renascer Praise 6. Eu já falei sobre isso em outros Pensamentos, mas, hoje, vou colocar um trecho da letra para vocês. É uma linda oração:

Ensina-me a entregar os meus caminhos,
em tuas fortes mãos e, simplesmente, nelas descansar.
Ensina-me que o teu amor, teu amor, Senhor
nunca falhará, insistirá em me fazer feliz.

E se eu cair, não resistir
e até desanimado me prostrar.
Sentirei teu braço forte, ouvirei tua voz de amor.
Teu Espírito me faz ressuscitar.

Ensina-me que tudo coopera para o meu bem,

Ensina-me, ensina-me,
ensina-me a viver. 

Certo dia, eu disse para uma pessoa: “Eu não sei o que você está fazendo da tua vida, mas eu sei o que eu fiz da minha! Eu sei para onde eu a dirigi e a quem eu busquei! Por isso, nós temos forças para ficar em pé!”.

Existem pessoas que estão enterrando suas vidas em uma torre de depressão. Como também existem pessoas que usam suas vidas como um instrumento de destruição e fazem isso tanto pelo prazer, quanto pelo dinheiro.

Sabe quem fez isso? Judas! Judas fez da vida dele a cruz de Jesus Cristo! Ganhou dinheiro, apareceu, ficou famoso e é conhecido até hoje como o traidor, como um suicida! O que você está fazendo com a vida que Deus te deu? Como você quer ser reconhecido?

As justificativas não anulam os erros...

Muitas pessoas vêm com um milhão de justificativas para continuar errando.  "Estou vendo que está errado, mas eu não abro mão!”, “Não, eu prefiro viver uma mentira, ser uma amante, ser a pessoa que está destruindo uma família, do que aguardar em Deus e buscar um casamento!”, “Ah, eu faço isso, porque isso me dá uma boa condição financeira!”.

Você está bastante enganado! Olha o que você está fazendo! É isso que vai ser o teu futuro! O teu futuro começa aqui, hoje, porque de Deus ninguém zomba. Aquilo que o homem semear, ele vai colher!

O que você está fazendo com o teu filho? Isso é jeito de falar? O que você está fazendo no dia da luta? Está achando culpado? Olha, têm duas coisas que te fazem superar a luta. A primeira é lutar! Luta, a gente só vence lutando! A gente não vence luta reclamando! A gente não vence luta chorando! A gente não vence luta sofrendo! A gente não vence luta blasfemando! Agente não vence achando culpado! Pense nos propósitos que o Senhor tem.

Em vez de se entregar à amargura, ao ódio, sair atrás de culpado, corra atrás da solução! Sabe qual é o segundo posicionamento que você deve tomar? Apague-se ao Senhor. Peça para Deus te ensinar a viver o dia de hoje!

Sabe quem é Jesus? Jesus é aquele que está descrito em Isaías:  Ele é conselheiro, maravilhoso, pai da eternidade e o príncipe da paz! Ore! Peça para Ele te aconselhar hoje!

Clame: “Jesus, eu não vou me conformar com isso. Ainda que eu tenha tentado dez vezes, eu vou persistir, porque na Tua Palavra fala que Espírito Santo está sobre nós para nos ensinar!”.

Em Tiago 1: 5 está escrito: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.”.

A origem do erro... 

Sabe por que está dando errado? Porque você não quer aprender com a situação! Quer sair achando culpado para tudo quanto é lado! Deus não nos prova além do que podemos suportar mas, antes, com a provação, vem o escape! Seja conhecido por ser uma bênção para as outras pessoas e não por ser um peso, um fardo, uma loucura, uma acusação! Você pode ser melhor que isso!

Você pode se perguntar hoje: “Mas como serei uma bênção, se estou desempregado?”. Ah! Querido! O teu posicionamento e a tua fé no Senhor vão te dar graça! Você é mais do que o dinheiro! Deus vai te honrar e vai te abrir uma porta! A tua disposição de levantar, de ir atrás, de acreditar... vai trazer milagres para a tua vida. No dia da tua dor, seja uma bênção! Tem gente que quando sente dor perde até a educação. Peça para Deus te ensinar a passar pela dor da melhor maneira possível! 

Bons aliados, em dias de guerra...

Tem gente que só porque está sendo caluniado e perseguido, desconta tudo na família. Quer abrir mão de tudo. Faça da tua vida, um hino de louvor a Deus! Peça para Deus te ensinar a viver! Na Palavra de Deus, está escrito que aqueles que se humilham diante de Deus serão exaltados. Peça para Deus te ensinar a organizar seus sentimentos e pensamentos.

Deus vai abrir uma porta para você e vai te mostrar o caminho na tempestade, vai te dar inteligência, e você vai ser conhecido como um servo d´Ele. Os filhos de Deus nós reconhecemos no dia da luta. Nos momentos de adversidade, nossos valores são reconhecidos. Cuidado com aquilo que você está manifestando no dia da guerra. Chiliques e loucuras não vão resolver seus problemas, pelo contrário, só vão afastar as pessoas que podem te ajudar.

Desta situação, não ficará nenhum trauma, nenhuma sequela. Deus está permitindo que você passe por isso, para você ser um grande testemunho aqui na terra e ser reconhecido pelas vitórias que o Senhor te dará. Pense nisso. Deus vai te ensinar a contar todos os dias para que você tenha um coração sábio! 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Como passar por momentos difíceis da melhor maneira possível?

Hoje, eu quero repartir com vocês um versículo que me ajudou demais em um período em que eu me senti abandona e perdida! Eu não sabia nem como começar o dia! Alias, eu já acordava chorando, desesperadamente!

Eu programava o despertador para as cinco horas da manhã. Quando ele tocava, eu não levantava, eu, simplesmente, me jogava da cama e, quase sem forças, colocava meu joelho no chão e começava a orar!

Em um desses momentos de oração, Deus me visitou, através do livro de Isaías 11: 2 “Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor.”.

Essa Palavra me ajudou, porque eu estava desorientada, não sabia o que fazer, como fazer...Mas, a partir daquele dia, minha postura e minha oração mudaram: “Senhor, eu sei que o Espírito de conselho e de fortaleza está sobre Ti, por isso, me mostra a direção certa e me dê forças, para que eu não desista no meio do caminho!”.

Na passagem que acabamos de ler, também está escrito que repousa sobre Ele também o Espírito de sabedoria e de entendimento.

Eu precisava entender o momento que eu estava vivendo e ter sabedoria para vivê-lo da melhor maneira possível.

Quando nós passamos pelas dificuldades sem murmurar, confiando em Deus, Ele nos honra.

Naquele período difícil, eu orava para que o Senhor colocasse as palavras certas em minha boca. Eu não queria ser como a mulher de Jó.

Eu pedi para que Ele derramasse sobre mim o Espírito de temor, porque, eu não queria que o sofrimento me afastasse do amor de Deus. Eu queria zelar por essa relação, acima de tudo!

Buscá-lo se tornou um hábito para mim. Quando eu fiz daquela Palavra a minha verdade, passei a encarar as situações de outra maneira. Tudo ficou mais leve!

É esse o conselho que eu quero deixar para vocês! Não viva em função dos problemas. O conselho, a força, o entendimento e a sabedoria, que você tanto precisa para enfrentar cada lua, estão a uma oração de distância! Pense nisso!

Pense nisso!

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Não é o fim da linha!

2 Reis 8: 1 a 6 “E falou Eliseu àquela mulher cujo filho ele ressuscitara, dizendo: Levanta-te e vai, tu e a tua família, e peregrina onde puderes peregrinar; porque o Senhor chamou a fome, a qual também virá à terra por sete anos. E levantou-se a mulher, e fez conforme a palavra do homem de Deus; porque foi ela com a sua família, e peregrinou na terra dos filisteus sete anos.

E sucedeu que, ao fim dos sete anos, a mulher voltou da terra dos filisteus, e saiu a clamar ao rei pela sua casa e pelas suas terras. Ora o rei falava a Geazi, servo do homem de Deus, dizendo: Conta-me, peço-te, todas as grandes obras que Eliseu tem feito. E sucedeu que, contando ele ao rei como ressuscitara a um morto, eis que a mulher cujo filho ressuscitara clamou ao rei pela sua casa e pelas suas terras.

Então disse Geazi: Ó rei meu senhor, esta é a mulher, e este o seu filho a quem Eliseu ressuscitou. E o rei perguntou à mulher, e ela lho contou. Então o rei lhe deu um oficial, dizendo: Faze-lhe restituir tudo quanto era seu, e todas as rendas das terras desde o dia em que deixou a terra até agora.”

Há coisas que são bem difíceis de entender... Como é que a gente, obedecendo ao profeta, acaba no fim perdendo tudo? Bem, foi exatamente o que aconteceu com a mulher sunamita.

No livro de 2 Reis 4, encontramos parte de sua história, e podemos perceber que ela era uma mulher muito rica, uma supridora da obra de Deus e também do profeta do Senhor. Enfim, era uma mulher temente a Deus, que teve sua vida marcada por milagres e saiu deixando tudo o que tinha, em obediência à Palavra liberada por Eliseu.

Quem falhou? Pelo que está escrito na Bíblia, não foi ela. Será que foi Deus? Jamais! Então, foi o profeta? Muito menos! Na verdade, ninguém errou!

A dificuldade que ela passou em uma terra estranha, por obediência ao profeta, e pagando um alto preço não foi nada perto da fome e da necessidade que ela viveria, se não tivesse obedecido.

Sua fidelidade a Deus e sua submissão à autoridade espiritual que o Senhor designou sobre sua vida a fizeram não só ser restituída de tudo o que tinha, como também de tudo o que deixou de ganhar nos sete anos em que esteve fora.

Quando temos uma história com Deus, nosso trabalho nunca será em vão! Se você, apesar de ser fiel, dizimista e ofertante, está passando por dificuldades financeiras ou, simplesmente, perdeu tudo, é necessário:

1-Manter-se firme, fiel a Deus e às autoridades que Ele constituiu sobre sua vida e jamais murmurar, como fez o povo no deserto, trazendo sobre si o exterminador (2 Coríntios 10:10).

2-Rever suas atitudes, seus posicionamentos e como você tem administrado o que Deus tem te dado (2 Reis 4:13; 8: 3 a 6).

No primeiro momento, a mulher sunamita disse que não precisava de nenhuma interferência por parte do rei. Ela tinha a vida financeira tão estável que se dava ao luxo de dispensar a ajuda dos outros. Mas, ao perder tudo, pode perceber como é importante gerar bons relacionamentos para seus negócios.

Talvez, você precise deixar de ser arrogante! 

Principalmente, se você não aceita nenhum princípio de gestão. Chegou a hora de pedir sabedoria ao Senhor, para que Ele também dê testemunho de sua fidelidade e te abra portas sobrenaturais.

Há tempo de ganhar, há tempo de perder, mas, em todo o tempo, o Senhor permanece o mesmo. Ele é abençoador, amoroso e fiel!


Pense nisso!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Não aguento mais estar sozinho!

O Pensamento do Dia de hoje está em Gênesis 1: 18 “disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só, far-lhe-ei uma auxiliadora.”.

Só quem realmente conhece e convive com a solidão sabe o que é isso! Tudo é com você. E, quando falo tudo, é tudo mesmo!

Às vezes, não é nem o caso de não se ter uma família ou amigos. Para ser bem direta: a situação, o grande problema é dormir e acordar sozinho, não ter ninguém para formar uma família, para fazer planos para o futuro, para dividir alegrias e choros... Ter “alguém” mesmo, sabe?

Um grande amor que preenche nossos dias, que se preocupe com a gente nos detalhes, e que a gente também se preocupe com ela (e), nas pequenas coisas... Alguém que tenha tudo a ver com você!

De repente, nesta solidão, todas as suas amigas ou amigos decidiram casar! É nestes momentos que vem aquele gemido, aquele clamor, ou, até mesmo, um grito carregado de raiva e tristeza: “Deus, o Senhor não está vendo o meu sofrimento? Eu simplesmente não aguento mais estar sozinho!”.

Para você que se sente assim, posso te dizer que, antes mesmo de você sofrer esta solidão, Deus, no principio de tudo, quando fez o homem, viu que a solidão poderia trazer danos, traumas e dificuldades, até mesmo de desfrutar de todo aquele paraíso.

Diante disso, só nos resta concluir que problema não está em Deus. Por incrível que pareça, está em nós! É claro que, para falar sobre isso direito, eu precisaria escrever um livro, mas vou só enumerar algumas das coisas que podem estar te impedindo de viver este sonho de amor e de família:


1-Você tem medo de sofrer ou reviver situações da sua infância!

Então, você só se associa com pessoas que você tem certeza que não correrá o risco de amar, a ponta de casar... Neste caso, você precisa procurar uma igreja e ser ministrado, em cura interior.


2- Na realidade, você não quer, porque esta muito bem assim!

Está trabalhando, estudando, viajando... a mil por hora! Na verdade, você nem tem tempo para pensar nisso! O duro é a cobrança da família e os programas que você gostaria de fazer que só teria graça com mais um. Busque em Jesus a sua verdade! Assim você se reconciliará consigo mesma!


3-Você teve alguém e, simplesmente, não deu certo!

Existem dois grandes problemas: manter um namoro, sabendo que não dará certo, pois você não consegue se desligar emocionalmente do relacionamento anterior ou não acreditar em mais ninguém. Você precisa de libertação!


4- Você está procurando alguém no lugar errado!

Lembro-me de uma moça que aconselhei, que posso chamar de “sedentária feliz”. Por conta disso, era “gordinha”, não fazia ginástica, dieta, caminhadas, ou coisa parecida... Mas só entrava em sites de relacionamentos de homens que tinham, como suas prioridades, a aparência, a prática de esportes, exercícios, suplementos alimentares... Resultado: não passava do primeiro encontro! E, ainda, voltava frustrada e decepcionada com Deus.

Tem pessoas que procuram relacionamentos duradouros em lugares de relacionamentos superficiais, como baladas e bares!

Você precisa entregar sua vida para Jesus, porque, até agora, o que tem dirigido sua vida é uma carência e um modismo!


5- você está no lugar errado!

Também baseada em minhas experiências de gabinete ministerial: havia uma moça que tinha um chamado, uma missão de Deus para pregar o evangelho, mas ela não queria, achava que não conseguiria, em fim... Sempre se escondia atrás da desculpa do trabalho e por aí vai...

Mas a pessoa que Deus tinha preparado para ela, porém, tinha em seu coração que encontraria sua esposa no altar da igreja pregando, louvando, ministrando...

Às vezes, quem aumenta o tempo da solidão somos nós mesmos. Cada um de nós, além de uma profissão, temos uma missão na Terra. Ao nos dispormos a cumpri-la, trabalhando para Deus, fazendo a vontade d´Ele, encentramos o que só Ele pode nos dar: o bom, perfeito e agradável!

Em suma, esta é uma área da sua vida estéril, simplesmente improdutiva e te faz sofrer a carência do “fruto” que ela deveria dar? Para vencer a esterilidade, seja em que área for, há algumas atitudes que você deve tomar:


1-Entregar sua vida para Jesus!

Deixe que Ele seja realmente o teu Senhor, frequentando uma igreja, a prendendo e praticando a Palavra de Deus. Foi assim que Isaque venceu a esterilidade na terra que ele habitava!


2-Campanhas de jejum e oração!

Foi assim que Isaque venceu a esterilidade de sua mulher, que acabou não só engravidando, mas gerando gêmeos, em uma época em que nem de longe se sonhava com inseminação artificial ou coisa parecida.


Pense nisso!